14 março 2016

Resenha - Um presente da Tiffany





Véspera de Natal na Quinta Avenida: dois homens estão comprando presentes para as mulheres que amam. Gary quer dar para a namorada, Rachel, uma pulseira de berloques. Em parte, como agradecimento por ela ter pagado a viagem a Nova York durante as festas de fim de ano, mas principalmente porque ele deixou, como sempre, tudo para a última hora.
Enquanto isso, Ethan está procurando algo mais especial — um anel de noivado para Vanessa, a mulher que conseguiu levar felicidade à sua vida e à de sua filha depois da morte da primeira esposa, que ele amava tanto. A vida desses dois casais acaba se cruzando por acidente. Quando as sacolas de compras dos dois homens se misturam sem que ninguém perceba, Rachel ganha o anel de noivado que seria de Vanessa, e encontrar a joia para entregá-la à sua legítima dona revela-se uma tarefa mais complicada do que Ethan imaginava.
Será que o destino tem algo inesperado reservado para os casais? Ou será a magia da Tiffany que está no ar?

Livro: Um Presente da Tiffany
336 páginas || Skoob || Editora: Intrínseca || Onde Comprar








"- Ah! - disse o homem, meneando a cabeça para demonstrar que havia entendido, e então se agachou até ficar da altura de Daisy. - Sim, este lugar é especial, e como você pode ver, há muito romance aqui agora mesmo - disse, apontando para os outros clientes, todos encerrados nas próprias bolhas de sonhos.

- E eu mesmo tive alguns momentos mágicos desde que comecei a trabalhar aqui. Como, por exemplo, conhecer você hoje, senhorita - falou com uma piscadela, fazendo Daisy corar alegremente. Ethan olhou para os dois, e seu coração encheu-se de alegria com o sorriso da filha.”

Em uma véspera de natal na mágica cidade de Nova York, dois homens saem para comprar um presente especial para suas amadas. Sem se conhecerem, ao longo do dia ambos escolhem um presente da Tiffany, a loja mais famosa de jóias do mundo. Quando um acidente faz com que o caminho dos dois se cruzem, também acontece um grande mal entendido, Gary, o homem que sofre o atropelamento havia comprado apenas uma pulseira de Berloques para Rachel, sua namorada, já Ethan, o homem que se disponibilizou a chamar a ambulância para Gary havia comprado um anel de noivado para pedir sua namorada Vanessa em casamento. Porém, em toda a movimentação do acidente a filhinha de Ethan, Daisy, fica responsável pelas sacolas, e o inimaginável ocorre: sem qualquer intenção as sacolas com os presentes são trocadas.

"- Bem... - disse ela, virando a caixa para ele. - Eu esperava que você me ajudasse com isso.De repente os olhos de Gary arregalaram-se mais que os de Rachel, e por um instante ele não conseguiu encará-la. O silêncio começou a deixá-la sem jeito, mas ele enfim falou.
- Então você... gostou?"

No dia de natal todos tem uma surpresa. Vanessa fica decepcionada ao receber apenas uma simples pulseira, e Rachel, que descobriu o anel por um acaso enquanto o namorado ainda estava no hospital se vê exultante, não conseguindo acreditar que Gary pretendia pedi-la em casamento. Já os dois homens também se veem em um beco sem saída, desesperado para descobrir o que aconteceu. Ethan busca refazer todos os passos do dia anterior, já Gary quando sai do hospital e descobre que o anel também tem uma grande surpresa, mas leva a farsa a diante, deixando Rachel pensar que o pedido era  o planejado.

"“Um pouco da mágica da Tiffany espalha felicidade por todo lado, Daisy”, ela dissera, e o homem com quem ela e seu pai tinham conversado na loja concordara. Portanto, as coisas que vinham da Tiffany talvez fossem mágicas também... encantadas... Como a floresta encantada da Bela Adormecida. Talvez tudo o que acontecera em Nova York tivesse uma razão de ser, como num conto de fadas. Talvez não tivesse sido culpa sua as sacolas terem sido trocadas. Talvez tudo tivesse acontecido por mágica, e Rachel, não Vanessa, devesse ganhar o anel."

Quando voltam para suas casas, Ethan vai para a cidade de Gary e Rachel tentar descobrir o que aconteceu e tenta recuperar o seu anel, mas o caminho difícil faz com que cada personagem repense tudo o que ocorreu e mostra que nem tudo aquilo que é feito por impulso é o correto. Em uma trama cheia de romance, situações desastradas e coisas mal contadas, Melissa Hill soube nos conduzir para um desfecho surpreendente e não imaginado, e nos faz suspirar com um livro extremamente simples e bonito.

"Mas se realmente acredita nisso, tem de deixar o destino agir à sua maneira. O problema é que, na minha experiência, às vezes o destino tem um estranho senso de humor."


[- Minhas Impressões -]

Esse era um livro que me causava muitas expectativas desde quando estava em pré-venda, pois assim que vi a sinopse falando de véspera de natal em Nova York tudo isso me empolgou. Mas assim que iniciei a leitura tudo se mostrou bem diferente. Eu esperava um livro inteirinho sobre o natal em Nova York, sim, eu acho emocionante todas as descrições que eu vejo nos livros e queria muitos outros detalhes, mas acabou que o natal foi apenas o começo e o livro teve um desenrolar que foi muito além, e que eu acabei gostando muito mesmo. Por horas eu fiquei irritada com a situação da troca de presentes que não se esclarecia para os personagens, comecei não gostando de alguns personagens que depois me cativaram, em fim, foi muito surpreendente. Já adianto que não deve ser lido na espera de grandes surpresas. Ele é um romance fofo e simples sobre o amor e sobre as escolhas que fazemos por impulso e depois se mostram as erradas.

Um ponto negativo que posso destacar mas que no fim foi justificável, é o fato de ser muito enrolado para tudo se resolver, os personagens chegavam perto de revelar uns para os outros o que realmente havia acontecido e depois algo dava errado e não era revelado ainda naquele momento. Também senti falta de um epílogo um pouco mais completo, eu queria mais detalhes. Já como ponto positivo posso destacar que a autora criou personagens muito originais, passando para o leitor que todo mundo possui um lado bom e um ruim.

Daisy foi a personagem que com toda certeza mais me cativou. Ela é a filhinha de Ethan e se sentia responsável pelas trocas, é uma menininha muito sagaz e daquele tipo de criança que temos vontade de apertar, fiquei emocionada com o fato de ela acreditar em toda a magia que a Tiffany possui. Já
Vanessa foi alguém que não gostei desde o começo, ela é uma personagem simpática e amorosa, mas é aquele tipo com o qual não me identifiquei nem um pouco. Também comecei não gostando de Rachel, mas quando a vi em seu ambiente de trabalho, junto com sua sócia, Terry, ambas cozinhando no seu restaurante, gostei muito delas e passei a admirá-las. Sobre os homens, Ethan é um personagem muito romântico, e tenho certeza que ele quem chamará a atenção da maioria dos leitores. Já Gary foi alguém com quem não me identifiquei, uma vez que ele faz o estilo Bad Boy irresponsável.

O livro é composto por quarenta e oito capítulos curtos e mais um epílogo, que são muito gostosos de ler e que nos fazem não querer largar o livro até o fim. É também narrado em terceira pessoa, o que nos possibilita conhecer todos os pontos de vista e além disso a Editora Intrínseca foi impecável na revisão.

Recomendo para todos os leitores  que gostam de um livro romântico, que no fim nos faz acreditar em destino e no amor, um livro ótimo para ler em uma tarde chuvosa.

21 comentários:

  1. Oi Tamara, tudo bem?
    Eu tenho lido muitos comentários positivos sobre essa obra, sem contar que acho essa capa incrivelmente fofa. Eu gosto mesmo de um livro romântico, aquele que, pelo que pude perceber, também é cheio de mensagens reflexivas, e é por isso mesmo que me interessei bastante no enredo. (Só uma observação, esse livro é da Intrínseca né? Porque lá em cima você colocou Arqueiro).
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. A trama não me chama muita atenção, ainda mais que você disse que não é pra esperar grandes surpresas. Mesmo a enrolação ter sido justificada no final, não gosto disso. Parece ser um livro bem fofo, eu leria se tivesse a oportunidade, mas tenho muitos outros na frente então não sei quando isso vai ser. Mas adorei a capa e sua resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  3. Oooi! Tudo bem?

    Jesus, que confusão, hein? Por um lado, acho que o Gary tinha que ter falado a verdade e desfeito o mal entendido, mas por outro... Como se sai de uma situação dessas? Cara, se alguém me pede em casamento e depois "retira" o pedido, eu mato. Eu também me empolgo quando vejo na sinopse o combo Nova York + Véspera de Natal. Tem algo de mágico na cidade nesse época do ano, não é mesmo? Já assisti/li tantas histórias de amor maravilhosas se desenrolando nessas condições. Eu costumo ter uma quedinha pelos bad boys, então acho que vou gostar do Ethan. Veremos!

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Tamara,tudo bem?
    Eu amei a capa desse livro,a achei extremamente fofa, e a história parece ser boa,apesar de não aparentar grandes inovações.Ainda assim é interessante o suficiente para ser incluido na lista de desejados haha.
    Bjs!

    http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Tamara, vi a divulgação deste livro só hoje e em seguida, já tem resenha aqui no blog. Este é o tipo de livro para mim porque tem romance um pouquinho de reflexão. Adoro livros com personagens infantis, sempre me cativam porque eu adoro criança. Enfim, tenho certeza que vou adorar o livro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, a premissa desse livro não chama a minha atenção e eu tenho a impressão que já vi algo parecido em algum outro livro, sei lá. Não me cativou, e mesmo gostando da sua resenha, eu não leria.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiii, tudo bem?
    Eu amo essa capa deste livro, acho linda demais e sempre me deixa apaixonada pela história que a autora resolver escrever <3 Espero ainda ter a oportunidade de realizar a leitura, sua resenha só me cativou mais ainda *-*
    Beijão

    ResponderExcluir
  8. Olá Tamara,

    Assim como você, eu amo ler coisas de natal em NYC e quando li a sinopse me vi bem curiosa. Mas eu não gosto de enrolação, prefiro histórias mais diretas e objetivas sabe? E me parece que, mesmo sendo justificável, eu me irritaria muito. Eu adorei a premissa e a capa é muito fofa e bonita, valeria ter na estante, haha, mas eu não sei se o leria por agora. Talvez mais na véspera do Natal? rs

    Parabéns pela resenha. :)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi Tamara, tudo bem?
    Acho a capa desse livro linda e foi a primeira coisa que me chamou atenção nele!
    Amei a premissa do livro, essa coisa de natal em NY é algo que me fascina! Uma pena que o foco do livro não seja esse, mas mesmo assim parece uma boa leitura pelo que você falou!
    Tenho interesse em realizar essa leitura e espero ter oportunidade de fazer isso em breve!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Tamara *--*

    Já tinha visto esse livro e acho a capa dele tão lindinha. Assim com você o que me chamou atenção inicialmente foi essa premissa de natal e por se passar em NY, melhor combinação impossivél. Não tive oportunidade de lê-lo ainda, mas espero em breve. Essa enrolação mesmo justificada tenho certeza que me deixara agoniada, pleo menos já estou avisada.

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oiii!

    Tamara que resenha fofaaaa!
    Eu não conhecia o livro ainda, achei a capa uma graça e o enredo também! AMO o cenário tratado na obra, me sinto no ambiente, o que é lindo. quem não ama NY??
    Parece que foi bem trabalhado e mesmo sendo um pouco longo, os capitulos curtos dão um alento a mais né?
    Adoro me encantar com esse tipo de obra e fiquei animada em fazer a leitura.
    A resenha está bem escrita e sem dar muitas voltas!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Estou louca para ler esse livro e fiquei feliz com a sua resenha.
    Ao contrário de você, não imaginei que o natal seria um dos temas centrais, mas sim a enrolação das personagens com o presente e tal.
    Tenho certeza de que é uma leitura leve e divertida! Espero ler logo !
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  13. Oi, Tamara.
    Já tinha li resenhas positivas sobre o livro, mas não sei se leria no meu momento atual, visto que, como você disse, a trama é meio enrolada e não curto muito isso. Gosto quando os protagonista são diretos e objetivos. Apesar dos pontos negativos vejo que você gostou bastante da leitura e, quem sabe um dia eu não leio?
    Amei a resenha!
    Beijos.
    http://www.anebee.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá linda,

    Por isso parei de ler sinopses de livros haha.
    Fico super irritada quando o livro não corresponde ao enredo que eu esperava.
    Claro, que a culpa não é do autor e sim do leitor que cria muitas fantasias antes de ler.

    Gosto muito da capa, mas agora que li sua resenha minha vontade de ler sumiu.
    Não vejo nada atrativo em romances que normalmente tem finais esperados.

    Beijos,
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá Tamara,
    Não tenho curiosidade de ler esse livro, pois o enredo não me agradou.
    A situação complicou ainda mais ao saber que tudo é muito enrolado, apesar de justificado no final. Isso não me agradou, sério.
    A forma como você escreve resenhas é incrível e essa está perfeita!
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá.

    Assim que vi a capa desse livro no Facebook, me encantei por ela, assim como você também amo histórias que se passam na véspera de natal em Nova York. Mesmo com os pontos negativos que você apontou, fiquei interessada na leitura, fiquei curiosa na verdade com toda essa situação de troca de presentes. Mais uma leitura garantida para o ano.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Não tenho muito o costume de ler romances, apenas pego para ler para aliviar a mente e sempre eles tem uma premissa mais ousada, a premissa desse livro não me saltou aos olhos, por mais que eu goste desse clima natalino e de Nova York e a capa é uma graça.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oii, tudo bem?
    Romance não é exatamente o meu gênero favorito, mas eu sempre gosto de pegar livros assim quando estou em uma ressaca. Eu gostei muito da premissa desse livro, acho que ele deve ser uma delicia de se ler, uma pena que a historia enrola um pouco. Mas mesmo assim tenho muita vontade de conhecer a historia.

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Achwi bem interessante o enredo de pessoas desconhecidas acabando por ter o destino entrelaçados e causar toda essa confusão de troca de presentes. Fiquei curiosa para saber como tudo se resolve e se por acaso os casais continuam juntos. Gostei do livro, espero poder le-lo.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  20. Oi!!
    Logo que comecei a ler já imaginei que acabaria acontecendo a troca dos presentes, imagino a confusão formada.
    Imagino a confusão que deu toda essa troca e pelo visto isso deixa a leitura divertida e instigante, pois até eu aqui estou curiosa para saber como isso tudo foi resolvido.
    Que bom que mesmo o livro não tendo exatamente aquilo que você procurava a leitura foi te cativando aos poucos. Sempre temos alguns personagens que mais chamam a nossa atenção e outros nem tanto.
    Eu acredito que eu iria gostar desse livro, parece ser uma leitura leve e descontraída.
    Beijão!
    Lilica - O maravilhoso mundo da leitura

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu nunca tinha lido nada sobre esse livro, acredita? Mas de cara fiquei apaixonada na capa *-* Bom, achei interessante toda essa coisa de troca de presentes e imagino como o cara vai desmentir lá que não ia pedir a garota em casamento kkkk Enfim, acredito que é uma história que me conquistaria fácil, por isso vou anotar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir