11 agosto 2016

Resenha - Por dentro da Casa Branca




Da icônica família Kennedy aos descolados Obama, tudo o que aconteceu e acontece na Casa Branca passa pelos olhos e ouvidos de seu fiel e discreto staff, que, há mais de dois séculos, prepara as refeições, tira o pó dos móveis e arruma a cama dos presidentes americanos e de seus familiares. Neste livro da jornalista americana Kate Andersen Brower, esses privilegiados observadores ganham voz e revelam que a propriedade localizada no número 1.600 da Pennsylvania Avenue, em Washington, é, além da sede do governo dos Estados Unidos, também uma residência como muitas outras, que abriga uma família diferente
de quatro em quatro anos – ou de oito em oito anos. Com uma prosa saborosa e fluida, Kate traz à tona cenas do dia a dia do afamado endereço que nunca ou pouco repercutiram aqui no Brasil, como a reação do porteiro da Casa Branca ao atentado de John Kennedy, a rotina espartana de Jimmy Carter que obrigava os empregados a se levantarem de madrugada para limpar o Salão Oval, as ameaças sofridas pelos titulares da residência e, claro, os grandes jantares e festas. Graças aos depoimentos de mordomos, arrumadeiras, cozinheiros, floristas e calígrafos, entre outros profissionais, e de três ex-primeiras-damas, os bastidores dos mais de 160 cômodos distribuídos por seis andares da mansão mais famosa do mundo são revelados ao curioso leitor.

Livro: Por Dentro da Casa Branca
352 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Planeta || Onde comprar








"Quase todo mundo que já era nascido em 1963 se lembra exatamente onde estava quando soube que o presidente Kennedy havia sido baleado. Para Bruce, no entanto, a notícia tinha um significado especial: Kennedy era não apenas o presidente, mas também seu chefe e, mais importante, seu amigo. Preston Bruce era porteiro na Casa Branca e um funcionário querido da equipe que lá trabalhava. Na manhã do dia anterior, ele havia acompanhado o presidente, a primeira-dama e seu filho John-John até o helicóptero da Marinha pousado no Jardim Sul que os levaria até a Base Aérea de Andrews, onde estava o avião presidencial Air Force One. De lá, os Kennedy decolariam para seu fatídico giro de dois dias por cinco cidades do Texas, em campanha pela reeleição. (John-John, que completaria 3 anos quatro dias depois, adorava voar de helicóptero com os pais. Voou apenas até Andrews. Quando lhe disseram que não poderia viajar com os pais até Dallas, abriu um berreiro. Foi a última vez que viu o pai.)"

A casa branca, localizada nos 73 mil metros quadrados mais famosos do mundo, é a cede que abriga o presidente dos Estados Unidos. Além de ser residência oficial da família, é também o lugar de onde o presidente toma as maiores decisões, onde acontece jantares decisivos e onde acordos são feitos e desfeitos. Não é um lugar fácil de se viver. Apesar de todo o luxo que cerca o local e todas as mordomias, também é um dos lugares mais vistos e que gera mais curiosidade, além de requerer vigilância vinte e quatro horas por dia, por abrigar o presidente, que vive em risco constante por causa de sua função. Mas esse lugar não funciona sozinho. O funcionamento depende de uma diversidade de empregados, que arrumam, limpam, cozinham, mantém as flores frescas, trabalham com o encanamento, com a energia, fazem as sobremesas, organizam os jantares oficiais, dentre muitas outras funções.

"Por conta de seu trabalho, muitos desses homens e mulheres estiveram ao lado de presidentes e suas famílias em momentos incrivelmente vulneráveis, mas apenas poucos deles publicaram memórias de suas vidas na Casa Branca. Este livro marca a primeira vez que tantas pessoas compartilharam publicamente suas experiências de vida dedicadas a cuidar da primeira-família. Suas lembranças incluem desde pequenos gestos de gentileza a episódios de raiva e desespero, de histórias de pequenas idiossincrasias e fraquezas a momentos em que seu trabalho rotineiro se misturava com passagens de triunfo ou tragédia nacional."

É a história desses empregados que conhecemos no livro por dentro da casa branca. A história de homens e mulheres que serviram vários presidentes, que tiveram de ignorar suas preferências políticas e pessoais para agradar seus novos chefes, e são eles quem ficam junto com a casa, quando acaba um mandato e um novo chefe se prepara para chegar, são eles que organizam a mudança em poucas horas e que deixam tudo perfeito, para fazer a primeira família se sentir o mais acolhida possível na chegada e para fazer também com que a antiga família saia do local com dignidade e conforto, sem que sintam que estão sendo expulsos.

"Muitas primeiras-famílias dizem que consideram os funcionários os verdadeiros moradores da Casa Branca. O presidente Carter se referiu a eles como “o cimento que mantém a casa em pé”. Um desses trabalhadores chamou os colegas de “grupo de pessoas que comem, dormem e bebem a Casa Branca”."

Em por dentro da casa branca conhecemos funcionários que serviram aos icônicos Kennedy, que tiveram de ajudar na transição da presidência quando Kennedy faleceu e Johnson teve de assumir às pressas. Foram eles que fizeram o possível, através de grandes e pequenas ações para melhorar o clima para os Clinton quando foi descoberto o caso lewinsky e este foi a público e a família vivia em crise. Foram eles que estiveram lá no dia 11 de setembro de 2001 quando houve o ataque às torres gêmeas e também quando Barack Obama assumiu, sendo o primeiro presidente negro da história dos Estados unidos. Foram também esses empregados que presenciaram momentos de emoção na despedida de presidentes, que sofreram com os caprichos de alguns que estiveram lá e que também se tornaram grandes amigos e confidentes de membros das primeiras famílias. Foram eles que ouviram segredos de estado e também que flagraram presidentes em seus momentos íntimos e constrangedores.

"Embora às vezes membros da primeira-família desejassem esquecer a pompa da mansão, para muitos funcionários essa mesma pompa era um consolo. “Se você está tendo um dia ruim com algum membro da primeira-família ou seus assessores, basta se afastar um pouco e olhar para aquela construção”, disse Limerick. “Quando eu via a Casa Branca iluminada à noite, pensava comigo: Eu realmente trabalho aí dentro e sinto-me privilegiada. Isso era o suficiente para eu me aprumar, colocar as ideias em ordem e enfrentar o dia seguinte.”

Nesse livro fascinante e cheio de detalhes, a jornalista Kate Andersen Brower dá voz as pessoas reservadas e discretas que são responsáveis por fazer a casa branca funcionar e por dar conforto e por ajudar a primeira família, como é chamada a família do presidente.

"E acabarão também se acostumando com tanta gente a cuidar deles, ou pelo menos aprenderão a conviver com isso. “Acho que os funcionários da Casa Branca realmente aprenderam um jeito de deixar as famílias à vontade e fazê-las se sentir o mais normais possível, mesmo com dúzias de pessoas em volta, colocando flores, passando o aspirador, ajeitando coisas o tempo todo”, disse Michelle Obama. “Você começa a vê-los como parte da família em muitos aspectos e isso é o bonito do lugar.”


[ - Minhas Impressões -]

Confesso que eu não resisto a um bom livro de não ficção que traz uma reportagem que parece tão intrigante, e com o Por dentro da casa branca não foi diferente. Assim que descobri a premissa, que ele falaria sobre a casa branca, e ainda na visão dos empregados, aqueles que fazem tudo funcionar soube que precisaria ler. E com certeza foi uma obra que não me decepcionou. A cada momento que eu lia queria conhecer ainda mais, queria mais detalhes sobre determinados episódios. Com o livro, podemos acompanhar principalmente desde a era Kennedy, embora alguns governos anteriores tenham sido mencionados mas o foco maior foi de 1960 a diante, passando pelos Kenedy, Johnson, Nixon, Ford, Carter, Reagan, Bush, Clinton, Bush filho e Obama, e com a era da televisão e das notícias instantâneas, com certeza todos já viram um ou vários desses homens e leram muito sobre eles e aqui poderão conhecê-los mais a fundo como eu os conheci.

De certa forma, a obra nos traz o que vem depois das luzes serem apagadas. Podemos acompanhar caprichos como de Nancy Reagan, uma primeira dama que era exigente ao extremo e chegava a ter uma relação difícil com seus funcionários, criando sobremesas complicadas em cima da hora ou exigindo que os objetos não fossem movidos um centímetro de lugar, ou ainda o presidente Johnson que tinha uma relação de obsessão por seu chuveiro e enlouquecia os empregados por causa disso.

Mas também vemos episódios lindos, como o porteiro Bruce que esteve presente no funeral do presidente Kennedy, ao lado de celebridades importantes, e a tristeza que alguns sentiam quando a família ia embora, ou ainda filhos de presidentes como Chelsea Clinton que era muito educada com os funcionários e quando lhes pedia um favor dizia que eles deveriam fazer caso não fosse dar muito trabalho.

Como maior ponto positivo da obra eu destaco a humanidade que Kate conseguiu inserir nessas páginas e a emoção que nos passou. Além disso ela deixa transparecer muito o orgulho e o prazer que cada funcionário sentia ao trabalhar na casa branca e para o chefe maior da nação.

O livro é dividido em dez capítulos, além de trazer introdução, epílogo, fontes ,índice remissivo e lista de principais personagens. É narrado em terceira pessoa, e é nessa divisão de capítulos que talvez eu tenha encontrado um ponto levemente negativo, que não atrapalhou no quanto eu gostei do livro, mas que eu preferia que tivesse sido organizado de forma diferente. Esses dez capítulos tratam de um tema específico, mas em cada tema temos a menção de todos os presidentes, e no próximo novamente, e assim sucessivamente, por exemplo, quando falava de como é crescer na casa branca, o capítulo reunia como foi crescer na casa branca para os filhos dos Kennedy, dos Clinton, dos Bush.  Pessoalmente eu preferia que a organização tivesse sido por presidente, e quando falasse de um específico, a autora reunisse todos os fatos referentes a ele e depois seguisse para o próximo. Sei que da forma como foi colocado acabou ficando mais dinâmico e organizado, mas são tantas informações, de tantas pessoas diferentes ao mesmo tempo que acabou confundindo um pouco.

A temática dos capítulos está dividida em: introdução, caos controlado, discrição, dedicação, solicitações incomuns, dias sombrios, sacrifício, questões de raça, fofoca e intriga na cozinha, crescendo na casa branca e tristeza e esperança. Particularmente os que mais gostei foram sobre a questão racial, os dias sombrios e sobre como é crescer na casa branca.

Cada pessoa que foi mencionada no livro me marcou de alguma forma, mas há alguns episódios que são mais marcantes, e para mim foram a morte do presidente Kennedy e como todos lidaram com esse acontecimento tão inesperado e também o ataque às torres gêmeas em 11 de setembro onde mais uma vez todos demonstraram muito profissionalismo. Quanto a pessoas, os melhores foram Jaqueline Kennedy e o porteiro Bruce, que mantinha uma relação de amizade forte com todas as pessoas e que acompanhava, em silêncio dentro do elevador,  a subida e a decida de muitas pessoas famosas.

A minha leitura foi em ebook e a edição está sem qualquer erro. O título Por dentro da casa branca foi muito adequado e nos dá uma visão perfeita do que encontraremos ao mergulhar nessa obra. A autora escreveu também um livro a respeito das primeiras damas dos estados unidos, e eu já estou extremamente curiosa para que esse livro venha para o brasil.

Recomendo a obra para todos que gostam de não-ficção e para aqueles que querem conhecer um pouco mais a fundo como é estar dentro da casa branca mais famosa do mundo.

24 comentários:

  1. Oi Tamara
    deve mesmo ser um livro fascinante, especialmente por conta dos detalhes. E fiquei bem curiosa quanto a ambientação e personagens. Nao sei como ainda não tinha conhecimento desse livro, mas já quero ler sim. Não é um gênero que eu leia muito, mas é extremamente interessante.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ola Tamara confesso que dessa vez o livro não chamou minha atenção, me pareceu ser interessante afinal sabemos o que acontece nos mínimos detalhes por pessoas que estão presentes em fatos importantes da casa branca. Fico feliz que a leitura foi proveitosa para você. beijos

    http://www.livrosdocoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Tamara,
    Que livro é esse! Não fazia ideia da existência dele. Já me emocionei só com o seu relato de como a obra lhe comoveu, imagina então a leitura do próprio livro. Com certeza já entrou na minha lista e sinto que vou amar Bruce também.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu não conhecia, mas fiquei encantada, já foi para a minha lista de desejados. Eu não sabia que os funcionários da Casa Branca podiam falar, achei que tinha uma espécie de contrato de silêncio. Embora imagino que o que está no livro seja apenas pequenos detalhes, mas só de saber que é real, como é , como foi e tudo mais, me deixou muito curiosa.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Nossa, eu não conhecia esse livro, mas já fiquei bem satisfeito com o que acabei de ler rsrs. Eu gosto muito de escutar coisas sobre a casa branca (boatos,superstições e conspirações rsrd) Agora falar sobre quem realmente coloca a casa nos exos foi bem legal! O fato de eles serem sempre ser neutros e permanecerem sério a pensar de sua spreferencias políticas, parece ser bem interessante. Adorei também o trabalho dessa capa, que está muito linda! Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Desconhecia a obra, a sinopse me deixou um pouco curiosa.
    Mas não despertou meu interesse.
    A capa e a resenha estão lindas.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Tamara, apesar da sua otima resenha infelizmente esse livro não chamou minha atenção. Fica pra uma proxima! Bjs
    facesemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Tamara,
    Ainda não conhecia esse livro, mas curti bastante a premissa. Não tenho dúvidas que a obra é marcante, pois deve ser incrível ver o que temos por trás das câmeras e dos holofotes, não é?
    Gostei muito da temática de divisão dos capítulos, acho que foi muito inteligente por parte da jornalista ter feito isso.
    E, como não poderia ser diferente, anotei a dica de leitura para ontem.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oi Tamara, fico no chão em como as suas resenhas são completas e instigantes. Tudo o que eu queria agora era estar com este livro em mãos pra começar a ler agora.
    Li pouquíssimas coisas envolvendo a casa Branca, na verdade, não to conseguindo lembrar de nenhum especifico agora, mas este aqui, eu quero ler o mais rápido possível.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Fiquei com muita vontade de solicitar esse livro na parceria e agora depois de ler sua resenha, me arrependi por não ter feito. Adorei saber de tantos detalhes e senti que na leitura somos mesmo transportados para o coração dos EUA. Sua resenha está incrível e agora sei que preciso ler !
    Ótima dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamara, tudo bem?
    Não conhecia esse livro ainda, mas achei a premissa muito interessante!
    Deve ser realmente bem interessante conhecer um pouco de cada família que passou por essa casa tão conhecida. Deve ser bem legal conhecer as coisas esquisitas das famílias de alguns presidentes e também de saber como era o relacionamento deles com os funcionários.
    Caso tenha oportunidade com certeza darei uma chance a essa leitura.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá amoreca... pra ser bem sincera nada nesse livro me chamou a atenção... pode ser que num outro momento eu venha a mudar de opinião, afinal, nunca se sabe...
    Sua resenha está um primor, parabéns!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Tamara! Saudade!
    Então, eu tb adoro esses livros de não-ficção, para entremear as leituras ficcionais e fantásticas, dando um certo alívio à mente. Esse livro, apesar do conteúdo político, me intrigou bastante, pois não foca no político e sim, nos funcionários bem lá atrás da política em si. Gostei da forma como os 10 capítulos foram divididos, dando um destaque a acontecimentos. Gostei tb de ver que o livro tem o estilo de reportagem. Em suma, já estava pensando em colocá-lo na lista, agora só consolidar a ideia. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Ai, Tamara, vocÊ sempre traz resenhas tão gostosas de se ler e sempre me deixa curiosa com um livro que você gosta. Eu ainda não conhecia esse mas também me interesso por não-ficção que trazem histórias assim tão instigantes. Uma ótima dica, obrigada.

    ResponderExcluir
  15. Oi Tamara!
    Eu não conhecia o livro, mas sua resenha me deixou bem curiosa. Deve ser bem interessante descobrir um pouquinho mais sobre o funcionamento dessa casa. Concordo que se os capítulos fossem dividos por presidente seria melhor...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oiee Tamara ^^
    Eu ainda não conhecia este livro, e, mesmo gostando de obras de não-ficção, ele não me chamou muuito a atenção. Eu nunca parei para pensar sobre como deve ser a vida das pessoas que trabalham para líderes, muito menos para os presidentes dos EUA. Parece ser interessante, principalmente no caso do Obama, sendo ele o primeiro presidente negro do país. Vou deixar anotado aqui :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Não costumo ler livros de não ficção, e a princípio esse livro não chamou a minha atenção, porém conforme fui lendo sua resenha percebi que esse é um daqueles livros que, só lendo para poder falar algo sobre. Por isso, já anotei o nome para futuramente fazer essa leitura.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Parece ser um ótimo livro mesmo, mas realmente não me chamou muito a atenção simplesmente por eu nunca ter tido curiosidade com o que se passa na casa branca ou qualquer coisa relacionada aos presidentes americanos rsrs Mas pelo o que você falou, várias pessoas marcaram a vida desses empregados da mesma maneira que elas foram marcadas. Um livro de prato cheio para quem gosta do tema.
    Beijos.
    arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem? O livro não faz o meu tipo de leitura, mas me pareceu realmente muito intrigante. É notável a originalidade da obra e fico feliz de ter sido adicionado humanidade e emoção no decorrer da história. Isso realmente faz com que os personagens sejam marcantes. Boa dica, mas irei passar por enquanto. Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Hey Tamara, tudo bem? Resenha maravilhosa! É a primeira que leio sobre o livro e você conseguiu me deixar bem curiosa. Eu também adoro não ficção e a proposta desse livro é mesmo instigante... Imagino todas as intrigas e segredos guardados na casa branca. Espero ter a oportunidade de ler em breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Que livro mais incrível!
    Acho muito bacana lançarem um livro que trás o por trás das cameras, a visão daqueles que nunca tem voz mas que são os verdadeiros responsáveis por tudo funcionar dentro da casa presidencial.
    Adorei a proposta do livro e pela sua resenha deu pra ver que ele é incrível

    ResponderExcluir
  22. Acho a proposta do livro bem interessante, em qualquer lugar as pessoas que lá trabalham são muito importantes para a história, claro que na Casa Branca não poderia ser diferente. Mas como não tenho curiosidade sobre o que acontece por lá nem sobre o que já aconteceu com a passagem de tantos presidentes, não fiquei com vontade de ler. E acho que realmente seria melhor ter sido separado por presidente e não por temas, não acharia legal ter que ver todo o período histórico que ele abarca em cada um dos temas escolhidos.

    ResponderExcluir
  23. Olá.
    Estou totalmente surpresa. Não sabia da existência desse livro e era provável que continuaria sem saber. Adoro história e sempre gosto de ir um pouco mais no que já sabiamos, então para mim esse livro é um verdadeiro presente. Sou fascinada pelo assassinato de Kennedy e ver isso por outra perspectiva me deixa curiosa.
    Mal posso esperar para ler esse livro.
    Obrigada pela dica.
    Beijos, Mila

    a-viagem-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Tamara, tudo bem?
    O livro parece fascinante mesmo, fiquei mega curiosa e ainda mais com esse enredo bem diferente de tudo que estou acostumada a ler. Gostei de saber da perspectiva do livro, de ver mais de perto todos esses acontecimentos intrigantes. Com toda certeza eu irei ler o livro logo que tiver uma oportunidade. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir