09 junho 2016

Resenha - Diário de um Exorcista




Desde muito jovem, Lucas é atormentado por inimigos sobrenaturais cruéis e impiedosos. Quando uma tragédia familiar inexplicável abala sua família, o menino desperta para a mais importante e desafiadora missão que um ser humano pode enfrentar: uma luta sem fim contra o inimigo maior do homem e de Deus: o próprio Diabo.Passada nas décadas de 1950 e 1960, a história (baseada em fatos reais) do padre Lucas Vidal - um dos maiores exorcistas da América Latina - é contada em seus mais aterrorizantes e inacreditáveis detalhes. Do rigoroso e pouco ortodoxo treinamento às mais difíceis batalhas contra demônios, possessos e outras entidades sobrenaturais, a trajetória de Lucas e dos irmãos Biaggio contra seres profanos aterroriza o mais cético dos leitores que vai perceber, aos poucos, que além de as criaturas das trevas ganharem mais força a cada ataque, as mais perigosas têm um objetivo único: destruir os padres exorcistas.

Livro: Diário de um exorcista
226 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Generale || Onde Comprar








Bruno e Renan são estudantes de cinema e procuram algo diferente para realizarem o projeto de conclusão de curso, e por isso, acabam escolhendo um tema não convencional: um documentário sobre exorcismo e possessão. Após entrevistarem inúmeros exorcistas, dos quais pareciam suspeitos, charlatões e desejavam dinheiro em troca, acabam-se deparando com um famoso exorcista, o Padre Lucas Vidal.

Eles conseguem contatá-lo e marcam uma entrevista em sua casa, de modo que o padre possa narrar sua história com total liberdade, sem perguntas, ele conta seus relatos apenas com a ajuda de suas lembranças. E como o padre pretendia escrever uma autobiografia, concordou em auxiliá-los a fazerem um bom projeto e conseguirem se destacar dos outros estudantes de cinema que sempre faziam as mesmas coisa, porém Bruno e Renan queriam surpreender as pessoas com um material diferente que fosse capaz de assustar, mas que também seja recheado de informações. E logo no começo a história começa a se desenvolver com os relatos do Padre Lucas Vidal.

"O que, a princípio, poderia parecer a maçante história de um idoso, tornou-se um mergulho de corpo inteiro no mais profundo, real e apavorante terror."

Nas primeiras páginas, a história passa a impressão de que os estudantes Renan e Bruno são os protagonistas da história, mas não demora muito para que o leitor perceba que a presença desses personagens é bem superficial. Eles são inseridos na trama apenas para fazerem o papel de personagens ouvintes e observadores, portanto, não será possível conhecê-los. A narrativa trata-se da história de Lucas Vidal, sobre o seu passado, relata o que aconteceu na sua infância que o levou a se tornar padre e posteriormente exorcista e em como enfrentou com a sua grande fé os demônios mais poderosos.


Algo que achei muito válido no livro foi que os autores colocaram um alerta logo no início, informando ao leitor que o livro não é recomendável para aquelas pessoas que se impressionam facilmente. Como se esse aviso não bastasse para deixar os leitores um pouco receosos, ainda temos que levar em consideração que o conteúdo escrito no livro foi baseado em fatos reais. Como eu sou grande fã de histórias de terror e já assisti inúmeros filmes do gênero, prossegui com a leitura e apesar de algumas passagens terem me assustado um pouquinho, posso afirmar que não me arrependi nem um pouco.

"No fundo, a alma sempre sabe de todas as coisas. E a minha, naqueles dias macabros, sentia que um grande mal rondava minha vida. Algo antigo, poderoso e impiedoso."

Como a maior parte do livro é narrada por um exorcista, veremos que a rotina de quem trabalha com isso não é nada comum. O padre Lucas passa a olhar as coisas em outra perspectiva, que é tão assustadora que consegue fazer o leitor refletir se de fato um exorcista precisa carregar esse fardo enorme durante a vida toda. Ele passa a ter pesadelos quase todas as noites, a ter visões macabras, a ver assombrações e pessoas que estão possessas nos lugares comuns sem nem mesmo terem consciência disso. Até mesmo uma simples lanchonete infestada de pessoas, por exemplo, se torna um lugar perigoso pois inúmeras pessoas podem estar possessas e convivem num mesmo local como se nada estivesse acontecendo. Essas cenas foram bem legais pois me lembrou um pouco os irmãos Winchesters da série Sobrenatural e eu sou uma grande fã.

Obviamente o padre Lucas Vidal não virou exorcista do nada, então a história irá nos apresentar também dois incríveis personagens: os irmãos Pedro e Thomas Biaggio. Eles são exorcistas muito famosos e acabam sendo os responsáveis por ensinarem tudo que sabem para o Lucas. Porém, justamente por serem os exorcistas mais eficientes daquela época, acabam sendo alvo dos demônios também, então o leitor irá presenciar o tempo todo que eles estão sempre tentando matá-los e usam até estratégias inesperadas para alcançar esse objetivo. Os demônios odeiam os exorcistas Biaggio pois de certa forma, dificultam suas passagens para a Terra com o objetivo de causar dor, sofrimento e desordem. É perceptível que a vida que um exorcista leva não é fácil, é preciso ter muita fé e coragem pois a partir do momento em que um padre se inicia nessa árdua jornada, além de ter que lidar com as visões e assombrações, terá que estar consciente de que será alvo também e que os membros de suas famílias podem acabar se envolvendo no meio disso tudo e se tornando vítimas, o que acaba por dificultar bastante o seu trabalho.


O livro conta com uma narrativa ágil, proporcionando ao leitor uma leitura incrivelmente rápida. A escrita é simples e os personagens são bem convincentes e eu me senti bastante envolvida com o passado e a história do padre Lucas, pois ele se mostra uma pessoa de bom coração que apesar de sentir medo, não desiste de lutar mesmo quando a batalha parece completamente perdida. Ele é uma dessas pessoas que se agarram em qualquer fio de esperança que houver e age como se fosse um herói e por esses motivos, com certeza é o personagem que mais me encantou.

Algo que achei bem legal no livro são os diálogos dos demônios, que se formos parar para analisar, eles mostram muito bem o lado ruim do ser humano que presenciamos algumas vezes. É possível sentir as semelhanças pois eles usam a força física para ferir as pessoas, seduzem as vítimas, mentem, oferecem dinheiro e uma vida de poder em troca da liberdade, e são características que podemos perceber em alguns típicos vilões. Isso foi algo que me fez refletir: será que todos nós não temos nossos próprios demônios dentro de nós mesmos que enfrentamos diariamente?

A diagramação está ótima e o espaçamento entre linhas está adequado. A história é narrada na maioria do livro em primeira pessoa por meio dos relatos do padre Lucas Vidal e em outras cenas em terceira pessoa. Eu adorei essa capa e acredito que ela define muito bem a história e nos dá uma boa visualização do que podemos esperar do livro. Como é um livro do gênero terror, não recomendo para as pessoas que se assustam facilmente, mas sim para aqueles que são amantes do gênero como eu. Vocês com certeza não irão se arrepender!

14 comentários:

  1. Oi Amanda, acho que essa é a terceira resenha que leio a respeito desse livro e todas se mostram bem positivas. Eu estou bem curiosa para fazer essa leitura também, pois adorei a premissa e o gênero me interessa bastante. Fiquei bem curiosa sobre o diálogo com os demônios, e é bem como você falou sobre sua analise. Deve ser bem dinâmico por sinal. Sua reflexão é bem importante mesmo sobre nossos próprios demônios.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Apesar de ser considerado um livro de terror, acredito que possui muita coisa verdadeira nesse gênero exorcista! Afinal, isso de fato existe, tanto que há uma pós-graduação em Roma somente deste assunto. O gênero me interessa, gostei muito do que você disse sobre o Padre, mesmo com toda a responsabilidade, é capaz e encontrar luz em meio às trevas!
    Sobre a sua pergunta: será que todos nós convivemos com demônio internos responsáveis por medos e receios? Com certeza sim, entretanto, não daquele tipo exorcista que vem em nossa mente, mas uma energia negativa que só é quebrada através da fé e da oração!
    Parabéns pela resenha, com certeza esse livro estrou na minha lista de desejados, grande abraço! Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  3. Olá, Amanda, tudo bem?

    JÁ QUERO. Já quero super. Já quero muito! ahahahahhaha
    Eu sou muito fissurada em histórias de terror, mas fico me borrando de medo até de ir ao banheiro de noite! hahaha
    Tô aqui contando as horas para chegar sábado e eu poder assistir Invocação do Mal 2.
    Curto muito a proposta do livro. E sim, os demônios utilizam o que há de pior nas pessoas para se manifestarem! Por isso que é bom sempre fazer o bem, desejar o bem, transmitir o bem...
    Quando eu leio que algo é "baseado em fatos reais" dá até um frio na espinha! hahahah
    Quero muito ler, espero que surja a oportunidade (leia-se dinheiro para comprar!) hahahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Tudo neste livro é um pouco aterrorizante. O nome, a premissa e a forma como você descreveu os diálogos, me deixaram com medinho e curiosa, porque fiquei imaginando como estes seres se movimentam dentro do texto e da narrativa. Fiquei bem curiosa, mas não sei se teria coragem pra ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá

    Sou uma dessas pessoas que o livro aconselha a não ler então passo longe. Sou medroso com coisas desse tipo principalmente por não ser uma mera ficção. Já vi coisas desse tipo e não é legal de se presenciar. Acho legal pra quem curte e tudo mais e achei incrível sua impressão sobre a trama que revela que o livro foi muito bem escrito, masssssss não serve pra mim rsrsrsrs tenho certeza que nem conseguiria dormir à noite.

