21 setembro 2018

Resenha - A Boa Filha


Título: A Boa Filha
Autora: Karin Slaughter
N° de páginas: 464
Cortesia: Editora HarperCollins
Skoob
Onde comprar: Amazon/Submarino

Quando eram adolescentes, a vida tranquila de Charlotte e Samantha Quinn foi destruída por um terrível ataque em sua casa. Sua mãe foi assassinada. Seu pai - um famoso advogado de defesa de Pikeville, Geórgia - ficou arrasado. E a família foi dividida por anos, para além de qualquer conserto, consumida pelos segredos daquela noite terrível. Vinte e oito anos depois, Charlie seguiu os passos de Rusty, seu pai, e se tornou advogada - mas está determinada a ser diferente dele. Quando outro caso de violência assombra Pikeville, Charlie acaba embarcando em um pesadelo que a obriga a olhar para trás e reviver o passado. Além de ser a primeira testemunha a chegar a cena, o caso também revela as memórias que ela passou tanto tempo tentando esconder. Agora, a verdade chocante sobre o crime que destruiu sua família há quase trinta anos não poderá mais permanecer enterrada e Charlotte precisa se reencontrar com Samantha, não apenas para lidar com crime, mas também com o trauma vivido.

A boa filha é mais uma obra-prima de Karin Slaughter, um enredo sólido, com caracterizações fortes e reviravoltas extraordinárias, um misto de drama e terror que faz arrepiar até os leitores mais corajosos.



Não posso começar a resenha sem antes dizer que "A Boa Filha" está entre os melhores livros que li até agora. Isso não é exagero, muito pelo contrário. E como bem diz a sinopse, é mais uma obra-prima de Karin Slaugther, sem sombra de dúvidas. Dito isso, vamos à resenha. Te prometo que você não vai se arrepender.