13 julho 2016

Resenha - Até você ser minha





A assistente social Claudia Morgan-Brown está prestes a realizar o sonho de sua vida: vai dar à luz uma menininha. Apesar da ausência do marido ao longo da gravidez - James é oficial da Marinha e fica semanas e até meses longe de casa -, ela mal pode esperar para segurar seu bebê nos braços após várias tentativas e perdas.
Porém, as diversas tarefas de Claudia, além da responsabilidade de cuidar dos gêmeos Oscar e Noah, filhos do primeiro casamento de James, deixam o casal preocupado. A próxima partida de James se aproxima, e eles decidem contratar uma babá.

Zoe Harper quer muito o emprego. Com as melhores recomendações, ela conquista os gêmeos e se muda para o lar do casal. Mas Claudia logo percebe que a mulher tem outros motivos para se aproximar da família. As suspeitas de Claudia se transformam em verdadeiro terror quando começa a ocorrer uma série de ataques brutais a mulheres grávidas na cidade. Imersos em problemas familiares, os investigadores Lorraine Fisher e Adam Scott são forçados a deixar suas questões de lado e correr contra o tempo para encontrar o assassino antes que ele cometa mais um crime.

Título: Até você ser minha
336 páginas || Skoob || Editora: Intrínseca || Onde Comprar





Resenha - Querer Amar




Quem nunca sentiu o poder do olhar? Que preenche o nosso ser de uma intensa e borbulhante emoção e faz o coração acelerar atribuindo um sentido maior? Será que tais sentimentos podem ser controlados quando aparecem? Porém, nem sempre isto acontece de forma esperada e no momento correto.
Lize acredita estar desfrutando o melhor de sua vida. Sucesso profissional e pessoal. Está noiva de Thomas, um homem maravilhoso que a ama muito. Tudo estava perfeito. Como sempre sonhara... Até conhecer Richer, o irmão de seu futuro marido. Seus olhares se cruzam... Uma magia acontece e os prendem no tempo por alguns instantes... Unindo-os em uma força estranha.
Temerosos de suas reações, Lize e Richer criam um escudo contra o novo sentimento. Entretanto, o destino coloca-os à prova do amor. Até quando o desejo de querer amar é ignorado?


Livro: Querer Amar
208 páginas || Skoob || Cortesia: Novo Século || Onde Comprar




Resenha - Loney




Quando os restos mortais de uma criança são descobertos durante uma tempestade de inverno numa extensão da sombria costa da Inglaterra conhecida como Loney, Smith é obrigado a confrontar acontecimentos terríveis e misteriosos ocorridos quarenta anos antes, quando ainda era criança e visitou o lugar. À época, a mãe de Smith arrastou a família para aquela região numa peregrinação de Páscoa com o padre Bernard, cujo antecessor, Wilfred, morrera pouco tempo antes. Cabia ao jovem sacerdote liderar a comunidade até um antigo santuário, onde a obstinada Sra. Smith crê que irá encontrar a cura para o filho mais velho, um garoto mudo e com problemas de aprendizagem. O grupo se instala na Moorings, uma casa fria e antiga, repleta de segredos. O clima é hostil, os moradores do lugar, ameaçadores, e uma aura de mistério cerca os desconhecidos ocupantes de Coldbarrow, uma faixa de terra pouco acessível, diariamente alagada na alta da maré. A vida dos irmãos acaba se entrelaçando à dos excêntricos vizinhos com intensidade e complexidade tão imperativas quanto a fé que os levou ao Loney, e o que acontece a partir daí se torna um fardo que Smith carrega pelo resto da vida, a verdade que ele vai sustentar a qualquer preço. Com personagens ricos e idiossincráticos, um cenário sombrio e a sensação de ameaça constante, Loney é uma leitura perturbadora e impossível de largar, que conquistou crítica e público. Uma história de suspense e horror gótico, ricamente inspirada na criação católica do autor, no folclore e na agressiva paisagem do noroeste inglês.”

Livro: Loney
304 páginas || Skoob || Editora: Intrínseca || Onde Comprar