18 setembro 2018

Resenha - O Coro dos Defuntos


Título: O Coro dos Defuntos
Autor: António Tavares
Cortesia: Leya
Páginas: 208
Skoob
Onde comprar: Amazon / Saraiva

Com personagens inesquecíveis e um texto extremamente original, O coro dos defuntos, romance de António Tavares, vencedor do Prêmio LeYa 2015 e aplaudido pelo público e pela crítica, é um retrato ímpar da última geração que vive esse momento histórico, do ano de 1968 ao 25 de Abril de 1974.
São tempos de grandes avanços e convulsões, mas, numa pequena aldeia portuguesa, os habitantes preocupam-se, sobretudo, com a falta de chuva, a praga e as colheitas, como a das uvas. E é nessa pequena aldeia que coisas muito estranhas começarão a acontecer: uma velha prostituta é estrangulada, o suposto assassino some dentro de um grande rochedo, uma mocinha casta que coleciona santinhos sofre uma inesperada metamorfose e a parteira, que também é bruxa, sonha com o ditador (Salazar) que cai da cadeira, e ela vê crescer-lhe, como espécie de hematoma, um enorme cravo vermelho dentro da cabeça. E eis que a primeira televisão chega e “as gentes” da aldeia começam a assistir às transformações por que passam o mundo.