31 março 2016

Resenha - Sempre




Haven Antonelli e Carmine DeMarco cresceram em mundos completamente diferentes. Haven é uma adolescente de 17 anos que nunca conheceu a liberdade. Desde a infância, ela e sua mãe são escravas, vítimas de uma rede de tráfico humano. Carmine, nascido em uma família rica da máfia, viveu uma vida de privilégios e excessos.
Agora, uma reviravolta do destino faz com que seus caminhos se cruzem. Apesar das diferenças aparentes, algo mais sutil os une. E da tênue amizade entre os dois floresce uma paixão inesperada e arrebatadora.

Enredados numa teia de segredos e mentiras, em que o poder e o dinheiro ditam o jogo, o jovem casal logo percebe que é preciso se sacrificar para conquistar a liberdade e o direito ao amor...

Livro: Sempre
544 páginas || Skoob || Editora: Universo dos Livros || Onde comprar

                                                           







- Pensei que todas as mulheres tivessem medo de cobras.
- Eu não. - ela riu. - Cresci ao lado de escorpiões.
- Tem medo de alguma coisa?
- Claro. Todo mundo tem medo de algo.
- Então, do que tem medo?
Ela fez uma pausa, pensando em como responder.
- De ter esperança.


Haven Antonelli só conhece um tipo de existência: a escravidão. Sua mãe foi vítima do tráfego humano e ela nasceu já dentro do meio, e desde então, por dezessete anos, elas sofrem os maus tratos de pessoas que trabalham na máfia russa e que abusam do poder que tem. Mas ela e a mãe pretendem fugir, a situação está insustentável, e se continuar desse jeito elas acabarão mortas de tanto serem espancadas.

Haven se vê obrigada a fugir e encontrar alguma ajuda sozinha, sua mãe lhe disse que uma teria que ficar para trás e que seria ela, e que Haven tinha de lhe prometer correr com todas as suas forças, e ela o faz, porém ela nunca imaginou a quantidade de quilômetros a serem percorridos, nem que o deserto vencesse suas forças, ela correu por horas, mas no fim não havia ninguém, enquanto seu corpo desabava ela viu um carro e só rezou para que se não fosse alguém disposto a lhe ajudar que a matassem rápido, ela não aguentava mais torturas.

Contudo o que lhe aconteceu foi bem diferente, sim, foi a máfia que a achou, contudo ela não foi espancada, nem mesmo castigada, ela foi vendida, e o Doutor que a comprou era bem diferente dos mafiosos que ela conhecia.

- Eles iam me matar. Não tive escolha.
- Sempre existe uma escolha, criança. - ele disse - Na verdade, você terá que fazer uma agora mesmo.

Ele não a trata como se ela fosse sua propriedade, apesar de não a tratar exatamente bem, ele está lhe oferecendo mais do que ela nunca teve, mas será que ela consegue mudar seu jeito de ver o mundo?

Por muito tempo ela não passou de uma escrava que não tinha vontade, sonhos ou desejos, ela era o que mandavam ser ou o que queriam que ela fosse. Contudo ao chegar em seu novo lar ela não só se depara com um novo estilo de vida, mas também com dois rapazes, os filhos do doutor, sendo que um deles lhe ensinará muito mais do que qualquer um ensinaria, e quando a paixão de ambos cresce, o perigo aumenta e todos tomam decisões que ou lhes farão muito felizes se tudo der certo ou matarão todos caso não.


Quando eu li a sinopse desse livro pela primeira vez, confesso que fiquei com um pé atrás, máfia? Rússia ainda? A coisa deve ser densa e ter muitas mortes e blá blá blá. Contudo o que encontrei foi bem diferente desse meu pré julgamento e assim que tive meus olhos no terceiro capítulo eu já estava fisgada e lendo desesperadamente.

O livro trata sim da máfia e tem sim mortes e trata de um tema bem pesado como tráfego humano e suas consequências, não minto, aperta o peito e te faz refletir sobre muitas coisas, uma delas o quão cruel e gananciosa a humanidade pode ser, entretanto também te faz sorrir e pensar aliviada que a humanidade também pode te surpreender e mostrar a luz mesmo no fundo mais escuro e te faz mais uma vez crer que o amor supera mesmo muitas barreiras. Sem falar que o humor negro dos personagens é um sorriso necessário e aliviado da parte dos leitores.

- Nunca digo palavrões.
Ele ergueu uma sobrancelha e perguntou:
- Por quê não?
- Vi muita gente perder os dentes depois de falar palavrões.
- Então, não xingar fez com que você mantivesse todos os seus dentes?
- Não, isso foi sorte mesmo. Depois de levar tantos socos no rosto eu deveria estar ainda mais desfigurada que agora.


Os protagonistas conseguiram não só me cativar, mas me capturarem, a maneira como Darhower deu vida aos seus personagens e a trama foi sensacional e sem igual, enquanto temos de um lado os pombinhos apaixonados, do outro temos uma menina aprendendo a ver o mundo e um cara tentando ser melhor por ela, mas nos bastidores temos um pai tentando não envolver os filhos no negócio "da família", amigos preocupados, gente sendo morta e muito dinheiro sujo rolando entre uma guerra entre máfias, nas quais a polícia internacional quer pôr as mão.

Perceberam que o ritmo desse livro é alucinante né? Para quem ama romance eu mais que indico, é lindo. Para quem curte ação, gente, cinco letras: M-Á-F-I-A. Não tenho o que dizer. Para quem curte os dois e está afim de algo diferente dos romances que costuma ler, olha que bela mistura! E a edição da Universo dos Livros está SENSACIONAL, muito bem feita, linda e leve!

SUPER RECOMENDO A LEITURA !!


- Porque pessoas inteligentes tentam escapar. - ela respondeu - Elas acham que conseguirão sobreviver no mundo lá fora. os que não entendem nada são mais fáceis de controlar. É por isso que eles precisavam me manter nas rédeas.''

23 comentários:

  1. Oi Agatha, tudo bem?
    Menina, eu estou louca para ler esse livro. Essa não é a primeira resenha que leio, mas a sua me deixou ainda mais instigada para adquirir meu exemplar. Sem contar que acho essa capa linda e muito delicada. Parece ser o tipo se livro que eu leria mais de uma vez, na verdade estou com tantas expectativas que tenho até medo de me decepcionar. Mas eu pretendo ler o mais rápido possível. Acho até que vou pedir de aniversário (no próximo mês) hehe
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Fer.
      Não tenha medo de se decepcionar, pelo menos ao meu ver ele foi bom, espetacular algumas vezes, em todos os possíveis sentidos, então peça sim de niver e se delicie com esse casal e não esquece de voltar aqui e me contar o que achou.
      A capa é mesmo linda, combina tanto.
      Bjokas e boa leitura

      Excluir
  2. Oi Ágatha, não conhecia o livro e me deu um enorme nó na garganta só de ler o resumo da história que você fez no inicio da resenha. Imaginei as surras e imaginei a Haven correndo para longe, seguido o que a mãe mandou fazer. Acho que o romance no enredo nem me encheria os olhos, mas toda essa abordagem diferenciada de um tema tão triste. Quero muito ler!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ivi.
      Olha, eu tenho que discordar de você, pois o romance faz sim os olhos se encherem de água, tudo é tão novo para ela, tudo é tão triste, tudo é tão errado, pessoas não deveriam passar por isso, mas não serei ingênua em pedir algo assim, não vivemos num mundo capaz de uma utopia, espero que ame ao ler, de verdade.
      Bjokas

      Excluir
  3. Oiee Agatha ^^
    Que livro ♥ adoro histórias que têm uma carga emocional das grandes e que ainda trazem personagens fortes e sofridos...hehe' Acho que ainda não conhecia esse livro, mas ver que você gostou do livro e que os personagens te cativaram muito, e que a leitura flui rapidamente me deixou ainda mais animada para lê-lo. Parece mesmo ser incrível!
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Dryh
      Menina que bom, nossa fico feliz que goste e que tenha se deparado com esse livro, pois tem tudo para você gostar da leitura, espero que depois me conte se foi o que esperava, e o que achou dos personagens, do drama e do final, porque esse final...
      Bjinhooos

      Excluir
  4. Quando comecei a ler a resenha imaginei que seria mais um livro clichê de romance, mas a história que envolve os protagonistas é completamente fora do que estamos acostumados a ler.
    Apesar de não curtir muito esse estilo de livro, fiquei curiosa para saber como a autora desenrolou a trama.


    Sexteto Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Cássia.
      Menina quando eu peguei o livro me perguntei a mesma coisa, mas depois além de não ver clichês ainda sim me vi amando uma estória que foge a minha zona de conforto, é incrível!
      Bjinhoos e boa leitura

      Excluir
  5. Oie.
    Não conhecia o livro, mas quando li o primeiro quote fiquei boquiaberta aqui. Caramba, forte esse quote.
    Olha, eu também ficaria com o pé atraz pelo fato de falar de máfia e tal, mas ainda bem que li sua resenha, pois realmente o livro tem uma premissa forte. Eu gosto de livros com esses temas mais pesados que como você disse realmente deixa o leitor com o coração na mão.
    Amei saber que os personagens te cativaram também. Espero de verdade ler o livro e gostar tanto quanto você; Vai ser algo novo para mim, pois nunca li nada com esse tema, mas gostei de verdade da trama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Taty.
      Menina eu amo os quotes desse livro, tem um humor tão triste por trás deles que te deixa meio bobo, fico muito feliz que tenha lido até o fim e que tenha gostado, sinceramente foi uma boa surpresa, e eu amo quando livros que eu nem espero chegam até minhas mão e eu acabo amando. Então obrigada e boa leitura moça!
      Bjokas

      Excluir
  6. Uau, gostei! Eu nunca ouvi falar do livro, mas realmente me chamou a atenção. Não é a primeira vez que vejo um livro abordar a escravidão dessa forma mais "contemporânea". Aquela série da "Morte de Sarai" traz essa temática com essa pegada dark. No entanto, esse livro me atraiu ainda mais. Não sei explicar, mas parece que a personagem também precisa superar a escravidão de sua mente – do seu ponto de vista sobre si mesma. Quero ler.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siii Fran.
      Tem isso, e isso é tão triste, ela deve se desconstruir e entender que ela também é uma pessoa, também é um ser humano e que nem todos são como os desgraçados que "criaram" ela, fico contente que você tenha percebido isso. Espero que a leitura seja ótima e que goste bastante.
      Bjinhooos

      Excluir
  7. Olá!

    Foi um baque partir da capa para a sinopse e perceber que a trama do livro envolve tráfico humano. Muito boa a sua resenha, delineando a dinâmica entre o par romântico e apontando para os momentos de humor ácido (ótima passagem sobre a quebra de dentes haeuhaue).

    Abraços,
    Rodrigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Rodrigo.
      Sim, é uma parte meio chocante, pois mostra o quanto é normal para ela esse tipo de comportamento, espero que goste e que leia kkk, e depois passa para dizer o que achou.
      Bjs

      Excluir
  8. Oi *---*

    AMO ESSE LIVRO
    Ele me surpreendeu tanto que ainda estou muito triste de não ter lido a continuação, me peguei totalmente envolvida na trama da Haven e do Carmine, me apaixonei perdidamente e o final me deixou doida pois não queria nada disso para eles, agora só esperar para poder saber como a autora ira concertar as coisa sahhahaha

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Stefani.
      Te entendo totalmente, aquele final é de deixar você doida! Também amei esse livro, e amei ele por inteiro, estou curiosa para saber como a escritora vai dar um fim, espero sinceramente que tenham um final pelo menos tranquilo...
      Bjokas

      Excluir
  9. Oie!
    Esse livro será a leitura de hoje, e estou com altas expectativas sobre ele. Acredito que vou gostar demais desse volume, e ainda bem que tenho o segundo para engatar na leitura rs.
    Só li elogios sobre a narrativa e a trama do livro, então imagina como estou curiosa para conferir!
    Bjks!
    Histórias Sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Carla.
      Kkkkk, maratona, também estou com o segundo aqui, mas antes de começa-lo tenho que terminar um outro que estava na fila, mas estou doidinha para ler logo, espero que ame e que mate sua curiosidade!
      Bjokas e depois volta para dizer o que achou!

      Excluir
  10. Oi Agatha! Tudo jóia?
    Bem, só pela resenha dá para perceber que é um romance denso, com muitas coisas, digamos, angustiantes, como escravidão, tráfico, assassinatos, entre outros. Mas que, em meio a tudo isso, há a um amor nascente entre criaturas que não se imaginaria acontecer. Vou ser sincera, estou fugindo de livros que têm muitos aspectos que fazem o leitor ficar tenso e angustiado durante a leitura, além de livros que querem fazer com que o crime e a impunidade sejam aceitas como coisas normais e aceitáveis se houver um "mocinho" bonito e apaixonado (não estou dizendo que é o caso desse livro, bem entendido... rsrsrs... ). E, uma vez mais, de séries que ainda não terminaram. Posso vir a ler, mas, só depois que tiver certeza de que todas as continuações estiverem efetivamente disponíveis. Sua resenha, para mim, foi bem esclarecedora. Valeu!
    Beijos, Juliane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Juliane.
      Menina, são só dois livros e ambos já estão publicados aqui no Brasil e sim, não é o caso desse livro, não é algo que passa batido, o tempo inteiro tem esse jogo de consciência para com os mafiosos e inclusive há um trabalho da polícia em andamento, o mocinho só vem para salvar o futuro da Haven e mostrar que às vezes seguimos caminhos que somos obrigados e não porque queremos.
      espero que dê uma oportunidade quando sentir vontade, pois apesar de todo o drama e reflexão o livro é bem lindo e único, apesar de triste também.
      Bjookas e fico feliz, esse era um dos intuitos ;)

      Excluir
  11. Olá!! :)

    A diagramação parece fantástica!! E a história, então...! :) Eu realmente adoro ação e ainda aprecio muito romance!! :) Portanto, para mim, seria fantástico ler a obra!! Depois de ler a tua resenha, fiqeui empolgadíssimo a ler!!!!!! :)

    Vou procurar cá em Portugal! :) Obrigado pela dica!!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! aí que amor, uma leitora de Portugal!
      Fico contente que tenha gostado da dica e que vá procurar por aí, mas qualquer coisa importa menina, hoje em dia o bom das lojas virtuais é isso rsrsrs.
      Bjokas e espero que consiga ler e adore!

      Excluir
  12. Oie! Achei a premissa do livro muito interessante, parece mesmo uma história forte. Sua resenha nos faz pensar sobre muitas coisas da vida, mas confesso que não é um livro que eu leria neste momento. Estou em um momento de leituras mais leves. Mas anotei a dica, quem sabe um dia!?

    Abraços!

    ResponderExcluir