13 setembro 2016

Resenha - Imperfeito




Daniel sempre soube que era diferente dos outros garotos, mas é somente na festa de despedida do Ensino Médio que ele aceita sua homossexualidade. Agora, prestes a entrar na faculdade, ele terá de lidar com seu verdadeiro eu.
O início das aulas traz mudanças inevitáveis e o jovem logo se vê dividido entre dois caminhos. Um lhe garante a possibilidade de ser feliz, o outro o obriga a manter uma parte de si oculta de todos ao seu redor.
Dan está cheio de dúvidas e angústias difíceis demais para um garoto de apenas 18 anos enfrentar.
Para sair desse cenário triste, ele vai precisar tomar a mais simples e mais marcante decisão de sua vida. Imperfeito é um romance pungente e, ao mesmo tempo, sensível.
A trama criada por Robson Gabriel é pontuada por dor, prazer e descobertas, e certamente vai emocionar os leitores

Livro: Imperfeito
224 páginas || Skoob || Editora: Astral Cultural || Onde Comprar








Dan está saindo do ensino médio e como um marco dessa vitória maravilhosa, ele e seus amigos, Andy, Bia e Line, fazem uma festa e tudo começa bem, mas ao longo de várias músicas e muitas bebidas, as coisas começam a esquentar. Dan e seus amigos decidem fazer uma "brincadeira" e no meio disso Dan acaba beijando o seu melhor amigo Andy. O pior de tudo é que Dan acaba gostando.

Depois dos acontecidos, Dan acaba se afastando de seus amigos e logo entra para a faculdade. Muitas coisas novas acontecem lá, ele faz novos amigos, conhece gente nova, porém tudo está de cabeça para baixo já que desde o beijo com Andy ele não para de pensar nisso.

Então é a partir daí que várias reviravoltas vão acontecendo, por isso, esse livro nos trará acontecimentos da vida de Dan, o drama de se assumir ou não para sua família que tem uma mente fechada, suas decisões e as consequência de seus atos, suas chances perdidas de mostrar para todos que não é gay.

Esse foi mais um livro comprado na Bienal e que praticamente devorei em casa. Comprei o livro no meu primeiro dia, mas como eu não tinha muito dinheiro e ainda tinha que comprar os livros que estavam na minha listinha, acabei fazendo a bobagem de comprar Imperfeito com a minha prima, a condição era que eu leria e depois iria dar para ela. Quando cheguei em casa comecei a ler, e sério, não tinha forças para entregar para a minha prima. Voltei uma semana depois para comprar outro exemplar, dessa vez só para mim (risos).

Imperfeito tem uma premissa muito interessante, porque vemos uma pessoa que está em dúvida sobre sua sexualidade, as perguntas sobre isso, como lidar com uma sociedade homofóbica e preconceituosa e entre milhares de outras dúvidas que cercam a cabeça de alguém que está se descobrindo. Eu nunca havia lido nada com o tema LGBT, por nunca ter conhecido um livro que falasse sobre isso. Estou muito grata ao autor (super fofo) que me ensinou tanto com essa história. O livro fala de coisas que acontecem todos os dias, em todo o mundo, pois nos mostra a realidade.

Os personagens são bem interessantes e cada um tem suas qualidades e defeitos e são tão humanos quanto nós. Gostei muito do fato do autor ter feito os personagens assim, nenhum bom ou ruim e sim humanos que fazem escolhas boas ou ruins, isso tornou o livro muito mais real.

Confesso que fiquei (muito) irritada com o Dan por fazer muito drama em muitas situações e por se menosprezar em algumas situações. A história é retratada em São Paulo e amei todas as menções dos lugares como o MASP, a Av. Augusta, e muitas outras. Também tem muitas menções a músicas, livros ( como o da Kiera Cass, gritei quando li que o Dan estava lendo o livro dela). A capa do livro está uma fofura. As paginas são amareladas e a fonte é do tamanho ideal. Infelizmente achei alguns (mínimos) errinhos no livro, mas nada que estrague a leitura.

O livro é narrado em primeira pessoa e tem uma narrativa bem jovem e atual. E também não posso deixar de mencionar o final que quebrou meu coração em mil pedaços e que me faz esperar muito pela continuação. Eu fique muito feliz com a minha compra e não me arrependo em nenhum momento de ter comprado, Dan e sua história conquistaram o meu coração e com certeza vai conquistar o seu!

Recomendo a todos a ler essa história INCRÍVEL!

19 comentários:

  1. Olá
    Gostaria muito de poder ler esse livro e adorei poder conferir sua resenha, especialmente porque é a primeira que leio a respeito. Não tenho dúvidas de que é uma história incrível e o Robson merece muito sucesso com sua obra. Estou bem curiosa sobre o desenvolvimento dos personagens.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Ai que coisa mais linda de se ver <3 Obrigado pelo carinho e por estar presente neste momento, pode ter certeza que a continuação irá te emocionar ainda mais!

    ResponderExcluir
  3. Caramba, nunca tinha visto essa de comprar um livro com alguém, acho que eu não conseguiria dar para a outra pessoa. Eu não conhecia o livro mas já gostei dele através de seus comentários. Gostei bastante da capa, diferente e bem bonita. A história também me deixou interessada e espero que se eu ler, que eu goste tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  4. Oi Giovanna, a cada resenha que leio deste livro, mais interessada fico, a começar da capa, que é ainda!!! Acho o assunto bem pertinente, mas talvez me incomodaria esses dramas do personagem, como incomodou você, mas ainda assim, sua resenha me deixou bem curiosa e interessada no livro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Não conhecia o livro, não tenho costume de ler LGBT (não é por que sou preconceituosa, mas por não achar um que realmente chame minha atenção).Confesso que fiquei super empolgada com sua resenha você fez tantos elogios que me deixou curiosa para conhecer a trajetória do Dan.O livro parece ser bem realista e eu adorei isso.O fato do livro ser narrado em primeira pessoa me deixou mais feliz ainda, amo esse tipo de narração. Dica anotada.Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Adooooorei sua resenha, flor. Já li opiniões positivas a respeito dessa obra e confesso que tenho enorme curiosidade em lê-la. Parabenizo o autor por ter conseguido trazer à tona os questionamentos sobre a sexualidade e sobre a homofobia. Adorei saber que o enredo se passa em SP e que o autor conseguiu dar destaque a alguns lugares da cidade. <3

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oii,
    Não conhecia o livro, mas já posso dizer que eu já quero! Adoro livros com temas LGBT e ainda mais com esse assunto de auto-aceitação e todo esse negócio de assumir. Vou tentar ler o livro ainda esse ano.
    Adorei sua resenha, parabéns!

    Beijos!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu não sabia da publicação desse livro, mas achei bem interessante essa premissa do livro. E gostei tambem da capa escolhida. Outro detalhe que não conhecia é a editora, fiquei sabendo das publicações essa semana, e me despertaram a curiosidade. Vamos ver quando vou conseguir ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Nunca li um livro que falasse sobre o homossexualismo. Percebi que histórias desse tipo tem estado bastante em alta e estou muito curiosa pra conhecer alguns. Vários já entraram para a minha wislist e não sei por onde começar. E agora com a sua resenha, fiquei ainda mais confusa, já que esse também parece ótimo, principalmente porque você não quis abrir mão dele para dar para a sua prima. O problema de narrativas em primeira pessoa é que as vezes o drama dos protagonistas são mesmo exagerados, mas acho que dá pra encarar mesmo assim.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu fiquei sabendo sobre esse lançamento e a primeira coisa que tinha me chamado a atenção foi essa capa, que realmente está maravilhosa. Acho muito legal essa temática homossexual porque é uma coisa diferente do que estou acostumada, e achei muito legal acompanhar esse drama de ele se assumir ou não. Apesar de alguns exageros por parte do protagonista, acredito que seja uma ótima leitura.
    Beijos.

    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Oie.
    já li uma resenha desse livro e essa só reforça a minha vontade de ler a obra, por se tratar de um romance homo e por ser nacional eu já fico animada, pois são dois requisitos que eu pretendo aumentar na minha estante.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  12. Oi Giovanna,

    Gostei bastante de ler sua resenha, pois não conhecia o livro e amo a temática. Sempre aprendo um pouco sobre as pessoas quando leio livros assim. Que bom que ocê curtiu a obra, e olha só é nacional. Essa capa também tá linda de mais. Será que eu também vou me irritar um pouco com o Dan? hehe

    parabéns pela resenha =)

    ResponderExcluir
  13. Olá, Giovanna!

    Eu não conhecia esse livro.
    Ainda não li nada com esse tema e para ser sincera os livros que conheço que fala sobre a homossexualidade, não despertaram a minha atenção para querer lê-los. Adorei a sua resenha e principalmente saber que é uma obra nacional, mas infelizmente não sei se leria, apesar de saber que o livro trouxe muitos ensinamentos a você e gosto de livros que trazem um aprendizado aos seus leitores.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  14. Olá Giovanna,
    Ainda não conhecia esse livro e preciso concordar que a temática é bem interessante. Eu já li vários livros com a temática, mas nenhum que aborda a dúvida e as questões que isso implica. Além disso, achei muito legal a narrativa ser jovem, pois irá alcançar mais leitores.
    Parabéns pela resenha e, claro, vou anotar a dica.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu gosto bastante de livros com essa temática, principalmente esses que são mais realistas, que mostram o que costuma acontecer de verdade. O protagonista parece ser interessante e gostei de ler que o autor criou personagens humanos. Enfim, parece ser uma boa leitura mesmo, por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Não dava muitas expectativas para esse livro, mas depois da resenha já coloquei como desejado, imagino o quanto seria difícil devolver o livro sem comprar outro exemplar. Achei o enredo bacana, onde podemos acompanhar o personagem e a descoberta de sua escolha sexual, já espero gostar da leitura mesmo que o protagonista seja irritante.

    ResponderExcluir
  17. Oi Giovanna
    Eu ainda não havia ouvido falar dessa obra em lugar nenhum, logo a sua é a primeira resenha sobre ela que leio e você já conseguiu me convencer a fazer essa leitura.
    Adoro obras com temática LGBT e devoro alguma sempre que posso,acredito que esse seja um tema que deve ser muito lido e debatido pois só o conhecimento será capaz de combater o preconceito.
    Gostei muito de como você modulou a sua resenha e fiquei feliz que os prós tenham vencido os contras e você tenha apreciado a leitura, ele já está na minha lista de desejados.
    Beijooo

    ResponderExcluir
  18. Olá, Giovanna! Que coisa maravilhosa encontrar um livro que nos faz querer tê-lo só pra gente, né? Acho que eu também faria o mesmo se em encantasse assim com a leitura!:) Conheci "Imperfeito" através do facebook, com as publicações de amigos autores que estavam na bienal, mas nunca havia lido sobre ele. Agora com sua resenha fiquei curiosa para conhecer o livro! A ambientação em SP e personagens "reais" certamente nos aproximam da história. Também me agrada muito a premissa do livro, não só pela questão da representatividade - o que já é muitíssimo especial - mas por ser uma obra nacional do gênero, o que ainda temos pouco por aqui.
    Sucesso para o autor e parabéns pela resenha! ;)


    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Gi!
    Antes de ler a resenha fiquei curiosa pela capa chamativa. Gostei da temática delicada sobre se assumir para uma família fechada. Acho livros assim super importantes pois ajudam as pessoas a tomarem coragem para falar a verdade mostrando que esconder pode deixar passar várias oportunidades.
    Gostei das referencias nacionais e sei como é isso de gostar tanto de um livro e depois acabar pegando um só pra você.
    beijos

    ResponderExcluir