23 março 2016

A Chama da Esperança - A Princesa Renegada - Parte I




Movidos pelo preconceito, pela sede por poder e pela perda, humanos e feiticeiros eram inimigos desde os primórdios de Yuan, gerando guerras e destruição. Durante uma terrível guerra, que ficou conhecida como a Grande Guerra de Willford, Kaira perdeu o seu lar e sua família. Quando uma nova guerra se inicia, ela não faz ideia do que está por vir, mas a jovem feiticeira recebe a difícil tarefa de reunir os cinco clãs de feiticeiros da nova República em um único e poderoso exército. Será que ela vai conseguir?
Em uma aventura que percorre as planícies de Ghennas, a montanha gelada de Liore, os desertos de Rockaxe e as margens do rio Armon, Kaira, seu melhor amigo Garo e dois companheiros mais do que improváveis descobrem que há muitos segredos que alimentaram o ódio entre os dois povos.

Livro: A Chama da Esperança - Parte I
                                  381 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arwen || Onde Comprar







“Nem todos os feiticeiros são iguais, assim como nem todos os humanos. É um erro julgar uma espécie inteira pelo que somente alguns fazem. ”

Um livro fantástico e inesquecível. Uma obra que orgulharia os mestres do gênero Fantasia e que trás aos nossos dias, um enredo de elementos clássicos da Fantasia Épica e da Magia elementar.

Em ''A Chama da Esperança Parte I'' temos uma luta incessante de Humanos e Feiticeiros. Uma rivalidade que se estende há mais tempo do que conseguimos entender pela leitura. Os humanos e feiticeiros travaram uma guerra que acabou há quinze anos atrás quando os Falcões Negros - grupo terrorista de feiticeiros que quer assumir o poder de ambos os lados – surge e desaparece da mesma forma que apareceu. Mas como? Vou contar a estória de Willford e da República dos Cincos Clãs de Feiticeiros.

Os Falcões Negros desaparecem porque foram selados por uma magia antiga e muito poderosa pela ex rainha do reino humano, a Feiticeira Rosaria que com uma tentativa desesperada tentou salvar sua filha da morte. Assim com o desaparecimento dos terroristas e causadores da guerra, as lutas entre humanos e feiticeiros cessou. Nessa época, os feiticeiros foram para o lado inabitado do território de Willford e fundaram sua nova República.

A divisão ficou assim: Aluminia era a capital dos Feiticeiros dos Trovão, Flameria era a capital dos Feiticeiros dos Fogo, Rockaxe era a capital dos Feiticeiros da Terra, Prima D’Acqua capital dos Feiticeiros da Água e ninguém sabia onde ficava a capital dos Feiticeiros do Ar que adoram viver isolados dos demais.

Passaram quinze anos e a filha de Rosaria com o Rei Albert – humano – cresce normalmente sem saber sua origem real num povoado simples dos feiticeiros do fogo. Fora criada pelo seu avô Sahir e por sua tia e professora Adill. Kaira é uma jovem de 15 anos que odeia obedecer às regras e nunca vai nas aulas de sua tia. É amiga inseparável de Garo que é uma jovem responsável e muitas vezes babá de Kaira.

“Além disso, era impossível que Elliot tivesse feito tudo isso sozinho. Ele tinha aliados. E algum dia, o preço dessa aliança seria cobrado. ”

Os Falcões Negros ressurgem novamente após o fim do feitiço do selamento que Rosaria tinha feito e foram cobrar sua parte no contrato com seu “Benfeitor”, ninguém menos que Elliot Seres, Primeiro-Ministro de Willford e causador de ambas as guerras e que maltratava a filha bastarda da Princesa Allana, irmã do rei Albert que era a atual rainha do lugar e assim, eles começam a causar lutas entre humanos e feiticeiros, causando mais destruição e ódio em ambos os lados.

Com tudo isso, cidades de ambos os lados são aniquiladas e pessoas e feiticeiros são mortos, consequentemente incitando a uma guerra sem precedentes. O povoado de Kaira é destruído e seu avô morto pelo capitão do Primeiro Esquadrão de Willford e a partir daí,  a jovem jura se vingar do capitão Hawk que é um homem amargurado pelas suas grandes perdas do passado e não sabe sua verdadeira origem e quem é de verdade (Não descobrimos nada sobre sua identidade nesse livro. Uma pena para mim).

Adill que é uma mulher estrategista como seus pais começa a ajudar sua sobrinha na organização do Exército da Esperança que nada mais é que a união dos soldados dos cincos clãs de feiticeiros contra Willford. O problema é que a República é apenas um conceito vazio, pois os feiticeiros não se dão bem. Os do Fogo odeiam os do Trovão, porque tem tecnologia mais avançada e se acham os “Melhores”, os da Água são ligados à Natureza e são vistos como “fracos” perante os demais, os da Terra são taxados de ladrões devido sua antiga fama quando viviam em Willford e ninguém sabe do paradeiro dos feiticeiros do Ar.

“Ainda havia em Willford uma faísca que desejava destruir o novo país fundado pelos feiticeiros. ”

Com uma missão difícil e delicada à sua frente, Kaira se sente fraca e confusa. Não sabe que caminho tomar ou que decisões seriam as corretas para seu povo. O ódio pelo capitão Hawk alimenta sua coragem, mas também atrapalha seu bom senso e a necessidade iminente de ser uma líder forte e prudente. Com a ajuda de seus amigos Garo, Joseph – filho do rei de Flameria – e Christine que é a jovem sucessora do poder do povo da Água e outros, a jovem filha da lendária Rosaria encarará as mais tenebrosas criaturas e armadilhas para a sobrevivência de toda sua espécie.

Paralelo a isso, temos a fuga da Rainha “bastarda” Yukiko com o ministro Aramis – apaixonado por ela – para se juntarem aos feiticeiros, pois descobriram toda a verdade sobre o corrupto Primeiro -Ministro de Willford e querem a paz entre os povos e as punições cabíveis à Elliot Seres.

“Os Falcões Negros, os salvadores da ordem, aqueles que estão fazendo a justiça depois de centenas de anos de opressão por parte da- queles seres inferiores, que se intitulam humanos...”

Será que os feiticeiros conseguirão contra-atacar os humanos? Por que os Falcões Negros querem tanto o poder sobre ambos os lados, já que são feiticeiros também? Por que os clãs de feiticeiros não se unem para destruir seu inimigo em comum? Será que Kaira conseguirá unir da República em prol da paz? Qual será a verdadeira identidade do capitão Hawk?

Não posso negar que estou muito ansiosa pela continuação, porque o final foi surpreendente e perdi alguns fios de cabelos com a surpresa (risos).

Os personagens são muito bem elaborados e me encantei por todos. Kaira é uma adolescente e tem os traços de personalidade de sua mãe. Dona de um espírito indomável e livre. Agora sabe a importância do conhecimento e da responsabilidade que tanto sua tia Adill lhe falava. Nunca percebeu os sentimentos de seu amigo Garo por ela que cresce durante toda a narrativa e somente seu desejo por vingança pode colocar tudo a perder.

Garo e Joseph são os dois rapazes que vivem discutindo e isso torna o diálogo entre ambos muito divertido, porque Jospeh é um galanteador barato e Garo fica com ciúmes quando Joseph se aproxima de Kaira. Christine é uma jovem divertida e animada, mas prudente como seu povo e dona de um poder sobrenatural para ler a mente de humanos e feiticeiros.

Adill é uma mulher forte e cheia de cicatrizes devido a perda de seus pais, avô e sua irmã e tenta preparar sua sobrinha para assumir seu trono de Willford no futuro e sempre esquece de suas necessidades já que agora vive um clima “romântico” com nosso anfitrião do Quartel-Geral dos cincos clãs.

O enredo é bem original e os nomes dados aos personagens e lugares não causam nenhuma estranheza no leitor e são fáceis de serem memorizar e pronunciar. O que seriam os livros de Fantasia sem os nomes estranhos e lugares mágicos de seus enredos? Cada lugar é bem detalhado e sempre fiquei imaginando os lugares quando lia o livro. Queria muito conhecer a República dos Cinco Clãs.

“[...]de nada adianta o conhecimento, se não houver o poder de escolha”.

A magia aqui é muito similar ao desenho animado Avatar que traz uma estória de quatro povos divididos entre Trombadores de Ar, Água, Fogo e Terra, mas em nosso livro em questão temos os feiticeiros do Trovão que completam os clãs com maestria. Gosto mais da magia elementar que é dividida por elementos naturais do que por bruxos como em outros livros – leia-se Harry Potter- porque são mais simples de se entender e encantadoras.

O mundo criado pela autora é adorável e mostrado de forma eficiente no mapa no inicio do livro. Compreendemos a geografia dos reinos e nos situamos com a caminhada dos personagens.

Um livro de magia clássica e fantasia épica que entra para marcar uma geração de autores nacionais talentosos e detentores de uma habilidade extraordinária de cativar os leitores e hipnotizar os mesmos com enredos bem elaborados aliados à personagens adoráveis e bem construídos.

“A Chama da Esperança é descrita como uma pedra para feiticeiros de Fogo... Pequena, vermelha, lapidada em formato oval. Sua característica mais marcante é uma pequena chama que existe dentro dela e jamais se apaga, daí seu nome. ”

Em ''A Chama da Esperança'' encontramos um mundo singular e peculiar que definitivamente conquistará qualquer pessoa apaixonada por Fantasia e Magia e que veio para ser inesquecível.

19 comentários:

  1. Olá Joanice, tudo bem?
    Definitivamente, não conhecia esse livro, mas pelo que você comentou deve ser um livro fantástico, sem contar que amo esse gênero. A editora está de parabéns por investir nessas obras maravilhosas. Espero ter a oportunidade de ler em breve.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ola Joanice para uma amante de livros de fantasia sua resenha showww me obriga a ler esse livro, gostei da capa. da premissa do destaque que deu aos pontos positivos do livro, e já estou curiosa com esse final menina. E Editora tem investido bastante em livros do gênero o que adoro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Joanice, tudo bem?
    Não conhecia o livro ainda, mas achei a premissa dessa história bem interessante.
    Adoro ler livros de fantasia e achei o universo criado pelo autor bem original e atraente.
    Que bom que os personagens são bem construidos pois isso é um fator muito importante e que eu levo muito em consideração na hora de escolher minhas leituras.
    Tenho visto cada vez mais autores nacionais publicando ótimos livros de fantasia e isso me deixa muito contente e orgulhosa dos nossos autores.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Não é de hoje que eu babo demais nos livros que a Arwen tem lançado. Sinto falta de ler fantasias assim, onde tem guerras entre humanos e feiticeiros e tals. Com certeza será uma leitura muito agradável. Fiquei feliz em saber que é uma fantasia épica e que o mundo criado pela autora é fantástico e é daqueles que da vontade de morar dentro. Adorei a premissa, adorei os pontos destacados e a fantasia dele. :)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Joanice.

    Eu não conhecia a obra, mas gostei bastante das suas considerações e a trama me interessou, visto que eu gosto bastante de livro de fantasia. Eu nunca li algum livro que se tratasse de luta de humanos e feiticeiros e isso é um ponto positivo, pois assim dá uma inovada. Fico ainda mais feliz de o autor ser nacional e devemos valorizar nossa literatura.
    Amei sua resenha.
    Beijos!
    http://www.anebee.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Minha nossa!
    Que livro é esse gente?
    Quanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, que riqueza de detalhes tu trouxe!
    Preciso muito ler esse livro, estou apaixonada, pelo livro e pela sua resenha...

    Bjsssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Oii Lindona! Tudo bem?
    Menina, amei sua resenha! É a primeira que leio sobre o livro e fiquei encantada, mesmo não sendo um gênero que eu leio muito. Fiquei curiosa! Toda essa coisa de mundo novo e toda essa fantasia me deixou empolgada! Espero mesmo ter a oportunidade de realizar a leitura em breve.
    Beijos!! <3

    ResponderExcluir
  8. Olá Joanice,
    Que resenha mais apaixonada *-*
    Adorei a premissa do livro, os personagens me pareceram incrivelmente bem construídos e desenvolvidos, a trama me parece incrível!
    Achei legal essa similaridade com Avatar, pois adoro esse último. Tenho certeza que é um livro que lerei e amarei. Mas, não lerei de imediato, vou esperar a continuação e ler numa tacada só rs.
    Beijos ♥
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Já tinha visto a capa desse livro em algum lugar, mas não havia me atentado a saber do que se tratava. Mas nossa, você teceu tantos elogios que aguçou minha curiosidade. Adoro fantasia, a maior parte das minhas leituras é desse gênero. Adorei a capa, achei uma gracinha.


    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  10. Oie Jo,
    Eu estou começando a entrar nesse mundo da fantasia, li pouco títulos do gênero, mas que me proporcionaram boas experiências, sendo assim estou super aberta a novas indicações do tipo. Amei sua resenha, deixou bem claro do que se trata o livro e apresar da comparação com o desenho avatar (que eu nunca consegui gostar), fiquei com vontade de conhecer essa história mais de perto.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  11. Oiii!!

    Primeira resenha que leio para esse livro e achei ela magnifica! Não é segredo pra ninguém que eu não sou fã de fantasias, mas eu ADORO resenhas para as obras! Os autores escrevem muito bem esse genero e eu fico mega admirada quando eu vejo o quanto eles evoluem ao criar os enredos sabe?
    Saber que os personagens e os enredos foram bem criados me conquista! Espero de coração que adore o segundo livro!!

    A capa está ótima também!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oi Joanice, sabe que eu não curto muito esse gênero de fantasia, mas esse livro parece ter algo de diferente que chama minha atenção, por isso eu acredito que daria sim uma chance a ele para ver o que eu acho. Parabéns pela resenha maravilhosa!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  13. Adoro livros de fantasia, principalmente os que apresentam algo de original. Realmente os nomes diferentes fazem parte do gênero, mas fico feliz de saber que você memorizou tudo com facilidade. Para mim é essencial que aconteça o que aconteceu com você, que eu consiga visualizar bem os lugares criados, preciso disso para entrar de verdade na história. Com certeza os personagens bem construídos ajudam muito no meu envolvimento também. E amo livros com mapas! *-* Vou querer ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Olá

    Não conhecia o livro,primeira resenha que leio do livro, ele chamou minha atenção logo na capa, achei bonitinha e adoro livros do gênero, gosto de ver como cada autor cria seus personagens e conduz a história, leio vários livros do gênero e adorei conhecer um pouco mais sobre esse.


    Bjss

    ResponderExcluir
  15. Nossa Joanice, que resenha super completa! Parabéns! Realmente é um livro e tanto tendo todas estas peculiaridades e detalhes. Eu já me perderia de início na quantidade de nomes que o livro tem porque sou meio difícil de lembrar os nomes, mas é uma história que realmente mostrou ter início meio e fim e co direito à continuação! E não é tão longo pela quantidade de páginas. Só não gostei quando você mencionou Avatar porque não curti em nada o filme, acredita?

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Jo!
    Deu vontade de ler só pela capa sabia?
    Depois que vi suas impressões tive certeza de que preciso ler.
    Adoro histórias com personagens bem elaboradas e elementos de magia. Já quero para mim.
    Parabéns pela resenha. Muito explicadinha e me deixou bem empolgada.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Recentemente estou vendo tantos autores nacionais de fantasias épicas se destacando, que me pergunto quando as pessoas do país vão perceber que precisam dar mais valor a eles, e apoia-los para que mais editoras queiram publicar.
    Pela sua resenha percebi que o livro é realmente incrível, e a edição é mais destruidora ainda, porque Arwen sempre arrasa nas edições.
    Fiquei encantada e com certeza quero ler

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  18. Tenho lido muitos nacionais e me surpreendido positivamente com eles! Ainda não li muitos nacionais do gênero fantasia, eu amo fantasia, magia e tudo que envolve o gênero! Pela sua resenha super positiva, eu já quero o livro! Sua resenha ficou ótima, despertou o interesse pelo livro! Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi!!
    A capa desse livro é uma fofura só. Eu amo livros de fantasia e você favoritou, então pelo visto a história é boa mesmo.
    Feiticeiros, eu gosto desse tipo de personagem que mexem com magia elemental, eu vou ler esse livro sim.
    Gosto quando o livro traz um mapa para ajudar o leitor a se localizar.
    Cada vez mais tem autor nacional apostando nos livros de fantasia e tem muitos que são ótimos, vou aproveitar que sou parceira da editora e correr para ler esse livro.
    Obrigada mesmo por apresentar a resenha dele aqui, você me convenceu a lê-lo.
    Beijão!
    Lilica - O maravilhoso mundo da leitura

    ResponderExcluir