    Everton equipe Rillismo

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Achei muito legal a sua resenha, principalmente a parte que você falou sobre os diálogos dos demônios, que deve dar com certeza uma ideia muito boa do que eles estão querendo fazer, mas não leria o livro simplesmente porque morro de medo dessas coisas hahahaha
    Mas para que não tem, com certeza deve ser uma ótima leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olha, eu compraria esse livro sem nem saber da trama, pois a capa tá maravilhosa e o tema é um dos que mais gosto, haha.
    E ao ler do que se trata, fiquei com mais vontade de ler ainda, já vou até colocar na minha wishlist.
    Gostei de saber que a leitura é ágil e os personagens são bem construídos e bem convincentes, ainda mais sobre o passado do padre Lucas.
    Assim que tiver uma oportunidade, vou ler <3

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  8. Olá Amanda,
    Esse livro, por si só, já chama a atenção com esse título e capa. Entretanto, apesar de a história parecer boa, acho que não leria, não acredito que coisas ruins que as pessoas fazem são por conta de demônios. Essa questão de você dizer que vemos alguns acontecimentos parece que foi feita uma associação ao ruim com demônio, mas muitas pessoas são ruins por natureza, não precisam estar possuídos. Enfim, á uma coisa pessoal, pois já vi cada coisa por aí que você ficaria chocada.
    Achei legal a narrativa ser ágil, pois, num primeiro momento, pensei que era bem lenta.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiee Amanda ^^
    Taí um livro que eu não leria de jeito nenhum. Não gosto de terror, apesar de gostar de algumas séries de TV que beiram o gênero *-* então eu não leria. Mas fico feliz em saber que você gostou do livro, e que o autor conseguiu te impressionar. Parece ser um prato cheio para quem curte livros desse tipo.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Amanda
    É um livro interessante. Gosto do tema e já tiver oportunidade de ver filmes e matérias relacionadas a exorcismo, mas até então não conhecia nenhum livro e isso foi o que me deixou mais curiosa.
    Com certeza seria uma leitura que faria, mas não no momento, pois acho que devemos estar completamente bem para isso.
    Anotei para ler em outra oportunidade.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Olá!!

    Eu recebi esse livro para resenha e estou bem animada!
    Amo terror, amo ver/ler sobre exorcismo, ainda mais reais! Então acho que esse livro é pra mim!
    Fiquei sabendo que o filme está vindo! E me enche de orgulho ver uma obra nacional promissora assim!!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  12. Ola! Com certeza passo longe desse livro! Não pela qualidade, mas pelo fato de morrer de medo de enredos nesse gênero. Sou uma "cagona" assumida!!! Se não assisto a filmes de terror, muito menos lerei livros que aguçam ainda mais a nossa imaginação! Rrsrsrsrs... Claro que não poderia deixar de elogiar a qualidade gráfica dessa capa! Eu amo capas e sei reconhecer quando uma bonita, mesmo que não me interesse pelo conteúdo.

    Beijos!
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Amanda, eu sou apaixonada por uma boa história de terror, li poucos, mas filme de terror é minha paixão. Achei muito interessante a proposta desse livro e tenho certeza que eu vou adorar assim como você, já quero ne aventura nesse mund9 do horror e ver como é a vida de um exorcista. Adorei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/?m=1

    ResponderExcluir
  14. Oi Amanda! :)
    Confesso que sou daquelas bem fraquinhas e apavoradas com histórias de terror, então infelizmente esse não é um livro que eu leria. Ainda mais porque foi baseado em fatos reais e tem até um aviso na frente sobre isso! haha
    Mas admiro muito quem lê e principalmente quem escreve. Acho que para passar essa quantidade de emoção e até medo em pessoas que geralmente não se assustam fácil (como você disse, até você se assustou um pouco), é preciso muito domínio da língua e do que você está escrevendo! Deve ser um livro muito bem escrito e estruturado também!
    Vou recomendar o livro para os meus amigos que gostam do gênero, aposto que eles vão amar! :)
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir