27 setembro 2016

Resenha - O Par Perfeito





Aos oito anos, Elise traçou a meta mais importante de sua vida quando viu seu pai e sua mãe se beijando apaixonadamente: ela encontraria o par perfeito e teria um relacionamento tão idílico quanto o de seus pais. O tempo passou. Elise cresceu tanto que os olheiros não cansavam de chamá-la parar fazer testes em agências de modelos. Mas a moça, depois do segundo desfile, desistiu da carreira glamorosa das passarelas. Desistiu também da faculdade de Pedagogia, de Turismo, e do emprego como vendedora. A verdade é que, mesmo aos 26 anos, Elise não tem certeza do que quer ser “quando crescer”. Quer dizer, ela ainda está certa sobre a busca do “príncipe encantado” e seu conto de fadas. (Retirei boa parte da sinopse para evitar spoilers)





Livro: O Par Perfeito
480 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Coerência || Onde comprar









"Eu disse marido? Ah, não, lá vou eu embarcar de novo nos devaneios de casamento com um novo cara. Desta vez, antes mesmo de conhecer o "novo cara". Isto é novidade." 

O Par Perfeito conta a história de Elise, uma adulta de vinte e seis anos que se encontra perdida em diversos aspectos de sua vida. Dona de uma aparência exuberante e corpo esbelto, ela já desistiu de seguir diversas carreiras, inclusive como modelo, já começou dois cursos superiores, mas ainda não está satisfeita com sua vida profissional. Ela sonha com um amor perfeito, igual aqueles que lê em seus tão amados livros de romance.

"A campainha toca. Ai, meu coração! E meu estômago, minha cabeça e minhas pernas, que ficaram moles, de repente. É agora ou nunca! Será que o grande amor da minha vida vai entrar pelo portão daqui a poucos segundos? A pergunta mais importante deveria ser por que faço essa pergunta para todo cara que conheço."

Quando criança, ela presenciou o afeto e grande sentimento que envolvia seus pais, e estabeleceu uma grande meta em sua vida: a de encontrar o par perfeito e se entregar a um amor digno de "felizes para sempre". Devido a esse fato, a protagonista mal começa um relacionamento, e já está imaginando como será seu casamento e seu futuro com o novo namorado. Isso acontece com todos os seus possíveis pretendentes, e, como se pode imaginar, nenhum dá certo.

"Estou tão cansada! Não é um cansaço causado pela privação de sono, porque fiz evento até a madrugada durante a semana passada, ou porque fiquei na balada até tarde. É um cansaço antigo. Um cansaço de alguém que deu tanto murro em ponta de faca que até mesmo o ato de levantar o braço é um esforço grande demais. No fundo, não sei mais se o meu maior sonho é encontrar uma pessoa com quem dividir meus anseios, minhas alegrias, minhas expectativas, minha vida, ou se é encontrar simplesmente meu lugar no mundo. Um lugar onde a vida flui linda, sem complicações e cheia de promessas, como um rio correndo direto para o oceano."

É nesse cenário que é apresentado Roberto. Elise acabou de terminar um relacionamento rápido, e sua irmã sugere que ela dê uma chance a um pretendente mais maduro. Roberto trabalha com o cunhado de Elise, e, além de ser mais velho, ele é viúvo e tem uma filha de dez anos. A protagonista aceita a sugestão da irmã e investe em um possível relacionamento. Ela se surpreende, pois, diferente de todos os seus ex-namorados (exatamente, são vários), Roberto aparenta possuir todas as características que ela julga ser importante para um marido ideal.

"Sua mãe disse que ele é um verdadeiro príncipe. Então eu acredito nela. Mas eu espero que ele não seja como o príncipe da Cinderela. Imagine, nem correu atrás da Cinderela quando ela o abandonou à meia noite! Pois o meu príncipe nem vai deixar que eu saia de perto dele. E se eu sair, vai ter tanta saudade de mim que seu choro vai inundar todo o palácio."

Quando tudo está indo conforme o planejado, e Elise e Roberto estão tentando um envolvimento, surge Gael. Dentro de um supermercado, em uma situação inusitada e sem ter a intenção, a protagonista presencia uma discussão intensa entre um casal, no qual a moça termina com o namorado. Sem saber como sair do local sem que eles saibam que ela estava ouvindo, ela prefere ficar escondida, até que eles parem de discutir e que ela perceba que eles se retiraram do local. Ao sair de seu esconderijo, ela fica frente a frente com o rapaz, e, sem saber como agir, oferece para ajudá-lo a reconquistar a ex-namorada.

"Tantos anos se passaram. Tantas experiências amorosas desastrosas marcaram minha vida. Apesar disso, a menina, cujo desejo mais importante era ter um grane amor, continua dentro de mim sonhando com seu príncipe e apavorada com a ideia de não encontrá-lo nunca."


[ - Minhas Impressões - ]


O livro trata-se de um romance, daqueles que você pega para ler num final de semana nublado ou chuvoso. Com uma escrita leve, diálogos divertidos e enredo sem grandes conflitos, ele faz parte daqueles livros que você coloca na estante próximos aos contos de fadas contemporâneos românticos.

A narrativa se dá através do ponto de vista de Elise, uma protagonista romântica assumida e sonhadora de carteirinha. Ela possui uma personalidade meiga, carinhosa, ingênua, delicada, e extremamente sentimental. Ela se emociona e se envolve com qualquer conflito que se coloque em seu caminho, mesmo quando ele não concerne à personagem ou a seus conhecidos. 

Sonhadora assumida, Elise vive "viajando na maionese", como ela mesmo diz. Devido a esse fator, algumas situações muitas vezes começam a ser narradas e são interrompidas por devaneios, fazendo com que essa seja uma das características da narrativa da personagem.

Apesar disso fazer parte da personalidade da personagem, algumas vezes pode ser considerado excessivo, fazendo com o que a história se arraste mais que o necessário. Isso não é de todo ruim, visto que a personagem é engraçada e seus devaneios são interessantes, entretanto, pode se tornar algo cansativo para alguns leitores.

Roberto, o viúvo colega de trabalho do seu cunhado, é reservado e muitas vezes aparenta insegurança, não sabendo como se portar quando está na presença de Elise. Ele perdeu a esposa há dois anos e está começando a aceitar a possibilidade de embarcar em um novo relacionamento. Ele é retratado como o pretendente perfeito, com carreira bem sucedida, bom pai, bom marido, entre outras características que Elise considera ser relevantes. Sua filha está sempre presente em suas cenas, mesmo que seja apenas na fala.

Gael, o rapaz do supermercado, é bonito, alto, inteligente e bem sucedido. Ele aparece na história como um total desconhecido que começa a permear os pensamentos da protagonista, que está convicta que pode ajudá-lo a reconquistar sua ex-namorada. É um personagem carismático que enriquece o enredo e realiza um papel fundamental na história.

Os personagens secundários são bem trabalhados, principalmente a família de Elise e sua amiga Larissa. A irmã de Elise, Diana, faz papel da mãe conservadora e conselheira. Seu cunhado, Talmo, apesar de não ser muito influente na história, serve como inspiração para as reflexões da personagem. Sua sobrinha Samanta é um amor de menina, e sua relação com Elise é muito saudável e divertida. É como se elas fossem irmãs, apesar da grande diferença de idade, já que Sassa é uma criança. Larissa, a amiga, já é um caso à parte. Não vou entrar em detalhes para não revelar spoilers, mas ela faz o papel daquela pessoa que vive questionando e sugerindo atividades duvidosas para a protagonista. 

O livro em si é uma graça, a diagramação ficou ótima, a edição melhor ainda. A utilização de fontes diversificadas deixa a leitura mais agradável, e os detalhes no início e final de cada capítulo são um diferencial. A autora tem uma escrita leve, coerente, atual e envolvente. Não encontrei erros ortográficos ou gramaticais. No geral, o livro foi muito bem editado. Recomendo a leitura para aqueles que adoram um romance leve, sem muitas reviravoltas.

28 comentários:

  1. Olá, tudo bem! Esse livro parece ser aqueles romances de suspirar e rir também, porque vários namorados não é mole kkk Já gostei do conflito entre ter um namorado de sonhos e encontrar o todo diferente no supermercado, já queria ler esse livro, depois da sua linda resenha é leitura certa agora, bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu achei a capa desse livro linda e não sei como ainda não tinha lido nada a respeito. Parece ser uma leitura bem leve e divertida pelo que pude perceber. Fiquei querendo saber mais um pouco sobre o desenvolvimento dos personagens, por conta de suas características e conflitos.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Se tem um ponto que eu levo muito em conta, são os personagem secundários, eles tem que ser bem trabalhados pois se for para deixa-los de lado é melhor acrescentar na história. Eu já conhecia a obra, mas ainda não tinha visto resenhas sobre ele, e nem sabia que era tão grosso assim rsrs. Adoro essa capa e a diagrama ao dessa Editor é um arraso.adorei ler a sua resenha! Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante da capa e por mais que não pareça um livro que faz meu estilo, acho que darei uma chance a ele.
    Beijos,
    Escritora por um Acaso

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    A capa é bem bonitinha e confesso que já li romances iguais e/ou muito parecidos com esse, então não tem nada de especial ou que me atraia. Apesar de ter gostado dos traços do personagem masculino, eu apenas leria se ganhasse o livro e não tivesse outras coisas pra ler, ou até mesmo pra curar a ressaca literária. Romanticas incuraveis me dão um pouco de tédio, confesso. Haha. Mas adorei a resenha e anotei a dica. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha e opinião sobre o livro, quero ler com certeza, adorei a capa e gosto desse tipo leitura para passar o tempo me distrair enfim gostei da dica e coloquei na lista de desejados! :)

    ResponderExcluir
  7. Oi Heloísa, tô bem na vibe de ler algo assim, um romance leve, gostoso, pra passar o tempo e esquentar o coração. Pelas fotos que você postou, a arte gráfica tá linda mesmo. Tenho percebido esse capricho em editoras menores, de publicação nacional e mega valorizo. Anotei a dica e espero ler em breve!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Parece ser uma graça de livro mesmo. Faz tempo que não leio um romance leve que me faz ficar nas nuvens e imaginativa. Adorei conhecer um pouco da história, pois não fazia ideia da existencia do livro. Espero poder ter a oportunidade de ler, e tomara que possa ser em um dia chuvoso pra combinar.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não conhecia o livro e achei a capa linda!
    A história, apesar de me parecer ser muito clichê, me atraiu. Achei a Heloísa muito infantil para a idade dela, mas pode ser só uma impressão mesmo, já que não li a obra, estou me baseando na resenha e nos quotes que você separou. Não sei se é um livro que eu compraria, mas confesso que a premissa é bem interessante e a leitura pode ser boa.

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Geralmente não gosto de capas com pessoas mas adorei essa.A história de Heloísa me pareceu ser bem leve e divertida, com o enredo principal beirando o clichê. Parece ser o livro ideal pra curar uma ressaca literária ou pra aquelas tardes preguiçosas em que não temos o que fazer. Um ponto que me deixou receosa quanto à leitura foram as constantes divagações da protagonista pois dependendo da forma como isso for conduzido a narrativa pofe acabar ficando arrastada, o que deixaria a leitura desanimadora pra mim.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi, a personagem se chama Elise! Heloísa sou eu, rs! ;)

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?
    Esse livro parece ser um romance com personagens carismáticos e fofos, e só por isso já quero ler pois é um dos meus gêneros favoritos. Quando era mais nova, adorava criar um 'homem perfeito', listava todos os atributos físicos e pessoais que ele tinha que ter, haha. Eu não saberia o que sentir se fosse a protagonista ao me deparar com o cara que procuro há tanto tempo. Parece mesmo ser uma leitura bem leve e sem reviravoltas, o que é um pouco triste pois adoro cenas tensas ou chocantes, mas ainda assim deve ser uma boa história. Espero ler um dia.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi Helô, tudo bem?
    Apesar de curtir livros que tem essa pegada mais despretensiosa e leve, alguns aspectos de O par Perfeito não me agradaram muito.
    O fato da personagem ficar nessa busca sem fim pelo homem perfeito não é algo que me agrada muito e acredito que o fato de a personagem ficar divagando e viajando na maionese como você mesma disse, pode me irritar um pouco durante a leitura, então essa não é uma leitura que eu penso em fazer no momento.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá Heloíse,
    Ainda não conhecia esse livro e a impressão que tenho é que é uma leitura bem despretensiosa e agradável e gosto disso. A única coisa que não me agradou foi saber que a protagonista fica viajando na maionese, isso me incomodou um pouco e acho que incomodaria ao longo da leitura,, como aconteceu contigo, mas a trama parece ser gostosinha, então, vou anotar a dica!
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Eu tentei ler esse livro em e-book ano passado e desisti, agora não consigo me lembrar exatamente o motivo. Lembro que achei a capa linda e gostei da sinopse, mas a história não me agradou e posso dizer que não abandono fácil os livros.
    Acho que um pouco foi o que você citou sobre a personalidade "excessiva" da personagem e por achar a história arrastada demais. Após ler a sua resenha fiquei até com vontade de dar uma segunda chance à leitura, quem sabe né? Bjs

    umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu ainda não conhecia a obra e apesar de achar essa premissa bem "morna", eu leria a obra por curtir bastante o gênero.
    Acho que a protagonista vai me irritar um pouquinho com toda essa idealização, mas o resto da história pode compensar. Gostei de saber que a autora tem uma escrita leve e coerente, além do livro possuir diálogos próximos dos reais.
    Dica anotada!
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Eu não conhecia o livro mas ainda bem que gostaste da leitura! :) Achei fantástico que as personagens secundarias tenham sido bem trabalhadas! :) Adoro quando isso acontece!

    Que bom que tem uma escrita leve e que tem esses detalhes no inicio e final dos capítulos! E que a diagramação e boa, tona-se cada vez mais importante! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Eu gosto de romance leve, mas gosto quando tem reviravoltas, e situações que me deixam curiosa para saber como o protagonista vai consertar. EU ainda não li o livro, mas fiquei curiosa para ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  18. Bem, Heloísa... pra ser sincera essa é uma obra que não me atrai pois não gosto de romances... acredito que iria me chatear com a personalidade sonhadora da protagonista... e gosto de histórias com drama, altos e baixos, o que não parece ser a ideia desse...
    bjs...

    ResponderExcluir
  19. Oiee,
    A capa do livro está linda, mas não gostei da premissa da obra, não gosto de livros com personagens que vivem sonhando com príncipe encantado, muito imaturas, que não sabem o que querem da vida, e essa é a impressão que eu tive dessa protagonista, por isso acredito que não conseguiria me conectar com essa resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá
    Primeiro está capa está me seduzindo (Tenho que parar de ficar louca por capas por que isso está me falindo).Não conhecia a obra, mas estou bem curiosa a respeito por que amo um bom romance. A história parece ser um clichê, mas que tem seus pontos de destaque. Fiquei feliz em saber que a narrativa é em primeira pessoa, eu amo esse tipo de narrativa. Espero em breve poder ler. Amei sua resenha ainda mais pelo fato de você ter cortado a sinopse para não dar Spoiler (isso que é pensar nos leitores ♥)

    ResponderExcluir
  21. Olá Heloísa,
    Adorei a proposta desse livro. Um romance sem muitas complicações, envolvente e que agrada. Apesar de achar a protagonista no mundo da lua, senti uma conexão com ela e fiquei curiosa para saber mais. Ainda não tinha lido nada sobre ele, mas já me chamou a atenção. Sua resenha ficou excelente, parabéns!
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  22. Oi Heloisa ! Sou muito fã de livro de romances, eles me fascinam . Achei esse livro bem interessante porque ela tem um pouco do que a maioria das mulheres esperam um dia : ser muito amada por alguém.
    Umparadoxoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi amore,
    De cara já me apaixonei pela capa desse livro, que linda!!!!
    E ao ler sua resenha fiquei encantada com a história e curiosa pra conhecer mais sobre a vida de Elise, que parece ser muito parecida com a minha em alguns aspectos.
    Parabéns pela excelente resenha e pelas fotos... amei!
    Dica anotada!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  24. Um romance de conto de fadas de 480 páginas... Realmente necessário esse número de páginas? Pela sua impressão não... Triste. Eu não leria um livro dessa temática com essa quantidade de página, não leio chick lit por isso... História boa, mas, páginas excessivas, me dá preguiça. HAHAHA. Amei seu cuidado, amei que cortou a sinopse, amei sua forma de apresentação, parabéns. Bjs.

    ResponderExcluir
  25. Não conhecia esse livro, mas amo romances, porem ultimamente estou saturada de clichês e de livros com páginas desnecessárias, então não leria tão logo, principalmente por ser bem leve e não ter tantas reviravoltas e fatores imprevisíveis, mas fiquei curiosa para conhecer a protagonista e sua busca pelo homem perfeito.

    ResponderExcluir