últimas resenhas

Resenha - Preciso viver

 


Título:
Preciso viver
Autora Parceira: Adriana Brandão
N° de páginas: 647
Editora: Angel
Skoob
Onde comprar: Editora Angel
A vida... O que falar dela, quando aos dez anos, tem-se a sua metade tirada? E, além disso, ter de presenciar sua mãe entrar em depressão por perder o marido e filha de forma tão cruel? Isso aconteceu com Emily, ela teve que ser forte por sua mãe. Depois de tudo, veio o primeiro amor, e com ele tudo de catastrófico. Ela mudou por causa da dor e da decepção, agora só pensa em terminar a faculdade, seguir carreira e ajudar sua mãe, nada mais.“Ela escolheu deixar de ser a menina da sua vida, para ser a mulher da vida dela. ”

Crescer antes do tempo, amadurecer sem estar pronto ainda. A vida ensinou para Declan da maneira mais difícil. Mas a vida tem dessas coisas! Ele amava e admirava o pai... Só que a pior decepção é aquela que vem de onde menos se espera. Único filho homem e sendo o mais velho, ele teve que tomar a responsabilidade para si e cuidar da mãe e da irmã. Declan se tornou uma pessoa forte.
“A vida me fez assim e aqui estou. ”

Será que conseguirão dar para si a oportunidade de viver um amor em sua prioridade?


Eu não sei muito bem o que esperava quando comecei a ler este livro e admito ter me surpreendido em todos os sentidos. Não tem como voltar atrás e deixar de sentir ou esquecer. A história uma vez que se começa a ler nos torna refém, por isso, Preparem-se!!


O livro conta a história de Emily Dantas, uma Brasileira que está prestes a se formar em Publicidade e Propaganda, que após sofrer a perda de duas pessoas essenciais em sua vida, se torna o apoio e a força que sua mãe precisava para suportar o grande sofrimento que lhe toma.

"Minhas lágrimas, aí estão vocês, sempre aparecem e nunca me deixam. Tento limpar os meus olhos e retornar para o meu outro mundo, o mundo dos livros, onde me desligo da realidade. Entre um e outro intervalo das aulas, eu fujo, essa é a expressão. Fujo para o meu esconderijo, onde estou agora."

Na história também conheceremos Declan, um homem trabalhador e empresário de sucesso, que viu sua vida se transformar por causa de um erro crucial cometido por seu pai. Ele é Italiano, mas mora no Brasil com a mãe e a irmã Dani. Além de ser também primo de Ivy, melhor amiga de Emily.

Assim, os destinos de Emily e Declan estão ligados e seus caminhos irão se cruzar em um dia qualquer, após os dois trombarem acidentalmente na rua. A atração entre eles é imediata e a antipatia também. Mas quando Emily descobre que Declan será seu chefe na nova empresa que está abrindo em sociedade com seu tio Paul fica ainda mais difícil ainda de resistir.

"-- Já fui chamado de muitas coisas, mas nunca de "homem das cavernas". -- Ele faz sinal de aspas.

Os dois vivem às turras no trabalho e fora dele também, mas no dia do aniversário de Declan eles decidem dar uma chance ao que sentem um pelo outro e a partir daí, o relacionamento deles é colocado a prova de maneiras inimagináveis e surpreendentes.

Um livro que contém vários acontecimentos e que vocês precisam ler e sentir todas as emoções contidas dentro dele, porque com certeza ficará sem fôlego assim como eu fiquei !



[- Minhas impressões -]

Bem, logo no começo eu disse que não seria possível deixar de sentir ou esquecer toda a emoção que essa história me causou e continuo pensando da mesma forma, porque a maneira como a autora construiu os capítulos intercalando passado e presente dos personagens principais ao longo da história foi muito bem feito e me proporcionou uma leitura emocionante ao transmitir com intensidade e dor os sentimentos de cada um.

Preciso viver foi uma das leituras mais impactantes que fiz este ano e a história me sugou com tamanha força para dentro do livro que pude sentir por várias vezes a dor de Emily e Declan, e assim, me deixando sem fôlego.

É um livro forte, intenso e dotado de uma beleza sem igual. Com um lindo romance que é capaz de vencer todos os obstáculos e provações. Me fez rir, amar, odiar, desejar, querer, vibrar e chorar. Nossa, como eu chorei! Chorei de alegria, tristeza, emoção e, por fim, de júbilo. Senti um carrossel de emoções ao me envolver profundamente com os personagens Emily e Declan.

A escrita da Adriana é simplesmente impecável. Tem romance, drama, comédia, perda, ciúme, término, amores impossíveis, enfim, tem tudo o que eu acredito que seja o ideal para tornar uma leitura fascinante para o leitor.

E uma das coisas que mais gostei foi que a autora não exagerou no drama, ou seja, não foi forçado, aquele tipo de drama que pesa na história e acaba deixando o leitor angustiado e que por muitas vezes o leva a desistir do livro. Que não é o caso desse livro, principalmente porque ela soube dosar muito bem todos os elementos, o que me fez ler sem nem ao menos sentir o tempo passar. Quando me dei conta, já havia terminado de ler as 647 páginas como se não fosse nada de demais.

Sinceramente, eu acho incrível quando o autor (a) consegue esse feito, pois 647 páginas é muita coisa, vamos combinar. Mas neste livro em especial, foi super fluída e ágil a leitura. Quanto mais eu lia, mais queria ler.


O grupo de amigos de Emily e Declan foi uma sensação a parte e deu um gás e tanto para a história. Amei o espaço dado a Ivy, Caleb, Tatiana, Murilo, Dani e Tulio. Foi muito bom acompanhar um pouco de suas histórias, de uns mais que outros, já que alguns tiveram muito mais destaques do que outros. Penso que seja a deixa para um livro futuro de Dani e Tulio em que suas histórias serão melhor abordadas, pois sinto que eles merecem isso.

Outros personagens mais maduros que tiveram destaque na história e que eu gostei muito foi a mãe e o padrinho de Emily e os pais de Declan. Achei demais a autora ter dado tamanho destaque a esses personagens.

O livro é lindo e ganhou meu coração para sempre e espero que todos que vierem a ler sintam toda a emoção e a linda mensagem contida nele.

Não conhecia a autora Adriana Brandão e nunca antes havia lido um livro seu, mas depois de Preciso viver, me tornei sua fã e torço para ler outras obras suas porque sua escrita é incrível e me cativou completamente.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário