26 outubro 2016

Resenha - Novamente Juntos





Será que encontros aparentemente inesperados não são encontros programados?
Até que ponto duas pessoas que nunca se viram antes podem ter a sensação de que já se conhecem? Seriam almas afins? Vidas compartilhadas em outra existência?
Assim foi com Ana e Gustavo. Ela trabalhava em um restaurante quando Gustavo a conheceu e se apaixonou imediatamente. A partir desse encontro, uma nova fase surge na vida de Ana, mas nem tudo acontece como ela sonhava. Gilberto seu marido que falecera em trágico acidente não se conforma, e começa a persegui-la.
Entre encontros e desencontros, a protagonista vai precisar entender os sentimentos que a dividem e angustiam. Nessa relação, Ana, Gustavo e Gilberto terão de aprender sobre amor e liberdade para seguirem seus caminhos.

Título: Novamente Juntos
264 páginas || Skoob || Cortesia: Petit Editora  || Onde Comprar










Em ‘’Novamente Juntos’’ conhecemos a história de Ana, uma jovem que desde muito cedo perdeu sua mãe e agora vive junto de seu pai, Alberto.  Já seus três irmãos já haviam se casado e todos já tinham suas próprias vidas para cuidar, porém eles se metiam em sua vida frequentemente, o que a deixava muito brava já que nenhum deles aceitava o seu relacionamento com Gilberto, pois sabiam que o homem não prestava e a estava iludindo. 
Mas, como toda mulher apaixonada, ela não acreditava, por isso sonhava um dia se casar e ser muito feliz, por isso,  não deixaria ninguém atrapalhar isso. A vida traz noticias inesperadas a Ana que não vê outra saída senão contar a Gilberto que estava grávida. O que ela não sabia era como ele receberia essa noticia.

 ‘’ – Gilberto tem algo muito sério para dizer a você.
Peguei o resultado do exame e estou grávida...
O moço a abraçou rindo, alegre.
- Ana que alegria! Nosso filho será lindo como você. Estou muito contente.
- Gilberto, iremos nos casar, não é? – Perguntou a moça nervosa.
- Ana, já não tenho como esconder.... Fiz muitas coisas erradas em minha vida...’’

Outra surpresa para Ana era que Gilberto era casado e já tinha duas filhas e como naquele tempo ainda não existia o divórcio, não tinha como casar novamente. Outro ponto que pesava a Ana era que ele lhe dizia que era completamente apaixonado por ela e que não se importava com a primeira esposa, pois eles não se davam bem. Isso fez com que Gilberto colocasse em prática a idéia de morar junto a Ana, pois por ele a felicidade só dependia dos dois. E assim foi.


Ana chegou a casa e informou a sua decisão ao seu pai e irmãos que ao invés de apoiá-la acabaram lhe dando as costas, porque sabiam que o homem com o qual ela iria viver já era casado e Ana mesmo sabendo desse detalhe, acreditou que as coisas ainda poderiam dar certo. 

‘’Ela saiu rápido, não queria que tivesse acontecido assim, seria bem melhor que todos a compreendessem. Lágrimas escorreram pelo seu rosto. Gilberto, ao vê-la , veio ao seu encontro. Pegou as malas e a beijou no rosto.’’
‘’Ana estava triste, mas não ficou assim por muito tempo. Gilberto, entusiasmado, alegre, falava de planos maravilhosos, seriam com certeza muito felizes.’’

Só que sua família acreditava que ela ainda iria se arrepender muito de sua decisão e que estando cega de amor, não iria enxergar a verdade e muito menos iria dar ouvidos aos irmãos sobre o tipo de homem que Gilberto era. 

Então, com o passar do tempo, Ana teve não um, mas dois filhos com Gilberto, ela os amou muito e sempre tentou fazer tudo para cada um deles, pois cuidava da casa, preparava comida quando tinha, lavava as roupas e ainda arrumava tempo para cuidar do marido que vivia chegando tarde, porém sua vida com ele já não era mais a mesma, pois ela havia percebido que seu comportamento estava mudando e isso a assustava, pois ele se tornara muito violento. 

‘’Queria achar uma solução, não sabia como, tinha medo dele. Pensou até em se separar, mas não tinha como sobreviver sozinha com dois filhos, trabalhava muito e ganhava pouco. E depois que conversara com Carlos, tinha a certeza de que sua família não iria ajuda-la. Arrependeu-se.’’

Mais tarde, a vida de Ana estava para se complicar ainda mais, pois a primeira esposa de Gilberto falece e ele não vê outra opção senão trazer suas duas filhas para morar com eles, pois agora estavam sozinhas e não podia deixá-las de lado. Muito triste, Ana pediu-lhe de imediato para que as trouxesse para viver com eles, pois as tratariam como suas filhas e tentaria dar o amor e o carinho que elas necessitavam todos os dias de sua vida.

Só que um dia, Gilberto chegou em casa a noite e resolveu que todos eles teriam que se mudar de cidade por conta de um novo emprego e Ana achou bastante estranho essa decisão tão repentina, mas acabou acatando, pois ela não queria que ele ficasse nervoso e que ainda viesse a sobrar pra ela. Só que eles não poderiam imaginar que algo muito grave iria acontecer nessa viagem e que o futuro da própria Ana mudaria para sempre, principalmente de todos os seus filhos!



[- Minhas Impressões -]

A trama no geral foi muito bem desenvolvida, porém me senti um pouco incomodada em relação alguns pontos da historia, mais por conta dos acontecimentos terem sido muito rápidos. Ainda assim, confesso que gostei da história no geral e percebi que no decorrer de todos os capítulos a personagem Ana passa por vários problemas complicados, nos ensinando a dar VALOR e a escutar as pessoas que realmente nos amam, porque nunca estamos preparados para o amanhã. As pessoas mais velhas que tiveram experiências parecidas sempre têm um conselho que devemos seguir e para mim foi muito tocante acompanhar o amadurecimento da personagem. Por conta de todo sofrimento que foi passando ela começou a valorizar mais a vida e também a perdoar aquelas pessoas que lhe viraram as costas.

Mas o que realmente evoluiu e amadureceu bastante foi seu amor de mãe que ficou bastante claro nesse livro. Ela se mostrou uma mulher forte e decidida pelos filhos. Protegeu-os como uma leoa. E isso me chamou bastante atenção. Foi algo muito intenso que sinceramente me comoveu.

Já o personagem Gilberto é o tipo de homem galanteador que seduz as boas moças e depois faz da vida delas um inferno, porém, após vários erros cometidos ele começa a aprender com os seus erros com a importante ajuda de Ana e pessoas que vivem no mundo espiritual.
Agora um personagem que quero DESTACAR é Gustavo. Perceberam que o nome dele não foi citado na resenha né? Pois bem, isso eu vou deixar para vocês conferirem no livro, porque se não ia ter que soltar vários spoilers, devido sua importância na trama.

Além de ser uma pessoa muito rica, demonstrou ser muito bondoso e preocupado. Não se importou em nenhum momento em ajudar Ana quando ela mais precisou. Ele foi na verdade um Anjo da Guarda em sua vida. Foi extremamente lindo acompanhar esse personagem e todos os seus feitos, porque é difícil encontrar pessoas que nos estendam a mão nos momentos em que mais precisamos, nos momentos de maior amargura. E Gustavo foi essa pessoa para Ana, mas não só isso, como eu disse, só conferindo e vendo como a vida nos coloca algumas pedras para podermos aprender a levantar após o tropeço. E precisamos de vez em quando dessa mão, que ajuda a levantar e também ensina a combater as adversidades.

A narrativa é muito fluida e envolvente já que como eu disse, o livro nos passa a mensagem de como o mundo pode dar voltas, pois você pode estar bem hoje e amanhã não. Isso até acaba servindo de lição para as pessoas que tem intenções de prejudicar a vida uma da outra. Eu fiquei impressionada de verdade com tudo e com o sentimento lindo que Ana teve não só com os seus filhos, mas com as meninas também, de como as recebeu e as tratou como suas, sem indiferenças. 

E apesar dessa história ser bem triste, nos passa grandes ensinamentos, grandes aprendizados de como devem pensar e amar o próximo como a si mesmos, assim como a importância do perdão.

Quanto à diagramação preciso dizer que tudo está impecável, achei a capa simples, mas muito bonita tendo um casal de mãos dadas observando as montanhas. Os detalhes florais em volta de cada página do livro deram um toque ainda mais charmoso para o livro. As folhas são brancas e a fonte é de um bom tamanho facilitando a leitura. 

Um livro que RECOMENDO, principalmente para conhecer a vida BATALHADORA de Ana que irá lhes emocionar em todos os sentidos.

18 comentários:

  1. Olá Silvana
    Confesso que nunca li nenhum título da editora, mas adorei poder conferir sua resenha e eu realmente fiquei curiosa em poder fazer essa leitura também. Acredito que devem haver mensagens importantes no decorrer da história, como você mesmo comentou sobre os valores e afins.. Concordo plenamente sobre hoje estar bem e amanhã não saber como vai estar nossa situação... por isso precisamos dar valor sempre, a tudo. Fiquei bem curiosa a respeito dos personagens e gostaria de poder ler sim
    Beijos, Fer - www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana, não conhecia o livro e me interessei por este enredo em função da mãe se esforçar ao máximo pelos filhos. As pessoas acham isso natural, mas tem muita mãe que não merecia ser, e acho interessante ver exemplos bons na literatura. A arte gráfica do livro me encantou e tenho sentido cada vez mais, este capricho por parte das editoras brasileiras.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa, quanto mistério sobre essa viagem. Eu não costumo ler livros dessa editora e nem do gênero mas fiquei completamente curiosa. Acho que a Ana sofre bastante e tudo deve piorar umas mil vezes quando a ex dele morre. O convívio com as filhas dele deve ser difícil. Agora, quero mesmo é saber o que acontece nessa viagem.

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Não conhecia esse livro ainda e fiquei encantada com a história que parece ser muito emocionante, ainda mais pelos ensinamentos valiosos que passa. A protagonista vive cada coisa que mesmo sem ler já estou com dó dela e muito curiosa pra saber o que acontece nessa viagem tão repentina e quem é o Gustavo e como ele surge na trama. A parte gráfica ficou mesmo muito bonita, a Petit caprichou.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Achei a premissa do livro bem interessante e, embora tenha ficado um pouco desanimada quando falou que alguns acontecimentos são muito rápidos, gostei de saber que a trama traz essa reflexão de que devemos dar mais valor às pessoas que nos amam verdadeiramente.
    A capa é muito bonita. Desconhecia a obra, mas já anotei a dica.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Devo dizer que não conhecia este livro mas deixaste-me muito curioso!! :) Talvez leia, e verdade..!

    Ainda bem que gostaste assim tanto da leitura! Eu adoro quando a narrativa e fluida e envolvente e quando temos personagens fortes e batalhadoras! :) E de vez em quando ate leio um livro mais triste, e ate com ensinamentos nele para a vida real! :) hehe Ainda que todos tenham um pouquinho...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Acho que estes livros como tem a questão espírita sempre tem a pitada da dor para poder mostrar a verdade e o que temos que aprender com eles. Acho que as histórias são bonitas e que temos que nos colocar no lugar dos personagens para ver o que faríamos porque muitas vezes agiríamos da mesma forma.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Sil,
    Acho que todos os livros que são desse gênero nos trazem bons ensinamentos não é?
    Gostei muito da premissa desse livro, achei interessante a forma como a história parece ter sido construída, mas não gostei muito de saber que a história é triste, pois não é o que preciso no momento, infelizmente.
    Estou me perguntando como Gustavo é importante para a trama.
    Vou deixar essa dica anotada, mas não será algo que farei logo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oiii Sil, tudo bem?
    Eu ainda não li nada da editora, mas tenho vontade, pois já vi muitos elogios sobre seus livros. O livro aqui resenhado, eu ainda não conhecia. E confesso que não sei se o leria. Ele não parece ser bem o tipo de história que eu gosto. Esses romances com personagens mais adultos, filhos e afins, geralmente me causa um certo incômodo. Acho que porque foge muito da minha realidade, sei lá.
    Só fiquei curiosa com o título do livro. Será que teria relação com Gustavo?
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil, mais uma história cheia de valores a serem pensados! Gosto de tramas familiares que saem do que estou acostumada a ler. E aqui, quem é esse tal de Gustavo e porque ele e tão importante? Fiquei curiosa! Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bom?
    Nunca tinha ouvido falar desse livro e fiquei bem curiosa para conferir a trama, principalmente para saber onde Gustavo se encaixa na história e sua importância. Sou muito curiosa com essas coisas! rs Gostei muito de saber que a obra aborda temas como a importância do perdão e de amar o próximo como a si mesmo e claro, essa questão do amor materno que faz com que a pessoa amadureça, que é sempre lindo de acompanhar. Sugestão anotada. Ótima resenha!
    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil, tudo bem? Bom logo de cara dá para ver que o Gilberto não é boa coisa neh? Para ter se envolvido com a Ana mesmo casado e com dois filhos. Enfim não curti muito isso ainda mais porque ele desgraçou foi duas famílias nsh?
    Fiquei curiosa para saber o porquê ele quer mudar tão repentinamente e o que acontece no desfecho dessa história também... E menina quem é Gustavo?
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Ainda não conhecia o livro e, apesar de parecer uma história simples, me chamou muito a atenção.
    Não sei se foi por causa da Ana e de sua personalidade ambígua, calma e ingênua com Gilberto, mas uma verdadeira leoa com os filhos. Não sei se foi pela curiosidade que sua resenha despertou. Só sei que agora preciso ler esse livro.
    Gostei muito do jeito que você escreve. De como você soube dar algumas informações, mas se negar e desperta o interesse pra outras.
    E quem é Gustavo? Tô fazendo várias teorias mirabolantes aqui.
    Vou ter que ler esse livro.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Silvana.
    Parece ser um livro que retrata bem a realidade.
    Nunca li um romance espírita, mas achei interessante justamente por ser tão realista.
    E gostei de ter retratado a Ana como uma mulher normal, que erra e que acerta. Pelo visto ela amadureceu e ficou mais forte no decorrer do livro. E fiquei curiosa para saber mais sobre o Gustavo.

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Não leio os livros da editora por não ser seu público alvo, mas confesso que fiquei bem balançada com essa história. Tenho um fraco por livros emocionantes daqueles que fazem a gente chorar horrores. E, acredito que esse será nessa pegada. Espero ter a oportunidade de fazer a leitura em breve.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá, flor.

    Esse livro parece ser muito bom e com várias reflexões sobre a vida. Infelizmente, a história parece ser trista e no momento eu não estou procurando leituras desse tipo. Mas fico feliz q vc tenha gostado e a história trouxe muitas reflexões pra ti. É bem verdade que devemos amar o próximo como a nós mesmo. O perdão também é essencial para ter uma vida mais tranquila e sem mágoas. Amei!

    Beijos!
    Respire Literatura

    ResponderExcluir
  17. oi sil, que bom saber que gostou desse livro, percebi que ele traz uma série de situações que acontecem muito na vida real, e que mulher sofredora essa ana, ein, eu com certeza também sentiria muita raiva do gilberto. Uma pena o livro ter sido desenvolvido com acontecimentos rápidos, mas ainda bem que o resultado final foi positivo.

    ResponderExcluir
  18. Oi Silvana,
    Eu não conhecia esta obra, mas acredite que eu fiquei fissurada na leitura apenas por causa da sinopse. A sua opinião foi muito bem desenvolvida e relatou fatos que me deixaram intrigada ♥

    Vou procurar pelo livro apenas para saber o final, e saber como é a escrita da autora.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir