16 março 2016

Resenha - Herdeiro da Névoa





Inácio Vaz mal podia acreditar no sonho que se realizava. Acabara de chegar à Paris com algumas moedas no bolso e a grande vontade de se tornar advogado.
Depois de ser surpreendido pela beleza de Chloé Champoudry, enquanto esperava pela entrevista que lhe garantiria a bolsa de estudos na Sorbonne, e encantado pela garota dos cabelos de fogo, trocara equivocadamente Direito por Artes, para poder estar em sua companhia.
Desesperado por ter abdicado do sonho, Inácio descobre que seu nome não consta em nenhuma das listas de matrículas. Disposto a esclarecer o mal entendido, não percebe que seus documentos foram trocados. O rosto na foto é seu, mas o nome, de outro.
Stephen, seu colega de quarto, tenta convencê-lo a assumir a nova identidade. Os documentos pertencem ao herdeiro da dinastia Roux, um milionário desaparecido sem deixar rastros.
Preso em um leque de mentiras e suspense, Inácio trava uma luta com sua própria consciência, enquanto apaixonado, procura pela garota que lhe roubara o coração. 

Livro:
Herdeiro da Névoa
320 páginas || Skoob || Autora Parceira: Raquel Pagno || Chiado Editora || OndeComprar







Olá pessoas lindas! Hoje trago para vocês a resenha do livro nacional “Herdeira da Névoa” da autora Raquel Pagno. Quando penso nesse livro, a primeira coisa que vem a mente é surpreendente. A narrativa em primeira pessoa é narrada por Inácio Vaz, um rapaz de origem humilde que ajuntou todas suas economias para morar em Paris e estudar na universidade Sorbonne, seu sonho era ser advogado e por uma peça do destino Inácio se encantou por Chloé, uma bela ruiva de cabelos encaracolados, enquanto aguardava sua audição. E o inesperado e até mesmo inaceitável aconteceu, no momento mais importante, o momento que Inácio deveria escolher qual curso gostaria de cursar, sua boca pronunciou “Artes” acabando com seu sonho por causa de uma mulher. Ele não acreditava no que acabara de fazer.

"Quando questionado sobre qual dos cursos pretendia, involuntariamente meus lábios se abriram para a palavra Artes."

E como contar para seu pai, aquele que fez as tripas e o coração para dar ao filho a chance de estudar e se formar em direito em uma das universidades mais respeitada no mundo?

Inácio teria que de alguma forma lhe contar, então resolveu escrever uma carta contando como se deixara levar pelo charme de uma mulher e colocara seu futuro a perder.

Então enquanto andava pelas ruas de Paris, procurando os correios, encontrou Chloé, ele a convidou para um café, que ela prontamente aceitou, desde que fosse na casa dela. Lógico que ele não se opôs a sua exigência, e ali na casa dela viveram momentos incríveis, momentos esses que seriam lembrados por Inácio pelo resto da sua vida.

"Entreguei minha vida e meus sonhos a Chloé, naquele exato momento, em meio a uma tarde nublada, quando senti o calor da sua pele em minhas mãos pela primeira vez."

Fonte da Imagem:  Blog O Teorema da Leitura


Mais tarde voltou para pensão onde dividia o quarto com um amigo e já no outro dia Inácio foi a universidade e lá foi encaminhado para a sala de direito, ficou confuso pois sabia que apesar de desejar muito ser um advogado, invocadamente havia escolhido outro curso, mesmo assim se deixou levar-se, pois queria ter o gostinho do que havia colocado fora, ainda que por pouco tempo. Ao entrar na sala de aula pegou seu documento na mão e quase teve um infarte quando viu que aquele não era seu nome, ficou imaginando como trocara seu documento com alguém, mas as coisas ficaram ainda mais estranhas quando ao olhar a foto, viu que a foto era dele. Mas o nome era errado, ele não se chamava François Roux. Perdido, pediu licença para o professor e saiu perdido sem saber o certo o que fazer.

Então, andando pelas ruas decidiu visitar Chloé, talvez olhando seus olhos cinzentos o ajudasse a entender tudo o que estava acontecendo, mas ficou abismado ao constatar que a mulher a qual viveu uma tarde de amor havia sumido, e onde era uma mansão linda e luxuosa, existiam ruínas de uma mansão que um dia havia sido maravilhosa. E como explicar para si mesmo tudo aquilo? Inácio não sabia como.

Agora mais do que nunca ele teria que descobrir como o nome de François Roux que é o herdeiro da dinastia Roux, fora parar em seu documento, sem falar em todo mistério em torno de Chloé e a mansão.

"Somente alguma coisa demoníaca poderia transfigurar o mundo tal ele é, para algo destruído, absurdo e inexplicável como o via agora."

Eu já costumo dizer que essa estória me lembra aquelas caixinhas de surpresas, a qual você vai abrindo, e tem outras dentro, e você só descobre o que é depois que abre a última caixa. E é exatamente isso que acontece nesse livro, só vamos entender tudo quando chegamos na última página. O que fazer quando o único amor de sua vida, não pode ser seu? E quando o destino lhe prega uma peça, e ninguém é o que parece ser? E que o seu melhor amigo, pode ser seu pior inimigo? A vida não é justa, ela pode lhe dar tudo o que deseja, mas será que a pessoa está disposta a pagar o preço disso? Inácio não teve escolha e talvez ninguém tenha. Sem sombra de dúvida ''Herdeiro da Névoa'' é uma estória envolvente, o leitor muitas vezes se sente confuso, tentando fazer conexões, mas nada que abone, pelo contrário, faz com que o leitor fique ávido por mais, para saber o que vem a seguir. Inácio é um personagem muito bem construído, ele é uma pessoa muito boa e muito crédulo, muitas vezes faz o leitor querer dar uma esganadinha, só para ver se acorda, ainda assim ele é um fofo. Toda a estória foi muito bem estruturada, impressa em 254 páginas amareladas, em uma diagramação com fonte e tamanho adequadas para uma ótima leitura. Eu super indico, e a nota não poderia ser outra 5 estrelinhas.


******




Raquel Pagno nasceu em Lages, SC, em 1982. Escreve desde a infância, é graduada  em Administração de Empresas e trabalha atualmente como projetista e cartógrafa.

Em Portugal, publicou os romances Rubi de Sangue (2011), pela editora Òmega, Seablue (2012), editora Corpos e Herdeiro da Névoa (2013), pela Chiado Editora, seu primeiro livro a ser comercializado no Brasil, onde também publicou o livro Legado de Sangue (2013) e a segunda edição de Seablue (2014). Serão lançados, ainda em Portugal, os romances O Voo da Fênix e A Revelação, pela editora Òmega e no Brasil o romance Senhores dos Sonhos, pela editora Buriti.



20 comentários:

  1. Oi Cristina
    Uau, que loucura, nem sei como reagiria em situações parecidas com as narradas nesse livro. Fiquei muito curiosa para descobrir como tudo acaba sendo resolvido. Sua resenha foi tão empolgante, que não tem como não querer ler essa história também. Com certeza, deve ter várias reviravoltas no caminho, e estou louca para descobrir cada uma delas.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Fiquei de boca aberta com seu último parágrafo. Essa história já tinha me chamado a atenção pela capa. Meio acinzentada, me lembrando um pouco melancolia. Achei misterioso e bem instigante a gente só entender a obra quado a gente ler tudo. Acho que alimenta demais a vontade de ler o livro. Quero muito conhecer mais sobre ele depois.

    Parabéns pela resenha! :)

    ResponderExcluir
  3. Oiee Cristina ^^
    Já tinha ouvido falar sobre os livros da Raquel, mas ainda não li nadinha dela, por mais que tenha curiosidade de conhecer sua escrita. Achei a premissa desse livro interessante, acho que nunca li algo que tivesse uma história parecida, mas não é bem o tipo de livro que eu quero ler no momento, sabe? Fico feliz em saber que o livro foi uma grande surpresa para você, espero que, quando eu o ler, ele também seja uma para mim :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi linda,

    Fiquei impressionada com a coragem do Inácio. Nunca na minha vida que eu jogava todo esforço dos meus pais por causa de um amor, principalmente, quando eu nem conheço a pessoa direito.
    Fiquei curiosa com tudo nessa historia. Quem é essa Chloé? O amigo dele que parece mais um lobo em pele de cordeiro...essa troca de identidade.
    Vou pedir esse livro para a Chiado para resenhar e me deliciar com a obra.

    Beijocas,
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Não conhecia o livro, mas confesso que não me empolguei muito.
    Não posso negar que o personagem Inácio foi ousado em abandonar seu futuro por um amor!
    Vai ver que eu é quem estou errada, mas não faria isso! kkkkkkkk
    Mas fico feliz em ver que você deu 5 estrelas!
    Adorei a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oie Cristina!!!
    Gostei muito da forma como a Raquel escreve, me lembro de ter adorado Senhores dos Sonhos quando li, a forma criativa que ela construiu o enredo ajudou bastante também. Adorei sua resenha, ainda não sabia sobre o que Herdeiro da Nevoa se tratava exatamente. E só posso dizer que fiquei mega curiosa com o que li aqui.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi *--*

    Uau que premissa é essa, quanto mistério a ser desvendado. Eu sou muito ansiosa então não sirvo para ler livros assim pois já quero saber de tudo. Mas considero ele um tanto quanto burro, eu não arriscaria tanto por uma pessoa que mal conheço, mas enfim né, amor é amor.

    Bjos linda, adorei a resenha.

    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Cristina,
    Nossa, que premissa, menina? :o
    Adorei a ideia do livro e o fato de o mistério ir sendo desvendado aos poucos como uma caixinha de surpresas, isso é incrível *-*
    Fiquei bem curiosa para ler o livro, pois tenho aquela sensação de que irei amar, sabe?
    Adorei tua resenha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Cris, ainda não conhecia o livro e curti bastante a premissa, mas empolgada mesmo eu fiquei quando você falou que o livro é uma caixinha de surpresas e eu adoro quando a narrativa vai surpreendendo. Me prende!!! A capa também está bem bacana e eu espero poder conferir o livro em breve!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oie Cristina, tudo bom?

    eu não conhecia esse livro e a autora, mas realmente foi uma boa dica.
    Eu adoro esses livros que em um quê de suspense, que levam o leitor a pensar, formar teorias de conspirações, huhuhu... Isso só faz com que a leitura se torne mais emocionante e consequentemente mais rápida, porque você quer descobrir logo o mistério.
    Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  11. Nossa!!! gente, eu ainda não conhecia o livro e a sua resenha foi uma surpresa pra mim. Quando vi a capa na miniatura do post não tinha curtido muito, mas quando vi nas fotos eu achei a capa super linda. Achei o enredo maravilhoso e é bem do jeitinho que eu gosto mesmo. Fiquei tentada a solicitar esse livro para a editora. Gostei muito mesmo, obrigada por trazer essa resenha.

    ResponderExcluir
  12. Olá Cris!

    Eu não conhecia esse livro acredita? Mas achei o enredo bem interessante e reflexivo sabe? Bom, nem preciso falar que AMO um suspense né? Acho que todo livro precisa ter um pouco, pois nos mantem bem animados durante a leitura e nos faz querer sabe o desfecho. Também achei a escrita parece ser bem trabalhada e reflexiva sabe?
    Gostei da resenha e da forma sucinta que escreveu!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Realmente é uma caixinha de surpresa, me surpreendi com o ultimo paragrafo como assim seu amigo pode ser piro inimigo, e depois que li tudo aquilo fiquei muito curiosa realmente o livro parece ser uma caixinha de surpresa.

    ResponderExcluir
  14. Com certeza vai ser o próximo livro que vou pedir em parceria com a editora. Faz muito tempo que vejo resenhas positivas deste livro e esta resenha me deixou com mais vontade ainda. A gente assiste filmes que pessoas pegam o lugar de outra, mas ler um livro fica naquele suspense bom, né? Ai, acho que vou gostar também!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  15. Quem é a Chloe? O que aconteceu com a mansão dela? E quem é esse Roux da identidade de Inácio? E por que você disse que o amigo dele é na verdade inimigo? Adoro um suspense e adoro Paris. Acho que preciso ler esse livro logo para sanar minhas perguntas! Adorei a premissa, o amor e o suspense.

    Beijos,
    Mariana Baptista
    umavidaporlivro.wordpress.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Cristina, eu li esse livro um tempo atrás e gostei tanto da trama que também dei uma nota bem alta. Achei muito bem desenvolvido e os personagens são bem cativantes. Parabéns pela resenha, fiquei feliz que você tenha gostado tanto quanto eu!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  17. Gente que livro doido!

    não conhecia e confesso que fiquei intrigada com todo esse mistério, trocas de identidade, cursos....hehe!
    queria saber quem é a tal mulher misteriosa e quem fez toda essa confusão!!!!

    que loucura!!!

    adorei a resenha....e a dica!!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oiiie,

    Adorei conhecer um pouco mais sobre a obra, e confesso que adorei. Adoro livros que tenham essa pagada que faz a gente pensar na nossa vida, nas pessoas que estão a nossa volta, que nem tudo que pensamos ter é nosso. Adorei. E admito que vou solicitar com a editora ele . rs

    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi Cristina, tudo bem???
    Eu fico doida com a premissa desse livro... desde que li as primeiras resenha tenho vontade de conhecer essa história... fico tentando entender o que aconteceu com o Inácio e porque mudou de nome, sem ele se dar conta do que estava acontecendo, até pegar o crachá... achei ótimo esse mistério envolvido... curti demais a sua resenha... Xero!

    ResponderExcluir
  20. Gente que história é essa tão cheia de suspense e mistérios? Fiquei abismada e muito curiosa para saber o que estava acontecendo de verdade na vida de Inácio enquanto lia sua resenha.
    Acho que vou ter que ler logo esse livro para descobrir.

    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir