24 outubro 2016

Resenha - Minha Melodia



Dereck chegou ao fundo do poço. Sem suportar a dor de perder um grande amor, ele se entrega ao sofrimento e mergulha no lado obscuro do rock; com sexo e drogas. Com a carreira em risco, o astro volta ao Brasil um ano depois do casamento de Maria Clara e Alexandre Ferraz, em uma última tentativa de retomar o sucesso e superar o passado. Ao chegar, Dereck reencontra a mulher que nunca esqueceu. A mulher que conheceu no momento mais difícil de sua vida e que conseguiu acalmar seu coração com um sorriso. “Reconheci em sua voz o mesmo sofrimento que o meu, mas também vi em seu olhar a vontade de seguir em frente.” E não demora para que Dereck perceba que apenas ela poderá tirá-lo do abismo em que se encontra.






Título: Minha Melodia
264 páginas | Skoob | Cortesia: Companhia das Letras | Onde comprar











"A música e eu sempre fomos um só (...). Não podíamos ser separados, não havia começo e fim. Mas hoje, quando canto, sinto que falta alguma coisa. E isso vem se arrastando há alguns meses. A adrenalina não me move como antes. E não é justo com vocês, comigo e, principalmente, não é justo com a música. A música está lá, mas eu não estou, e ela merece mais. A música merece um Dereck Mayer completo e não somente a metade do homem que hoje sou. E vocês merecem muito mais, não a merda da presentação que eu faria."

Dereck Mayer é um cantor mundialmente famoso que está passando por uma fase nada simples, tanto na sua vida pessoal quanto profissional. Nos últimos meses de sua vida, ele teve uma grande decepção amorosa, decepção essa que tomou grandes proporções e está lhe custando a carreira. Sem conseguir lidar com o sentimento de perda e dar prosseguimento ao turno natural das coisas, ele se deixa consumir acaba extrapolando em tudo o que é considerado boêmio: drogas e sexo. Sua vida está num espiral sem fim, ao ponto dele começar a não conseguir cantar nos shows.

"Ilusão pura. Eu estava virando especialista em quebrar promessas, e aquela foi apenas mais uma de tantas que não cumpri. Parar de beber; parar de sair com fãs; parar de contratar prostitutas; parar de usar drogas."

No dia do casamento de Clara, o grande amor de sua vida, ele opta por não ir à cerimônia, ficando em um bar e bebendo até entrar em coma alcoólico. No hospital, ele é atendido pela doutora Manuela, e, por mais incoerente e inconsciente que esteja, ele consegue se lembrar de uma conversa que teve com ela no meio da noite. Através dessa pequena interação, ele percebeu que a doutora falava de perda como se soubesse muito bem o que ela representa, e provavelmente já sofreu como ele. Mesmo sem saber seu nome, nem se um dia irá encontrá-la novamente, ele ficou com o rosto da médica na cabeça.

"Dereck Mayer. Puta merda! É ele mesmo. Respira, Manu. Não entra em pânico. Não é nada de mais. Você simplesmente está nos braços do Dereck, o ex-namorado rock star da Clara. Surtei!"

Manuela, a médica, é uma adulta que adora sua profissão. Ela é a melhor amiga de Clara, e mantém um sentimento muito profundo por um rapaz que faleceu há uns anos. O que ninguém imagina é que ela era apaixonada por seu melhor amigo, que, na época, era namorado de Clara. Devido a essa situação complicada, ela acabou nunca revelando seu sentimento para eles. Ele faleceu sem saber e ela sofre até hoje com o que não pôde e nem iria viver.

Ela conheceu Dereck na casa de Clara uma vez, e, depois o viu no hospital. Por saber do amor que ele tem por Clara, ela se solidarizou e compreendeu sua dor. Depois de alguns meses, quando Dereck volta ao Brasil, eles se esbarram em uma boate e começam a desenvolver certa amizade.

"Se o destino existia eu não tinha certeza, mas sabia que o amor nem sempre chega de maneira que esperamos. Não é um sentimento perfeito e se revela onde menos se espera."



[ - Minhas Impressóes - ]


Minha Melodia é um romance erótico inadequado para menores. O livro é repleto de situações e conflitos adultos, que fazem com que o enredo fique bem próximo da realidade. Ele pode ser lido como um volume único, mas é importante ressaltar que os personagens já são conhecidos pelos leitores da autora, já que eles aparecem nos livros O Amor Não Tem Leis e O Amor Não Tem Leis: O Julgamento Final.

Nos outros livros, o personagem Dereck desempenhou o papel de antagonista de um casal, e, obviamente, sobrou. Por isso seu comportamento destrutivo no decorrer do Minha Melodia é fácil de ser compreendido. Eu não li os livros anteriores, e posso afirmar que não ficou faltando nada para o entendimento do sofrimento de Dereck, você inclusive consegue se sentir mal com sua situação. Independente disso, ele é carismático, divertido e impulsivo. 

Manuela, por sua vez, leva uma vida regrada, se dedicando exclusivamente ao hospital e aos amigos de trabalho. Sua vida social está diretamente relacionada com seus colegas do hospital, e o aparecimento de Dereck mexe com sua rotina. Eles iniciam um relacionamento de amizade, cheio de faíscas, mas, no início, nenhum dos dois está preparado para se envolver, fato que achei muito maduro e real. Vemos situações assim no nosso dia-a-dia. Aconselhamos amigas que vivem assim.

Em determinado momento do livro, quando o casal estava em uma situação confortável, pensei: o que será que ainda tem pra acontecer... Me surpreendi, ainda havia história, fazendo com que todas as pontas soltas fossem finalizadas de forma eficiente e completa.

Percebo que na literatura erótica existe uma linha muito tênue entre o número de cenas de sexo e a pornografia. Sempre que começo um livro desse gênero me pego pensando qual será o estilo da autora, se vai colocar cenas em excesso e esquecer do envolvimento emocional entre os personagens; ou se vai trabalhar bem o enredo e fazer com que as cenas hot sejam apenas um acréscimo à leitura. Felizmente, Minha Melodia faz parte desse segundo grupo. Camila Moreira soube dosar os ingredientes para que a leitura fosse bem aproveitada, colocando humor, romance, drama, conflitos, angústias, paixão e sedução. 

Sobre a edição, não encontrei erros, a diagramação está ótima, as páginas são amareladas com textura lisa. Achei a capa linda, com o título em azul cintilante. A escrita da autora é fluida, leve e atual. Amei a as músicas que acompanham os capítulos, e pela primeira vez, posso afirmar que conhecia todas. Mal começava o capítulo, eu já estava cantando mentalmente e tentando entender qual seria a sua relação com o enredo. Recomendo o livro pra quem gosta do gênero erótico com conflitos e muito rock.

23 comentários:

  1. Olá Heloisa
    Eu estou até agora me perguntando como ainda não conhecia esse título, e realmente, depois de ler sua resenha sei que quero muito poder conhecer essa história também. Achei a capa linda e a premissa muito empolgante. Não sou muito de ler eróticos, mas esse me pareceu um pouco diferente e fiquei curiosa mesmo. Espero não me decepcionar, já irei procurar sim! Ah, que bom que pode ser lido como volume único, mas quero os outros também.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Helo. Eu li os dois livros antes mas eu não lembro de nada do enrendo, então não lembro quem seria Derek, mas estou louca para ler esse livro. O que mais gosto de autores de livros eróticos é justamente essa sobreposição de juntar as cenas hots com o romance do livro, sem esquecer o lado sentimental, o que infelizmente falta hoje em dia.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu nunca li nenhum livro da autora, até tentei ler o primeiro volume de O Amor Não Tem Leis mas não consegui avançar na leitura pois não gostei da narrativa dela e da maneira como ela desenvolveu os acontecimentos e acabei abandonando o livro. Em contraponto eu adorei a premissa desse livro e a capa também e estou com muita vontade de o ler, apesar do receio de achar o livro ruim, pois adoram livros em que os protagonistas estejam envolvidos com música. O fato dos acontecimentos serem bastante adultos e próximos da realidade me deixaram com a sensação de que a autora conseguiu desenvolver bem a trama e isso aplaca um pouco o meu medo de realizar a leitura.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  4. Eu sou fã da Camila desde que li o amor não tem leis. Acho a escrita dela tão simples e fluida. Esse livro está em primeiro lugar em minha lista de compras com certeza. Uma amiga já leu e disse que a autora vem com uma escrita bem mais madura do que os livros anteriores e depois de ver suas impressões eu fiquei mais curiosa ainda. Assim que puder leia o amor não tem leis. Nao vai se arrepender. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Camila Moreira pisou no acelerador d escrita e toda hora tem livro novo desta menina nas prateleiras das lojas. N]ao curto romances eróticos, então, não me interessei muito por este, mas achei a capa linda!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. oi helo, eu gosto bastante de enredos com músicas e gosto de ver esse envolvimento emocional entre os casais, mas mesmo que você mencionou que esse livro está no grupo dos que tem cenas hot em umma boa dose, mas o fato de ele ser classificado como hot não me deixa muito interessada, mas isso para o momento, quem sabe eu ainda venha ler no futuro.

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    Eu não conheci aeste livro e fico contente que tenhas gostado! :) Contudo, não lerei, porque não faz nada o meu género...

    Não aprecio literatura erótica, mas ainda bem que achaste que o livro faz parte desse segundo grupo, com um desenvolvimento de trama e personagens, com qualidade! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Helo

    Eu quase solicitei esse para a editora, mas fiquei meio receosa de ler sem ter lido os anteriores, mesmo que seja uma história, de certa forma, independente.
    O livro tem uma temática que eu curto bastante, então certamente lerei assim que ler os outros dois. Fiquei feliz em saber que a autora não pesou a mão na hora das partes eróticas, realmente há uma linha muito tênue e infelizmente muitas autoras a ultrapassam!

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Até hoje não li nenhum livro da Camila, mas sempre tive vontade de ver autores brasileiros escrevendo esse gênero que de certo modo sofre um certo preconceito em relação aos outros...
    A premissa do livro é bastante instigante que faz com que você se interesse pelo livro logo de cara!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    O livro me chamou atenção e parece ser ótimo. Gostei de saber que a autora trabalhou bem e as cenas hot não ficaram em excesso e nem cansativas. Dereck parece ser um bom personagem que conquista o leitor fácil apesar de seus problemas. Sua dica está anotada!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Helô, tudo bem? Achei a história bem interessante e mesmo com o Derek tendo tido esse comportamento destrutivo eu gostei dele. Também gostei de saber que as cenas Hots foram na dose certa.
    Dica anotada.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Olá Heloisa,
    Não gosto muito de livros hots, mas a classificação que você deu para ele me deixou curiosa, pois a premissa parece ser bem agradável mesmo. Estou imaginando como essas duas pessoas devem estar quebradas e como lidam com isso. Além disso, como os dois, juntos, podem se ajudar.
    Anotei essa dica, pois acho que poderei gostar mais do que imagino.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei bastante da capa, embora hot não seja um gênero que eu leia frequentemente, a premissa do livro parece ser bem interessante. Mesmo esse livro não necessitando que se leia os anteriores em que os personagens aparecem, sou do tipo que quero ler tudo quando embarco na estória heheheh. Que coincidência danada que ligou esses dois personagens, heim? A resenha está ótima.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  14. Oi Heloisa!
    Eu não curto literatura erótica, não faz o meu gênero.
    Mas fico feliz que você tenha gostado da leitura. Realmente esse gênero pode acabar ultrapassando uma linha e chegando a um ponto que não é mais erótico e sim pornográfico, e isso eu vejo como um problema. Que bom que a autora não chega a esse ponto.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/10/descobrindo-garcia-roza-resenha.html

    ResponderExcluir
  15. Oi Heloisa, tudo bem?
    Eu amo romances, é um dos meus gêneros favoritos e gostei bastante da maneira que o casal se conhece e como eles têm algo em comum: se apaixonaram por alguém e não foram correspondidos. A trama me parece ser boa e achei legal saber que pode ser aproveitado como um livro único. O problema é que não gosto de livros eróticos, apesar da autora ter utilizado as cenas hot mais como um acréscimo. Lerei um dia para tirar minhas próprias conclusões, mas por enquanto não me sinto animada. Amei a sua resenha.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  16. Oi!

    Tenho uma péssima relação com livros com músicos. raramente gosto deles e fico frustrada demais. Fico feliz ao ler sua resenha, que a autora conseguiu dosar bem tudo na história. As cenas hots, os conflitos, os dramas...Realmente eu daria uma chance para esse livro, mas iria totalmente sem expectativas. Haha.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  17. Oie...
    Não gosto de ler livros eróticos, pois, acho super desnecessários aquelas cenas exageradamente descritas, mas, respeito quem os lê. Mas, de qualquer forma, achei legal da parte da autora ter dosado bem as cenas quentes com outras comuns. Parabéns autora! Não é sempre que vemos isso...
    Amei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi! Os livros da Camila Moreira são sempre ótimos, eu realmente amo, e apesar de não lembrar muito de tudo que aconteceu nos outros dois eu acredito que irei gostar desse! Alias, já queria agora mesmo começar a ler porque sei que irei amar!! Mas infelizmente ainda não possuo e mal posso esperar para ver o que irá acontecer e o desenrolar de tudo isso. Amei a resenha!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  19. Hi baby, tudo bem? livros eróticos não são muito a minha praia mas esse me chamou bastante a atenção, a capa é muito atrativa e a premissa mesmo reciclada me atraiu pois pela sua resenha ele não é igual aos outros, vai entrar para minha lista de desejados ;)

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Olá Heloisa, tudo bem?
    Não gosto nenhum pouco de contos ou livros com teor erótico, mas algo nesse livro me chamou a atenção. Primeiro por se tratar de uma sequência indireta de outra série, e segundo por o protagonista deste ser o antagonista do outro. Sempre prezo por conhecer ainda mais esses personagens, entender o porque fazem cada coisa para conseguir o que querem.

    ResponderExcluir
  21. Quando vi a capa do livro, nem imaginei que se tratasse de um livro inadequado para menores. Eu confesso que não me senti nem um pouco atraída pelo livro. Até pelo fato de não curtir muito romances eróticos, com pouquíssimas exceções. Concordo com você quanto à linha tênue que separa erótico de pornográfico. Gostei muito da sua resenha!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Pensei que a Camila Moreira tinha dado um tempo nos romances, mas acho que me enganei, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Gênero erótico mais rock? Me parece uma senhora combinação explosiva da qual eu provavelmente vou gostar muito caso venha a ler.
    Assinatura: Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oiee Heloisa ^^
    Eu só li o primeiro livro, mesmo não gostando do gênero...hehe' e gostei bastante. Ainda estou revoltada com o final, e mais ainda por não saber o que acontece depois, pois não li o segundo livro! Adorei o Dereck quando ele surgiu no primeiro livro ♥ estou doida para conhecer mais sobre ele...hehe' *-* Fico feliz em saber que a autora soube dosar tudo direitinho.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir