02 março 2016

Resenhas - O mundo dos vampiros




Bem-vindos ao nosso mundo... O mundo de Carlos e Clara, o mundo dos vampiros! Aqui vocês verão que além do possível, o provável também acontece, e o impossível e o improvável andam de mãos dadas com a realidade. Somos vampiros! Querem participar de nossa estória? Bem, já lhe avisamos: Adoramos conhecer gente, de uma maneira ou de outra. Que tal adentrarem em nossas mentes, como adentramos na de vocês? Descobrirão que nem sempre vampiros são frios como dizem por aí, que nem sempre o que conhecem como certo, está próximo da realidade. Somos mais antigos que os anjos. Apenas dormimos no tempo. Deixamos que fizessem as suas es
tórias como queriam e despertamos quando nos foi favorável. Amamos vocês, mas não se enganem, queremos vocês de uma maneira ou de outra... Nossas saudações aos amigos e nosso aviso aos descrentes: Estamos mais perto do que podem imaginar!

Livro: O Mundo dos Vampiros
328 páginas || Skoob || Editora: Novo Século || OndeComprar








A estória é narrada em primeira pessoa por dois personagens, Carlos e Clara, acredito que dar-se isso por que trata-se de um livro escrito por dois escritores, e acredito que Arieni tenha narrado o ponto de vista de Clara e Daniel o de Carlos. Mas isso é apenas minha suposição, tentei conversar com os autores, para saber mais sobre o livro, mas infelizmente não consegui, se alguém conseguir por favor me avise.

No começo da trama Carlos e Clara são amigos virtuais com interesses incomum, ambos gostam de vampiros, ou melhor eles tem fixação pelo tema, e apesar de todo mundo não acreditar em vampiros, para os dois eles existem e vivem no meio de nós. Carlos acredita por que durante a adolescência teve uma experiência com uma vampira, que apareceu para ele em uma certa noite quando ele voltava da aula para casa, ela apareceu para ele no meio de campo de futebol aberto, assustado ele começou a correr, e quando ele foi verificar se estava sendo seguido, notou que ela havia desaparecido do nada, e que não havia tempo para que ela tivesse saído de forma normal.

“Mas algo estranho aconteceu, meu corpo se arrepiou… Abaixei a cabeça, um suor frio descendo de minha testa, senti meus olhos arderem, minha respiração ficou pesada… Comecei a encher o peito de ar e soltá-lo lentamente… Perdi as forças, meu corpo bambeou, fechei os olhos e… Como uma fera , soltei um enorme grunido.”

Do outro lado Clara, tinha sonhos com um mesmo vampiro, Carlos pediu que ela falasse dele para o tal vampiro, e esse passou a ficar muito nervoso quando Clara e Carlos conversava, a ponto de agredi-la, e quando ela acordava a agressão do sonho estava na vida real, além disso Clara tinha uma cicatriz que nunca desaparecia logo abaixo da orelha e as vezes ela sangrava e a sintonia de Carlos e Clara era tão grande que quando a cicatriz dela sangrava, mesmo com toda a distância que existia entre eles, pois Carlos morava em Belo Horizonte e Clara em Curitiba, ainda assim ele sentia um cheiro forte de sangue.

Mas o fato é que depois que Clara contou para seu vampiro noturno sobre Carlos, ele também passou a sonhar com vampiros, e em um desses sonhos ele ouviu o nome Angelique, e o estranho é que o vampiro do sonho de Clara a chama exatamente desse nome. Cheios de dúvidas os dois decidem a sair em busca de respostas, pois a situação está ficando cada vez mais difícil para Clara, pois Leon o vampiro estava cada dia mais agressivo.

“Hoje parece que nos comunicamos por sonhos, pois tudo que escrevo parece ser reposta do que ela escreve e vice-versa. As vezes ela escreve como se alguém estivesse ditando e a obrigando a escrever aquilo.”

Carlos viajou para Curitiba onde Clara mora, a atração entre eles foi imediata, mas ambos tentavam se controlar, pois o objetivo do encontro era encontrar resposta e não um romance. Com base nas informações que receberam em sonho, chegaram ao cemitério água verde, no túmulo da Maria Bueno, a santa curitibana, onde encontraram outras pistas que os levaram ao Rio de Janeiro, em outro cemitério, depois a uma cidade no interior de São Paulo, onde havia um túmulo exatamente igual ao da Maria Bueno e com o mesmo nome, por fim a busca do casal se tornou internacional, em Londres e a cada nova pista que aparecia, mais aumentava o mistério em torno deles, algo que parecia ligá-los a alguma coisa muito maior, com isso Leon ficava cada vez mais nervoso, batendo e ameaçando Clara, tentando forçá-la a voltar para casa. E a cada nova descoberta, Carlos descobria que mesmo sem ter ideia de nada, Leon era seu pior inimigo e que ele tinha uma vingança a concluir e seria capaz de qualquer coisa para levá-la até o fim, até mesmo arriscar seu amor por Clara, sentimento esse que foi ficando cada vez mais forte, conforme a trama foi avançando. Gradualmente os sonhos de Carlos passou a ser cada vez mais claro, mostrando o caminho que deviam seguir, muitas vezes sem nem precisar da pista.

“Fico quieta, apenas observo a cena, Leon, por sua vez, suga novamente o sangue do pobre coitado, que para mim começa a ser perfumado, apetitoso.”
“Outra vez Leon me aparece, e vem novamente bravo, mas está envelhecido, como se tivesse adormecido em algum canto escuro e sujo e alguém o tivesse despertado. Como se não estivesse gostado do que estávamos fazendo, me pede para voltar para casa, e me bate de novo. Grito, e acordo.” 

Sabe aquele tipo de livro que você pensa que vai encontrar uma coisa, e de repente acontece outra totalmente surpreendente? Mudando tudo, tanto no relacionamento entre Clara e Carlos, quanto no desenrolar da estória. Eu não sabia o que encontraria, talvez um vampiro que aparece do nada e transformava ambos, mas o que aconteceu foi mais profundo e mais significativo, mas daqui para frente acho bom não contar muito não. Para você que já leu o livro eu tenho uma perguntinha: Carlos fez algo terrível, você perdoaria se estivesse no lugar de Clara? Eu sinceramente não sei se perdoaria, provavelmente não.

Foi uma obra fantástica, uma viagem maravilhosa, vale a pena ler. Eu certamente indico o livro.

O livro contem 328 paginas, apesar de ser um livro da Novo Século e a capa ser linda, as páginas são branquinhas. A diagramação é perfeita, com um tamanho bom de fonte e bom espaçamento. Sem sombra de dúvida 5 estrelas.

Espero que tenham gostado da minha primeira resenha, tanto quanto eu amei escrevê-la.

Escrita pela colaboradora: Cristina  ( já não faz mais parte da Equipe )


24 comentários:

  1. Oi Cristina, eu sou super fã de vampiros sabe?! Não me canso nunca deles e cada história que aparece quero devorar. E por todo esze suspense em torno da Clara e do Carlos o livro se tornou ainda mais convidativo para a leitura...
    Já o inclui na lista
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  2. Oi Cristina, até ano passado eu não gostava de histórias com vampiros mas li Híbrida, o primeiro livro da série Neblina e Escuridão da autora Mari Scotti e me apaixonei. Depois disso eu tenho lido vários livros com esses seres e tenho gostado cada vez mais. Eu não conhecia esse livro e por tudo o que vi na resenha eu posso dizer que gostaria bastante dele, ainda mais com esse suspense rolando.. Me interessei muito, só a capa que eu não gostei

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu ainda não conhecia esse livro, e pela sua resenha a história me pareceu bastante interessante e fiquei curiosa para ler e descobrir mais sobre o que o casal protagonistas vai encontrar.

    ResponderExcluir
  4. Olá Cris, adorei sua resenha, mas nesses últimos tempos estou um pouco saturada de histórias de vampiros. Vou dar um tempo nessa temática e descansar um pouco, para que daqui algum tempo possa retornar com mais vontade. Vou guardar a dica de leitura ;)

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cristina. Gostei da resenha, mas não curti muito o livro. Acho que já foi essa história de vampiros e se qualquer autor for fazer sobre, que seja mais original, please! Não é uma leitura que leria por livre e espontânea vontade. :/

    HTTP://PORREDELIVROS.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Para uma primeira resenha, Cristina, você está de parabéns! Eu não curto histórias com vampiros desde Crepúsculo, então, essa leitura eu não faria. Mas, acredito que os fãs do gênero vão gostar bastante, ainda mais porque se passa em alguns pontos do Brasil.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Cristina, decididamente não curto vampiros e a temática não me atrai em nada, porém como você descreveu na resenha que a narrativa é bem desenvolvida e a trama é interessante, com certeza eu leria em função disso e não por causa dos vampiros em si. Gostei de saber que você esperava por uma coisa e encontrou outra e ainda assim, adorou o livro. este tipo de leitura é sempre bem vinda, mesmo com uma abordagem que não curto.
    Parabéns pela primeira resenha, que venham muitas neste blog tão maravilhoso!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oii tudo bem?
    Eu adoro livros de vampiros, com certeza são a minha criatura sobrenatural favorita. Infelizmente, ultimamente eu não tenho lido muitos livros com o tema, mas agora que eu peguei essa dica de leitura eu vou correr atrás dela rsrs. Eu adorei a sua resenha e ela despertou uma curiosidade imensa em mim. Espero ter a oportunidade de ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  9. Oii Cristina, tudo bem? Adorei sua resenha!! Vou adorar acompanhar seus posts aqui no I Love.
    É a primeira resenha que leio sobre esse livro, e apesar de ter gostado dos pontos que ressaltou e de gostar muito de vampiros, eu não sei se leria. Vou anotar o título aqui, para quem sabe ler ele futuramente.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi Cristina, eu sou suspeita de falar pois amo livros de vampiros e tudo que seja relacionado a eles, sua resenha me cativou a ir atrás do livro o quanto antes, me parece ser dos bons e com toda certeza eu daria uma chance, meus parabéns!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá Cristina!

    Eu nunca tinha visto esse livro! E não sei se gostei e me interessei ou não!
    Eu não costumo ler muito livros de vampiros, pq me cansei mesmo do tema, mas achei a proposta desse um tanto diferente e até mesmo confusa. Conforme li sua resenha, notei que é nacional, e isso eu gosto, de conhecer novos autores brasileiros! Acho que vou deixar na minha wish para uma futuro próximo rs

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  12. Olá

    Gosto de livros de vampiros,mas já faz um tempo que li algum, gostei da premissa,a capa tá bem bonita, meio que já desconfio o "mistério" ai da história, ela é bem diferente da maioria das histórias que a gente ver em outros sobre vampiros, por isso vou anotar a dica pra ler futuramente.
    Parabéns pela sua primeira resenha no blog, sucesso pra você e o blog.

    Bjss

    ResponderExcluir
  13. Aaaa que malvada. O que foi que Carlos fez de tão malvado que você não perdoaria???? Fiquei mega curiosa.
    Gosto muito de vampiros eeeee e não conhecia o livro, achei a premissa interessante, acho que eu gostaria sim de ler, Eu também acho que o motivo do livro ser narrado por Carlos e Clara seja por que o livro foi escrito por 2 autores, geralmente eles fazem assim né?
    Achei bacana a premissa e espero poder ler o livro sim.
    ótima resenha de verdade, muito bem detalhada.

    ResponderExcluir
  14. Oi Cristina, sua linda, tudo bem?
    Farei a mesma pergunta da blog coleções literárias: o que foi que o Carlos fez??? Você disse antes que ele descobre que o vampiro é na verdade seu inimigo e que ele pode até sacrificar seu amor por ela, acho que também não vou perdoá-lo!!! Adoro histórias com vampiros e não conhecia essa, o que será que esse vampiro está escondendo deles a ponto de ele ser agressivo e machucar a Clara? Fiquei super curiosa, não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oii,

    Nunca li nada de vampiros, apesar de gostar..Fiquei tentando imaginar o que Carlos fez de tão ruim. Você sabe deixar uma pessoa curiosa, viu?rsrs!
    E a história ter um sonho que acontece na realidade, de Clara acordar e ter cicatrizes, que medo. Parece ter todo aquele mistério, pra descobrir, e a sua resenha me cativou do início ao fim. Parabéns, que seja o primeiro de muitos posts publicados aqui no blog.

    beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Não curto histórias com vampiros, e saber que o Carlos fez algo terrível bem difícil de ser perdoado só me faz sentir menos atraída pelo livro. Que coisa louca isso de que mesmo quando os dois estavam em cidades diferentes e a cicatriz da Clara sangrava o Carlos sentia o cheiro... coisa boa essa cicatriz não deve ser. Não leria, mas fico feliz que você tenha gostado!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  17. Olá linda,

    Amei sua resenha e até me fez ter vontade de ler esse livro e olha que não gosto de vampiros, mas o enredo é interessante e envolvente.
    Beijos
    http://poesiaqueencantavida.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  18. Olá Silvana! Amei a capa. Sou apaixonada por histórias que tenham vampiros. Mas, não qualquer história, aquelas boas mesmo! Pelo que você disse o enredo te prende e parece que o livro também surpreende o leitor...Gostei da premissa, valeu pela dica. Beijos!
    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oeee,que bom que curtiu o livro! Se cada autor escreveu um personagem deve ter erriquecido muito o livro, assim cada um tinha uma voz distinta. Infelizmente não curto esse lance de vampiros romantizados, mas fiquei feliz de ver uma história de vampiros no Brasil, geralmente até os autores nacionais escolhem retratar seus personagens em outros paises... Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Olá... Cristina... tudo bem??
    Primeira vez que vejo livros da Novo Século com folhas brancas... Nossa!!!!
    Bom eu curto muito os vampiros... mas infelizmente a história não me cativou pela leitura... não curti o enredo... a capa é linda demais... fiquei bem encantada, mas a história não rola pra mim infelizmente. Eu gostei de sua empolgação em compartilhar conosco sua resenha e dizer o quanto gostou... deve ter sido uma leitura muito boa, porque percebi a sua alegria em escrevê-la... parabéns.... xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie! Sua primeira resenha ficou boa, mas eu cheguei em um ponto que estou cansada de histórias de vampiros, então, quando li o título da obra, inevitavelmente já fiquei desanimada.. Conforme fui lendo a resenha, até achei que o enredo poderia me interessar, mas essas viagens de lá pra cá procurando pistas me tiraram a vontade de ler. Não sei se a história é assim ou se foi a impressão que tive com a resenha, mas achei tudo muito atropelado, sabe? Enfim, para quem gosta do gênero, parece ser até legal, mas eu não pretendo ler futuramente :/

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  22. Olá Cristina, lendo a resenha me vi nessa aventura junto com Carlos e Clara, achei a obra bem curiosa pela forma que o tema de vampiro foi abordado. Um outro fator legal, é a possibilidade de vários cenários durante a história, já que eles vão de um canto a outro para encontrar as respostas. Gostei muito da resenha.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  23. Olá Cris, como vai?
    Adorei sua resenha, mas não sei se é algo que eu leria nesse momento. Quem sabe num proximo?

    Beijos, Lali
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  24. Oie,

    Vampiros <3 já quero ler o livro! Gostei muito da sua resenha, ela retratou bem a história, e me fez lembrar de muitos livros que eu inicio a leitura pensando que é uma coisa e quando termino totalmente diferente, e até melhor! Que peninha que as folhas são brancas, mas creio que não dificulta a leitura!

    Mayla

    ResponderExcluir