16 setembro 2016

Resenha - Quando o amor bater a sua porta



Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

Livro: Quando o amor bater a sua porta
304 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arqueiro || Onde Comprar 










Malu Rocha está ao ponto de encerrar seu mais novo livro de romance. Ela tem todo enredo de seus personagens traçados, seus amores, conflitos e desilusões, a única coisa que falta é achar o final perfeito, fato que está sendo difícil de se concretizar. Com sua assistente atrapalhada Rebecca no seu encalço, e ainda a editora pressionando e estimando prazos para a entrega do livro que nem ainda tinha terminado, as coisas ficam ainda mais difíceis. Mesmo preocupada e frustrada, Malu mantém sua rotina de pedaladas diárias e visitas até a casa de repouso onde se encontra seu avô. As coisas mudam quando num dia um estranho homem aparece em sua porta.

"E é por isso que minhas histórias de amor estão nos livros, e somente nos livros."

Luiz Otávio sofreu um acidente de carro quando estava indo ao encontro de Malu, ficou em coma por alguns dias e assim que acordou estava sem memória. As poucas coisas que sobraram foram algumas notas de dinheiro e o nome da escritora. Luiz vai a casa de Malu achando que ela talvez o conheça e daria luz para sua memória escura.

Sendo a mulher prática que é, Malu não demorou a ter desconfianças dessa história absurda. Mesmo desconfiada Malu liga para Rebecca perguntando sobre alguma reunião com ele, onde constata que Rebecca se lembrava da voz de locutor de Luiz, mas também não se lembrava dele, e ainda para ajudar, todos os arquivos do computador da assistente foram perdidos, mas ela entraria em contato com o banco de dados de e-mail para um possível backup. Sem mais nada para ajudar, Malu se despede de Luiz ficando de dar qualquer informação quando encontrasse.

"[...] Luiz Otávio era oficialmente seu problema, sua responsabilidade. E ela tinha se tornado uma parte fundamental da história dele. Algo como a luz no fim do túnel ou o último vestígio de esperança ante de, quem sabe, ele recuperar as memórias escondidas [...] É isso, ela constatou, conformada. Se saí na chuva, é para me molhar. E aquela era uma tempestade que estava apenas começando."

Os dias se passam e nenhuma informação nova aparece sobre a vida de Luiz, e vendo a situação decadente que o homem se encontra, Malu percebe que mesmo sem o conhecer, sabe que poderia ajudá-lo de outras maneiras, e após vê-lo morando num abrigo, Malu o contrata pra alguns serviços manuais que sua casa precisa. Sem outra alternativa, Malu toma o problema de Luiz para si, e ainda tinha o livro para terminar, e pior, a saúde de seu avô continua mais frágil que nunca. Na busca pela identidade de Luiz, os dois tornam-se próximos, a química não demora a se manifestar, mas e se Luiz tiver família? E se ele for casado? Vale a pena viver o momento quando o futuro é tão incerto?



[- Minhas Impressões -]

Sabe aquele livro que você começa a ler com gosto porque sabe que vai gostar? Então, sempre que começo um livro da Samanta Holtz me sinto assim. Todas histórias criadas por ela me dão aquela sensação gostosa de estar presenciando algo mágico e verdadeiro. Aqui cada palavra é cheia de paixão e sentimentos, é impossível não se envolver com Luiz e Malu.


O livro é narrado em terceira pessoa, ora pelo ponto de vista da Malu, ora por Luiz. Confesso que a primeiro momento não gostei da Malu. Dado ao histórico de personagens femininas meigas que a autora já criara, foi chocante pra mim presenciar uma mulher tão seca e fria. Malu é prática e direta, tudo que ela faz é ver o lado ruim das coisas, e mesmo sendo uma escritora de livros de romance, Malu não acredita no mesmo. Conforme a leitura foi passando fui vendo que Malu na verdade é uma mulher doce, mas que com as desilusões da vida teve que endurecer, só quando constatei isso que fui vendo quem ela é de verdade, e sabe o que mais, adorei ela e desejei que não sofresse por mais nada que a vida fosse colocar em seu caminho.

Já Luiz me conquistou desde o primeiro momento que surgiu. Sempre munido de falas profundas e respostas impertinentes, ele fez com que as defesas de Malu caíssem uma por uma. Me doeu o coração, e até mesmo chorei quando vi ele morando num abrigo e mesmo assim estava sorrindo, senti vontade de dar uns tapa na Malu pra que ela ajudasse ele logo. Também foi bem sofrível ver ele tentando se lembrar e não conseguindo. Luiz com toda certeza entrou pra lista de personagens masculinos que mais amo.

“- É difícil entender por que uma mulher como você passa tanto tempo sozinha.
[...]
- Eu... Eu apenas... — Deu de ombros, atrapalhada. - Nunca encontrei alguém.
Um sorriso breve levantou o canto dos lábios de Luiz, que balançou a cabeça como se aquela ideia fosse inconcebível.
- Mulheres como você não precisam encontrar alguém, Malu. Mulheres como você são encontradas.”

Os personagens secundários são incríveis. Rebecca é toda doidinha mas tem um coração do tamanho do mundo. E o avô da Malu é um senhor de idade bem frágil que foi sargento do exército, mas é tão bobão pela neta que chama de Rosa. Foi linda a construção de amor que tiveram, Malu o ama intensamente e dá pra sentir o quanto teme perdê-lo. Ele por sua vez deseja que a neta viva intensamente sua juventude, tem como ser mais fofo?

Algo que gostei bastante foram os cenários da história. Luiz e Malu passam um tempo numa pousada no interior de São Paulo, e gente que cenário maravilhoso. Samanta descreveu a mãe natureza a perfeição e me vi no meio das pedras tomando um banho de sol, foi tão bem detalhado que era como se eu estivesse no local. Outro ponto que achei bem interessante foi a personagem ser uma escritora, pois mostra toda a rotina de trabalho, inspirações e dilemas que Malu passou e que me fez pensar se a Samanta não pôs um pouco de si na personagem.

O romance entre Luiz e Malu foi de descoberta. Descoberta de quem Luiz é de verdade, e descoberta pela verdadeira Malu. E como amei ver todos os medos e prisões que sentiam indo embora para viver esse lindo amor que foi construído.

“O infinito não pertence ao futuro, ele pertence ao presente.”

Como disse, sempre que pego um livro da autora tenho certeza que irei gostar. Sempre achei a escrita da Samanta doce e meiga, e alguns dos livros que li foram escrito quando ela era mais nova (menina prodígio risos), então aqui senti bastante o amadurecimento da escrita que ela teve, continua sensacional e apaixonante, mas senti uma firmeza maior e claro, experiência. Como fã fiquei bem orgulhosa do crescimento que ela teve <3.

A edição física do livro está lindíssima. A capa trás uma porta de madeira velha com flores, delicado assim como a história. Internamente também não deixa a desejar, cada começo de capitulo trás uma ilustração de ornamentos bem comuns de se encontrar em portas, simples e criativo. As letras estão num tamanho ótimo para deixar a leitura fluída e rápida.

No geral, Quando o amor bater a sua porta é um romance lindo cheio de frases reflexivas e profundas, que fazem o leitor pensar sobre passado, futuro e principalmente sobre o presente. Recomendo o livro a todas românticas de plantão e para todos que amem um livro tão belo e com ensinamentos tão bonitos.

22 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder ler a resenha, ainda mais porque estou ansiosa demais para fazer essa leitura também. Estou apaixonada por essa capa e a premissa parece ser encantadora. Já conheço a escrita da autora, por isso sei que a história promete! Assim como você, só por ser da autora, já sei que vou gostar.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Querida Stefani,

    Li sua resenha com um sorriso no rosto!! :) Que delícia saber que você já espera algo tão bom dos meus livros antes mesmo de ler, e que notou o amadurecimento da minha escrita nesta nova obra :D Obrigada por acompanhar minha carreira e pelo feedback importantíssimo!

    Quanto ao livro... Ah, você descobriu Malu exatamente como ela se permite ser percebida! No início, só vemos o escudo que ela mantém com tanto orgulho sobre si... até que, aos poucos, podemos entender quem ela é de verdade. Amei conhecer a evolução dos seus sentimentos sobre ela! Ah, e sobre Luiz também... ele é apaixonante desde a primeira página em que aparece, mesmo rs... até para mim!

    Muito obrigada por dividir suas impressões sobre a leitura de forma tão carinhosa!

    Beijo enormeeee,
    Sam :*

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Não conhecia muito do trabalho da autora, mas fiquei muito interessada por conta da resenha, a capa tem essas flores lindas que deixa ela harmonioza.
    Beijos, Lari
    segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia o livro, mas também não faz nada o meu género de romance e literário... :)

    Mas ainda bem que gostaste! :) Eu passo a leitura mas e ótimo que o livro permita reflexão e deixaste-me curioso com a escrita! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    Eu li o livro e amei bastante. Não conhecia a escrita da autora e fiquei bem surpresa quando li esse livro. Adorei a busca pela identidade do Luiz Otávio, por vezes, fiquei ansiosa e nervosa, porque queria saber muito sobre quem ele era. E achei que a identidade original dele não foi forçada e sim fez muito sentido (o que diz os motivos dele ter uma reunião com a Malu). Não sou uma romântica de plantão, mas amei kkkkk

    parabéns pela resenha!

    bj

    ResponderExcluir
  6. Olá Stéfani,
    Acho que quando lemos muitas obras de determinados autores nossas expectativas voam, não é? Eu tenho o costume de começar livros da Cecelia com essa ideia: Já vou gostar, mas, nem sempre, é assim.
    O fato de a Malu ser fria e distante - tão diferente das outras protagonistas da autora - parecem chocar. Entretanto, gostei de saber que a autora foi mostrando a verdadeira Malu e acho que sua personalidade condiz muito com o que temos no nosso dia-a-dia.
    Espero gostar muito dessa leitura, pois estou bem ansiosa para a leitura.
    Parabéns pela resenha e sinceridade.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Então, não gostei dessa capa, mas adorei saber do que se trata o livro. Parece ser diferente, pelo menos eu nunca li nada no qual o personagem havia perdido a memoria, mas se ele tiver familia e se apaixonado por ela vai ser dificil. Enfim, adorei a sua resenha e vou anotar a dica, para compra-lo nas minha futuras compras haha

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Já estava com vontade de ler, agora a vontade triplicou. Desde o lançamento desse livro até agora eu não vi nenhuma resenha negativa desse livro.Eu nunca li nada da autora, mas parece que a forma na qual ela escreve envolve o leitor igual você disse que se imaginou nas pedras tomando sol.Não sou chegada em narrativa em terceira pessoa, mas nesse caso parece ser essencial.A leitura parece ser bem fluida ainda mais para quem curte o gênero. Fiquei curiosa para conhecer um pouco mais da Malu o por que dessa personalidade e o por que que uma escritora de romances não acredita mais no amor.Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Oi Stefani, conheço a autora só de ouvir falar e ainda não li nenhum de seus livros, porém, este livro aqui me chamou mais a atenção do que os outros, acho que em função da protagonista ser escritora e literalmente, o amor bater a sua porta... rs Quero muito ler e sua resenha aumentou consideravelmente minha curiosidade quanto ao livro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Ainda não tive nenhum contato com a escrita da autora, mas a premissa dessa obra me deixa bem curiosa para saber o que irá acontecer entre os personagens.
    Quero muito saber o que aconteceu com Luiz e porque ele apresentava somente um bilhete com o endereço de Malu após o acidente.
    A capa é muito bonita e sua resenha só me deixou mais curiosa para saber mais detalhes.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá! :)
    A Samantha realmente arrasa nos livros dela né? Começando pela capa e adentrando na história, sem falar na autora que é um amorzinho, eu tive a oportunidade de conhecê-la na bienal e simplesmente foi a melhor coisa da vida...Enfim, quando o amor bater a sua porta me deixou encantada pela sinopse, espero gostar do livro tanto quanto você, fico feliz em saber que os personagens são bem construídos e envolventes;
    Parabéns pela resenha
    Partiu ler esse livro <3

    ResponderExcluir
  12. Eu estou apaixonada por esse livro. Acabei de ler tem alguns minutos e ele se tornou o meu queridinho da vida. É realmente impossível não se envolver com o casal e torcer para um final feliz. Achei genial a maneira como a autora conduziu a obra e o final foi magnífico.

    ResponderExcluir
  13. Oie
    Tudo bem?
    A Samanta é muito diva mesmo eu também adoro a escrita dela esse livro eu ainda não li mais sinto muita vontade mesmo que a capa não me agrade muito o enredo me deixa bem curiosa euu fico me perguntando como vai ser o desenrolar da historia.
    Adorei sua resenha e muito obrigada pelas dicas.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  14. Oi Stefani!
    Olha, tenho um grande segredo a confessar: nunca li nenhum livro da Samanta Holtz! Entretanto, pela sua resenha, acredito que eu deva gostar dessa obra. Personagens meigas costumam me irritar, então saber que a protagonista é seca e direta me agrada. Além disso, a premissa do livro parece ser interessante e a capa me lembra um conto de fadas. Como adoro um bom romance, com certeza esse vai entrar na minha lista! Adorei a resenha, abraços

    ResponderExcluir
  15. Acho que comigo seria o contrário, eu gostaria mais da Malu exatamente por ela ser fria, seca e mais direta, pois odeio personagens femininas meigas e melosas demais haha. Nunca li nenhum livro da Samanta pelo fato que romance não é lá meu gênero favorito, mas achei muito bonito o fato de você ter falado que é um romance de descobertas para os dois personagens, e, modéstia a parte, a capa dele realmente está mesmo linda :)

    ResponderExcluir
  16. Olá, sempre tinha visto esse livro por ai e achado a capa linda mas não sabia de verdade sobre o que ele se tratava e nem tinha ideia de que era nacional, adorei sua resenha, está super detalhada e passou todos os sentimentos que você sentiu com o livro e me deu vontade de lê-lo também, parece ser um romance super leve e fofo e pareceu ser maravilhoso para o enredo de um filme também, com certeza quero fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  17. Oieee lindona, tudo bem? Não conhecia a autora mas cê falou com tanto carinho que já tô doida pra conhecer a história da Malu e do Luiz e entender a ligação dos dois <3 Bjos

    http://porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro recentemente e como adoro a autora, estava bem animada, mas alguns pontos nao me agradaram tanto é por isso também não dei as 5 estrelinhas. Bom, a Malú é bem seca e fria mesmo, mas confesso que de cara eu fui conquistada por ela. Agora o Luiz é simplesmente apaixonante mesmo kkkk E a relação da protagonista com o avô é algo lindo de acompanhar. Enfim, fico feliz em ver que curtiu a leitura também.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Que proposta interessante! Não gosto muito de personagens secas assim, como você disse que a Malu é. Mas pensando bem, um cara com amnésia dizendo que tinha uma reunião com ela não deve ser fácil de engolir. Fiquei curiosa sobre como o romance dos dois vai se desenrolar, parece um romance bem fofinho.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Falar de românticas de plantão é como me chamar! kkkkkk Amo livros de romance e estou louca para conhecer a Malu e me sentir tocada pela escrita da Samanta, a proposta desse livro é algo que até o momento eu não havia visto em nenhuma obra de outra autora. <3 Estou ansiosa e espero conferir logo! ;)

    ResponderExcluir
  21. Oi Ste
    Estava louca para ler uma resenha deste livro. Não conheço a escrita de Holtz, mas sempre vejo elogios. Adoro ler um bom romance de vez em quando e esse será o próximo. Esses personagens diferentes me conquistaram totalmente. Adorei os cenários também. Enfim, depois da sua resenha tive certeza de que preciso ler.,
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  22. Gosto de livros que trazem histórias de autores pressionados para terminar seu livro e acabam nos mostrando esse mercado editorial e todo trabalho pelo qual os escritores passam, não conhecia o trabalho da autora até a editora criar um makenting enorme a esse livro, e por alguns vídeos que assisti percebi que a autora é simpática e quero conhecer os livros dela. Eu já li alguns livros com personagens que não acreditam no amor, mas nunca com uma escritoras de romances com essa característica. Vou ler esse livro lindo em breve, espero gostar.

    ResponderExcluir