22 março 2016

Resenha - Enquanto bela dormia




Nos salões de um castelo, uma confidente leal guardou por muitos anos os segredos de uma rainha linda e melancólica, uma princesa que só queria ser livre e uma mulher que sonhava com a coroa. Esta é sua história.
Ambientada em meio ao luxo e às agruras de um reino medieval, esta releitura de A Bela Adormecida consegue ser fiel ao clássico ao mesmo tempo que constrói uma narrativa recheada de elementos contemporâneos. Nessa mescla, os dramas de seus personagens – um casal infértil, uma jovem que não aceita viver em uma redoma e uma família despedaçada pela inveja – tornam-se atemporais. Quando a rainha Lenore não consegue engravidar, recorre aos supostos poderes mágicos da tia do rei, Millicent. Com sua ajuda, nasce Rosa, uma menina linda e saudável. No entanto, a alegria logo dá lugar às sombras: o rei expulsa de suas terras a tia arrogante, que então jura se vingar. Seu ódio se torna a maldição que ameaça a vida de Rosa. Assim, a menina cresce presa entre os muros do castelo, cercada dos cuidados dos pais e de Flora, a tia bondosa e dedicada do rei que encarna a fada boa do conto original. Mas quando todas as tentativas de proteger Rosa falham, é Elise, a dama de companhia e confidente da princesa, sua única chance de se manter viva. E é pelos olhos dessa narradora improvável que conhecemos todos os personagens, nos surpreendemos com o destino de cada um e descobrimos que, quando se é guiado pelo amor – a magia mais poderosa do mundo –, qualquer pessoa é capaz de criar o próprio final feliz.

Livro: Enquanto Bela Dormia
368 páginas || Skoob || Editora: Arqueiro || Onde Comprar









"Eu poderia ter enganado Raimy com uma mentira e enxotado-a dali. Mas olhei para minha querida bisneta e constatei que não poderia mentir. Nos cinquenta anos decorridos desde aqueles dias terríveis na torre, nunca falei do que havia acontecido lá. Mas, com o corpo fraquejando e a morte se aproximando, eu andava atormentada por lembranças que me invadiam sem ser chamadas, provocando ondas de saudade do que um dia havia existido. Talvez seja por isso que permaneço nesta terra, a última testemunha que viu Rosa quando ela era jovem e não havia ainda sido atingida pela tragédia. A única que viu o desenrolar de tudo, desde a maldição até o último beijo."

Elise, uma senhora já de idade avançada, certa noite ouve sua bisneta Raimy encenando para os irmãos mais novos o famoso conto de fadas da Bela Adormecida e isso lhe trás uma dezena de lembranças do passado. Mais tarde, enquanto a mesma bisneta remexe nos baús da bisavó, ela encontra objetos antigos, e deseja saber qual a estória deles, então Elise decide contar para Raimy toda a sua vida passada e os segredos que ela carrega, revelando que conhece e fez parte da verdadeira estória de A Bela adormecida que não é a mesma que foi passada através das gerações, relatando que na verdade é uma estória muito mais complexa e cheia de mistérios do que parece a princípio.

"Por que, ah, por que ela não pediu a cabeça de Millicent? O rei teria feito qualquer coisa por ela, se a rainha se dispusesse a pedir. Mas ela optou por ser uma boa esposa, cedendo aos desejos do marido, e Millicent nos escapou das mãos. Como poderia algum de nós saber que esse era um momento decisivo, a última oportunidade de frustrar os monstruosos planos dela? Ao lhe conceder uma trégua, o rei assinou a própria sentença de morte."

Elise relata para a neta que era filha de uma família de camponeses muito pobres. Quando a varíola dizimou quase toda a sua família, ela resolve fugir do lugarejo onde morava e tentar a sorte no castelo do reino. Para isso, contou com a ajuda de uma antiga amiga de sua mãe, que também trabalhou no local. Bem colocada e crescendo rapidamente nos conceitos da rainha, Elise logo se torna sua ajudante pessoal e passa a acompanhar de perto as tramas e problemas da corte. Acompanha a rainha em sua longa e dolorosa caminhada de dor por não poder gerar um filho, e também acompanha o dia em que supostamente com algumas magias, Millicent, a tia do rei ajuda a rainha Lenore a gerar um filho.

"- Sou mais prisioneira que princesa. Nunca me perguntam o que eu penso nem pedem minha opinião. Sou apenas informada do que devo fazer. Minha mãe nunca fala de amor quando se trata do meu casamento. Como invejo você!"

Com o nascimento da criança, uma bela menina que recebeu o nome de Rosa, a felicidade parece ter chegado com força total no castelo, porém quando o rei descobre a respeito das magias de Millicent logo a expulsa de suas terras, e a mulher, cheia de ódio, joga uma maldição contra Rosa e a família. Flora, a irmã de Millicent promete proteger o reino, através de seus remédios curativos e com a ajuda de Elise, a fiel criada, deixando assim todos sempre em eterna vigia e cheios de preocupação. Até o dia em que algo muito mais forte e muito devastador chega ao castelo, e tudo aquilo pelo qual o rei Ranolf e a rainha Lenore lutaram corre um grande perigo.

Em uma trama histórica muito bem construída, ''Enquanto Bela Dormia'' é uma releitura, mas também trás muitas informações históricas e histórias paralelas que dão um toque especial na trama. É tudo que conhecemos desde crianças, agora recontada de uma forma mais humana, de um modo que os leitores a sentem próxima de si.

"Consola-me pensar que a história da Bela Adormecida continuará viva depois de todos nós, uma história de maldade derrotada e amor triunfal que ressoará por séculos. E é assim que deve ser. Porque a verdade não é nenhum conto de fadas."

Esse é um livro maravilhoso e inesquecível. Um livro que nos leva para um reino distante e nos faz reviver a estória da Bela adormecida, tão conhecida por todos desde muito novos. Desde que descobri o lançamento fiquei desejando ler, mesmo a princípio não tendo percebido que é uma releitura do conto de fadas, só fui saber disso através de resenhas que acompanhei depois. Assim que comecei não consegui mais parar, a estória narrada pelo ponto de vista de Elise, uma simples criada teve um charme todo especial, pois ela nos passa tudo o que acontecia em todos os pontos do castelo, desde a família real até os outros criados, e podemos também acompanhar outra estória muito interessante, a da sua própria vida.

Narrado em primeira pessoa e dividido em 19 capítulos mais um epílogo, ''Enquanto Bela Dormia'' tem um leve tom de uma estória daquelas que é contada em voz baixa durante a noite ao redor de uma fogueira, e fiquei imaginando a velha senhora Elise narrando todos aqueles fatos para sua neta ávida por informações. É também um livro carregado de fatos históricos, nos mostrando de uma forma muito completa como era a vida nas cortes e cidades antigas. Outro ponto que me chamou atenção de forma positiva foi o fato de a autora saber nos conduzir pelos anos que passam na estória sem nunca perder o fio da meada. Há ainda a guerra da qual o rei e seus soldados participaram, com ela podemos sentir a angústia e todo o sentimento que cerca esse momento, bem como conseguimos sentir junto com cada um os momentos felizes e difíceis.

Algo que adorei foi a escolha do nome de cada personagem. Elise, Rosa, Lenore, Ranolf, Flora, são todos nomes belos. A personalidade desses personagens também é cativante e a rainha Lenore e Elise se tornaram minhas favoritas.

Esse é um livro inesquecível e amei cada página e me senti um pouco melancólica ao chegar no fim, tanto porque desejava ter mais páginas para ler, e tanto pelo modo como o fim foi conduzido, foi belo porém triste. Eu adoraria que esse livro fosse adaptado para o cinema, seria muito interessante ver a rainha, Elise e todos os personagens na tela.

Recomendo para todos aqueles que gostam de uma estória cativante, a qual  não conseguimos parar de ler enquanto não virarmos a última página. Uma trama com reis e rainhas que foram tão humanos e tiveram de forma intensa os mesmos sentimentos que experimentamos diariamente.

24 comentários:

  1. Oi Tamara,
    Eu gosto bastante de releituras, ainda mais por ser uma trama histórica, e é por isso que espero ler esse livro em breve. Pelo que você citou na resenha, os nomes dos personagens são mesmo muito lindos e isso se destaca bastante. Fiquei ainda mais empolgada para ler depois de ler sua resenha. Adoro uma história cativante e sinto que vou me identificar com essa também.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ola Tamara qualquer releitura sempre me chama atenção ainda mais de nossos contos de fadas, amei assim como você os nomes dos personagens já estou com esse livro e espero me encantar assim como você. A capa está linda. Tive a impressão que é uma leitura calma mas ao mesmo tempo envolvente e nesse momento adoraria ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Oii, eu venho acompanhando algumas resenhas sobre ele, e ainda quero ter o prazer de ler!! Eu terminei de ler a pouco encanto mortal e a tua resenha me lembrou um pouquinho dele, acho que por se tratar TB de contos de fadas contados de uma forma diferente, estou louca para conhecer esta releitura, gostei mesmo dos nomes dos personagens, são lindos!!

    ResponderExcluir
  4. Oie Tamara...
    Estou louca pra ler esse livro, só tenho lido resenhas positivas a respeito dele, até comprei meu exemplar mas infelizmente ainda não consegui tempo para ler ele... Ando na correria, pra cuidar do bebê, dar atenção ao blog, a casa, ao marido e ainda ler.. Pra completar inventei de assistir séries e colocar em dia minha vida cinéfila... Já viu né? Mas vou tentar ler ele nas próximas semanas... O livro tem uma premissa que me atrai muito e para completar sou viciada em releituras.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  5. As primeiras resenhas que li desse livro não me trouxeram nada que me fizesse querer pegar o livro e ler. Mas as últimas resenhas que tenho lido tão conseguindo me convencer. Assim como a sua, falaram mais da parte histórica, mostrando que, apesara de ser uma releitura, traz um perfil totalmente diferente na história. Um lado mais real e nem tão romântico.

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tamara! Tudo bem?
    Sempre que vejo a capa desse livro, fico admirada! É realmente linda, talvez uma das capas que eu considere mais bonitas atualmente. Mas a história não me chama muito a atenção, pois apesar de gostar muito de contos de fadas, a história original da Bela Adormecida é uma das que eu menos gosto. Não acho que eu me interessaria muito com esse livro, mas sua resenha ficou muito bem escrita. Obrigada pela dica! Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  7. Já li tantas coisas boas sobre esse livro, mas tantas opiniões negativas também! Tô bem dividida em ler ou não... A trama parece ser ótima, e pela sua opinião do final (que é o que muita gente reclama) ser diferente da opinião dos outros, fiquei curiosa pra ler (até que eu leia outra resenha negativa e fique dividida novamente, haha). Eu gosto de releituras e é legal também que esse livro seja livro único (to tentando tirar o foco de sagas)... Enfim, tenho que ler e tirar minhas próprias conclusões!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  8. Oi Tamara
    Adoro releituras de contos de fadas e só tenho visto resenhas positivas sobre ele.
    Adoro livros com um tom melancólico e personagens cativantes fazendo com que não larguemos até o fim. Fiquei feliz em saber que você gostou tanto da obra, geralmente sua indicações se parecem com o que eu gosto de ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  9. Já li algumas resenhas deste livro e ainda não consegui me sentir realmente cativada ou curiosa para embarcar na leitura. Não curto releituras e nem princesas, então minha antipatia pela obra é normal, porem quando você disse que o final é triste, mas bonito, confesso que senti uma agulhadinha de interesse. Quem sabe não leio e não me surpreendo???? Vamos ver.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá Tamara,
    Que resenha mais apaixonada. Esse livro tem feito a maioria dos leitores gostarem e isso é muito legal.
    Gostei de conhecer um pouco mais da trama. Imagino para a bisavó como deve ter sido ver sua bisneta encenando algo que ela viveu. O livro deve ser mesmo inesquecível.
    Ainda não tenho meu exemplar, mas estou torcendo para ganhar de presente de aniversário
    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, adoro os classicos de contos de fadas e acho que iria gostar bastante desse, já que não é narrado convencionalmente pela mocinha ou pelo vilão, mas pela dama de companhia, uma personagem improvavel, mas ao mesmo tempo, bem escolhida. Bom saber que você gostou tanto, eu não conhecia a obra, mas vou procurar saber mais e lê-lo.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Eu li esse livro não afaz muito tempo e amei essa releitura. A autora tirou aquela fantasia, e mostrou o lado real, com pessoas reais, que falham e erram durante a vida. Uma linda história, que todos deveriam ler. Com certeza será surpreendidos, assim como fui com a história.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Oi, Tamara!
    Gostei muito de saber mais sobre esse livro. É a primeira resenha que me fez hesitar, sabe? Estava decidida a não dar uma chance para essa história, porque estou um pouco cansada de releituras de contos de fadas. Mas parece que você se sentiu tão encantada com o enredo, com a narrativa, com a proposta... que me deixou realmente desejosa por me encantar também. Será que vou gostar tanto quanto você? A história da Bela Adormecida não é minha preferida... Vou refletir melhor sobre isso (rs).

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oiee Tamara ^^
    Amo releituras de contos de fadas ♥ só tenho visto resenhas positivas sobre esse livro, então estou mega curiosa para lê-lo...hehe' os nomes são mesmo lindos, achei-os muito criativos. Estou ainda mais curiosa para saber o que acontece no final, pois vi algumas blogueiras mencionando que o desfecho foi muito bom, e saber que você se sentiu melancólica quando ele acabou me animou ainda mais ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oii, tudo bem?
    Eu não sou muito de ler livros com uma pegada de conto de fadas, mas todos tem falado tão bem dessa historia que eu estou curiosa. Fico muito feliz que a narrativa do livro seja envolvente e que você tenha se apaixonado pela historia, isso só me deixa mais curiosa.

    ResponderExcluir
  16. Eu adoro essas releituras de contos de fadas que vem uma mais linda que a outra. Eu estou doida para ler esse livro desde que vi a capa pela primeira vez e o título. Mas com sua resenha conhecendo mais do enredo fiquei com ainda mais vontade de ler.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Estou muito curiosa para ler este livro desde que ele foi lançado. Adoro releituras de contos de fadas, as coisas ficam mais interessantes, divertidas e em algumas vezes até mais real. Achei legal ser narrado por Elise e não pela Rosa por exemplo. E fiquei bem curiosa para conhecer este desfecho que fez você ficar meio que triste por ele e pelo livro ter acabado. Adorei sua resenha!

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  18. Oi Tamara *---*

    Já vi tantas resenhas sobre esse livro e adorei ainda mais depois de ver a sua, sua impressões são tão claras e precisas que dá até gosto de ler. Já queria ler o livro por ser uma recontagem agora quero ainda mais, achei genial a estória ser contada pelo ponto da vista da criada.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá! :)

    Já tinha ouvido falar do livro e, portanto já conhecia o tema e a premissa... Contudo, este foi um empurrãozinho na minha curiosidade..! :)

    Gostei da experiência de sentimentos e da leitura melancólica e, embora bela, que referiste.. :)

    Para além disso, amo narrações de primeira pessoa! :) Ah! Também adorei os nomes!!! ;)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Desde que li sobre esse lançamento fiquei bem curiosa, já que sou apaixonada por releitura de contos de fadas e essa é uma visão da estória que eu nunca tinha visto. Saber que a narrativa é muito boa e fluida ao longo dos anos, além de ter personagens cativantes me deixa ainda mais animada para ler!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oiee,
    Estou com esse livro aqui pra ler, vou começar ele essa semana. Espero que eu goste, até porque depois dessa resenha creio que irá me agradar muito.

    Frases, Trechos e Pensamentos

    ResponderExcluir
  22. Oi Tamara! Já li esse livro e foi uma leitura muito agradável. Amo adaptações de contos de fadas, mesmo que ela seja muito realista como foi nesse livro. Fico muito feliz que tenha gostado e posso dizer que também considero uma leitura inesquecível e com personagens cativantes. A Elise e a Lenore também foram minhas personagens favoritas. Valeu a pena a leitura! Beijos.

    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  23. Olá! Não conhecia esta releitura, mas me pareceu bem interessante. Achei bacana o ponto de partida da história. Gosto quando o livro traz movimentos assim. parabéns pela resenha e pelos detalhes que você compartilhou. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  24. Adorei a resenha. Não sabia que era um tipo de releitura. Agora estou com mais vontade ainda de ler.

    ResponderExcluir