08 março 2016

Resenha - A música do Silêncio






Quem é Amós? Por trás do protagonista deste apaixonante romance, deste diário íntimo em terceira pessoa, é revelado o perfil biográfico de seu autor. Andrea Bocelli é um dos grandes mitos positivos do terceiro milênio, o tenor mais amado no mundo. Aqui, no espaço inesperado de um livro, o artista toscano nos dá ainda uma outra música, tão emocionante quanto as que interpreta: é a “música do silêncio", a voz do mundo interior de um personagem cuja sensibilidade torna atraente cada reflexão e preciosa cada confidência. Além do artista dos recordes, descobrimos o homem, o seu aprendizado artístico e existencial, a profundidade de seus valores. Como Bocelli, Amós cultiva o talento com acirrada autocrítica, e não perde o dom da humildade nem mesmo depois de sua voz ter-se tornado uma lenda. Nas páginas deste retrato do artista quando jovem, marcado por uma prosa clara na forma e poética no conteúdo, o cantor relembra seus anos de formação em um cenário narrativo que envolve família, amizade, primeiros amores e primeiros sucessos. Longe das tentações da celebridade, entre estas páginas palpita a verdade de uma vida destinada aos triunfos, mas, como tudo, marcada por falsos desvios, dúvidas e pequenas e grandes dores. Com a paixão da sinceridade e com uma doçura desconcertante, como quando descreve a relação com o pai, ou o encontro com Verônica, sua companheira de vida, Bocelli pega o leitor pela mão e o faz participar de seu universo espiritual tão rico, vulnerável e complexo, que se reflete em cada palavra do livro.

Livro: A música do Silêncio
320 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Generale || Onde Comprar








" Acontece frequentemente que as coisas feitas assim, por acaso, sem lhes dar nenhuma importância, sem pensar, quase de forma involuntária, são as que melhor descrevem uma personalidade..."

''A música do Silêncio'' é um livro sensacional. Nele Andrea Bocelli se dispõe a contar sua própria história, mas opta por fazer isso na condição de observador, narrador. Bocelli transforma os acontecimentos de sua vida em uma grande ‘ficção’ e nos apresenta sua caminhada por meio de um personagem nomeado como Amós.

Achei muito interessante a forma como o autor nos coloca dentro da história. Há uma passagem sutil do autor Bhochelli para seu personagem, Amós, e quando percebemos já estamos vivenciando as histórias da infância, adolescência e juventude deste músico que hoje muitos apreciam, amam e têm como referência.

Amós, inicia nos contando os motivos que o fizeram perder a visão, depois faz uma passagem por sua adolescência, aventuras, anseios, indecisões, amores, estudos e sua formação acadêmica... E o mais interessante e considerável a se destacar é que por um breve momento nos esquecemos da presença de uma deficiência em sua visão. Não por rejeição do autor ao fato mas, em minha opinião, uma prova de que a vida passa para todos enxergando ou não, ouvindo ou não, teremos sempre uma história para contar, decisões a tomar. E esta consciência não tem preço ou melhor, tem o preço de uma vida bem vivida.

O outro lado também tem seus destaques, há momentos em que são narradas claramente onde as dificuldades geradas pela deficiência, mas da mesma forma são palavras, situações, momentos que nos levam a pensar sobre estes "momentos de agir" que passamos ao longo de nossas vidas.

Vivenciamos também a trajetória musical de Andrea Bhochelli no qual tenho que lhes confessar que fiquei sem ação quando ele começa a relatar as formas a que foi apresentado a música, principalmente quando se deu o seu primeiro contato com ela. Os músicos de plantão e apreciadores creio que ficariam tão encantados quanto eu. Mas não vou contar aqui, penso que esta é uma experiência a ser vivida no momento da leitura.

Bem, acho que nem preciso dizer que gostei do livro por inteiro né!? Uma leitura tranquila, leve, diferente de algumas histórias autobiográficas ou biografias que lemos onde a narrativa fica pesada e desistimos ao longo do caminho. É fato que em alguns momentos, para quem está diretamente envolvido com a música é necessária uma pausa para apreciar o momento, mas para outras pessoas seria uma passagem mais tranquila e a leitura se torna mais rápida.

A diagramação está muito bacana, o tamanho da letra me agradou e as páginas amareladas colaboraram para um clima suave e bom desenvolvimento da leitura. A única coisa que não gostei muito foi a capa. Achei muito sem vida para o contexto, título e desenrolar da história. Mas fico feliz por ter escolhido o livro e não ter deixado passar a oportunidade de saber um pouco mais da trajetória deste músico que tanto aprecio.


Super indico a leitura, pois se você ainda não conhece Andrea Bocelli vou lhe dizer que este livro é uma ótima oportunidade para conhecê-lo e, além disso, se deparar com uma história de vida, superação e exemplo de que seguir nosso coração é sempre o melhor caminho.

20 comentários:

  1. Olá Vanessa, então, se você já começou suas considerações dizendo que o livro é sensacional é porque é mesmo rs. Fazia tempo que não li nada a respeito sobre a Editora Generale, e também não conhecia este título, mas suas palavras me convenceram a querer saber mais. Gosto bastante de ler tramas que tratam de momentos de superação e exemplos de vida. Acredito que é possível encontrar várias mensagens reflexivas nas entrelinhas, né... Adorei a dica, obrigada mesmo! Beijos, Fê

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Que forma mais interessante de escrever uma autobiografia.Bem diferente e pela sua resenha parece ter dado super certo e isso me deixou bem curiosa por ela,apesar de eu praticamente nunca ter lido uma (auto)biografia.
    Beijos!

    www.porlivrosincriveis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nunca ouvi falar desse cara, acredite se quiser. Dei até uma pesquisada aqui no Google e fiquei curiosa com o trabalho dele, depois vou parar pra escutar algumas das principais músicas que ele compôs. E, realmente, essa capa tá péssima, nada atrativa e olha que a história dele parece ser muito interessante.

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro biografias e quero muito ler este livro, por tudo o que você descreveu na resenha, a superação e a resiliência e também em função do talento inquestionável que ele tem. Ainda não conhecia o livro e agradeço pela indicação porque tenho certeza que será uma leitura que vou amar do começo ao fim.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar no cantor quando ele fez uma parceria com a Ariana Grande, mas a música, por ser clássica, não chamou minha atenção, então não busquei conhecer outros trabalhos dele. Não gosto muito de livros biográficos, mas gostei de saber que ele conta sua história como se fosse ficção, isso com certeza faz a leitura ficar mais interessante, e pelo que você disse, deu super certo. Mesmo não gostando deste gênero, quero saber como foi o primeiro contato com a música e apreciar essa experiência através de suas palavras! Não sabia que ele não enxergava, e realmente, a vida passa da mesma forma, só temos que saber apreciar, mesmo tendo obstáculos no caminho.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Adoro biografias!
    Não sabia que Andrea tinha uma. Acho muito legal a superação dos obstáculos e a história de vida. Bom saber que o livro aborda vários aspectos da vida desse musicista incrível.
    Fiquei curiosa para saber como ele foi apresentado a música. Deve ser uma parte emocionante.
    Gostei da resenha e do livro diferente!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. já tinha escrito um comentário, mas acho que ele não foi rsrs
    Gente, que eu não sabia que ele tinha escrito uma biografia ♥ não sou fã do estilo, mas as músicas dele e as interpretações são lindas.
    Gostei muito do livro falar muito sobre música, toco violão faz um tempo e canto, aqui em casa vejo entrar e sair instrumentos desde que eu era mt nova.
    Espero ler ele logo ♥ Amei a resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi. Eu não conhecia esse livro, mas a história parece ser bem interessante. Eu não curto muito autobiografias, mas lendo sua resenha fiquei com bastante de conhecer a história de Andrea Bocelli. Vejo que você curtiu bastante a leitura e espero gostar também, visto que sou apaixonada por musica e ver o primeiro contado dele deve ser bem encantador.
    Amei a sua resenha.
    Beijos!
    http://www.anebee.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie Vanessa, tudo bom ??

    eu Particularmente não leio muitas biografias, não é meu estilo de livros. Mas fiquei intrigada com esse, porque você disse que não parece ser como as narrativas de biografias.
    Gosto quando o livro é mais leve e tranquilo, o que faz a historia fluir melhor, por relatar pedaços da vida, as vezes você tem aqueles livros muito carregados, e esse não é bem assim!

    Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  10. Oiee Vanessa ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas confesso que não senti muita curiosidade de conhecer, principalmente por não gostar de ler biografias... E também por eu não saber quem é a Andrea *-* pois é, sou meio fora do ar mesmo. Mas fico feliz que você tenha gostado do livro, e espero que os outros leitores também gostem :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. NOssa, que lindo. Sou fã dele, acho a voz um encanto e uma simpatia que só. Não sabia sobre esse livro mas pelas suas palavras pude perceber o quanto a história é linda, fiquei curiosa para saber mais sobre a vida dele, a maneira como foi apresentado à música e tudo mais. Eu gosto muito de biografias e essa é mais uma que vai entrar para os meus desejados, só não gosto dessas que andam saindo tipo Valesca, Vihh Tube (sei lá como escreve o nome dela), Kéfera e por aí vai, gosto de ler coisas úteis.

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Nossa, a história dele deve ser linda. Eu conheço um pouco do passado do cantor, assim como iniciou a deficiencia, mas conheço poucos detalhes. Com certeza vou me emocionar conhecendo mais sobre ele, e mesmo não gostando tanto de biografias, é um livro que me deixou curiosa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Conheço o Andrea só debn nome...
    E apesar de conhecer sua grande fama nunca parei realmente pra ouvir nada dele. Não costumo ler autobiografias mas essa me chamou a atenção pela forma que foi contabda, o fato o autor se referir a si próprio na terceira pessoa me deixou intrigada.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  14. Normalmente leio biografias pessoas que conheço e já sei a maioria das coisas que encontrarei no livro, Porem essa biografia colidi com o que vc disse é sensacional, Alem de de falar com precisão sobre sua vida, desde o começo antes mesmo de ser musico, acredite eu já li biografia que só falasse do momento de sua vida depois da fama e dinheiro, eu conheci recentemente seu talento com a musica.

    ResponderExcluir
  15. Vanessa esse cantor por si próprio é puro carisma e esse sorriso gente que ilumina, lendo sua resenha senti uma vontade imensa de conhecer mais a fundo os detalhes dessa linda história de vida. seu talento é inegável. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  16. Olá

    Não é meu gênero favorito, sempre acho essas tramas mais parecidos com livros de auto ajuda, mas me impressiono muito fácil e a leitura sempre fica pesado pra mim pois me coloco no lugar. Fico feliz que tenha gostado tanto, mas dessa vez irei deixar passar.

    Bjos
    Everton equipe Rillismo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oie!!!
    Gosto muito da música de Bocelli, principalmente naqueles dias estressantes. Ela sempre me acalma, ainda não conhecia o livro, não leio muito autobiografias ou biografias, mas tenho que confessar que para algumas personalidades temos que simplesmente abrir uma exceção. E esse seria um desses casos. Adorei sua resenha, muito bem pontuada.
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o Andrea, mas gostei muito da premissa do livro, eu poderia conferir uma boa historia e ainda conhecer mais sobre ele. Fico muito feliz que gostou do livro e que ele tenha te envolvido, é sempre maravilhoso quando isso acontece. Espero ter a oportunidade de conhecer o livro.

    ResponderExcluir
  19. Já ouvi falar muito do Andrea Bocelli e aprecio o sucesso que ele faz no seu nicho, em geral eu gosto muito de qualquer mídia que se relaciona com música, porém não sou muito chegada nem em música clássica nem em autobiografias, portanto é uma leitura que passo.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá... tudo bem???
    Eu não curto ler biografias, elas não me chamam atenção, independente de que famoso ou não seja. Mas aqui em sua resenha percebemos a sutileza com que o livro foi escrito e a sensibilidade do artista... eu já ouvi falar nele em alguns lugares, mas nunca me aprofundei muito no assunto, o que eu sei se não me engano é que ele é cego e toca muitíssimo bem, então por si só ele já é uma pessoa admirável... xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir