23 novembro 2016

Resenha - Depois Daquela Montanha




O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.

Título: Depois Daquela Montanha
304 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arqueiro || Onde Comprar









Ben Payne está no aeroporto à espera do seu voo que foi adiado algumas horas visto as circunstâncias climáticas da região. Enquanto aguarda sentado no chão da área de espera, ele aproveita para registrar os relatórios de seus pacientes no gravador. Momentos depois, ele nota a presença de uma moça alta e bonita, com uma roupa social, se aproximando dele. Ben presta atenção e percebe que ela abre o notebook e começa a digitar de forma ágil. Logo ela precisa de tomada e eles acabam dividindo a que ele usava, e, assim, começam a conversar.

Ashley está voltando pra casa dois dias antes de seu casamento. Ela estava agitada e ansiosa com o que lhe aguardava em casa, já que tinha tudo planejado, desde o ensaio até os horários no spa para se arrumar junto às madrinhas. Ela conta para Ben que trabalha como colunista de moda e assuntos femininos, e ele interage contando sobre sua profissão como ortopedista. Pouco tempo depois, ambos são notificados que os voos foram cancelados até o próximo dia e que devem se retirar para o hotel onde passarão a noite, então eles se despedem.

Ben vai embora do aeroporto e procura por uma empresa de voo particular, já que não planeja passar a noite ali. Após conhecer o piloto Groover e ter uma conversa bastante amigável com o simpático senhor, eles combinam o voo que sairá dali a pouco. Ben se lembra de Ashley e resolve convidá-la para ir junto, assim, ela não irá perder o ensaio do casamento. A moça aceita sua oferta e os dois embarcam na pequena aeronave de Groover.

“– Só por curiosidade, senhor...? – começou e estalou os dedos esperando pelo sobrenome dele.
(...)
– Pode me chamar de Groover.
– Quantas horas de voo você tem?
Ele inclinou o avião com força para a direita, depois puxou o manche, o que nos fez disparar para cima e jogou meu estômago na garganta.
– Você quer saber se posso levá-la a Denver e ao seu casamento sem enfiar o nariz numa montanha?
– É... alguma coisa assim.”

As condições climáticas da região estavam péssimas, com nevascas e ventanias. Independente disso, os dois passageiros de Groover, mais seu cãozinho Tanque, levantam voo e seguem sobrevoando uma região monótona e sem civilização, enquanto Groover vai conversando e contando pra eles fatos de suas viagens e dos arredores. Tudo vai bem até que algo imprevisível acontece, forçando uma aterrissagem e causando um acidente.

"A última imagem que me lembro ter visto foi a do borrão verde avançando lentamente pelo brilho azulado do GPS montado no painel de controle."



[ - Minhas Impressões - ]

Depois Daquela Montanha trata-se de um romance com muita aventura. O enredo prendeu minha atenção desde o início da leitura, pois o acidente de avião por si só já me deixa instigada. Quem nunca entrou num avião pensando sobre a possibilidade dele se chocar ou cair? Eu só conseguia pensar o quanto embarcar nesse voo era uma ideia idiota, ainda mais com as condições climáticas que ocasionaram o fechamento da pista do aeroporto. Mas compreendo que na pressa, a vontade de chegar em casa é maior do que a preocupação com nossa segurança.

O enredo em si é bem interessante. O casal, que não é um casal, acabou de se conhecer e precisa sobreviver a uma situação caótica, afinal, os dois se encontram no meio do nada, cercados por neve, sem previsão de serem encontrados ou de avistarem uma alma viva em muitos quilômetros de distância. A única coisa que eles sabem é que estão em uma área de preservação ambiental sem acesso da civilização, e que a neve do lado de fora da aeronave está acima do nível das árvores.

“– Acha que vamos sair daqui?
Olhei pela janela.
– Duvido.
– Pessimista, é?
– Sou médico. Isto faz de mim um otimista com ideias realistas.
– Bem colocado.”

A narrativa é em primeira pessoa, no ponto de vista de Ben, e é dividida em momentos em que ele fala com seu gravador sobre coisas do passado e outros sobre formas de sobrevivência ao que estão vivendo agora. Personagem que, na minha opinião, veio a calhar. Sério, seu eu estivesse nesse acidente, estaria completamente perdida sobre o que fazer, e ralaria muito para sobreviver. Ben já estava praticamente pronto, ele tem uma mente genial e sempre uma boa ideia para resolver algum problema. Ele dava jeito em tudo. Sofrer um acidente ao lado de um ortopedista chefe do pronto socorro e especialista em traumas, já seria uma super sorte. Junte a isso o fato de tal ortopedista ter sido escoteiro na infância, correr profissionalmente na adolescência e ser alpinista nas horas livres quando adulto. Ashley estava em mãos excelentes.

Além dessas características, Ben possui uma personalidade marcante por sua honestidade e carisma. Ele sempre está pensando no bem estar de Ashley, que lhe era totalmente desconhecida, e faz de tudo para que sua vida seja menos sofrida. Ashley, por sua vez, não tinha muito o que fazer a não ser ficar deitada, esperar e depender de Ben. Os diálogos entre os personagens são muito ricos, adorei a forma com que Ashley instigava Ben a conversar e falar sobre sua vida pessoal (mesmo quando ele não estava muito disposto a isso). A interação entre os personagens foi muito bem construída.

Além dos dois personagens, também temos a presença de Napoleão (ou Tanque), o cachorrinho de Groover que sobrevive à colisão e acompanha os personagens pela longa e desgastante jornada na neve. 

A edição está simples, com páginas amareladas, espaçamento apropriado e fonte em tamanho adequado. Achei a capa linda e emblemática. Não encontrei nenhum erro de revisão, a tradução está fluente e leve. O autor soube incrementar a história e deixá-la bem realista (isso pra quem viaja ao lado de um ortopedista-escoteiro-alpinista, risos). Os diálogos são muito reais e o final do livro acabou comigo. Chorei muito. Mesmo. De ter que parar de ler para chorar. O final é lindo! 

Vale lembrar que Depois Daquela Montanha chegará aos cinemas em 2017. Tenho certeza que o filme será bem produzido e faço questão de assistir nas telonas!

Indico a leitura para todos. Nunca se sabe o que teremos pela frente; o livro apresenta uma grande e palpável lição de vida.

24 comentários:

  1. Oi Helousa
    Já li várias resenhas a respeito desse livro e já estou mega empolgada para conferir, especialmente por conta da situação que envolve as condições humanas dos personagens. Não tenho dúvidas de que seja um livro que traga muitas lições sobre o que esperar de nossa vida. Gostaria de poder ler logo e fico feliz que haja uma adaptação.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Proposta interessante essa, fiquei curiosa. Eu viajava muito a trabalho e SEMPRE achava que o avião ia cair, tanto que mudei de emprego, me deixava muito insegura rsrs.
    Não conhecia o enredo e não sabia que ia virar filme.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, adorei sua resenha parabéns. Não creio que ainda não tenho esse livro, sua resenha acaba de colocá-lo na lista da Black Friday, preciso saber como termina, mesmo que eu fique em lágrimas assim como vc.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Faz um tempo que não leio um romance com essa coisa toda da aventura e acho que este livro é uma excelente indicação pra isso. Já estou toda amores pelo Ben, precisamos de personagens assim, honestos, do bem.
    Quero muito ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Achei tão legal a premissa e ando com vontade de ler romances que me ensinem coisas rs e vc diz o livro traz lição de vida que acho que gostaria muito da leitura, preciso medar um descanso dos meus livros de terror! rs

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto dessa mistura de romance com aventura, além disso tenho ouvido comentários muito bom assim como os seus principalmente no que se refere aos personagens. Soube também que terá um filme dele. Espero que seja tão bom quanto

    ResponderExcluir
  7. Menina, eu também me acabei com aquele final!!! Eu te não esperava nada parecido com aquilo e foi um choque ver o que aconteceu mas adorei a maneira como terminou. Agora eu estou louca para ver esse filme, durante a leitura eu fiquei com a sensação de que merecia um excelente filme e tenho certeza de que será mesmo pois os atores são feras e não teria escolha melhor.

    ResponderExcluir
  8. Olá!! :)

    Eu não conhecia muito bem o livro ainda que o nome ate me seja familiar!! :) ahah Eu fiquei bastante curioso a ler!!

    Que bom que consideraste o enredo interessante e te sentiste interessada durante a leitura! :) Eu adoro esse confronto passado-presente assim como a narração em primeira pessoa! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Heloisa
    Ahhhh, amei seu post!!!
    Já quero muito ler este livro.
    Adoro um bom romance e este parece mesmo muito bacana
    Adorei a sinopse e a forma como vc explicou suas impressões sobre ele.
    Vou ler para depois ver o filme
    Ainda bem que o cachorro não morreu, senão eu nem ia querer ler...rs
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Helô,
    Estou bem curiosa com relação a essa leitura, mas receosa também. Estou imaginando o que faz as pessoas entrarem no avião com essas condições climáticas, mas acho que a questão de a vontade de chegar em casa ser maior que o receio é algo que descreve bem essa questão.
    Fiquei bem intrigada para saber o que vai acontecendo ao longo da trama e adorei saber da presença do cachorrinho.
    Não sabia que esse livro seria adaptado, então, agora, será uma prioridade ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Então, eu não estava interessada na história até ler que aconteceu um acidente de avião. Ai fui lendo a sua critica e agora estou mega interessada nesse livro. Eu sou viciada em uns programas da Discovery Channel que mostra experiências de sobrevivência em diferentes ambientes e eu acabei viciando, então qualquer livro que traga o assunto, eu já quero ler imediatamente. Dica mais do que anotada e amei saber que vai ter filme, creio que o livro deve ser ótimo então!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  12. Oii Heloisa, tudo bem? Recentemente tenho lido muitas resenhas positivas sobre a obra e depois de ler a sua minha vontade de ler triplicou! Fiquei super curiosa com esse final e também pelo fato de que será adaptado para o cinema! A premissa é super interessante e acho que farei uma ótima leitura. Resenha ótima!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. oie, helo, para tudo, falou em chorar? quero começar esse livro nesse exato momento. Adoro livros que me façam chorar. Além disso, achei muito interessantes os trechinhos dos diálogos que você apresentou, e todo esse enredo me chama muita atenção, da queda do avião e etc. Fiquei curiosa com qual será o desfecho e adorei saber que virará filme.

    ResponderExcluir
  14. Oi Helo

    Eu li esse livro, mas acabei não me envolvendo tanto assim na história como a maioria dos leitores. Achei o desenvolvimento da Ashley bem fraco e senti falta de uma intensidade maior na interação dos personagens. Mas foi uma obra gostosa de ler mesmo, li rapidamente. É uma pena que não funcionou totalmente para mim.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  15. Olha, não sabia que esse livro ia virar filme! Na verdade, tem um montão de livros que vai virar filme ou série ano que vem, né?
    Bom, admito que já tinha ficado curiosa com a capa nas livrarias, mas ainda não tinha lido nada sobre ele e fiquei muito animada quando vi sua resenha, porque queria saber o que as pessoas que tinham lido falavam sobre o livro.
    Gostei muito da ideia, adoro um romance em um cenário diferente e esse parece que vai trazer muitas questões a tona, principalmente por causa da personagem principal estar a apenas dias de seu casamento. A única parte que me deixa um pouco receosa é esse acidente aéreo aí - tenho muito medo de avião e espero que isso não vá me impedir de ler um acidente nele haha
    Vou tentar ler o livro antes de 2017 para poder acompanhar o filme depois de ter lido a narrativa :))
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  16. Muito boa sua resenha. Eu já conhecia esse livro, mas nunca li e cada vez que leio mais sobre ele, mais vontade tenho de ler.
    Estou bem curiosa em saber como esse livro irá terminar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oii!!!
    Nossa amei esse livro. Eu ainda não conhecia, mas depois de ler sua resenha fiquei com muita vontade de ler. Fico imaginando esse final... Será que um deles morre para salvar o outro? Ai gente, se for isso... ai é de cortar o coração mesmo. Com certeza vou ler. Espero que o filme não decepcione.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá!!!
    Não curto muito esse gênero dramalhão por isso nem solicitei pra leitura,lendo sua resenha um simples fato me chamou atenção e desde então não me sai da cabeça..o pobre cãozinho u.u ainda bem que ele sobrevive..menos mal...

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/11/resenha-sua-espera-abbi-glines.html

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu gosto muito de livros, filmes e séries com essa temática, é um fato que todos nós entramos em um avião e bate aquele medo de cair e realmente, Ashley teve muita sorte de ter um cirurgião ortopédico de trauma ao seu lado, porque se eu fosse ela acho que não sobreviveria sozinha não. Juntando tudo isso e mais a presença de um amigo de 4 patas, acredito que a história tem tudo para dar certo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Obaa, enfim um romance que se difere de muitos clichês que estão sendo lançados. Esse ar de aventura deixado, esse casal, que não é casal, passando por essa situação mostra como o ser humano pode mudar de acordo com as dificuldades apresentadas. Fiquei aqui pensando nesse desfecho.

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Confesso que eu quis ler esse livro por conta da capa que está muito bonita, mas ainda não o li e ultimamente estou só vendo bons comentários, o que está me deixando cada vez mais ansiosa e animada. A premissa é muito interessante e eu acho bacana histórias sobre acidentes, embora não leia muitas. Os personagens parecem ser bem construídos mesmo, assim como o envolvimento deles, o que é maravilhoso. Enfim, fiquei muito curiosa para começar logo a leitura desse livro.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. Olá, Heloisa.
    Eu tenho um amigo que morre de medo de andar de avião, mas ele sempre tem que viajar por conta do trabalho dele. Enfim, tenho certeza que ele nunca tomaria a decisão que Ben tomou e ainda levando a Asheley junto.
    O bom da narrativa ser em primeira pessoa pelo Ben, nos permite ter um a visão mais interna dos acontecimentos.
    Que ótimo que vai virar filme, vou querer assistir!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Oi Heloisa, tudo bem?
    A sinopse desse livro é definitivamente instigante e nos faz querer ler de imediato, até porque histórias passadas durante eventos como esses não são tão comuns assim. O que, pelo menos para mim, é um diferencial nesse gênero onde tem tantas sinopses parecidas demais.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Heloisa, tudo bem?
    Achei muito interessante a proposta desse livro e o enredo, bem diferente do que estou acostumada a ler e isso me interessou bastante. Então com toda certeza daria uma chance ao livro, fiquei curiosa com os personagens e para saber o final. Adorei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir