15 março 2016

Resenha - Vida encantada



Viaje para os mundos onde a magia é tão comum quanto a matemática - e duas vezes mais perigosa em mãos erradas! Neste mundo mágico com vários universos paralelos, um menino mago com nove vidas, Eric Chant (mais conhecido como Gato), começa sua grande aventura. A irmã dele, Gwendolen Chant, é uma bruxinha superdotada, com poderes espantosos, de modo que ela acha muito conveniente ser levada para morar no Castelo Crestomanci. O problema é que Eric não está tão ansioso para isso, pois ainda não conhece o poder que tem e não possui o menor talento para magia.
Mas a vida com o grande mago e sua família não é o que os dois imaginam que seria, e logo começam as confusões...

Livro:
Vida encantada
256 páginas || Skoob || Cortesia: Geração Editorial || OndeComprar








Os mundos de Crestomanci é uma série de livros juvenis escrita por Diana Wynne Jones, que foi professora de J.K. Rowling (autora da série Harry Potter, entre outros livros). Nessa série, que parece se passar em algum ponto do início do séc. XX, a magia é algo comum, ainda que perigoso. E para que ela seja controlada, existe o cargo de Crestomanci, um mago muito poderoso e que deve controlar as passagens entre os diversos mundos existentes, mesmo indo contra a vontade de outros magos e bruxas.

Nesse contexto, os irmãos Gwendolen e Eric Chant ficam órfãos e começam a morar com uma velha bruxa que era vizinha deles. Vendo que a menina é muito poderosa ela logo coloca para fazer aulas de magia, enquanto o irmão, que acredita não ser capaz de fazer nem o mais simples dos feitiços, tenta viver da maneira mais comum possível. A estória muda quando Gwendolen e Eric, que prefere ser chamado de Gato, são convidados a morar na casa do misterioso Crestomanci.


Tudo que a garota quer é chamar a atenção do mago para seus poderes, mas ele não parece nada surpreendido, mesmo quando ela começa a aprontar cada dia mais. Ao mesmo tempo, Gato quer passar despercebido em meio à família estranha e cheia de magia, mas não consegue negar ajuda sempre que a irmã pede. No meio de muitas confusões, a família de Crestomanci parece cada vez mais estranha, eles não demonstram tomar nenhuma atitude contra os planos de Gwen, mesmo assim ela sempre acaba frustrada.

"Ah, não deve fazer isso! Seria fatal! Quer dizer, o senhor não pode confiar em mim. Tenho o coração negro. Sou mau. Isso aconteceu porque eu morei com a Sra. Sharp. Se eu aprender bruxaria, não há como saber as coisas que eu faria!"

A primeira coisa que chamou atenção nesse livro foi a autora ter sido professora da J.K. Rowling e quando vi que se tratava de uma fantasia fiquei ainda mais curiosa. A leitura foi diferente do que eu esperava em alguns aspectos, mas com toda certeza é um livro muito bom!

Apesar de ser o primeiro livro de uma série, Vida Encantada não foi bem um livro introdutório, o leitor é logo jogado em um universo em que a magia é algo comum e em que dois irmãos ficaram órfãos, mas ninguém sabe exatamente o que fazer com eles. Gwendolen e Gato são opostos um do outro, ela quer ter seus poderes reconhecidos por todos e encontrar um papel de destaque entre os bruxos, já ele está acostumado a ser uma sombra da irmã e prefere não estar no centro das atenções, principalmente se o assunto envolver magia.

Desde o início me irritei com as atitudes de Gwen, que se sente superior a todos, principalmente o irmão, mesmo assim sempre pede ajuda a ele quando quer realizar um de seus planos. Gato também não me agradou no início do enredo, ele nunca questiona a irmã, achando que deve obediência a ela, mas aos poucos ele foi criando certa confiança em si mesmo. Os personagens secundários não tiveram tanto desenvolvimento, o que pode ser entendido por se tratar de um livro juvenil e curto.

"Havia árvores, grossas, escuras, muito próximas umas das outras. O lugar era maravilhosamente fresco. A trilha serpenteava por entre elas, e Janet e Gato a seguiram. À sua passagem, as árvores aparentavam mover-se para um lado e outro e espalhar-se em distâncias diferentes, como costuma acontecer com árvores muito próximas quando andamos entre elas. Mas gato não tinha total certeza de que aquilo era só aparência."

A trama da estória é muito bem desenvolvida, com momentos de ação na medida certa e várias surpresas para o leitor. O começo da leitura foi um pouco lento, até que eu me acostumasse com o universo que a autora criou, mas depois de algumas páginas consegui um bom ritmo. A narrativa em terceira pessoa é envolvente e acredito que tenha tudo para agradar o público alvo.

Encontrei alguns comentários sobre que Harry Potter seria uma cópia dessa série, mas não concordo, pois em alguns pontos são semelhantes, como o fato de envolver magia, um protagonista órfão e o Crestomanci ser atraído para onde falam seu nome, mas elas param por aí. As duas estórias são bem diferentes uma da outra e mesmo os universos criados partem para pontos diferentes, já que em Vida Encantada há bastante destaque para os diferentes mundos e o fato de magos poderem ir de um para outro.


A diagramação da Geração Editorial está bem feita e chamativa, a capa é dupla, a primeira tem um recorte por onde se pode ver parte da segunda e o início de cada capítulo tem uma pequena ilustração. Só tenho uma pequena reclamação sobre as páginas brancas, que deixam a leitura um pouco mais cansativa, mas acredito que seja para dar mais destaque para as ilustrações. O livro não tem orelhas, o que deixa a capa um pouco mais frágil, mas o material é ótimo, tanto que o meu não ficou danificado mesmo sendo carregado na bolsa.

Recomendo a leitura para os fãs de fantasia!

26 comentários:

  1. Oi Eve,
    Gostaria de saber se é lançamento esse livro, principalmente porque ainda não tinha lido nada a respeito. Gosto bastante de fantasia, e sei que a Geração Editorial tem um capricho enorme em suas edições (pena não ter orelhas mesmo). Mas diante de sua resenha, fiquei bem curiosa para conferir o enredo. Obrigada pela dica ;)
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fer!
      Não sei te dizer o ano agora, mas não é lançamento... Na verdade pelo menos o segundo eu sei que também já foi traduzido... Que bom que você ficou curiosa, é uma ótima leitura!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi! Tudo bem?

    Nossa, que bacanaaa! Um livro da prof. de J.K?! Já quero! rsrs E o fato de ser fantasia também me deixa bem curiosa. Gostei de saber que a edição está bem feitinha, prezo muito por isso nos livros. Páginas brancas não me incomodavam, mas, agora incomodam =(( E, além disso, quero conferir de perto para ver se eu acho que HP é uma cópia ou não, rsrs.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      A primeira coisa que chamou minha atenção também foi a autora haha
      A leitura vale muito a pena, espero que você goste :)
      Beijos!

      Excluir
  3. É ALGO QUE NORMALMENTE NÃO LEIO POR FALTA DE OPORTUNIDADE, O TRAMA COMO VC MESMO DISSE É BEM DESENVOLVIDO O QUE ME CHAMOU ATENÇÃO, SIM REALMENTE QUANDO COMECEI A LER A RESENHA CONSEGUI VER ALGUMAS SEMELHANÇAS COM O LIVRO DO HARRY POTTER, POREM ACHEI BEM DESTINTO, SENDO QUE OS PROTAGONISTA SÃO TÃO DIFERENTES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Fico feliz que o livro tenha chamado sua atenção espero que você consiga ler!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi!
    Eu não li nada dessa autora ainda,mas pelos relatos de uma amiga minha que é super fã dela,me parece ser uma excelente escritora.Uma pena ter falecido.
    Adorei sua resenha,me deixou bem curiosa.
    Bjs!

    http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu conheci a escrita da autora com esse livro, mas fiquei bem curiosa sobre os outros livros dela! Espero que você goste se decidir ler :)
      Beijos!

      Excluir
  5. Uau, professora da J.K. Rowling! <3 Esse mago me lembrou o Rumpelstiltskin, um antagonista dos contos de fadas. Não conhecia esse livro e parece que a história é destinada mais ao público infantil, mas assim como Harry Potter, até os adultos se encantam hahah. Pelo que li sobre a Gwen acabei não gostando muito dela, mas como os personagens tendem a mudar ao longo da história ela deve melhorar. Gostei da resenha e vou tentar ler o livro em breve!
    Beijos.
    http://virandoamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu não tinha pensado nisso, mas acho que é uma boa comparação! O livro é mesmo destinado para o público infanto-juvenil, mas eu gostei bastante haha
      Boa leitura!

      Excluir
  6. Oi!!

    Adoro fantasia e esses mundos sobrenaturais, e mesmo ela sendo professora de J.K. Rowling esse livro parece ter uma similidade com a série do Harry Porter, talvez a ambientação seja diferente porém algumas características, como citadas na resenha, nos reporte para esse mundo mágico da magia. E independente de tais comparações, esse livro atraí por ser um gênero dedicado as crianças, mas envolvendo todas as faixas etárias. Lendo sua opinião me fez refletir que por ser dedicado a literatura infantil, talvez a personalidade de Gwen seja uma forma desse publico ponderar sobre certas atitudes e comportamentos. Beijos e até a continuação da série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Algumas coisas são semelhantes entre as duas séries, mas muitas são diferentes, com certeza a leitura de ambos vale a pena :)
      Pode ser que a intenção da autora tenha sido levar a uma reflexão mesmo...
      Beijos!

      Excluir
  7. Oi Eve, adorei a sua resenha. Eu ouvi falar sobre essa relação de possivel plagio com Harry Potter e isso aguçou minha curiosidade, mas foi bacana você esclarecer!!! Menina, queria entender porque ainda existem livros de página branca... depois de tantas pesquisas e confirmações, ainda encontramos isso né? Também não gosto!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá

    Sabe que não conhecia esse livro mas já me interessei de mais. Que premissa promissora é essa, sua resenha, que por sinal ficou espetacular, só me deixou ainda mais curioso. É meio inevitável essas comparações de livros sobre magia com Harry Potter, é como se as pessoas achassem que ele é o único livro sobre magia já publico antes dele. Adorei a capa do livro, que incrível, remete a um mundo realmente magico.

    Everton Equipe Rillismo
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Eve, sabe que apesar de eu não gostar tanto de livros de fantasia, eu particularmente me encantei com essa obra. Gostei muito de saber do envolvimento da autora com a J.K., acho que essa trama parece super cativante e com toda certeza entrou para a minha lista!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro, nem nunca tinha visto a capa ou ouvido falar nele, mas confesso que ameiiiiiii a premissa, achei bem interessante. Diferente dos livros que leio, mas como estou procurando dar uma variada em minhas leituras acho que essa seria uma ótima opção.
    Também me irrito com personagens que se acham superiores aos outros, na verdade me irrito até com as pessoas reais que são assim kkkkkkkkk
    Adorei sua resenha. E espero poder ler o livro, até porque eu amo a editora heheeh

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem?
    Quando eu vi a foto do livro já me apaixonei, senti que seria algo mágico hahaha Quando comecei a ler, me surpreendi sobre ser a professora da J.K. Acredito que tivemos as mesmas emoções diante de ver e conhecer melhor o livro. Sua resenha está maravilhosa, Gato é um nome estranho para um livro qualquer, mas para um mágico como este, irá representar muito mais para o leitor. Como é uma série esperarei a resenha do segundo livro, no momento não posso comprar livros hahaha
    Beijão <3 as fotos ficaram lindas.

    ResponderExcluir
  12. Oi Eve!
    Lembro desse livro! Li num dos hiatus que teve entre os livros de HP enquanto eu estava fascinada por bruxos e magia.
    (ele é de 2001!)
    Nunca achei que veria ele novamente e olha ele aqui!
    Lembro de uma passagem muito boa (não sei se desse ou de outro livro da série) em que eles andavam com o lugar de destino no canto do olho, ao invés de seguir reto pra ele, já que toda vez que faziam isso voltavam para o mesmo lugar. Foi maravilhoso!
    Esse negócio de dizer que um autor plagiou o outro eu acho bobagem. Porque nas semelhanças que você encontrou, acho besteira dizer que é plágio, já que qualquer história juvenil pode conter esses elementos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Eu ainda não conhecia esse livro e achei interessante o detalhe de a autora ter sido professora da J K. Eu gosto de livros de fantasia, e devido saber esse detalhe da autora, estou bem inclinada na leitura do livro. Deve ser muito iniciar essa série, mesmo com o primeiro livro sendo bem intropdutório. Bem interessante.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Oi Eve,
    Eu não conhecia o livro, adorei a estruturação da tua resenha e os destaques e ressalvas que você fez, mas no momento não é o tipo de leitura que me anime, pois ando sem clima para fantasia. O Fato da autora ter sido professora da J.K. não despertou muito meu interesse pois não sou fã da franquia HP, mas acredito que isso deva fazer os fans da franquia ficarem muito interessados na obra né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia a autora. Bacana ela ter sido professora de J.K. Rowling. Creio que por isso, é natural que algumas pessoas tentem achar semelhanças. Mas se é apenas como você diz, são poucas semelhanças para que se diga que é cópia. Eu sou uma fã apaixonada de fantasia, então não precisou muito para a obra me conquistar. Já anotei, lerei certamente!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Parece-me um caso em que a aprendiz ultrapassa a mestre!! ahah :)

    Gosto bastante de fantasia, magia, e tal... E se recomendas para quem gosta, vou já procurar!! ;) Pareceu-me bonito e as imagens... Também acho que o papel branco é mais cansativo!

    Não foi bem o que esperava... Então mais vale ir com as expectativas não muito altas!! :)

    Ah! Acho que também não ia gostar muito da Gwen... kkk

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Olá! Menina ainda não tinha ouvido falar destes livro, mas achei muito bacana a premissa e confesso que me interessei pela história, até mais do que o HP. tenho a coleção completa aqui e não consegui ler ainda =(

    Adorei sua colocação sobre os personagens, percebe-se que você entra mesmo na leitura e isso é muito bacana! Parabéns pela resenha! Valeu mesmo pela dica!

    Bjus!
    www.pensamentosvalemouro.com.br

    ResponderExcluir
  18. Amo fantasia, mesmo que o livro seja indicado para o publico mais jovem eu tenho certeza que vou gostar, amo livros infanto-juvenis! Ainda conhecia a autora mas pelo que notei o fato de ser professora J.K Rowling despertou a atenção dos leitores.
    Achei a capa dupla interessante, embora não goste de livros sem orelhas! Resenha muito bem escrita, parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Eu nunca tinha escutado falar do livro!
    Ele veio primeiro que HP?
    Bom, quanto aos comentários das histórias serem parecidas, acho que o povo gosta de querer comparar tudo, mas quando estamos dentro de um mesmo gênero é difícil que não haja semelhanças! Foi bom saber sobre esse livro!
    Ps: Não gostei da capa...

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Nunca tinha ouvido falar nesse livro, e lendo comentários anteriores ao meu, percebi que ele já é antigo, mas mesmo assim poucas pessoas o conhecem, o que é uma pena já que sua resenha teceu bons comentários sobre o livro. A coisa que mais me chamou a atenção foi a autora ser professora da J.K Rowling.
    Por se tratar de uma série, deixo para ler en uma outra hora.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir