04 outubro 2017

Resenha - O Desafio

Título: O Desafio #2
Autora: Rachel Van Dyken
EditoraCia das Letras / Suma de Letras
Páginas: 360
Skoob
Onde comprar: Submarino

Como vai? Quer dizer, faz tanto tempo! Na verdade, fazia onze meses, uma semana e cinco dias. Mas quem é que estava contando? Não ela. Jake Titus é rico demais, bonito demais e arrogante demais: qualidades que, anos antes, fizeram Char Lynn viver com ele a melhor noite de sua vida - e em seguida a pior manhã, quando ele a dispensou. Agora terão que se reencontrar no casamento de Kacey, a melhor amiga dos dois. Seria uma situação estranha, mas suportável... Se vovó Nadine não tivesse sido desafiada a uni-los. Como padrinho e dama de honra dos noivos, Jake e Char têm que passar cada vez mais tempo juntos. Ele é um galinha mimado, e ela é uma garota maluca. Então porque não conseguem resistir um ao outro? Quando Jake para de se comportar como um babaca e começa a agir como o homem que Char sempre teve esperança de que ele pudesse ser, fica cada vez mais difícil lembrar que ele já a magoou. E agora Jake vê nela tudo o que sempre quis - só precisa fazer Char acreditar nisso.







No segundo livro da série nos deparamos com o incrivelmente lindo e inconstante Jake Titus e seu talento incorrigível em quebrar corações apaixonados.

Jake é aquele típico riquinho mimado acostumado a ter tudo o que sempre quis. Porém, depois de mais uma de suas noitadas regadas a mulher, bebida e fotógrafo para tudo quanto é lado vovó Nadine não vê outra solução que não seja castigar o neto caçula e o demitir do cargo de Presidente da empresa da família. Mas essa decisão colocará Jake em muitas situações para lá de embaraçosas. E como bem diz o ditado: "desgraça pouca é bobagem", ele percebe que seus problemas estão só começando quando dá de cara com Char, a última pessoa que ele gostaria de encontrar dentro do avião de volta para casa. Sem contar que, assim como vovó Nadine e ele, ela também está indo para o casamento de seu irmão Travis com a melhor amiga de ambos, Kacey.


"Verão de 2002
- Jake! Me segura! Me segura! - gritou Char, preparando-se para cair de costas durante o exercício de confiança no acampamento do último ano do ensino fundamental".

Char e Kacey sempre foram muito amigas e durante algum tempo ela acreditou que Jake também era seu amigo, mas por conta de uma cena vergonhosa protagonizada por ela na escola onde Jake não fez absolutamente nada para ajudá-la Char percebe que não pode contar com seu apoio, e por causa disso ela prefere se afastar dele, e é exatamente o que ela faz. Depois de algum tempo afastados eles se reencontram e eis que algo pelo qual ela sempre sonhou finalmente acontece entre eles, mas infelizmente Jake volta a decepcioná-la e Char mais uma vez quebra a cara com ele fazendo com que ela chegue a triste conclusão de que ele jamais será parecido com o homem que ela almeja ter ao seu lado. Por conta disso, Char não alimenta mais nenhuma esperança de ter o seu amor e é com um misto de choque e surpresa que ela se vê cara a cara com Jake no mesmo avião que os levará para casa

"Respire, Char. Respire. Inspire, expire... pronto.
- Melhor? - sussurrou Beth.
- Não. - Char mordeu o lábio e olhou para o corredor. O mesmíssimo corredor por onde, minutos antes, Jake Titus passara. Ele chegara a olhar para ela e abrir um sorriso educado antes de continuar o caminho até seu assento".

Depois deste fatídico encontro os dois se veem obrigados a passar mais tempo juntos do que gostariam e tudo por culpa de vovó Nadine que, com sua esperteza fora do comum percebe que aconteceu algo de muito sério entre seu amado neto e a encantadora jovem que permanece inacabado. E como de boba vovó Nadine não tem absolutamente nada, ela começa a armar inúmeras situações para lá de engraçadas e comprometedoras para cima dos dois, forçando-os a conviverem mais um com o outro e também a se redescobrirem um aos olhos do outro e vice-versa.

" - Ok, qual é a emergência?
Jake suspirou e apontou para a avó, que naquele momento dançava bem no meio da loja.
- Estou confusa. Ela está doidona? - Char olhou para vovó, que continuava a dar dois passos e virar, para então parar, bater o pé e recomeçar".

A partir desse momento o que não irá faltar ao convívio forçado dos dois será muita confusão, mal entendidos e a descoberta do amor. Só que para Char ceder a esse sentimento Jake precisará provar a ela que não é mais o babaca de antes, e que é verdadeiramente merecedor de ocupar o lugar mais ilustre de seu coração. Mas como ele irá fazer isso vocês precisarão ler o livro para descobrir (risos).


" - Olá! - Uma mulher surgiu em uma sacada acima dos dois. - Desculpe deixá-los sob os refletores desse jeito, mas sua querida avó disse que vocês precisavam de uma boa risada.
- Ha-ha. - Jake ia estrangular a avó.
- De qualquer jeito, imagino que já tenham recebido instruções sobre a dança de vocês.
- Dança? - perguntou Jake.
- Nossa? - indagou Char.
- Mas é claro! Sou Madame, a melhor professora de dança da cidade".





[- Minhas Impressões -]

O livro O Desafio é mais uma história muito bem escrita e desenvolvida pela autora Rachel Van Dyken. E assim como no livro anterior este também possui muitos momentos de extremo humor, pois vovó Nadine é simplesmente incansável no que diz respeito a arrumar mulheres para seus netos e o que ela é capaz de fazer para ver seus queridos meninos felizes e bem casados é de deixar qualquer pessoa completamente maluca.

O romance exala de todas as páginas do livro tornando a trama bem leve e gostosa de ler sem contar que Travis e Kacey retornam à história, e por conta disso eu pude matar um pouco a saudade dos dois.

Foi extremamente prazeroso para mim ver a mudança que se operou em Jake e em suas atitudes perante a Char porque eu não caia de amores por ele logo no início da história, mas depois eu simplesmente gamei nele (risos).

Entre Jake e Char rola uma química tão grande que chega a ser perigoso quando os dois estão muito próximos, já que eles mal conseguem disfarçar o que sentem, tornando assim muito difícil e complicado mascarar os sentimentos que despertam em ambos.

Char é um personagem extremamente encantadora e eu torci muito para que ela fosse finalmente feliz, uma vez que ela só podia contar com o amor de sua irmã mais nova Beth, que aparece em alguns momentos deixando bem claro para mim que vovó Nadine já está de olho nela e com intenções seríssimas de lhe arrumar um marido (risos).

O mais legal pra mim das histórias da Rachel é que não tem aquele drama super complicado que parece até que demora uma eternidade para que enfim o casal possa ficar junto. Ao longo da trama eu fui curtindo o passo a passo que os levaram para os braços um do outro e foi muito bom ser testemunha desse momento.

A autora simplesmente me conquistou ao me apresentar personagens tão agradáveis e carismáticos, e como se só isso não bastasse ainda trás uma vovó Nadine cada vez mais assanhada e descarada, que só faz agradar ainda mais a mim enquanto leitora e só de saber que ela estará presente em mais um livro dessa super série eu fico tremendamente animada e ansiosa para acompanhar as tramoias e armações dessa velhinha absolutamente fantástica e maravilhosa. Quando chegar ao fim essa série eu sei que sentirei muita falta de todos os personagens que alegraram demais os meus valiosos momentos passados com um livro na mão e por isso mesmo quero ler outros livros da Rachel, pois com certeza ela ganhou em mim uma leitora fiel e voraz de suas histórias.

E por fim, mas não menos importante, devo dizer que achei a capa do livro muito fofa e romântica e termino dizendo que shippo (eu sempre quis dizer isso) demais o casal Jake e Char (risos).


PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!




14 comentários:

  1. KALINE!
    Muito bom quando podemos acompanhar o crescimento das personagens de um livro para o outro e assim enriquecer ainda mais a leitura, já que é tão divertida e com romance intenso, melhor.
    Tenho a maior vontade de ler só para conhecer Vovó Nadine, deve ser uma figura ímpar e bem hilária.
    Que outubro venha carregado de boas energias!
    “A missão suprema do homem é saber o que precisa para ser homem.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  2. Ao ler essa resenha lembrei dos filmes de comédia romântica, filmes esses que adoro assisitir!! A historia desse livro deve ser ótima de ler, ver os personagens se odiarem e depois descobrir que se gostam, me veio um filme inteiro na cabeça..rs
    Já gostei dessa personagem da vovó Nadine, deve ser muito engraçada!! Esse livro vai para minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi sobre essa autora, mas nunca li seus livros.
    Depois de ler a sinopse e a resenha desse livro eu tive a impressão que é mais um daqueles clichês em que o casal se gostam mas por causa de algo que aconteceu no passado só ficam junto no final mas como eu gosto desse tipo de estória fiquei com vontade de ler.
    Gostei de saber que tem personagens engraçados e pelo visto a avó é uma das melhores personagens.
    Não tenho opinião sobre a capa pq não sei como é a descrição dos personagens para saber se eles se parecem com as pessoas da capa.
    Fiquei curiosa para conhecer a estória. O livro entrou pra minha lista.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei tentando me recordar de quando esse lance do "bad boy" ter ganhado um espaço significativo na literatura.
    No início, eu era bem pé atrás com tudo isso,hoje? Adoro!rs
    Os mocinhos sempre trazem aquela pitada de realidade, de suas manias, manhas e jeitinho de conquistar ou afastar.
    Namoro o primeiro livro já faz um tempinho, que aliás, tem também uma capa única e toda melosa.
    Quero muito poder ler os dois livros e claro, torcer pelo casal improvável!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Achei o começo bem glichê, nunca tinha ouvido falar desse livro, por mais que este tenha sido o segundo... Achei legal você destacar que Jake não era legal e que o personagem mudou bastante, eu gosto quando as autoras fazem isso, amadurecem os personagens!

    ResponderExcluir
  6. Oi Kaline.
    Eu adorei saber que esses livros não tem aqueles dramas descomunais, o que eu particularmente odeia.
    Eu já estou com u pouco de raiva do mocinho, por partir o coração dela, não uma, mas duas vezes, adoro que tem uma avó casamenteira ai no meio, isso torna tudo ainda mais interessante, por isso apesar de relutante, quero dar uma chance aos livros.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Olá Kaline ;)
    Já li o primeiro livro da série e lembro que gostei demais, principalmente do Travis *-* haha
    Confesso que não gostei muito do Jake nesse primeiro volume, achei ele chato e arrogante... espero que ele se redima nesse livro dele e que consiga conquistar essa Char!
    Lembro que vovó Nadine é uma graça mesmo, se não fosse por ela o Travis e a Kacey teriam demorado pra ficar juntos kkkkk
    Espero ler o livro em breve e shippar o casal, assim como você!
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi Kaline, tudo bem?
    Nada contra quem curte livros do gênero, mas eu simplesmente detesto quando eu leio na sinopse do livro, "um cara rico, bonito e arrogante", meu o que faz os autores pensarem que as mulheres só se interessam por homens assim? hahaha fico indignada, acho que nunca li nenhuma sinopse falando sobre um cara pobre, com uma beleza normal e que trata a namorada super bem. Enfim, só queria manifestar a minha revolta hehehe
    Fico feliz que tenha curtido o livro, talvez eu tenha gostado da vovó, que parece a mais sensata da estória.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu ri demais com esse livro, vovó Nadine é uma figura, eu li esse livro faz tanto tempo que me deu ate saudade e uma vontade de uma releitura. Concordo com você Kaline, amo livros em que a gente percebe o crescimento dos personagens. O proximo livro voce vai chorar de rir, foi o mais divertido da trilogia, eu não conseguia parar de rir com o descaramento da vovo Nadine, o livro é intercalado entre as armações dela e ela dando um depoimento num julgamento, foi hilariante o terceiro livro, se voce amou ela nos dois primeiros no terceiro você vai querer uma vó igualzinha kkkk

    ResponderExcluir
  10. Adoro filmes de romance, mas livros são difíceis de me cativarem. Conhecendo um pouco mais do livro através da resenha, diria que ele me desperta um pouco de interesse devido as partes humorísticas, mas pelo romance mesmo, acredito que seja mais um clichê.

    Como minha mãe fala, gosto é gosto. Amei a resenha demais, você conseguiu fazer eu me interessar por romance e olha que nem gostar eu gosto hahaha.

    Quem sabe quando eu for mais madura, não me arrisque em uma leitura de romance ♥

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Achei bem clichê, mas eu amo clichês. Então já quero ler essa série. Lembro que li a resenha do primeiro livro e não tinha gostado bastante, mas depois desta resenha mudei minha opinião. Acho tão lega quando você acompanhando o crescimento do casal do longo da leitura e fica torcendo pra que no fim eles acabam ficando juntos.
    Amei a resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Olá. Que legal que o romance foi sendo construído aos poucos. Realmente às vezes nesses livros parece algo tão forçado, rápido demais, meio aos tropeços e não convence, né? Que bom que você curtiu! Eu não gosto muito de livros românticos e clichês, então eu passo essa dica, mas tenho certeza que quem gosta do gênero deve aproveitar sua indicação.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Kaline
    Não conhecia esta série ainda
    Fiquei curiosa para ler estes livros também!
    Adorei a foto e sua resenha
    Bjks mil

    ResponderExcluir
  14. Oi! Não me lembro agora se já li alguma resenha do primeiro livro, mas devo dizer que logo no inicio da resenha eu já não simpatizei com o mesmo. Estou saturada de ler resenhas em que o protagonista é metido a besta e, nesse caso, super egoísta. Por isso, e por não curtir muito romance, vou deixar a dica passar. Beijos

    ResponderExcluir