10 maio 2017

Resenha - O Bazar dos Sonhos Ruins




Título: O Bazar de Sonhos Ruins
Autor: Stephen King
Cortesia: Cia das Letras / Suma de Letras
Skoob Goodreads
Páginas: 480
Onde comprar: Saraiva Amazon

Mestre das histórias curtas, o que Stephen King oferece neste livro é uma coleção generosa de contos – muitos deles inéditos no Brasil. E, antes de cada história, o autor faz pequenos comentários autobiográficos, revelando quando, onde, por que e como veio a escrever (ou reescrever) cada uma delas.
Temas eletrizantes interligam os contos; moralidade, vida após a morte, culpa, os erros que consertaríamos se pudéssemos voltar no tempo... Muitos deles são protagonizados por personagens no fim da vida, relembrando seus crimes e pecados. Outros falam de pessoas descobrindo superpoderes – como o colunista, em “Obituários”, que consegue matar pessoas ao escrever sobre suas mortes; ou o velho juiz em “A duna”, que ainda criança descobre uma pequena ilha onde nomes surgem misteriosamente na areia – nome de pessoas que logo morrem em acidentes bizarros. Em “Moralidade”, King narra a vida de um casal que vai se despedaçando quando os dois mergulham no que, a princípio, parece um vantajoso pacto com o Diabo. 







Minha paixão pelo Stephen King começou aos doze anos quando meu pai me emprestou o livro O Iluminado. Uma das leituras que apesar do tempo nunca vou esquecer a intensidade que me fez sentir. Mas embora eu seja completamente apaixonada pelo autor ainda não tinha lido nenhum dos seus livros de contos e assim que vi O Bazar de Sonhos Ruins fiquei com muita vontade de ler e ao mesmo tempo com receio de querer que cada um dos contos se tornassse um livro maior e mais explorado pelo Mestre King.

O Bazar dos Sonhos Ruins é composto por vinte contos diversificados entre assuntos polêmicos, moralidade, terror e entre outros assuntos. Não vou falar em cada um em específico mas posso dizer que cada um deles nos prende do início ao fim e alguns até me deixaram com gostinho de quero mais que foi "O Menino Malvado " que tem uma ideia assustadoramente boa e "UR" que è um conto cheio de referência a série Torre Negra do autor e que sou completamente maluca. Tenho certeza que todos oa fãs da Torre Negra vão pirar com esse conto assim como eu.

O mais interessante desse livro é que antes de cada uma das histórias tem uma nota do autor dizendo de onde surgiu inspiração para escrevê-la e isso fez com que eu me sentisse mais próxima e conectada a ele e os contos. Foi uma forma bem bacana de envolver o leitor ainda mais dentro das paginas na minha opinião.

O livro foi muito bem escrito e organizado. A leitura é envolvente e fluida. Cada conto tem sua peculiaridade e propósito e achei muito interessante a forma como King os escolheu para entrar nessa coletânea até mesmo pegando aqueles contos que estavam trancafiados em uma gaveta há muito tempo e os lapidando para mostrar ao público. Não esperem apenas terror pois como eu disse anteriormente cada história tem uma faceta diferente do autor e ouso dizer que até coisaw novas diferentes da linha que ele segue mas uma coisa è certa Stephen King è uma caixinha de surpresa wm cada novo livro e isso è o que faz com que eu o admire tanto e o Bazar de Sonhos Ruins esta recheado com essas surpresas.

Quanto a diagramação esta impecável principalmente a capa que foi uma das primeiras coisas que chamou minha atenção com detalhes lindos que por si só já convidam o leitor a embarcar na leitura. As páginas são amareladas o que proporciona uma leitura mais confortável. Não encontrei erros de revisão e ortografia.

Eu recomendo esse livro tanto para os fãs como para quem ainda não conhece o trabalho do autor. Para quem não conhece è uma boa chance de conhecer e se inserir no univeso do King e para quem conhece e é fã é leitura mais que obrigatória.


Boa leitura!

Participe! - Já está valendo!



5 comentários:

  1. Camila!
    King sempre inovando, mesmo dentro de seu estilo.
    Sou fã dele também, embora ainda não tenha lido esse e quero, porque gosto de contos.
    E o mais legal é ele antes de iniciar, contar como surgiu a ideia de escrever determinado conto, adorei.
    “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Até o presente momento nunca li nenhum livro do autor, mas iluminado está com certeza na minha lista de desejados. Tenho visto muitos elogios em relação a leitura desse novo livro contos do King, e ao meu ver para mim será uma ótima oportunidade de conhecer sua obra, e com certeza pretendo adquirir esse livro. Bom saber, que a escrita e flui e envolvente, com certeza estou curiosa para saber o me espera nessa leitura.

    ResponderExcluir
  3. A capa desse livro está um arraso!
    Quando vi o lançamento não percebi que se tratava de um livro de contos, aí comecei a ler algumas resenhas e vi MUITA gente falando desse UR, falando que é sobre a série de livros A Torre Negra, mas que mesmo quem não leu conseguirá entender e tal.
    Li apenas dois livros do King na vida e um deles não era terror, portanto posso dizer que estou "preparada" para não encontrar apenas terror nos contos e isso é ótimo, porque o autor sabe bem como conduzir suas histórias, sejam elas tristes, melancólicas, assustadoras ou sei lá. A escrita dele é excelente!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Os únicos livros do King que li dentro as centenas (kk) foi Joyland que AMEI é meu favorito e Celular. Tirando Joyland os demais que tentei ler achei arrastando, acho uma boa tentar ler esse por ser uma colectânea de contos, acho que é bom para quem quer conhecer mais a narrativa e escrita do autor, adorei suas impressões sobre ele.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Honestamente, eu não gosto muito do Stephen King e nem costumo olhar para os livros de terror, mas adoro contos e achei super interessante a forma como você disse que eles foram organizados, com notas do autor sobre a escrita deles, etc. Realmente deve ser muito envolvente. Também fiquei curiosa por não serem todos de terror. Gostei da sua resenha, pode ser que eu dê uma chance para ele caso tenha a oportunidade.

    Beijos!

    ResponderExcluir