19 julho 2017

Resenha: O verão em que tudo mudou



Título: O verão em que tudo mudou
Autor: Gabriela Freitas | Thaís Wandrofski | Vinícius Grossos
Editora: Faro Editorial
Skoob / Goodreads
Páginas: 304
Onde comprar: Saraiva / Amazon

A vida às vezes guarda inúmeras surpresas. Sem avisar, ela muda de direção. Na hora você não entende, já que “tudo parecia estar bem”. Então percebe que havia sinais.... um sentimento, uma lembrança, um fato que parecia bobo, mas não era... É quando a gente entende que todo o caminho estava errado, que nada fazia muito sentido. Pelo menos, pra você. Fred sente-se absolutamente comum diante de um mundo com tanta gente especial. Lavínia, ao alcançar aquilo que parecia um sonho, algo pelo qual tanto lutou descobre que a nova conquista nunca foi realmente um desejo seu. E Sol, sem perceber, vive sempre à espreita, desconfiada, em constante alerta, tentando controlar tudo ao redor, na esperança de não se ferir novamente... Mas que controle podemos ter diante de tudo? Três jovens, de cidades distantes, com diferentes realidades, descobrindo o mundo a partir de suas próprias escolhas: complexo, difícil, libertador.Três histórias que se cruzam, no exato momento em que se coloca, diante de cada uma delas, uma exigência capaz de definir algo para o resto de suas vidas.












Alguns livros entram em nossa vida por acaso, desconstrói conceitos e marcam para sempre nossa história. O verão em que tudo mudou é um tipico livro assim.

Composto por três história, cada uma de um autor, e histórias que se complementam, é um livro magnífico e muito bem planejado. Além de três histórias, são três histórias que nos passam lições preciosas e nos fazem viver a vida de um jeito diferente.

O verão em que tudo mudou, mudou a minha vida.

No primeiro conto, de Vinícius Grossos, "Dezembro - quando os infinitos se encontram", conhecemos Frederico, um rapaz muito simpático e que trabalha em um dos melhores lugares do mundo - numa livraria.






Ele leva uma vida monótona e acredita que é o único que não tem sonhos e nem grandes planos para o futuro. E é numa noite de véspera de Natal que ele conhece uma menina estranha e aparentemente doida, que muda todo seu modo de ver, de sentir e de enfrentar situações.
"Toda pessoa carrega um infinito dentro de si. E quando os infinitos se encontram, coisas maravilhosas podem acontecer."
No segundo conto, de Gabriela Freitas, "Mantenha-se viva", pude ver minha própria história estampada ali e vivida por Lavínia. 17 anos e a responsabilidade de decidir seu futuro todo numa aprovação em uma das melhores faculdades de Arquitetura e Urbanismo.

Além de toda pressão de uma faculdade, tinha seu namoro arrastado com Enzo. Aquele tipo de relacionamento que ambos veem que não da mais mas nenhum tem a coragem de dar o primeiro passo.

"Quando foi que a gente se reduziu a isso? Quando todo resto passou a ser mais importante que nós?"

Este, sem dúvidas, é o melhor conto do livro. Ele nos mostra que temos que ter coragem de abrir mão dos sonhos que sonharam para nós e ir atrás de nossos próprios sonhos.

Temos que viver a vida intensamente, pois momentos não voltam atrás.

"Vivi tempo de mais no plural ao ponto de me esquecer como é ser singular"

Já no terceiro conto, de Thaís Wandrofski, "Fevereiro - pôr-do-sol", conhecemos Sol e toda sua trajetória de superação de seus próprios problemas e defeitos.

Aqui aprendemos a importância (e necessidade) de se arriscar.

Logo após uma discussão com sua melhor amiga, a verdade é vomitada em Sol e ela acaba refletindo sobre ser egocêntrica e supercontroladora e com desabafos com um número desconhecido, que manda erroneamente um SMS para seu celular, e logo após se identifica como T., ela aprende a colocar a mão na consciência e começa a mudar suas atitudes.

"O mundo não precisa de pessoas perfeitas. O mundo precisa de pessoas reais."

Arriscar nunca foi seu forte. Planilhas. Planejamentos. Eram o que controlavam a vida de Sol. Quando começou a nova fase de sua vida ela percebeu o tanto de coisas maravilhosas começaram a acontecer e se deu conta de que as melhores coisas não são planejadas.

"Compreendo que as minhas preocupações estavam adiantadas demais. Preciso me permitir existir, aproveitar cada instante. Agora sei que o que faz cada dia valer a pena não é "o que" ou "quando" ou "onde", mas sim "quem". Eu não poderia ter previsto nada disso e essa é a grande contradição aqui. Nada foi planejado, como a Sol que vocês conheceram gostaria. Tudo se desenrolou como deveria e esses movimentos me ensinaram, ma transformaram para sempre!"


Creio que está mais do que notório o quanto este livro marcou (e mudou) a minha vida. É uma daquelas típicas obras que inspiram.

O mais legal, como foi dito anteriormente, é que as histórias estão ligadas de uma forma muito bacana.

É uma obra que tira o leitor da sua zona de conforto e faz refletir sobre inúmeros aspectos da vida. Será que tudo que estou vivendo sou eu mesmo quem quero? Quais são os meus sonhos?

O verão em que tudo mudou é uma espécie de auto ajuda super disfarçado de ficção. É um livro que deixa uma essência a mais na vida e uma sensação indescritível de "eu posso ser melhor".

Esta obra foi indicada por uma pessoa muito especial na minha vida. Após ler ela teve a certeza de que eu necessitava realizar a leitura e acertou em cheio. Agora eu indico a todos vocês. Garanto que é uma aventura sem igual que também mudará a vida de todos vocês.


Fica aqui minha deixa parabenizando o estupendo trabalho da Faro Editorial, que além da diagramação incrível, me conquistou pelo conteúdo. Foi o encanto no pacote completo. As páginas nos passam uma mensagem de fofura surreal. As letras de todo livro são em azul e a cada abertura de capítulo temos detalhes em cor de rosa, além das ilustrações que nos acompanham no decorrer de todo livro.

Esta obra foi uma grande surpresa na minha vida. Com toda certeza entrou para o ranking de melhores livros lidos.

Agradeço infinitamente a Faro Editorial, por ter me proporcionado um momento tão especial durante a leitura da obra e aos Autores, Gabriela Freitas, Thaís Wandrofski e Vinícius Grossos pela sensibilidade transmitida com a "moral das histórias".

"E os sonhos vêm para nos impulsionar para uma outra situação, para um outro lugar, que pode fazer tudo mudar"


                                                                                                                                              PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!












14 comentários:

  1. Achei interessante as lições que cada história parece deixar. De correr atrás dos nossos sonhos, de aprender a arriscar e ver as coisas de uma nova forma. Parece bem legal por isso, pelo que cada conto deixa pra gente refletir.
    E por ser um livro com contos fica até mais fácil de ler e absorver melhor por poder ir lendo mais devagar, apreciando mais cada história. Também é uma forma legal de conhecer alguma coisa dos autores.
    Parece uma boa dica de leitura mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Amanda!
    Conheço apenas o Vinícius Grossos e gostei dos livros que li dele.
    Em breve poderei fazer a leitura desse livro e conhecer os contos e as outras autoras, porque ganhei e o livro chegou hoje.
    Achei bem bacana que mesmo sendo três autores diferentes, no final as histórias acabam se complementando.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ola!
    Gostei do livro, um ótimos contos maravilhoso. Não sou muito de ler livros assim mas esse me deixou bem curiosa por conhecer as histórias encantadoras dos personagens. Fiquei mas curiosa para saber a história de Sol, ela tem uma história bem legal e interessante, com certeza um livro maravilhoso.

    ResponderExcluir
  4. Oi Amanda, tudo bem?
    Em primeiro lugar preciso dizer que eu sou louca por esta capa, acho a coisa mais linda do mundo, e fiquei apaixonada por essas imagens. A princípio achei que o livro seria voltado para o público adolescente e até meio bobinho, mas depois de ler sua resenha mudei de ideia e fiquei super com vontade de ler, por essas mensagens que cada conto traz.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. A edição, esses cards, tudo está muito caprichado e lindo!
    Estou bem animada pra ler essa obra, ainda mais sendo de autores nacionais.
    E depois de saber que são histórias fofas, leves e envolventes, fiquei ainda mais interessada.
    Parece ser uma leitura bem relaxante e espero conferir em breve.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  6. Que livro fofo!! E esses quotes ilustrados? São demais!!
    As estórias parecem ser ótimas, acredito que também gostaria mais da segunda, talvez pela protagonista ser menina e ter que lidar com escolhas difíceis. O grande "barato" aqui é o fato de as estórias terem uma ligação, me lembrou de "Deixe a neve cair", uma coletânea que depois de lidas todas as estória, percebemos que as personagens são as mesmas...
    O melhor de tudo ainda, é aprender, é ter em cada estória, uma lição de vida, um ensinamento, algo que sai do livro para dentro de nós. Este parece ser um desses livros! Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  7. Olá !!
    Não conhecia nenhum dos escritores desse livro mas o livro está sendo super recomendado! !

    Ainda não tinha visto nenhuma resenha sobre esse livro e confesso que me apaixonei pelas historias que apesar de curtas parece ser maravilhosas !!

    Amei !
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Tem um tempo que quero adquirir este livro, porém ainda não tive oportunidade. Pela sua resenha fiquei ainda mais encantada com esta obra, pois pelo visto ela consegue tocar no coração do leitor, e faz com que nossa maneira de pensar após a leitura seja um pouco diferente, já que conseguimos nos espelhar nas estórias fictícias descritas no livro. Esta edição esta linda, super apaixonada, já quero te-la em mãos.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Esse livro é muito fofo! Quero muito ler <3
    Acompanho o canal da Thais há um tempinho e fiquei muito feliz com o lançamento do livro.
    Espero ler logo <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Nunca li nada nesse estilo, mas fiquei motivada a fazer a leitura.
    A edição está muito bonita e por tudo que você comentou a respeito da obra, com certeza é uma leitura inteligente e com uma linda mensagem.
    Obrigada pela dica. Ótima resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Amanda,
    Já faz um tempo que estou doida por esse livro, e agora depois de ler essa resenha o sentimento é de que preciso ler o quanto antes, pois também quero ser tocada por esse livro tão especial *-*
    Que bacana que as três histórias se entrelaçam, esse estilo de narrativa lembra muito o livro Deixe a Neve Cair, e apesar de não gostar muito de contos, fiquei completamente envolvida com as histórias, e pelo jeito com esse livro não irá ser diferente. Amo histórias que nos fazem refletir, que nos inspiram e que trazem valiosas e singelas lições, e O verão em que tudo mudou é uma leitura mais do que bem vinda para me cativar.
    Amo a diagramação desse livro, é puro capricho!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Dos autores só conheço a Thais Wandrofski mas não é nada que influencie a minha vontade de ler o livro. Nesse caso, quero ler porque gostei muito das histórias e me identifiquei com cada uma delas. Com Frederico ao achar que tem uma vida até comum demais, enquanto outros têm tantos sonhos (eu realmente to bem perdida quanto a isso). A diferença é que ele trabalha em uma livraria, o que eu não faço mas adoraria hahaha Já com a Lavínia ao lidar com a pressão para entrar em uma universidade e seguir uma carreira que ama (embora eu não tenha ideia de qual ainda). Acho que com a Sol foi a que mais me identifiquei (coincidentemente escrita pela Thais). Gosto de programar tudo para que não aconteçam imprevistos, algumas vezes até egoísta. Mas adorei principalmente a lição que a história passa de que as melhores coisas acontecem sem que a gente espere. Além de que adorei como a Sol aprende isso em uma situação bem inusitada conversando com um estranho que manda uma mensagem errada para seu número. Achei super criativo e muito fofo <3 Fiquei curiosa para saber como que as histórias se conectam, para ver a escrita dos autores e refletir sobre as lições que eles querem nos passar.
    Ótimas leituras pra você!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  13. Oi Amanda ;)
    Ganhei esse livro e estou só esperando ele chegar para começar a leitura!
    A primeira coisa que me ganhou nele foi essa capa linda, mas a cada resenha que eu leio fico mais encantada com a história, e com mais vontade ainda de ter o livro em mãos para poder ler *-*
    Não conheço nenhum dos autores, mas com tantos comentários positivos que já li, já deu para perceber que eles arrasam na escrita!
    E que legal saber que é um livro que inspira a gente, e que mudou sua vida... é tão bom quando lemos m livro e temos essa sensação depois!
    Adorei ler sua resenha, me deixou mais ansiosa para ler kkk
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Oi, imaginava se tratar de qualquer outra coisa menos uma auto-ajuda disfarçada.
    Não li nada de nenhum dos três, e não tenho uma boa experiência com contos, pois acho curtos demais.
    Posso até ler, mas não agora.

    ResponderExcluir