15 julho 2017

Resenha - Antes Que Eu Vá





Título: Antes que eu vá
Autor: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Páginas: 368
Skoob / Goodreads
Onde comprar: Amazon / Saraiva

Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no colégio que frequenta: desde a melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, que seria apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita, acaba sendo seu último — mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. Ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha vai tentar desvendar o mistério que envolve a própria morte – e, finalmente, descobrir o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. Para comemorar a chegada do filme ao cinema, essa edição especial conta com dois contos inéditos que exploram a vida de Samantha antes dos acontecimentos do livro, fotos de bastidores e uma entrevista da autora com a diretora e a protagonista do filme.

'







Minha leitura para esse post foi Antes Que Eu Vá. Quando vi que teria a adaptação cinematográfica, fiquei curiosa e balançada para ler, mas... bateu aquela incerteza se seria uma leitura proveitosa ou compensaria assistir apenas ao filme. Venci a dúvida e li. Só tenho a dizer: CARAMBA!

Sam Kingston faz parte do grupo dos "populares" na escola em que estuda. Bonita, inteligente e sem preocupações, desempenha com sucesso o papel proposto: viver a vida sem se preocupar com as consequências. Ela acompanha suas melhores amigas Lindsay (líder do grupo), Ally e Elody nas aventuras comuns que adolescentes se envolvem como por exemplo matar aula, ir à festa, beber e tudo o mais... Mas as coisas estão prestes a mudar radicalmente.


No dia 12 de fevereiro, Sam acorda atrasada para a escola e age da mesma maneira costumeira com sua família. Vai para a escola de carona com Lindsay e vários fatos ocorrem e passam despercebidos. Então, no decorrer do dia é como outro qualquer, tirando a pressão de receber a maior quantidade de rosas possível por causa do Dia Do Cupido (que a escola promove) e por Sam estar se preparando para uma noite especial com seu - também popular - namorado Rob Conkran.



Uma festa é marcada para essa noite e as quatro amigas se reúnem para se prepararem para a mesma. Quem está promovendo a festa é um antigo amigo de infância de Sam, Kent McFuller, com quem ela cortou qualquer vínculo para conseguir um lugar no meio dos populares, já que ele era o esquisitão.

Na festa, depois de todos bêbados e alterados, uma presença inesperada choca os presentes. Juliet Sykes aparece para confrontar o quarteto de amigas e causa uma cena enorme. Após a saída de Juliet, Sam segue seu plano normalmente para a noite e se decepciona ao encontrar seu namorado "maravilhoso" caindo de bêbado. Sendo assim, ela chama as meninas para irem embora.

No bosque, à caminho de casa, algo na estrada faz com que Lindsay - quem dirigia - perca o controle do carro e bata. Sam tem poucas lembranças do que acontece no acidente, porque quando acorda, ela está revivendo novamente o dia que se passou. E ela revive esse dia mais sete vezes.

Não se sabe o porquê ou como, mas a cada vez que acorda, está no dia 12 de fevereiro de novo. E as primeiras quatro vezes ela peca de forma mais hedionda do que como vivia antes. Só depois de muito analisar seu modo de viver e quanto tempo perdeu, é que enxerga a vida com outra ótica e percebe que precisa mudar seu modo de agir.


As principais mudanças que tenta fazer é ter um vínculo melhor com a família, tratar melhor os colegas de escola - principalmente Juliet e Kent. E ela também vai descobrir que Kent é muito mais do que um esquisitão cercado de papéis. Porém pode ter percebido isso tarde de mais...




[ - Minhas Impressões - ] 

Eu demorei muito tempo para concluir a leitura, não por ser uma leitura arrastada ou travada, mas porque a Sam me deixava muito indignada. As atitudes dela eram mesquinhas e egoístas. Foi muito difícil não sentir raiva ou repulsa dela.

As amigas são bem fúteis, mas quem não seria, tendo o dinheiro e luxo necessários para isso? Porém Lindsay é a pior. Ela é má. Ela pisa primeiro se estiver se sentindo ameaçada e não mede as consequências. Ally e Elody são mais doces e dóceis, seguem Lindsay mas não são tão ruins quanto ela. Não culpo Lindsay pelas atitudes, é uma reação que pode ser considerada normal pelo que aconteceu enquanto era criança, mas ela poderia querer melhorar.

Rob é um personagem que não me cativou nem um pingo. Detestei ele desde sua primeira aparição e no decorrer do livro minha aversão só piorou.  Juliet é uma incógnita. Só vamos descobrir seus mistérios e segredos quase no final e como o caminho dela está entrelaçado com o de Sam. É surpreendente.

Agora quero falar de Kent. Como eu quis espancar a Sam por ter deixado ele na geladeira por tanto tempo! Ele é simplesmente o cara mais fofo e digno de atenção que já encontrei em livros YA. (Tenho meus crushs literários, mas ele ganhou um espacinho no meu coração também...) Kent não tem tanto espaço no início, vem sendo citado mais do meio para o fim, mas foi o bastante para ser cativante.


O livro pode parecer cansativo por retratar o mesmo dia várias vezes, mas não é o caso e pelo contrário, nos faz refletir a quantidade de possibilidades que temos em um dia. Podemos ceder uma vaga de estacionamento para alguém que está prestes a perder algo importante, agir amorosamente com a família quando se tem o costume de ignora-los... São tantas opções! E é assim que Sam compreende que precisa se tornar uma pessoa melhor.

Pessoal, ainda não consegui decidir se gostei ou não do final. O desfecho teve toda a coerência com o enredo, só que minha esperança era que fosse diferente. Foi uma estória bem criado e desenvolvida, toda ligada e sem pontas soltas, mas o fim... Acho que vocês já sabem que sou romântica ao extremo e queria somente "corações e flores"... Enfim, cada um tem uma opinião e no momento continuo indecisa.

O livro é narrado em primeira pessoa por Sam. Li o ebook e encontrei pequenos erros, mas nada que atrapalhe a leitura. Apreciei muito a oportunidade de ler esse livro e gostaria de recomenda-lo a todos que estiverem em busca de uma leitura tranquila, leve, mas que também traga algum ensinamento e deixe uma boa reflexão.


PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!



14 comentários:

  1. Esse livro é muito bonito, ê história....
    A Sam dá uma raiva mesmo, ainda mais por esse jeito e as atitudes dela. Tinha hora que me dava vontade de dar uns sacodes nessa menina. As amigas também. Era tanta bobagem e jeito besta de agir com os outros...credo em cruz, esse povo não tem noção...
    Mas achei isso legal porque pela história e o que aconteceu com ela fica interessante ver a personagem percebendo todas as coisas ruins que fazia e melhorando, se tornando uma pessoa mais consciente.
    Aquele garoto super fofo foi o que acabou comigo. O final então Seeenhor! Quando você vê todo o caminho que ela percorreu, todas as possibilidades que tinha, o que a estava prendendo ali e tudo que poderia ter sido fica impossível não sentir um negócio aqui dentro. Acho que a grande graça do livro é mostrar que a gente deve valorizar mais as coisas pequenas, ser bom uns com os outros sabe? Ele deixa uma mensagem bonita.
    Queria ver esse filme agora...

    ResponderExcluir
  2. Jessica!
    Muita gente ficou mexida com esse livro.
    São assuntos pesados para serem retratados em um livro, porém necessários.
    Bacana ver que ela teve uma segunda chance e pode reverter sua própria morte.
    E bom poder conhecê-la além do que ela aparenta.
    O importante é a mensagem que o livro passa e que faz com que todos nós leitores, possamos refletir sobre pequenas atitudes que tomamos.
    Um final de semana esplendoroso!
    “O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo.” (William Shakespeare)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Acredita que esse foi o único livro que conseguiu me fazer derramar MUITAS lágrimas?
    Eu amei cada pedacinho dessa história, sério!
    A autora conseguiu me fisgar de um jeito, que é até difícil explicar.
    Amei a forma como o livro terminou e não mudaria nadica de nada. O desenrolar dessa história é incrível também.
    Super indico a leitura <3
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. A partir do momento que vi a notícia do filme, comecei a ficar interessada em ler o livro. O fato de Sam fazer parte do grupinho das populares nunca me agradou desde o momento que li a sinopse, já estava prevendo mesmo que ela vai me irritar por futilidades e por causa dessas amigas dela. Mas acho que dentre elas a que mais vou pegar ranço é a Lindsay, ela parece ser uma Regina George da vida hahaha Agora to com medo do final também, socorro! Estou em dúvida se irei gostar desse livro, mas espero que sim. Apesar dos apesares, o que me faz ter vontade de ler é porque quero assistir o filme (óbvio), também achei a premissa de ela reviver o dia do acidente sete vezes muito boa, isso me faz ter esperança de que ela faça tudo certo. Além disso quero muito descobrir a ligação da Sam com o Kent e a Juliet, acredito que vou gostar de ambos (aliás já gosto da Juliet só por ter confrontado o grupinho da Regina George). Quanto a capa, não gosto de capas dos filmes, mas essa eu achei melhor que a original, viu? Achei linda! Enfim, espero ler logo e que a mensagem do livro seja tão boa a ponto de não fazer esse livro me decepcionar.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  5. Olá !
    Ao ler o título Antes que eu Vá já bate um aperto no coração ao saber que alguém vai morrer e não vai voltar mais hahahaha

    Não é o tipo de livro que eu leria porque só leio livros que terminam 'bem ' rs. "corações e flores "

    O enredo é legal mas.. Não pra mim !!

    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Também li o livro animada pela vibe do filme. Confesso que não imaginei que fosse gostar tanto (acabei nem assistindo ao filme ainda!). Os tópicos como bullying e questões de conflito adolescente foram muito bem trabalhados ao longo do livro. Ao acordar sempre no mesmo dia, Sam percebe o quanto frívola era sua personalidade e sua vida, e tenta melhorar ou consertar a cada dia.
    Também torci por um final diferente, mas acredito que este desfecho foi coerente com tudo que foi descrito ao longo da narrativa. Achei muito bem finalizado e condizente com tudo que foi mostrado antes.
    Enfim, uma obra muito bem acabada que vai se mostrando pouco a pouco ao leitor!

    ResponderExcluir
  7. Oi Jéssica, tudo bem?
    Conheci este livro por mio do trailer do filme, e desde então estou louca para lê-lo. Ainda não assisti ao filme e nem li ao livro, mas pretendo fazê-los em breve. A princípio achei que a leitura seria cansativa por o dia se repetir várias vezes, mas ainda bem que não é, como você disse. Acho que sentiria muita raiva do personagens pelas suas atitudes, mas nada que não dê para aguentar, eu acho hahaha
    É muito interessante essa reflexão que a história traz, de que podemos viver um mesmo dia de diversas maneiras diferentes, e o mais importante é tentar melhorar a nós mesmos cada chance que tivermos.
    Quero ler o mais rápido possível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    A proposta do livro é muito interessante: uma segunda chance. Imagino que a leitura proporcione uma boa reflexão sobre os atos de nossas vidas.
    Não pretendo assistir o filme, mas o livro, gostaria de dar uma chance e poder tirar minha conclusões.
    Ótima resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Gosto bastante da premissa desse livro. Mas tenho medo de ler pela repetição que ele pode ter. Mas pretendo ler ele no futuro porque parece ser daqueles livros que nos faz pensar e nos emociona.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Quero muito ter este livro em mãos para começar a leitura, porque acredito que vai me trazer muitas reflexões, principalmente esta citada por você de que temos em um único dia várias possibilidades que por muitas das vezes esta tão no automático que não percebemos. Acredito que a personagem ter esta personalidade egoísta tenha um intuito, e espero que ela consiga amadurecer durante o decorrer da trama, pela sua descrição do final já fiquei angustiada, espero muito que tenha final feliz.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Quero muito ler esse livro antes de ver o filme. A história desse livro é incrível, maravilhosa, aborda tema muito comentando na sociedade que é o bullying. Amo livros que sempre no final tem uma lição a nós ensina sobre as coisas da vida.

    ResponderExcluir
  12. Oi Jéssica,
    Tinha planejado ler esse livro antes da estreia da adaptação, mas infelizmente não consegui, então ainda tenho um tempinho para ler, já que não fui assistir o filme no cinema.
    Tanto o livro como o filme estão sendo bem comentados, isso só me deixa ainda mais intrigada para conhecer a história da Sam. Essa garota pelo jeito é o tipo de personagem que vai conquistando aos poucos o leitor, com suas atitudes egoístas e maldosas, que ao longo da história irá reconhecer a importância de valorizar coisas simples e singelas. Adoro livros assim, onde aprendemos e crescemos junto com os personagens; que trazem lições sobre família, amizade e aceitação. Espero me envolver com essa história reflexiva.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Jessica ;)
    Li o livro faz um tempinho e adorei ele, mas tenho que reler porque não me lembro de todos os detalhes. Já vi o filme no cinema, e confesso que achei bem fiel ao livro. Gostei das escolhas dos atores, e achei que a Zoey conseguiu captar a personalidade da Sam muito bem!
    No começo a Sam é meio detestável mesmo, com as atitudes que toma, mas ainda bem que depois ela melhora. E também adorei o Kent, tenho que reler o livro pra me apaixonar mais ainda por ele kkk
    Também gostaria de um final diferente, mas achei bem coerente com o rumo que o filme estava levando.
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Oi, mesmo com o filme eu não me animei, achei o trailer agoniante.
    É um período curto, isso eu também não gosto muito. Não pretendo ler.

    ResponderExcluir