22 junho 2016

Resenha - Apocalipse Zumbi




O caos reina no mundo. A civilização entrou em colapso. As comunicações, a energia elétrica e a vida em sociedade, como a conhecemos, praticamente se extinguiram. Nem toda nossa tecnologia foi capaz de nos proteger e evitar que dois terços da humanidade morressem. Os poucos que sobreviveram estão exaustos e tentam reunir o que ainda resta das suas forças e recursos para se manterem vivos. E, para piorar, eles não estão a sós. Dia e noite, são perseguidos pelos contaminados - sempre à espreita com seus olhos vermelhos, pele pálida, dentes podres e uma terrível sede de sangue e de carne humana.

Livro: Apocalipse Zumbi
333 Páginas || Skoob || Cortesia: Editora Generale || Onde Comprar








Quatro anos após um terrível acontecimento chamado de Dia Z, em que pessoas começam a ficar infectadas do nada e se tornam uma espécie de zumbis, atacam o restante da população transformando os demais em zumbis. Em São Paulo, em um antigo centro de treinamento de vigilantes, se transforma no Quartel Ctesifonte, uma comunidade que abriga os sobreviventes do apocalipse.


Lá as pessoas vivem em meio ao caos, como se não bastasse existir milhões de zumbis do lado de fora perambulando em busca de carne humana, ainda existe brigas e intrigas entre a população sobrevivente.

Manes é o líder da comunidade e todos o obedecem, ele é o único que consegue manter a ordem e todos a salvos. Para ele, a comunidade e cada integridade tem uma grande importância, por isso ele decide reunir alguns voluntários para sair a fim de salvar um de seus homens que está em apuros do lado de fora, porém antes disso um homem misterioso chamado Dujas chegou no Quartel a fim de buscar abrigo e diz que viveu todo esse tempo sozinho do lado de fora e conseguiu sobreviver até então, mas Manes continua desconfiado das intenções do homem. E então, eke resolve aceitá-lo por enquanto, Manes nem imagina que logo irá se arrepender profundamente do seu ato.

"- Sabe, um homem pode perder qualquer coisa na vida, mas, se ele perder sua dignidade, deixa de ser homem."

Apocalipse Zumbi vai retratar os primeiros anos e como tudo começou. Aqui os zumbis não são lerdos e saliventos, eles são muito rápidos e ágeis, em busca de um único objetivo: a carne humana. O grupo vai passar por poucas e boas nessa aventura sangrenta, mas como o objetivo deles é salvar os integrantes do Quartel, estão dispostos a enfrentar tudo.

A narrativa é muito fluida e é difícil largar o livro depois que começamos. O leitor irá acompanhar narrativas distintas que estarão acontecendo simultaneamente pela cidade. Manes se preocupando com a comunidade e o bem de todos, inclusive com a sua desconfiança no integrante misterioso que acaba de se juntar ao grupo. Dujas é misterioso desde o começo e suas intenções são egoístas, já Espartano que saiu em missão apenas pensa em ser o único sobrevivente a espera do resgate de Manes e por fim Conan que também está perdido e sozinho junto com sua grande descoberta que pode -ou não- salvar a todos.

O autor narra os acontecimentos de uma forma tão detalhada que nos faz parecer estar vivendo esse horror junto com o grupo. É muito interessante acompanhar a cena onde o leitor entra na mente de uma pessoa que foi infectada há pouco tempo e está começando a descobrir a sensação de poder e vontade sobre-humana que está impregnando em seu corpo.


Não posso deixar passar despercebido o capricho da editora no livro. A capa está linda e assustadora, que já deixa bem claro o que iremos encontrar no decorrer da história. Além da diagramação ótima, o livro contém figuras ilustrativas de arrepiar em algumas páginas, assim nos deixando mais ambientado no que está acontecendo. O livro também vem com um CD onde contém algumas faixas musicais que o autor recomenda ouvir enquanto aprecia o livro para ter uma experiência mais intensa.

No geral, Apocalipse Zumbi é um livro obrigatório para quem curte o gênero e adora uma boa história de zumbis. Ótimo para quem não quer fugir de uma história sangrenta e assustadora. Pois além de ter os zumbis como trama principal, também somos apresentados ao grupo de pessoas sobreviventes e podemos perceber como eles conseguem agir em meio ao caos. É uma história bem humanitária.

21 comentários:

  1. Oi Kétrin, confesso que não curto muito histórias com apocalipses e/ou zumbis, por isso essa trama não chama a minha atenção. Porém, achei interessante o fato de ter foco nos sobreviventes também, além de ter zumbis mais ágeis E acredito mesmo que a editora deve ter caprichado bastante com a diagramação - inclusive, achei a capa bem legal. Realmente é uma ótima dica para quem curte o gênero.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Eu sou viciada, completamente viciada, em tudo sobre zumbis!!! Até já os inseri em um de meus livros!!!!! Eu estou louca por esse livro e com certeza será um dos meus próximos pedidos com a editora. Eu adorei a sua resenha e ver que a trama é boa mesmo (pelo menos foi a impressão que eu tive) e ver que a diagramação está bonita, também goste de ver as ilustrações.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Kétrin

    Eu adoro zumbis, meu sonho é que aconteça um apocalipse zumbi. Estranho, eu sei! Hahaahha
    Mas os zumbis não podem ser rápidos assim não, eles têm que ser lerdos iguais aos de TWD! Hahahahaha
    Curti muito a proposta do livro, que por sinal eu nem conhecia.
    E essas ilustrações, hein? Adorei, deu um chame a mais ao livro.
    Gostaria muito de ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. A arte gráfica do livro está bem caprichada e chama bem a atenção, mas este é um livro que eu não leria porque não curto zumbis. Mas amei a dica porque vou dar de presente este livro para um amigo que ao contrario de mim, ama este tema.
    Achei interessante os zumbis deste livro não ter zumbis lerdos... nem consigo imaginar!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie, kétrin, fiquei super interessada pela história, apesar de não gostar muito desses livros de zumbis, mas você mostrou um livro bacana, que parece ser bem narrado e bem descrito sem nos deixar confusos, além de se passar no brasil mesmo, o que dá um charme bem interessante para a obra. Adorei a parte de vir um cd com as músicas indicadas junto, muito criativo, espero poder ler essa obra.

    ResponderExcluir
  6. Olá Kétrin,
    Não tenho o costume de ler livros sobre zumbis, mas esse, em especial, chamou minha atenção. Gostei do fato de o autor ter abordado os zumbis de uma forma mais ágil, aquele jeito estranho de eles andarem e a salivação me incomodava muito.
    Outro ponto que achei bacana foi o leitor se sentir preso a trama e não querer parar de ler.
    Adorei e já anotei a dica.
    Parabéns pela incrível resenha.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    Nao conhecia o livro mas nao me pareceu mal...

    Bem, estou um pouco indeciso! Por um lado, nao gosto la muito do genero, historias sangrentas ou mesmo zombies... Ja, por outro lado, gostei da sobrevivencia e do humanitarismo da hisotoria! :)

    Vamos ver.. ahah Talvez me arrisque!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Eu acho o tema Zumbis bem abatido nesses últimos tempos. Eu tenho um enorme preconceito com esse tipo de livros, acho que é tudo como tem saído os últimos livros eróticos, o mesmo texto só mudando detalhes mínimos. Mas confesso que sempre fico naquela curiosidade de ler, achei essa capa belíssima e aparenta ter um conteúdo bem legal. Adorei a sua resenha, principalmente a parte de e opinar rsrs. Espero me deparar com o livro futuramente e que sabe até poder lê lo
    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kétrin. Sou apaixonada por livros com a temática Zumbis. rsrsrs. Ainda não li este, mas adorei a dica, já está na lista de leitura.

    Beijos
    westfalllivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu adoto tudo com essa temática de zumbis, filmes, livros, séries (The walking dead <3), tudo!
    O livro parece ser incrível e já tô com raiva desse Dujas, hahaha! Manes me lembrou muito o Rick de TWD.
    Amei o livro vir com uma trilha sonora! As ilustrações estão ótimas e o fato de o livro se passar no Brasil me deixa super ansiosa para conhecer essa história!
    Adorei sua resenha e vou tentar passar esse livro a frente das outras leituras <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá Kétrin, tudo bem?

    Bom, se tem uma coisa que eu tenho mais pavor no mundo, essa coisa é zumbi. hahahaha Sério, não consigo curtir, por isso, passo longe de qualquer coisa do gênero. Mas, sua resenha está impecável (sim, eu li tudinho!), e já vou passar a dica a diante, pois minha cunhada ama zumbis e ela vai amar saber dessa obra.

    Um grande beijo,

    Dai | Blog Virando a Página

    ResponderExcluir
  12. Oi Kétrin
    Odeio Zumbis e todo esse universo. Sinceramente não consigo encarar livros e filmes com essa temática sabe?
    Mas gostei de ler sua resenha e ver que é um ótimo livro para os fãs. A capa é realmente assustadora e dá para perceber que capricharam na edição.
    Vou indicar para meu irmão!
    Ótima resenha.
    Beijinhos
    Rizia - http://www.livroterapias.com/

    ResponderExcluir
  13. Amo histórias com zumbis, infelizmente muitas obras com essa temática são mal construídas, mas esse livro parece ser totalmente diferente, inserindo o leitor no caos e lhe levando a vivenciar tudo, a diagramação do livro está perfeita, estou ansiosa para iniciar a leitura, amei a premissa e a resenha descreveu muito bom as emoções que a leitura traz

    ResponderExcluir
  14. Oii!
    Nossa essa capa dá medo kkkk Acho que com certeza é uma ótima indicação para quem curte livros de zumbis, mas não sei leria no momento <3

    Beijão!
    Vem conhecer o meu cantinho ♥
    http://cantinhodosrabiscos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oiee Kétrin ^^
    Eu sou uma pessoa bem medrosa, mas acho engraçado que seja apaixonada por zumbis...haha' Ainda não conhecia este livro, mas a sua resenha já conseguiu me conquistar, e saber que o livro te prendeu e que é bom me deixou bastante animada para lê-lo. Que capricho essa edição, hein?
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Bom, acho que antes de mais nada preciso dizer que Zumbis e eu não somos bons amigos hehehe

    Costumo fugir de histórias com zumbis, sejam em filmes ou livros, acho que os que eu já conheci me fizeram ter uma certa implicância com tais personagens, pois costumam não me convencer em suas atitudes, principalmente os que são mais lerdos, aaaah isso me dá uma preguiça hehehe

    Mas fiquei empolgada com a proposta deste livro, pois não os encontrarei lerdos e bobões. Se é para ser vilão/monstro, então que seja bem feito!

    Acho que vou voltar a permitir que os Zumbis entrem na minha vida, e provavelmente isso vai começar com este livro \o/

    ResponderExcluir
  17. Oiii!!!

    Eu não gosto nenhum pouco desse estilo de livros. Zumbis não me atrai muito então acabo passando a vez.

    Gostei de ver que você curtiu a leitura e que ela foi produtiva, mas passo a leitura.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Oi! :)
    Não conhecia o livro ainda, mas sua resenha me deixou encantada!
    Adoro histórias de zumbis e essa parece ser uma bem interessante com causas humanitárias.
    Além disso, achei essa edição inteira maravilhosa! Gente, o papel, as imagens e até a capa me surpreenderam muito! Principalmente o fato de vir com um CD que o próprio autor escolheu me deixa mais animada - que tipo de música se ouve em um apocalipse zumbi???
    Vou dar uma procurada no livro pra ler :)
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Confesso que não sou lá muito fã de zumbis, tanto que só li basicamente um livro sobre, mas fiquei apaixonada e então toda vez dou uma atenção maior em dicas de leituras assim. Esse livro eu ainda não conhecia, mas fiquei curiosa com a premissa e principalmente o motivo do cara se arrepender por aceitar o outro completamente. Além disso gostei muito da diagramação, dá pra ver o capricho e que bacana ter um CD com trilha sonora.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  20. Oi Kétrin *---*


    Não sou fã do genero não e muito menos de zumbis, mas se tem algo que eu gosto é de livros que falem de sobrevivência e isso parece ter aos montes ai. Curti também os zumbis serem ágeis, fugindo daquele clichê que conhecemos. Toda a intriga que tem na sociedade também me deixou bem curiosa. Acho que mesmo não curtindo o gênero eu ia adorar ler a estória.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Do ano passado para cá eu me fiz um desafio de ler algumas coisas fora da minha zona de conforto. Foi assim que comecei a ler uma ou outra coisa sobre zumbis. E estou curtindo. Me pareceu que esse é mais pesado no sentido de sentir os zumbis e correr junto com os sobrevivente - e isso me deixou ainda mais empolgada e querendo conhecer a história.
    E a editora caprichou na diagramação hein? Curti!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir