07 setembro 2016

Resenha - Paixão de Cativeiro






Luísa é uma jovem cuja família é dona de um dos maiores hospitais do país. Ela sonha em ser médica assim como o pai e a irmã mais velha, Heloísa. Concluiu o primeiro ano de faculdade, e se esforçou bastante para tirar as notas máximas. É uma moça tímida, e apesar da fortuna da família, possui costumes simples.
Ela só não contava que logo no seu primeiro dia de férias, seria sequestrada e trancafiada em um casebre localizado num lugar deserto e desconhecido. Em meio ao inferno que vive em seu cativeiro Luísa se aproxima de Erick, um ex-presidiário em reabilitação que aceita a proposta de seu irmão; cometer o último crime de sua vida.




Livro: Paixão de Cativeiro
341 páginas || Skoob || Cortesia: Autora Parceira || 








O enredo nos traz a personagem Luisa, uma moça rica e filha de um dos maiores médicos da cidade, o Doutor Otávio; ela sonha seguir os mesmos passos do pai, assim como de sua irmã, Heloisa. 

Aproveitando que está de férias pensa em usar o máximo de seu tempo ao lado do pai e resolve então convidá-lo para uma sessão de cinema, porque como nunca conseguem se encontrar em casa por causa da grande carga de trabalho, seria uma boa oportunidade para que eles pudessem passar algum tempo juntos. Só que antes, como de costume, ela vai à academia para sua inadiável aula de dança.

‘’Depois de decidir, ligo para o Dr. Otávio confirmando o horário, e combinamos de nos encontrar no shopping. Arrumo minha mochila para levar à academia, e nela ponho meus sapatos de dança e a roupa que irei usar à noite, pois, pelo visto, não terei tempo de voltar para casa antes do filme’’ 

Enquanto Luisa termina de arrumar suas coisas para sair, ela nem imagina que ali nas proximidades de sua casa, Thiago, um dos funcionários já vem lhe observando e estudando seus passos. Sua intensão é emboscar Luisa quando ela menos esperar e raptá-la. 

Só que já por outro lado, Erick, primo de Thiago, não aguenta mais a inútil procura por emprego, pois ninguém o aceita por ser um ex-presidiário e também não quer mais se meter em encrenca participando dos planos em que seu primo e outros rapazes realizam com frequência. 

‘’Embora não queira fazer mais nada de errado na vida, não posso negar que fiquei balançado com sua proposta. Seria o céu poder montar um negócio para recomeçar.’’ 

E apesar de ser algo grande que vai lhes render muita grana, Erick pensa bem sobre o assunto e chega a conclusão que poderia realizar um último trabalho para mudar de vida e assim recomeçar a viver dignamente e sair de vez do mundo do crime para nunca mais voltar. 

‘’Tomara que dê tudo certo e isso acabe logo. Só pratiquei pequenos furtos até hoje, nada comparado ao que estamos fazendo agora. Se formos pegos estamos fodidos, mas eu prefiro não pensar nisso. Quero mais é imaginar que daqui a alguns meses estarei em uma nova vida e esquecei para sempre o que acontecerá aqui.’’ 

Então, com tudo já planejado, os bandidos já se posicionam, pois assim que Luisa sai da academia e aguarda por seu motorista para levá-la ao encontro de seu pai, ela é surpreendida por um carro e sendo jogada para dentro e levada a um casebre no meio do nada, onde é mantida prisioneira em um cativeiro. 

“O medo se instala dentro de mim. Debato-me o máximo que eu posso, tentando ficar livre, mas logo percebo que quem fez isso, o fez muito bem. ” 

Lá ela é bastante maltratada por um dos bandidos e apesar do medo, ela percebe que um deles a trata diferente; ele se preocupa com o seu bem estar e pouco a pouco ambos acabam se aproximando e criando uma amizade e uma paixão muito estranha que eles não têm nem ideia até onde tudo pode levá-los. 

Será que Luisa e Erick vão viver algo diferente por conta de seus novos sentimentos? Ou vão apenas ser bons amigos até um milagroso resgate? E depois do sequestro? Será que ambos manterão contato sendo tão diferentes um do outro? 


Quando iniciei a leitura, logo me peguei devorando as páginas, pois a narrativa da autora além de ser muito envolvente é escrita em primeira pessoa na visão dos dois personagens: Luisa e Erick. Aliás, eles são muito bem trabalhados em toda a história, embora eu tenha amado toda a trama do livro, eu esperava mais aprofundamento na parte em que Luiza fica no cativeiro, pois achei que tudo foi acontecendo e se resolvendo de uma maneira rápida. Com o passar das páginas, percebi que a história não perde o atrativo inicial que a torna deveras interessante. O romance que eu principalmente esperava que explodisse no livro acontece e isso é o que o torna muito mais apaixonante.

Vocês podem até estar achando que tudo só gira em torno da prisão de Luisa no cativeiro e no Romance né? Mas não, vai muito além, porque acontecem diversos desencontros que te deixam curioso para saber o que virá a seguir. Você fica imaginando diversas probabilidades do que poderia ser feito até em algumas situações em relação à vida de Erick e principalmente Luisa que é a refém da história. 

Mas confesso que fiquei bastante feliz de ter conhecido a autora e por ter tido a oportunidade de fazer a leitura desse livro, porque eu o achei bem diferente de tudo que já havia lido até então. É uma história que vai mexer com o seus sentimentos, pois são várias emoções em apenas um único livro que te marcará até mesmo quando você chegar ao seu desfecho. Aliás, o desfecho é uma brecha que me permitiu ter esperança de continuação (eu adooooro continuações), pois uma trama assim tão marcante como esse não pode se manter em um único volume. Quero muito ter a honra de ler a continuação e saber o que vem mais pela frente, porque a autora já me respondeu que eu posso esperar pelo próximo exemplar. Então imaginem a ansiedade da menina?! (risos)

Uma coisa muito difícil de acontecer comigo é que fiquei absolutamente de coração apertado e quase chorei por conta de tudo que houve.


Quanto aos personagens, preciso dizer que adorei Erick, apesar de inicialmente ser um bandido e sequestrador, porém, no cativeiro ele mostra seu verdadeiro lado atencioso e carinhoso. Um homem que todas as mulheres gostariam de ter ao seu lado, claro só esse lado, temos que concordar. Ele é de suspirar (risos). Já Luisa, apesar de ter nascido em berço de ouro, é uma moça simples, que não valoriza muito o status e é muito amorosa e por incrível que pareça não é nem um pouco mimada. Ela se importa com as pessoas próximas e se preocupa bastante com algumas coisas que vocês só poderão saber lendo o livro, pois envolve outros personagens. 

Já os personagens secundários, a autora conseguiu trabalhar com todos de uma maneira impressionante, ela não os deixou serem meros coadjuvantes e eles são categóricos em pontos cruciais da história. Fiquei bastante impressionada! 

‘’Paixão em Cativeiro’’ contém 331 páginas, mas devido a fluidez, a história acabou que se tornando ainda mais agradável. Você nem vê o tempo passar de tão envolvido que você fica. A escrita moderna fará com que vocês encontrem linguagens típicas, como gírias que também foram muito bem utilizado entre os bandidos, e por conta disso, acabou deixando a obra até um pouco mais realista.

A autora trabalhou com grande maestria no desenrolar do tema, embora, o único ponto negativo que quero ressaltar aqui é a revisão. Encontrei alguns erros e até a falta de algumas palavras em algumas frases, mas nada assim que atrapalhe o entendimento. Da para ler tranquilamente, até porque você nem se importa quando o livro é realmente bom. (risos) 

Quanto à diagramação, preciso confessar que amei a capa. Acho que tem tudo haver, principalmente porque ao fundo aparece Luisa agachada em um canto e em destaque logo a frente e em pé o bandido que seria Erick, mas só com a boca aparecendo, pois como ele fica o tempo todo de máscara no cativeiro, isso acabou tendo muito haver. As páginas são amareladas e a fonte é de bom tamanho facilitando muito a leitura. 

Um livro para aqueles que gostam de um Romance, Drama e de muitas reviravoltas!

13 comentários:

  1. NOssa, eu ainda não conhecia o livro mas depois dessa resenha eu só posso ficar curiosa e interessada. Eu adorei a capa e o enredo me atraiu bastante. Gostei muito da premissa e acho que a leitura será muito bem aproveitada quando eu for ler. A resenha está bem completa e gostei de conhecer o livro através dela.

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana, ainda não conhecia o livro e adorei esta foto que você fez, do livro em cativeiro...rs
    Achei premissa bem instigante, mas acho que eu não conseguiria curtir o Erick... Bandido bom é bandido preso!!! Enfim, suas considerações me deixaram muito curiosa!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Silvana,
    Adorei a premissa do livro e fiquei bem curiosa para saber o que acontece. Gosto dessas histórias de sequestros que acabam gerando algo a mais para o sequestrador e sequestrado. Também gostei de saber que a história não fica em torno apenas disso, mas, sim, que há reviravoltas que instigam, ainda mais o leitor.
    Esse livro parece ser super rápido e envolvente e vou valer da dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Olá Silvana, tudo bom?
    Então, nunca tinha ouvido falar desse livro, mas, a premissa dele me incomodou um pouco. Essa questão de um romance entre uma raptada e quem a raptou, não sei se me convence. Entretanto, saber que a história é mais que isso e que flui bem, tendo reviravoltas e nos deixa de coração apertado bem, acabou por me convencer de colocar esse livro em minha lista de leitura. Quem sabe acabo gostando tanto quanto você?
    Adorei a resenha!


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  5. Silvana-flor,
    Que resenha! Eu adorei saber seu ponto de vista sobre esse enredo, que traz um pouco da Síndrome de Estocolmo. Olha, honestamente? O coração é tão complexo, não importa quão irracional seja um sentimento, ele simplesmente nos engole. Se é para haver amor, isso vai acontecer. Gostei muito de saber que a autora soube trabalhar o tema de um jeito envolvente di início ao fim do livro, pois é um clichê romântico bastante explorado... Dá até para ter certa noção do final disso. Mesmo assim, vou anotar a dica.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oiee Silvana ^^
    Não sei se gostaria deste livro, me lembrou um pouco a Síndrome de Estocolmo, já que a mocinha acaba se apaixonando e sentindo simpatia por um dos sequestradores. Eu até que gosto de livros (romances) com algo mais pesado no meio, mas não é o que eu estou querendo ler no momento, então não sei se faria a leitura. Quem sabe...
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Silvana,
    apesar da sua resenha positiva, a premissa do livro não me ganhou, não conseguiria digerir uma história onde a vitima se apaixona por um dos seus algozes, mesmo quando o cara não a maltrata,mas ela está ali por causa dele, acho que não conseguiria me desvincular disso durante a leitura e ela não fluiria. também não me senti muito atraída pela capa do livro, mas adorei a foto que você usou pra ilustrar o post muito criativa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil

    Já li um livro parecido, onde duas irmãs eram sequestradas por dois irmãos e cada uma delas se apaixonava por um deles. Como a Dryh já falou logo acima, é bem Síndrome de Estocolmo mesmo, acho muito irreal, sabe? Tenho até outro livro no Kindle há mais de um ano com a mesma pegada, ele se chama Criminal, mas estou adiando justamente por não ter curtido a minha primeira experiência com enredos assim.
    Que bom que foi uma boa leitura pra você!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie, parece um livro bem interessante, embora não tenha me chamado tanta atenção. Achei uma pena a parte do cativeiro não ter sido aprofundada, pois parece que foi lá que luiza e erick desenvolveram a tal paixão. Mas fiquei intrigada com qual seria o final desse livro e vai ser bacana se tiver uma continuação.

    ResponderExcluir
  10. Oie querida,
    Estava devorando a sua resenha. O livro parece ser um filme de romance com muita ação. Os personagens são cativantes, o Erick parece ser um bandido amigável enquanto Luiza parece uma mocinha indefesa (Odeio mocinhas que não tem força e garra na história).

    Bom gostei da capa, parece fazer jus a historia do livro. E a autora arrasou na história do livro, esse eu vou anotar e procurar o mais rápido possível.

    Beijoss querida, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  11. Oiii,

    Eu ainda não tinha ouvido falar do livro, nem da autora. A premissa parece ser legal, mas sei lá um romance iniciado com um cara que te sequestrou? Sei que em termos psicológicos este é o tipo de coisa que pode vir a acontecer como uma fuga do que acontece e tal, mas sei lá não consigo ver um meio real de isto acontecer de verdade, sendo um romance mesmo rs.
    Adorei sua resenha e deu pra ver bem o quanto você gostou da história, os quanto a história parece ser muito boa, e talvez isto aconteceu pela história ser narrada pelos dois (adoro livros assim, da uma visão mais ampla), gostei muito da maneira como tudo pareceu se desenrolar, embora o fato de você deixar claro os problemas de revisão tenham me deixado um pouco com o pé atrás também rs.

    Beijinhos...

    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi silvana,

    Eu tenho um pouco de receio com livros com essa premissa, principalmente porque não gosto de romantização de nada que seja abusivo. É claro que eu acredito que o amor pode nascer das coisas e lugares mais improváveis, mas não sei, algo me incomoda de mais nisso tudo. De qualquer forma, com tantos elogios e 5 estrelas, é um livro que eu pagaria para ler e ver o que eu sentia lendo.
    Parabéns pela resenha!

    bj

    ResponderExcluir
  13. Oi Sil, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda e devo dizer que me deixou mega curiosa com ele, achei que ele traz um enredo contagiante e diferente do que estou acostumada a ler, acredito que iria gostar bastante dele. Fico feliz em ver sua recomendação e poder conhecer a obra, com toda certeza lerei uma hora dessas. Adorei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir