22 março 2016

Resenha - Uma canção para a libélula - Parte I





Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula. Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro. Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta...



Livro:
Uma canção para a libélula - Parte I
180 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arwen || OndeComprar








"A Libélula ficou ainda mais atraída pelo som vindo da menina e se aproximou. As duas ficaram se olhando por um tempo, sem censura, apenas presas entre si como os seres celestiais se prendem às preces dos mortais."

Aos treze anos Vanessa deixou para trás uma família devastada quando foi morar com a tia em Londres até que anos se passaram, e hoje ela parece ter a vida dos sonhos de muitos, iniciando sua carreira solo como pianista e já fazendo sucesso por toda a Europa. Além disso, tem um namorado que a ama e vive bem com seus tios e prima. Uma vida que poderia parecer simples, mas na verdade ela não se sente completamente feliz.

Os problemas começam quando o pai a chama para visitá-lo em São Paulo, sua cidade natal, e ela tem que reencontrar medos antigos. Vanessa não tem esperanças de que essa seja uma visita agradável, mas acredita estar preparada para enfrentar a mãe, Valéria, e os fantasmas que a assombram mesmo depois de tanto tempo. A Vilã Cinzenta é uma presença que está mesmo em seus sonhos e que não deixa que ela siga em frente mesmo com o passar dos anos.

Quando iniciei essa leitura não imaginei o quanto a estória iria me tocar, então me surpreendi a cada página virada e me vi envolvida com cada pequeno acontecimento.

Vanessa é jovem e bem sucedida, mas não é feliz, isso fica claro logo nas primeiras páginas. Ela se sente satisfeita com o alcance de sua música, mas interagir com o público é difícil, mesmo sendo cobrada por seu agente. Demonstrar seus sentimentos é complicado mesmo dentro da família ou com o namorado, com quem se sente confortável, mas longe de estar realmente apaixonada.

"Era mágico, quase alucinante. E lá eu passei as duas horas seguintes.
Meu paraíso.
Minha música.
Minha alma se comunicando com o mundo."

No começo estranhei essa apatia da personagem, mas a autora conseguiu passar tanta realidade que quando ela volta para o Brasil fica ainda mais clara a dificuldade em não só demonstrar o que sente, mas em se envolver com qualquer pessoa. Aos poucos vão sendo esclarecidos pontos do passado dela e de sua família que explicam muito da atitude atual, ao mesmo tempo em que sua visão do mundo fica cada vez mais sombria.

A protagonista não se sente mais capaz de lutar contra seus medos, ou de se alegrar com o que fazia antes, nem mesmo a música a anima.

Depressão. Uma palavra tão usada e uma doença tão mal compreendida. “Uma canção para a libélula” soube tratar de uma forma brilhante sobre o tema e quem leu com toda certeza se sensibilizou com a estória de Vanessa, que é ficcional, mas poderia descrever a vida de tantas pessoas que convivem com essa doença. Durante a leitura, fica claro o destaque dado pela autora sobre a dificuldade de definir depressão como uma doença, muitas vezes confundindo com uma indisposição da pessoa para algumas atividades, ou mesmo como parte da personalidade.

Durante a leitura, fiquei tão envolvida com a narrativa que me vi algumas vezes tão perdida quanto a Vanessa, a forma dela ver o mundo me tocou de tal maneira que emocionei em alguns momentos. Outras vezes me vi irritada com o desânimo dela para reagir a tudo, outro ponto de destaque, já que acredito que deve ser a mesma reação da família de um doente. É difícil aceitar que uma pessoa já não tem mais vontade de lutar pela própria felicidade.

Os personagens secundários tiveram papéis importantes na aceitação da protagonista e nas tentativas de fazer com que ela superasse os traumas do passado. O pai, mesmo tendo trazido Vanessa de volta para o lugar que a deixou traumatizada, só queria que ela superasse aquele momento e conseguisse seguir com a vida. A tia e a prima também são importantes, além de um antigo amigo de São Paulo. E para completar ainda mais essa estória, a narrativa em primeira pessoa tem um ar poético, sob o ponto de vista de Vanessa e que deixa o leitor ainda mais próximo da protagonista. A leitura é muito fluida, apesar do tema delicado eu não consegui parar de ler antes de ver a última página. A autora também utilizou algumas metáforas para trabalhar com os sentimentos, o que enriqueceu ainda mais a leitura.

"Por pior que fosse a maneira como me dissera aquelas palavras, ele tinha razão - eu estava carregada de culpa do meu passado, não sabia amar, nem era feliz. Senti uma miséria invadir meu peito e levei a mão à garganta."

A diagramação da Editora Arwen é muito bonita, o ebook é cheio de detalhes nas páginas e inícios de capítulos com desenhos de libélulas que tem tudo a ver com a estória. A capa é bonita, mas como já vi esse modelo em outros livros acabou perdendo um pouco do seu brilho. No site da editora também pode ter sido encontrada uma arte de capa promocional que me encantou. Não me lembro de ter encontrado erros na revisão, mas estava tão envolvida na estória que posso ter deixado passar algum detalhe.

Além de uma leitura envolvente, “Uma canção para a libélula” foi uma ótima forma de conhecer um pouco mais sobre depressão, uma doença muito mais séria que eu não imaginava. Gostaria de agradecer à autora e psicóloga Juliana Daglio por esse livro, que fez com que eu tivesse ainda mais interesse por estudar essa área. Mal posso esperar para ler a segunda parte!

Recomendo a leitura!


Booktrailer:

25 comentários:

  1. Olá Evelise, tudo bem?
    Já me interessei por esse livro, e não somente pela capa ser maravilhosa e o enredo ser promissor também. Mas pelo que você citou na sua resenha: sobre depressão. Esse assunto chama muito a minha atenção, pois só quem teve um caso assim por perto compreende a intensidade dessa doença, e que pode se tornar fatal. Muito obrigada mesmo por essa dica, estava procurando um livro que tratasse sobre isso. Fico feliz de ter visto sua resenha. Novamente, lhe agradeço.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Fico feliz que tenha se interessado pela leitura, eu me encantei completamente com ela! Não tive nenhum caso próximo da doença, mas me interesso muito por essa área de estudo e autora soube descrever muito bem.
      Beijos!

      Excluir
  2. Ola Eve lindona eu já li esse livro e entrou para a minha lista de favoritos, a escrita da autora é maravilhosa, nos envolve com tanta beleza, ela trata de assuntos fortes com tanta delicadeza que fico sem palavras para elogiar. Quem ainda não leu corre e leia vão amar. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      A escrita da autora é mesmo maravilhosa, estou muito curiosa sobre como essa estória vai continuar e quero ter o livro físico para sempre reler... Realmente, todos deveriam correr para conferir essa estória!
      Beijos!

      Excluir
  3. Oie,
    essa editora está arrasando comigo, preciso ler alguma coisa dela pra ontem... Menina tenho Juliana no face e ando babando esses livros dela a cada post, e agora com essa resenha, como não querer ler? Além de uma mapa magnífica e uma premissa atraente, acho super importante e amo livros que abordam temáticas densas, a depressão ainda é um tabu em muitos lugares e fico feliz que a autora tenha resolvido abordar esse assunto tão pouco trabalhado em sua obra. Espero conseguir lê-lo em breve.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Fazia um bom tempo que eu lia comentários sobre esse livro, desde que ele era uma publicação independente, e ainda assim me surpreendi durante a leitura! Espero que você consiga ler e também goste da estória!
      Beijos!

      Excluir
  4. Tá aí um tema muito em alta e que as pessoas ainda não conseguem evitar o preconceito. Adoro ler sobre doenças psicológicas, depressão, bipolaridade, ataque de pânico, esquizofrenia. Vou deixar anotado aqui para quando der eu correr atrás desse livro.
    Mas ainda quero encontrar um livro que retrate a depressão como depressão, e não como uma consequência de um trauma. Existem esses dois lados, a depressão causada por alguma coisa que a pessoa viveu e a depressão por si mesma, sem motivo - que é mais difícil ainda de entender.

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu também tenho interesse por livros que tratam de transtornos psicológicos e esse é maravilhoso! Realmente é mais difícil encontrar livros que tratem de depressão sem que ela esteja relacionada a traumas, mas vou procurar melhor :)
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi, Eve! Tudo bem?
    Nossa, fiquei impressionada com a história desse livro! Nunca tinha ouvido falar sobre ele antes de sua resenha, mas já estou encantada. De início, ao ler a sinopse, achei que a história seguiria para um rumo de literatura fantástica, algo que já estava despertando bastante meu interesse. Mas a questão da depressão envolvida foi uma total surpresa para mim e conseguiu cativar ainda mais a minha curiosidade. É um tema muito interessante e atual. Espero encontrar a versão física desse livro e poder comprá-lo em breve. Imagino que irei gostar muito, pois sua resenha me deu altas expectativas. Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  6. Acho que nunca li nenhum livro que fale sobre a depressão, e fiquei interessada nesse. Gostei de saber que você não sabia o que esperar e se surpreendeu com a maneira que a trama te tocou. Deve ser muito difícil escrever sobre o assunto, então que bom que ela fez com maestria! É bom pra acabar com tanto preconceito que há acerca dessa doença... Quero ler!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Gostei muito de conhecer esse livro, pois acho que a depressão é um tema pouco trabalhado.
    Realmente é um livro intenso, pois não há como não se envolver. Mas é bom ver mais detalhes sobre uma pessoa com depressão.
    Adorei suas impressões e fiquei com vontade de ler sim!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Oi Eve, desde que vi essa capa pela primeira vez, eu fiquei curiosa para ler o livro e sua resenha só veio confirmar que o livro irá me fazer feliz durante a leitura. Adorei a trama e curti saber que os personagens secundários dão consistência para a protagonista, confirma sua história e suas características. Gosto e valorizo muito isso nos livros qu eleio. Adorei a dica!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Eve,
    Já ouvi falar desse livro em outras ocasiões, mas não havia lido uma resenha tão completa quanto a sua.
    A depressão é uma doença cruel, ela faz com que a pessoa que está doente sofra e todos os outros que estão a sua volta também. Sinto que esse livro tocará meu coração em todas as partes e fiquei muito curiosa para ler.
    Espero ter a oportunidade de ler em breve.
    Parabéns pela incrível resenha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, achei a premissa do livro incrivel e o modo como você trouxe os pontos vitais da historia ficou bem interessante e cativante, mostrando tanto o destaque da protagonista como dos personagens secundarios, dando a impressão que o livro tem esse cuidado com os personagens. É bom saber de um livro que fala sobre a depressão, algo tão serio, que as pessoas ignoram. Parecer ser um livro esplendido.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Eu fiquei sabendo sobre esse livro faz pouco tempo, e gostei da capa. Mas até então não sabia muito sobre ele. Gostei da história, da forma como a autora conduziu a trama. E estou notando que a editora está publicando ótimos títulos. Essas publicações merecem divulgação, pois são de qualidade.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Oi, Eve!
    Assino embaixo do que escreveu em sua resenha. Adorei saber que teve pontos de vista semelhantes ao meu quando li a obra. Honestamente? Prefiro a capa anterior, mas essa está bonita também. Enfim, acho que a autora foi muito feliz ao usar uma linguagem mais poética e metafórica para que a personagem expressasse como se sentia.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que estou de olho no livro já faz algum tempo, eu particularmente adoro a capa antiga, ela era algo diferente, mas gostei muito da nova. Eu não li muitas resenhas desse livro, então foi interessante poder conferir a sua opinião. Fico feliz que tenha gostado da leitura, pois acredito que o tema é um tanto quanto denso, não é todo dia que temos uma protagonista com depressão. Eu tenho muita vontade de ler o livro, mas no momento estou sem dinheiro, mas ele com certeza está na minha enorme lista de desejados.

    ResponderExcluir
  14. Oiee Eve ^^
    Eu também gostou muito desse livro ♥ Adorei a escrita da Juliana nessa obra, e adorei mais ainda a forma como ela tratou um assunto tão delicado, estou mega ansiosa para ler a parte dois. Gente, essas novas capas estão lindas demais! Imagino que a segunda parte seja ainda melhor que essa primeira ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Acho que por a Juliana ser formada em psicologia ela deve trazer bem a Realidade dos personagens no seu jeito é emoções fazendo a gente mergulhar fundo dentro da leitura. Eu ganhei de páscoa do meu noivo o Lago Negro porém ainda não chegou aqui, mas estou doida para comprar os dois da Libélula também.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Eu já havia me interessado antes por este livro, mas não sabia a temática dele de forma clara e adorei conhecer através da sua resenha. Acho que o livro trata de um assunto muito importante que é a depressão que atinge cada vez mais e mais pessoas no mundo todo. Fiquei curiosa para saber o que fez com que ela tivesse depressão e com certeza leria este livro para descobrir. Alias, a capa é linda e eu amei!

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  17. Olá

    Já teve casos de depressão na minha família e fico mega contendo dos autores estarem dando voz para algo tão serio perante a sociedade, ainda mais por ser um livro nacional, a editora tema arrebentado com esses lançamentos e me surpreendido muito. Já tiha visto esse livro e a premissa étão boa que já esta na minha lista de desejados, vendo sua resenha percebo que é uma leitura certeira.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá!! :)

    Já tinha ouvido falar deste livro, mas nunca tinha procurado por ele (por falta de tempo...) :)

    Bem, gostei do tema e do enredo e talvez o tema da depressão, se assim tão bem abordado, me deixe alguma curiosidade... :)

    Ainda bem que o livro te tocou (é bom quando isso acontece e conseguimos aprender algo com eles... e parece que isto acontece com esse livro...).

    Também gosto muito de que as personagens secundárias desempenhem papéis importantes na obra e na ação! ;)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Já ouvi falar nesse livro, inclusive quando fiquei sabendo dele até tive uma certa curiosidade para ler, mas pelo que descreveu em sua resenha creio que não iria curtir muito não. Então eu passo a sugestão.

    Frases, Trechos e Pensamentos

    ResponderExcluir
  20. Olá! tenho este livro aqui em casa, mas ainda com a outra capa. Me sensibilizei muito com o tema quando li algumas resenhas e realmente ainda hoje é algo pouco entendido em nossa sociedade!

    Sua resenha está muito linda. Parabéns!
    Um abraço pra ti!

    ResponderExcluir
  21. Oláaa!! Encontrei essa resenha em minha fan page hoje e me emocionei tanto pela forma como falou do livro, quanto pelos comentários aqui na postagem.
    Muito obrigada por trazer tanta alegria ao meu dia!!

    <#

    ResponderExcluir