17 fevereiro 2016

Resenha - O jogo Perfeito





Conta a história de dois jovens universitários, Cassie Andrews & Jack Carter. Quando Cassie percebe o olhar sedutor e insistente de Jack, o astro do beisebol em ascensão, ela sente o perigo e decide manter distância dele e de sua atitude arrogante. Mas Jack tem outras coisas em mente ... Acostumado a ser disputado pelas mulheres, faz tudo para conseguir ao menos um encontro com Cass. Porém, todas as suas investidas são tratadas com frieza. Ambos passaram por muitos desgostos, viviam prevenidos, cheios de desconfianças, antes de encontrar um ao outro, (e a si mesmos) nesta jornada afetiva que envolve amor e perdão. E criam uma conexão tão intensa que não vai apenas partir o seu coração, mas restaurá-lo, devolvendo inteiro novamente.



Livro: O jogo Perfeito
224 páginas || Skoob || Editora: Faro Editorial || OndeComprar ||





Luz, Câmera e Ação [15]




No ano de 1810 um naufrágio leva à falência um comerciante (André Dussollier), pai de três filhos e três filhas. A família se muda para o campo e Bela (Léa Seydoux), a filha mais jovem, parece ser a única entusiasmada com a vida rural. Certo dia o pai de Bela arranca uma rosa do jardim de um palácio encantado e acaba condenado à morte pelo dono do castelo, um monstro (Vincent Cassel). Para salvar a vida do pai, Bela vai viver com o estranho ser. Lá ela encontra uma vida cheia de luxo, magia e tristeza, e aos poucos descobre mais sobre o passado da Fera, que se sente cada vez mais atraída pela jovem moça.

Título: A Bella e a Fera
Lançamento: 25 de Setembro de 2014 (1h 54min)
Dirigido por: Christophe Gans
Com: Vicent Cassel, Léa Seydoux, André Dussollier...
Gênero: Fantasia, Romance
Nota: 


"Era uma vez um rico comerciante de coração bondoso e valente, que após a morte de sua querida esposa vivia apenas para seus seis filhos; três meninas e três meninos, que enchiam a casa de alegria..."