20 junho 2016

Resenha - Fury




Ellie é uma enfermeira e fica horrorizada ao descobrir que a companhia farmacêutica para qual trabalha – as Indústrias Mercile – tem feito experimentos genéticos ilegais. Os cientistas combinaram DNA de humanos com o DNA de animais, criando uma nova espécie: seres humanos mais fortes e desenvolvidos. Um desses ''experimentos'', o prisioneiro 416, captura o coração de Ellie enquanto ela tenta salvá-lo.
Fury – como o 416 também é conhecido – nunca conheceu compaixão ou amor. Ele passou a vida inteira em uma cela, acorrentado e sofrendo abusos. Ellie, a única mulher em quem ele confiou, o traiu, e agora Fury está livre e à procura de vingança. O ex-prisioneiro jura acabar com a vida da enfermeira que o salvou, contudo, quando ela finalmente está em suas mãos, a única coisa que Fury não quer fazer com esta mulher pequenina e sexy é machucá-la.


Titulo: Fury
368 páginas || Skoob || Cortesia: Universo dos Livros || Onde Comprar



==>> Para maiores de 18 anos <==






Sabe aquela série que não é muito famosa, mas sempre que você ouve falar dela é sempre algo positivo? Então, foi isso que aconteceu comigo em relação a série da Laurann Dohner.

Fury é o primeiro livro da série e nele conhecemos a origem dos denominados Novas Especies, e como eles foram libertados e as suas dificuldades de adaptação. Mas especificamente nesse volume, é nos apresentado a Ellie, que é uma auxiliar em um dos laboratórios que criou e manteve cativo Fury, e mais outras novas especies. Ela é uma funcionaria infiltrada, pois a policia precisava de provas para poder invadir o local e libertar os que estavam cativos. contudo, justo no dia em que consegue provas cruciais para a operação, ela descobre que um dos doutores da Merceli, está prestes a matar uma das cobaias, e é justamente Fury, aquele que ela desenvolveu uma especie de afeto.

"Ele parecia humano, mas não inteiramente, O olhar cheio de ódio e a mandíbula tensa faziam parecer que ele rosnava, e foi exatamente o que fez no momento em que Ellie chegou um pouco mais perto. O rosnado profundo a fez parar, o coração batendo forte, e o medo tomou conta dela. Ele parecia intensamente masculino e bruto, mostrando o quão perigoso poderia ser."

Antes a Ellie era apenas uma auxiliar na distribuição de medicamentos, mas depois que ela ficou sabendo dos horríveis experimentos que a companhia que ela trabalhava fazia, acabou pedindo transferência para o setor de pesquisa para poder ajudar a policia. Percebemos logo no incio que ela é uma mulher muito corajosa e com ideais muito sólidos, sempre é calma e paciente e faz de tudo para ela ser aceita pela comunidade Novas Especies. Ela foi uma personagem que me identifiquei muito, pois não gosto de ver coisas ruins acontecerem e ficar parada, eu faço o possivel para ajudar

Fury é ser um humano com traços de animal, para ser mais especifica ele tem DNA canino. Ele era cobaia do laboratório em que Ellie começou a trabalhar, e foi assim que eles se conheceram. Contudo, após um acidente, ele é castigado e ela some, e logo em seguida ele e seus "irmãos" são libertados. Só que quando ele a encontra depois de alguns meses, a primeira coisa em que pensa é vingança, mas ao mesmo tempo sente um desejo quase incontrolável por ela.

O livro possui uma grande variedade de personagens secundários, mas nenhum é bem explorado agora, pois todos vão ter suas historias contadas nos próximos livros, então caso algum personagem que você goste muito não tenha sido bem desenvolvido não fique triste.

"- Fury - sussurrou Justice - Ela é uma mulher.
Ninguém precisava dizer a ele o sexo de Ellie. Seu doce perfume de morango e baunilha o deixava com vontade de gemer, de afundar o nariz em sua pele e investigar de onde exatamente vinha."

Essa série tem uma pegada bem original, a autora conseguiu criar uma realidade bem diferente de tudo o que eu já vi. Foi muito interessante poder acompanhar como foi a descoberta desses laboratórios e a adaptação da sociedade com esses novos seres. eu confesso que no inicio achei meio estranho, mas eu fui me acostumando e acabei adorando a ideia. O livro possui uma historia adulta, então temos muitas cenas quentes, algumas eu achei desnecessárias, mas não algo que realmente me incomodou.

A autora possui uma narrativa bem fluida e acredito que montou muio bem os personagens, deu para ver as características e o modo de pensar de cada um. A editora mudou a capa, mas lembra muito a original, e arrisco em dizer que achei mais bonita a da edição brasileira, a diagramação está bonita e simples, e eu encontrei alguns erros de revisão, mas não é nada que atrapalhe a leitura.

Depois de conhecer a série Novas Especies eu tenho certeza de que vou passar a acompanhar a autora, pois pelo que percebi, ela tem historias bem originais. Eu super recomendo essa série para aquelas pessoas que estão procurando uma série para se apaixonar.

21 comentários:

  1. Oi Gio... nossa, desculpa, mas a premissa do livro não chamou minha atenção e eu não ando muito fã de séries não, então, não tenho mais paciência pra esse tipo de leitura, sorry! Apesar de vc dizer que a leitura é fluida, não me vejo mesmo lendo esse livro, ainda mais se é cheio de personagens secundários. Obrigada por compartilhar. A capa, achei bem mal feitinha. desculpe. abraços!

    ResponderExcluir
  2. OI Giovana, eu já tinha visto a capa desse livro, mas a sua resenha é a primeira que leio sobre, e gostei bastante dos seus comentários. Legal que a trama parece ser mais original, ainda mais por conta desse gênero. Fiquei bem curiosa a respeito do desenvolvimento e personagens também. Quero muito poder conferir a narrativa da autora. E sobre essa capa, eu acho bem bonita!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Inicialmente isso me lembrou muito da serie A Bela & A Fera rs... fiquei com isso na cabeça até o final da resenha, parece ser um livro muito bom, um livro que eu leria, infelizmente ele não me chamou a atenção, mesmo assim vou coloca-lo na minha lista de leitura...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Giovana, as primeiras palavras da sua resenha, mega representam esta série: não é todo mundo quem conhece, mas quem conhece, fala bem dela. Eu pelo menos, já li bons elogios sobre a trama. Tenho curiosidade para conhecer os personagens e estas modificações porque achei tudo muito original!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Nunca vi um livro com esse tema e fiquei muito curiosa para ler. Quero ver a dinâmica de Fury e como esses traços caninos mudam sua personalidade e sua dinâmica. Fiquei curiosa com a capa original, apesar de você dizer que a edição brasileira tenha ficado um pouco melhor.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Gente, achei tão bizarro um cara com DNA canino. Confesso que pela sinopse nem tinha me atraído e depois de ler sua resenha que, apesar de muito boa e explicadinha, não me trouxe elementos que me fizessem querer conhecer de perto essas personagens. Bom saber que a autora possui um escrita legal e que você curtiu a leitura.
    Valeu a dica de qualquer forma
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    Nunca tinha ouvido falar deste livro! E infelizmente nao fiquei la mutio interessado..

    Nao gosto la muito de ler esse genero literario.. E e por isso que vou passar.. Mas ainda bem que gostaste! :) E achaste o livro fluido e com personagnes bem construidas!! Na minha opiniao, isso e imprescindivel! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Gio,
    Nunca ouvi falar desse livro, mas que premissa é essa menina? Parece coisa de filme.
    Achei muito bacana a personagem ter seus ideais definidos e ser focada nas coisas e fiquei bem curiosa para saber como é o Fury e entender mais sobre ele.
    Estou roendo as unhas para saber o que acontece nessa trama.
    Claro que anotei a dica e claro que quero ler muito em breve.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oi Giovana,

    Achei bem diferente esse livro, nunca tinha ouvido falar dele. Achei interessante o fato dele ter esses genes caninos. Acho que seria uma excelente abordagem em um romance sobrenatural, me lembra lobos, mas sei lá, me pareceu ser diferente. Adoro romances assim, então é um livro que quero ler. Ainda mais por ter uma narrativa fluida, ou seja, vai ser tranquilo de ler. :) Parabéns pela resenha, dica anotada :D


    beijo!

    ResponderExcluir
  10. Oi Giovana, tudo bem?
    Não conhecia essa série ainda, nunca tinha ouvido falar dela!
    Confesso que achei a capa desse livro bem feia e que por ela e também por ser um livro mais adulto e com cenas quentes eu não leria esse livro, mas achei a premissa da história tão interessante que confesso que fiquei curiosa com essa leitura.
    Ainda não sei se quero ler, mas caso eu tenha oportunidade quem sabe não leio! A autora criou realmente uma história diferente e original e isso despertou minha curiosidade.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Eu li esse livro tbm, e achei a história muito original e quente!
    Adorei o jeito que a autora conduziu a história, e principalmente como ela insere o preconceito com o desconhecido de forma a fazer uma critica a população.
    Estou louca ja para ler o segundo

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu confesso que acho a premissa desse livro bem estranha (rs) e não sou chegada a livros com essa pegada mais hot, então é uma leitura que não desperta meu interesse.
    Porém, uma amiga minha (e resenhista do blog) já leu essa série inteira e adorou! Acho que pra quem curte o gênero, é uma dica maravilhosa, principalmente por conter personagens bem construídos e uma narrativa que flui muito bem.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Sobre eu não curtir livros hot: to dando uma chance pra alguns, não tô me decepcionando.
    Sobre esse livro: Alguns anciãos o chamariam de bestialidade, eu chamo de zoofilia disfarçada. Obviamente quando você lê o livro o entende os personagens, as coisas ficam compreensíveis e bla bla bla. Mas a premissa é suja e saber que tem alguém fazendo sexo com pessoas que tem DNA animal, vivem como animais e pensam como animais me dá nojo de saber que o livro foi escrito por um ser humano. Morro de rir do comentário que fala "crítica à população que não aceita o desconhecido", É cada coisa querendo aceitação nesses livros.
    Como Proibido, conhece? Eu li, amei, sofri, chorei, mas, nada mudou minha concepção de que incesto é incesto. Não era correto ou algo gostoso de se ler,é no mínimo nojento, e olha que já acostumei com Jaime e Cersei. Mas, se acostumar com algo não torna algo aceitável.
    Acredito que me sentiria pior com fury do que com proibido, que acabou com meu coração, então passo a leitura. Beeeeijos

    ResponderExcluir
  14. Oii Giovana, tudo bom? Adorei tua resenha! Eu já tinha lido uma coisa ou outra sobre esse livro, que chamou minha atenção pela originalidade da premissa (achei um pouco bizarro também, confesso). Não é um gênero muito presente entre minhas leituras, mas acho que vou gostar, então anotei a dica!! :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    A premissa sem dúvidas é muito interessante para quem curte livro do gênero, e apesar da leitura ser fluída, ainda acho que não leria. A história parece mesmo ser original e tenho certeza que deve agradar quem goste.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá Giovana!
    Eu conheci essa série no ano passado e amei os livros. Gente essa é uma história totalmente inovadora e pega o leitor de jeito. Fiquei tão vidrada na história que só consegui parar quando o livro tinha acabado. E fiquei super ansiosa pela continuação. O Fury é um homem teimoso, mas de bom coração. Um lutador excelente e um homem muito forte. Amo esse personagem.
    Sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  17. Oie! Eu achei a história bem original, como você disse. Não é um tipo de trama que costumo ver em outros livros e achei isso bem interessante, mas me decepcionei bastante por se tratar de um livro adulto, ainda mais com algumas cenas sendo um pouco desnecessárias. Adoraria se esse enredo estivesse inserido em um outro gênero, mas reconheço a criatividade da autora e fico feliz em saber que ela soube trabalhar com tudo muito bem. A resenha ficou fantástica e é bom saber que o livro agradou a você. *-*

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  18. Hello...
    Aiiiiii curti de mais,embora eu preferisse um enfermeiro no lugar da enfermeira né,acho que deixaria a estória mais intensa porem faz parte Lgbt esta difícil de ser colocado nisso tudo ai,mas quero conhecer mais sobre Fury,achei ele sexy e interessante.

    bjo bjo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Nossa, que livro diferente, ainda não tinha visto nada igual. Fiquei bem curiosa sobre o Fury, principalmente por ele ter DNA canino, acredito que deva ser uma leitura bem interessante. Vou anotar a dica, até porque sou viciada em livros com temáticas diferentes e não posso deixar passar essa. Só vou esperar dar uma baixada no preço, pois ele ainda está um pouco salgadinho para o meu bolso.

    Beijos!

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Já ouvi falar tanto desse livro! Finalmente uma resenha de um blog que eu gosto e confio para eu saber mais do livro, pois estava bem em dúvida sobre o conteúdo, se seria um livro criativo e intrigante ou estranho, rs. Pelo jeito parece que se encaixa na primeira opção e caso eu tenha oportunidade de ler com certeza o farei, fui pesquisar no goodreads e vi que o livro tem uma alta classificação por lá e fiquei mais curiosa para ler depois disso. Esperp gostar.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  21. A questão dos abusos cometidos pela indústria farmacêutica é sempre um tema pertinente e atual. Claro que a mistura de DNA humano com DNA animal, até onde sabemos, é uma ficção, mas é sempre uma oportunidade de reflexão sobre vários outros abusos que são cometidos. Creio que deve ter sido bem interessante mesmo acompanhar a adaptação desses seres. Parece-me que, na verdade, surge uma nova sociedade, diferente da que conhecemos. Que bom que as cenas quentes não incomodaram, às vezes, alguns autores exageram um pouco. O livro tem uma premissa bem interessante.

    Tatiana

    ResponderExcluir