24 outubro 2017

Resenha - Entre Quatro Paredes


Título: Entre Quatro Paredes
Autora: B. A. Paris
Editora: Record
Páginas: 266
Onde Comprar: Saraiva

Um thriller sobre um sonho que torna-se pesadelo.
Grace é a esposa perfeita.
Ela abriu mão do emprego para se dedicar ao marido e à casa. Agora prepara jantares maravilhosos, cuida do jardim, costura e pinta quadros fantásticos. Grace mal tem tempo de sentir falta de sua antiga vida.
Ela é casada com Jack, o marido perfeito.
Ele é um advogado especializado em casos de mulheres vítimas de violência e nunca perdeu uma ação no tribunal. Rico, charmoso e bonito, todos se perguntavam porque havia demorado tanto a se casar.
Eles estão sempre juntos. Grace não comparece a um almoço sem que Jack a acompanhe.
Também não tem celular, que ela diz ser uma perda de tempo. E seu e-mail é compartilhado com Jack, afinal, os dois não guardam segredos um do outro. Parece ser o casal perfeito. Mas por que Grace não abre a porta quando a campainha toca e não atende ao telefone de casa? E por que há grades na janela de seu quarto?





"Às vezes o casamento perfeito é a mentira perfeita."

Grace e Jack vivem um casamento aparentemente perfeito aos olhos das outras pessoas, mas o que elas nem imaginam é que de bom moço Jack só tenha mesmo a cara. Desde o instante em que colocou os olhos em Grace começou a se desenvolver em seu cérebro uma trama psicótica e extremamente cruel, onde o alvo a ser atingido é a doce e inocente Millie, irmã caçula de Grace.
A diferença de idade entre elas é de 14 anos, pois quando Millie nasceu a mãe estava com 46 anos e, por conta disso ela nasceu com Síndrome de Down.

Todos os amigos do casal acham Jack um completo cavalheiro e o sonho de toda mulher, e por isso mesmo nem desconfiam de sua real natureza. Mas eis que surge um novo casal de vizinhos, Rufus e Ester. Ela não consegue aceitar com tanta naturalidade a forma apressada com a qual Grace e Jack se conheceram, noivaram e se casaram em tão puco tempo de relacionamento.

"Presente
 - A gente não teve tempo de morar junto - explica Jack. - A gente se casou menos de seis meses depois de se conhecer."

O que mais Grace deseja é arrumar um jeito de se livrar de Jack e do pesadelo que sua vida se transformou a partir do momento em que eles se casaram, mas ela teme desesperadamente pela vida de Millie, pois Jack faz questão de lembrá-la a todo instante o que espera por Millie assim que ele tiver a oportunidade de colocar as mãos nela.

"Passado
Tem noção do que você fez? De que você vendeu a sua alma para mim? E a de Millie, antes que a gente se esqueça. - Ele faz uma pausa. - Especialmente a de Millie."

Por causa dessas e de tantas outras ameaças Grace sabe que a vida de sua irmã depende única e exclusivamente de como ela fará para livrar as duas das garras de seu marido lunático. No entanto, livrar-se de Jack mostrou ser algo praticamente impossível, pois tudo o que Grace tentou fazer até então foi por água abaixo, já que aos olhos das pessoas a quem ela pediu ajuda está claro que a "louca" da história é ela.

"Passado
 - Quem é você, Jack? - perguntei em voz baixa
 - Seu marido. Eu sou seu marido.
Pegando a minha mão levou-a aos lábios e a beijou.
 - Na alegria e na tristeza. Na saúde e na doença. Até que a morte nos separe."

O tempo de Grace está acabando e ela não sabe mais a quem recorrer e onde encontrar ajuda, já que todas as suas tentativas foram covardemente frustradas pela engenhosidade e esperteza de Jack. E o fato dele lembrá-la dia após dia que logo Millie  estará exatamente aonde ele quer, ou seja, bem ao seu alcance, só contribui para deixá-la desesperada por encontrar uma saída antes que seja tarde demais para elas.

"Presente
Ele é meu vigia, meu guardião, meu carcereiro. Não posso ir a lugar nenhum sem que ele esteja ao meu lado, nem mesmo ao banheiro de um restaurante."

Mas a oportunidade que Grace tanto anseia surge inesperadamente e cabe a ela bolar um plano sumariamente audacioso e sem direito a nenhum erro. E para que tudo dê certo Grace não poderá deixar uma única ponta solta, pois a vida de Millie e a sua estão única e exclusivamente por sua conta.

Preparem-se para sofrer com Grace e se encantarem por Millie!



[ - Minhas impressões - ]

Quando me deparei com a capa do livro e um pequeno trecho em destaque percebi logo de cara que eu havia sido fisgada pela história. E de fato foi isso que aconteceu.

A trama foi muito bem elaborada e desenvolvida, já que ela mescla o passado e o presente dos personagens, tornando o livro muito mais interessante aos meus olhos, pois eu pude ficar por dentro das insanidades cometidas por Jack, e devo dizer que o personagem me fez ficar arrepiada em muitos momentos da história.

Cheio de charme, lindo e super envolvente, com certeza ele seria o sonho de qualquer mulher, mas se revelou como um psicopata dos mais perversos escondido atrás de um rosto bonito e dotado de bons modos e comportamento exemplar. Isso me faz pensar que realmente existam homens assim, que num primeiro momento aparentam ser tudo o que uma mulher sempre quis encontrar num homem, mas depois a verdadeira natureza se mostra e eles se revelam como o mal encarnado em forma de gente.

Acredito que os livros que abordam este assunto estão ganhando cada vez mais espaço, e para mim quanto mais livros assim melhor, pois considero extremamente importante para nós mulheres ficarmos a par desta triste realidade vivida por tantas outras em diversos lugares do mundo. A violência tanto física quanto a psicológica causam sérios danos, às vezes irreversíveis na vida dessas mulheres, mas pelo menos aqui no livro  trata-se de uma ficção, ainda bem. E nem por isso deixa de ser menos triste, cruel e desumano a brutalidade imposta a Grace.

A autora criou personagens muito interessantes e com histórias bem críveis. Gostei bastante da Ester, ainda mais para o final do livro, pois ela se mostrou uma verdadeira amiga para Grace.
Millie foi um personagem muito bem construído e se tornou a minha queridinha, já que em várias situações ela se mostrou muito esperta e com um alto grau de sensibilidade, pois não demorou muito para descobrir a verdadeira personalidade de Jack. Já Grace custou um pouco mais para cair nas minhas graças, pois às vezes ela era bem burrinha na minha humilde opinião. Mas é fácil para mim falar isso, uma vez que eu não estava no lugar dela passando por todo aquele sofrimento e terror psicológico.

E é claro que eu não poderia deixar de fora a minha opinião sobre o gran finale, que para mim deixou um pouco a desejar. Não sei se estou sendo muito exigente com o livro, mas a meu ver ficou faltando alguma coisa. É mais como se  o final tenha ficado meio surreal, sei lá, meio difícil de acreditar.
Espero que caso tenha alguém aqui que já tenha lido o livro possa dar sua opinião para eu saber se concorda comigo ou não. E para quem ainda não leu está aí uma ótima oportunidade, pois vale muito a pena e não será a minha opinião que irá fazer com que vocês desistam de ler. Mas peço que vocês me digam em um futuro próximo se também pensam igual a mim, ou se eu estou viajando na minha interpretação da história.

Esse é com certeza mais um livro que não cairá no esquecimento para mim, pois seu enredo é bem marcante, e o pior, eu sei que neste exato momento em algum lugar está acontecendo essa mesma situação que a autora descreveu tão bem em sua trama, e infelizmente para essas mulheres pode ser que o final não seja em nada parecido com o do livro. Lamentavelmente.

Se Inscreva e Participe!!!








10 comentários:

  1. Pela história desse livro dá pra perceber que as aparências enganam. Acho que o marido de Grace só esperou o melhor momento para encontrar a mulher perfeita para ele cometer suas perversidades. Essa coisa de casal perfeito não existe, somos humanos, então cometemos erros e no caso desse casal dá pra notar que algo está errado. Com certeza um suspenso que deve prender o leitor desde o início, já ouvi falar desse livro antes e quero poder lê-lo posteriormente!!

    ResponderExcluir
  2. Kaline!
    O livro retrata a vida de muitas pessoas ao nosso redor que vivem apenas de aparência ou observam apenas o que é 'mostrado' em uma família, não sabemos o que realmente há por trás da vida das pessoas, infelizmente!
    Deve mesmo ser um livro que mexe com nossas crenças e muda nossa perspectiva, além de fazer com que repensemos sobre muitas coisas e atitudes.
    Uma pena que alguns trechos não a convenceram.
    Semaninha de muita luz e paz!
    “Todo o nosso saber se reduz a isto: renunciar à nossa existência para podermos existir.” (Johann Goethe)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  3. Oi Kaline, tudo bem?
    Nossa desde a primeira vez que eu vi este livro que estou querendo lê-lo. Eu acho super importante o tema tratado no livro, além de todo o terror psicológico cometido contra Grace, ele nos mostra que os relacionamentos abusivos existem e se escondem atrás de aparências. Ja estou curiosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Quando me deparo com um livro que não conhecia, trazendo uma resenha deste nível, a primeira coisa que faço é colocá-lo na lista de desejados.
    Não há outra forma!
    Temas assim, felizmente andam mesmo sendo mais divulgados e colocados sim, à nossa mesa para que possamos entender de uma vez por todas que seres humanos são seres humanos, e nunca, por nenhum segundo, iremos de fato, conhecer todos a fundo.
    Nem tudo que parece, é. Isso já é rotineiro.
    E até onde podemos ir para defender e proteger quem amamos?
    Preciso ler este livro e sanar minhas dúvidas.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Kaline!

    Me apaixonei por essa foto do livro.
    Bom eu ainda não tive a oportunidade de ler, porém encontrei algumas resenhas indicando a obra. Eu gostei da sua, foi sem objetiva e sincera.
    E é triste quando o final deixa a desejar, né?
    Mas mesmo assim darei uma oportunidade futuramente =D

    Beijos

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  6. Ola Kaline,
    Nao gostei da sinopse do livro e não pretendo ler.
    Gostei da sua resenha e pelo que parece a autora tratou de algo muito comum na nossa sociedade que e o caso de que as aparências enganam, ja que em alguns momentos a personagem pediu ajuda mas ninguém acreditou nela por causa da ideia formada pela aparência do marido dela.

    ResponderExcluir
  7. Oi! É triste quando a gente termina uma história tão densa e empolgante mas o final acaba não sendo aquilo tudo que poderia. Não sei se esse livro me interessou muito. O tema é importante, creio que quanto mais livros sobre abuso doméstico, agressões e problemas familiares do tipo melhor, porque isso leva a uma conscientização. Mas no que diz respeito ao thriller não me atraiu tanto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Kaline
    Não conhecia este livro e fiquei curiosa, não só com a sinopse, mas também com sua resenha
    Adorei a foto!
    vai pra lista!
    Bjks mil

    ResponderExcluir
  9. Oi! Nossa, o que um pscicopata iria querer com uma menina com síndrome de Down?? Não quero nem pensar. Concordo completamente contigo ao dizer que livros sobre esse assunto são super importantes para mostrar a nós mulheres que, infelizmente, muitas vezes o que achávamos ser um príncipe encantado é na verdade alguém muito perigoso. Quero muito ler o livro e saber o plano que a protagonista armou. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Kaline ;)
    Não me canso de dizer que amo livros desse gênero, e conheci Entre Quatro Paredes em um instagram literário, ai fiquei com muita curiosidade para ler!
    Adorei sua resenha, e pelos seus comentários esse segredo surpreendente que é abordado no livro vai me chocar, já estou sentindo kkkkk já estou aqui pensando em teorias sobre o que seria!
    Uma coisa muito boa do livro parece essa mescla entre passado e presente, e acho que vai dar para entender bastante da vida da Grace por meio dessas passagens de tempo. E estou com medo desse final ser previsível demais, pois ultimamente tenho lido livros do gênero que acabaram com finais a desejar também.
    Já adicionei o livro na minha lista de compras da Black Friday, espero que esteja com um precinho amigável kkkkk
    Bjos

    ResponderExcluir