11 abril 2016

Resenha - Filha da profecia







A história de Fainne, criada pelo pai, Ciarán, em uma terra distante. Ao se tornar adolescente, ela é visitada pela avó, a malévola feiticeira Lady Oonagh, que a obriga a embarcar em uma terrível missão: infiltrar-se na família, em Sevenwaters, e impedir que seu tio Sean e seus aliados reconquistem as Ilhas sagradas – invadidas há gerações pelos escandinavos.
Educada pelo pai usando seus dons de magia para o bem, ela, no entanto, agora se vê forçada a usar de artimanhas e maldade para atingir os objetivos de vingança de sua avó.

Livro:
Filha da Profecia
640 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Butterfly || OndeComprar

                                                              



Para quem quiser ler a resenha de A Filha da Floresta ( Clique aqui )
e Filho das Sombras ( Clique aqui )








"Olhei para o chão e pensei em como os anos passavam, em ciclos, como uma serpente mordendo o próprio rabo. Como giravam e retornavam, inexoravelmente, ao mesmo ponto. Os dias alegres voltariam depois dos dias ruins."

Fainne foi criada somente pelo pai, Ciarán, e desde pequena foi ensinada por ele a ser paciente e a não desistir e muito menos se deixar levar pelos sentimentos. Além disso, ela aprende sobre a magia que corre em suas veias e sabe que ela deve ser usada somente para o bem. O pouco contato que a garota tem com o mundo exterior é através da caravana de viajantes que acampa perto de sua casa todo verão, trazendo o jovem Darragh. Ele é seu único amigo e é com ele que ela consegue quebrar a rotina de treinamentos e imaginar mil aventuras longe do pequeno universo que conhece.

Sua rotina muda com a chegada da avó, que vê em Fainne uma chance de finalmente se vingar de toda a família de Sevenwaters, duas gerações depois de ter sido vencida por Sorcha e seus irmãos. Apesar de a garota ter sido ensinada a usar a magia apenas para o bem, ela agora é chantageada para destruir seus próprios tios e primos, no momento em que eles finalmente consideram ter chance de recuperar o controle sobre as llhas Sagradas.

Cheio de reviravoltas e disputas épicas, Filha da Profecia foi ainda melhor do que eu esperava e a série se confirmou como a melhor fantasia que li nos últimos tempos!

Filha de um romance proibido, Fainne não conviveu com a parte da família que vive em Sevenwaters, nem com a mãe, que morreu quando ela ainda era muito pequena. Mesmo assim, a garota vive com tranquilidade e aguarda ansiosa a chegada do verão, quando encontra com Darragh, com quem pode contar para tudo.

É no verão dos seus 15 anos que sua vida muda, já que ela irá finalmente conhecer Sevenwaters, mas para isso começa a ser treinada pela perigosa avó que a ensina muitas formas para provocar a destruição dessa família e a acompanha de perto na jornada.

"O lago é o que nutre a floresta. A floresta é o que protege o povo de Sevenwaters. Nossa missão sagrada é defendê-la e protegê-la e também todos os mistérios que ela guarda. Você vai entender tudo isso com o tempo."

Fainne é uma protagonista bem diferente das anteriores, ela não é tão corajosa quanto Sorcha ou Liadan, pelo contrário, é insegura e não sabe qual é seu real papel no desenvolver da estória. Mesmo com tudo isso, gostei dela desde o início, quando mostra uma inocência muito grande sobre o mundo e sobre ela mesma. Seu desenvolvimento no decorrer do livro é bem grande. Aos poucos a garota vai ganhando mais confiança em seus poderes, mas não pode se revoltar contra a avó por medo que todos a sua volta ou em seu coração sejam machucados.


Além da protagonista, os outros personagens também foram muito bem desenvolvidos. Gostei de conhecer a nova geração de Sevenwaters, uma das meninas mais novas, Sibyl, chamou minha atenção por sua personalidade única e pelas habilidades que sua tia já tinha. Revisitar alguns personagens dos livros anteriores também foi ótimo, senti falta de uma maior participação de Liadan, já que gostei muito dela, mas ainda assim pude perceber que a autora soube conservar a personalidade dela e de todos os outros.

Desde o início do livro fica claro que o momento de reconquista das ilhas, que aparece desde o primeiro, finalmente chegou e o objetivo da avó de Fainne é que essa batalha não aconteça, ou seja perdida. A expectativa para a batalha é muito grande, tudo caminha conforme a antiga profecia e mesmo que o desenvolvimento dela parecesse óbvio, ainda assim o final me surpreendeu e foi realmente perfeito, tudo se encaixou e a autora Juliet Marillier me deixou com o coração na mão.

O romance, assim como nos livros anteriores, também esteve presente e em “Filha da Profecia” e apesar de ser óbvio, me encantou ainda mais que nos outros. Desde o início a força dos sentimentos entre os personagens fica clara e uma passagem em que eles vão para uma feira me fez torcer ainda mais por eles, mas muita coisa acontece no decorrer da estória e em alguns momentos cheguei a quase perder as esperanças. A forma como um tentava proteger o outro, mesmo sabendo de suas diferenças foi uma das coisas que mais gostei.

"Senti seu calor como se fosse parte de mim; e sua respiração tranquila em meus cabelos. Não me movi. Não me permiti acordar totalmente. Se o mundo acabasse naquele instante, eu não me importaria. Que acabasse de uma vez, assim eu não precisaria despertar."

A narrativa em primeira pessoa, toda sob o ponto de vista da Fainne, deixa o leitor bem próximo dos dilemas da personagem. Dessa forma não teve como não sofrer junto dela por causa da dificuldade de sua missão, já que era um lado de sua família contra o outro.


A diagramação da Editora Butterfly como sempre está impecável, a capa mostrando a protagonista tem tudo a ver com a estória, sem contar que os tons avermelhados e o leve metalizado dão um destaque especial para o livro. Não encontrei erros de revisão, mas estava tão viciada na leitura que posso até ter deixado alguma coisa passar.

Mesmo com o final fechado de “Filha da Profecia” eu quero mais desse universo e por isso já estou bem ansiosa pela leitura de “Herdeiros de Sevenwaters”, que já foi lançado. Foi um pouco difícil falar de um livro que gostei tanto, mas só posso dizer que para quem gosta de fantasia, essa série é uma leitura praticamente obrigatória!

18 comentários:

  1. Oi Evelise, tenho muita vontade de ler esses livros, sem contar que sou apaixonada pelas capas, assim imagino que a diagramação também parece se ótima. É bem o estilo de gênero que me agrada e ao ler sua resenha percebo que, por mais que o livro tenha bastante páginas, a leitura flui de forma ágil e envolvente né? E sim, eu amo fantasia por isso fico extremamente curiosa!
    Beijos, Fernanda ♡

    ResponderExcluir
  2. Oi Eve,

    Eu já to de olho nessa série desde que foi lançada. Tenho certeza que é uma fantasia ótima, porque só leio coisas positivas a respeito. Uma coisa que eu prezo muito é o desenvolvimento dos personagens e essa série parece fazer isso. Adorei a sua resenha, porque me confirmou o que eu já sabia: preciso ler pra ontem. Essa capa tá lindo, o capricho tá demais! Parabéns pela resenha.

    beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Eve, já tinha ouvido falar do livro, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha dele e as suas considerações me deixaram curiosa quanto à historia e ao sutil romance. Muito bom que mesmo com um bom encerramento do enredo, você ainda quer acompanhar o universo que a autora criou, isso prova o quanto ela te envolveu.
    Curti a dica
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eve eu li o primeiro livro da série e me apaixonei pela escrita da autora, amei a forma como ela desenvolve os enredos e sempre com muitas páginas o leitor se encanta sem nem notar. Gostei de saber que a protagonista desse livro vai mostrar um lado mais inseguro mais real dentro dessa magia, já estou curiosa com os protagonistas e seus sentimentos fortes. A capa está linda como as demais, já estou com o segundo livro em breve chego nesse. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Eve, sabe que eu não sou muito chegada em fantasias, mas vendo o quanto você gostou da serie, é impossível não se cativar com ela. Eu com certeza darei uma chance a essa série que parece maravilhosa e empolgante, e espero que logo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Eve, tudo bem?
    Faz um tempinho que estou e olho nessa série, pois uma amiga minha já leu os livros já lançados e ela é apaixonada por essa série e está sempre me recomendando!
    O fato dos livros serem meio grandinhos, me deixam com um pouquinho de medo de encarar essa leitura.
    Acho a premissa da série bem interessante e faz tempo que não leio uma boa fantasia, então tô curiosa com esses livros.
    A capa desse está linda e a diagramação parece estar bem bonita e agradável.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá Eve,
    Filha da Profecia é meu livro favorito da série. Acho que a Fainne foi muito bem construída e ela possui muitos dilemas em sua mente. Sua avó é muito malvada e tenta influenciá-la a qualquer custo, mas sua força de vontade e determinação a levam por outro caminho que não o da perdição.
    Esse livro foi uma surpresa, pois eu não esperava que teria o desfecho que teve, apesar de ter gostado. Posso te dizer que Herdeiro de Sevenwaters é muito bom e acredito que você vai gostar.
    Obrigada por ter me lembrado dessa linda história.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oiii!

    Eve, realmente quando um livro é bom fica difícil achar algum ponto negativo. Eu não li nenhum dos livros dessa série e sempre leio elogios para a obra, saber que nesse é muito melhor me animada mais ainda.
    A sua resenha está muito bem escrita e trabalhada o que eu admiro e prezo. Parabéns pela resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu sempre tenho vontade de começar essa série, mas sempre fico receosa pelos livros serem um pouco grandinhos.
    Fiquei feliz em saber que o terceiro livro é tão bom, e que você adorou a leitura. Como uma amante de fantasia fiquei ainda mais encantada com a resenha, e quero muito poder ler a série.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  10. UAU. Melhor fantasia que você leu nos últimos tempos, isso é muito bom!
    Tenho lido muitas resenhas positivas sobre a série, mas ainda tenho um medo de empacar na leitura por causa do tamanho do livro, embora a premissa seja envolvente.
    Adoro livros narrados em primeira pessoa, nos permite sentir melhor o que a personagem sente.
    Uma pena a personagem não ser tão forte e corajosa quanto as anteriores, mas se mesmo assim você gostou dela, acho que vou curti também.
    Amei a resenha

    ResponderExcluir
  11. Evelise, suas fotos ficaram realmente lindas e deu para ver todo o capricho da editora para com o livro...
    Eu li sua resenha meio por cima pois ainda não li os outros livros da série e pretendo fazer isso em breve. Fiquei com medo de spoilers.
    Bjs
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  12. Oi, Evelise.

    Confesso que não li toda sua resenha, pois não quero pegar spoiler de nenhum outros livros da série. Acontece que eu vou pedir esse livro para a editora e estou muuuuito ansiosa para começar a ler, visto que só vejo comentários positivos sobre a trama. Aliás, eu amo fantasia e tenho certeza que vou gostar. E vejo qe você também gostou bastante.
    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  13. OI *--*

    Já tinha ouvido falar desses livros e acho as capas espetaculares, apesar disso nunca tinha parado mesmo pra saber sobre o que falam e creio que começar pelo terceiro não seja a melhor maneira hahahha Mas toda essa pegada de conquista das ilhas me fazem crer que iria curtir bastante a leitura.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. "Melhor fantasia que li nos últimos tempos". :O PQP. Preciso ler logo essa série. É simplesmente incomum (infelizmente) encontrar uma série na qual cada livro parece ainda melhor do que o anterior. Geralmente os autores parecem perder a mão entre um volume e outro. É incrível saber que isso não acontece aqui. Aliás, adorei o enredo desse volume. Tenho vontade de nem ler os anteriores e adquirir esse logo de cara (rs). Mas não farei isso. O enredo é completo e complexo, não acho que pular etapas vai me ajudar (rs).

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá.
    Eu tenho muito vontade de conhecer essa seria que todos só dizem elogios sobre ela. Mas eu tenho um baita medo de livros grandes, que é o caso dessa série toda. Sou parceiro da editora e já pedi o livro 1; espero não me decepcionar. Achei a resenha super bacana. Bem explicativa mesmo.
    Bjks

    ResponderExcluir
  16. A capa é mesmo linda, eu ainda não conhecia a série. Não leio muitos livros assim, mas tenho ouvido falar tão bem dessa editora e achei mesmo a diagramação linda. A história em si não sei se me interessaria muito, mais por questão de gosto literário mesmo. Deve ser uma ótima leitura para quem gosta de fantasia e que bom que gostou tanto do livro.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi Eve, essa é uma das séries de fantasia que eu mais amo nos últimos tempos, li esse livro tem um tempinho e ele me deixou com um gostinho de saudade na boca, eu também curti muito esse casal, torci por eles, mas senti que o foco do livro seria mais outro mesmo. Achei muito legal ler uma obra com uma protagonista que trazia uma deficiência física. Amei as batalhas, reencontrar os personagens dos livros passados, enfim... essa série é uma das melhores, sempre.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Que capa linda! Não conhecia o livro, aliás, nunca li nada dessa editora, mas fiquei bastante interessada, pois sinto-me muito atraída por histórias cheias de fantasia. Fiquei interessada na leitura, mas terei de começar pelo primeiro livro, já que é uma série. Gostei de saber que há romance na narrativa, pois ando precisando de umas leituras com um toque de doçura e afeto. A diagramação é mesmo nota 10.

    Tatiana

    ResponderExcluir