24 março 2016

Resenha - Entre Corações




Um amor que tenta sobreviver em meio a intrigas, orgulho, ódio, rixas e ao temperamento explosivo dos apaixonados.
Jonas sonha em reerguer a fazenda de sua família. Seu jeito destemido e impetuoso conquistou bons amigos e alguns inimigos, e o maior deles é Jack Monteiro, fazendeiro poderoso que domina a pequena cidade de Vale da Mata com mãos de ferro. O destino faz com que Jonas esbarre em Mônica, a atrevida e sensual filha do rival, que volta do Rio de Janeiro e mexe com a cabeça de muitos homens. Orgulhoso demais, o cowboy não se conforma em se ver balançado pela caçula dos Monteiros. Mas a morena, também de personalidade forte, não dá o braço a torcer até conquistar o rapaz... 

Livro: Entre Corações
324 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Novo Século  || OndeComprar

                                                       






‘’Entre Corações’’ nos conta a estória de Jonas Maia, um rapaz que desde muito cedo herdou grandes responsabilidades administrando a fazenda que era de seu pai, que infelizmente veio a falecer deixando a propriedade de herança para ele e para seu irmão Silvio, que, aliás, não tinha muito talento em cuidar dos negócios da família.

Todo trabalho feito estava indo muito bem e com certeza seu pai estaria bastante orgulhoso de tudo que ele conseguiu até então.

Só que as coisas estavam para mudar na cidade de Vale da Mata, porque Mônica, uma bela moça e filha de um dos fazendeiros mais conhecidos da região, Jack Monteiro, estava voltando de sua viagem do Rio de Janeiro e estava bastante feliz de rever não só seu pai, mas sua irmã Pamela,a governanta Dolores e principalmente a amiga de infância Lara. 


Todos estavam muito felizes com sua chegada à fazenda, pois a saudade era tão grande que tanto Mônica, Pamela e Lara ficaram por várias horas conversando e matando as saudades e contando todas as novidades não só da viagem, mas também de tudo que vinha acontecido desde que ela fora embora da fazenda. Após colocar as fofocas e conversas em dia, Mônica decide dar um passeio a cavalo e subitamente sofre um acidente leve. Como uma ironia do destino, quem a socorre é o principal rival de seu pai, Jonas Maia.

Assim que o Cowboy desconhecido tenta ajuda-la cuidando de seu ferimento, Mônica diz se sentir bem e então fica encantada com a gentileza do rapaz, mas tudo termina rapidamente quando ela se apresenta, e então, Jonas sem acreditar de quem ela é filha, acaba largando-a no meio da mata machucada e pede para alguém ir busca-la, pois tinha que ir embora. E então sem entender o que havia acontecido ali, Mônica liga para sua irmã e explica o ocorrido.

“— Deixa eu ver – falou ele, tocando-lhe suavemente a perna. Mônica, então, passou a observá-lo. Ele era lindo. Não, lindo era pouco. Ele era fabuloso! E, enquanto tocava-lhe, ela pôde observar seus braços fortes, sua pele levemente bronzeada do sol, seus cabelos castanho-escuros e fartos sob o chapéu, sua barba por fazer… Por um momento, Mônica chegou a esquecer um pouco a dor e se deu conta de que estava diante de um deus grego.”

"— Mônica adorou trocar olhares com aquele peão desconhecido. E sorrindo ele era ainda mais bonito. Não soube o que sentiu, mas algo nele a atraía inexplicavelmente."

Chegando à fazenda, Pamela e Lara lhe conta quem na realidade é Jonas Maia.
Explicam que seu pai e ele são inimigos declarados por conta dos problemas em relação aos negócios, e por isso aconselharam-na para que se mantivesse afastada para não criar ainda mais problemas.  Só que Mônica do jeito que não se preocupava muito com as coisas, resolveu procura-lo, pois não conseguia tira-lo da cabeça, principalmente porque aos seus olhos ele era muito atraente. Mas Jonas Maia lhe avisou para que se mantivesse afastada para que não criasse ainda mais problemas, mas ela sendo persistente do jeito que era não iria desistir de conhecê-lo.

“O fato é que não ia ter jeito. Pelo jeito, a cabrita não ia largar tão fácil assim do seu pé. E logo de quem ela era filha? Logo daquele traste do Jack Monteiro, aquele ladrão, pistoleiro, canalha. Como um desgramado daquele poderia ter feito algo tão lindo de delicioso assim?”

E a partir daí que a nossa estória começa, pois não para por ai não, pois além de encontrar Romance, você também encontrará muitas intrigas e principalmente uma pitadinha de mistério. É um daqueles livros que podemos ver como se fosse uma novela onde dois jovens se apaixonam e um tenta lutar contra seus sentimentos e o outro persiste correndo todos os riscos apesar dos problemas de suas famílias serem inimigas.


Quando vi esse livro junto dos lançamentos da Novo Século eu logo me interessei em lê-lo, porque assim que li a sinopse fiquei bastante curiosa pela estória se passar em uma fazenda, pois tudo relacionado ao assunto eu adoro e tinha certeza de que a leitura me agradaria muito.  A autora tem uma narrativa bem simples e muito gostosa de acompanhar.  Como eu adoro um romance, eu tenho que confessar que gostei do enredo, mas eu acho que poderia ter sido melhor desenvolvido, principalmente as intrigas entre as famílias inimigas e ter um romance mais aprofundado entre os personagens, porque percebi que o que rolava mesmo era mais atração física e não aquele desenvolvimento sobre o amor de ambos, o relacionamento mesmo sabe? Porém acabei de alguma forma gostando de tudo que foi aparecendo e principalmente de acompanhar as dificuldades que cada um foi passando durante toda a estória.

Quanto aos personagens secundários, preciso dizer que achei que todos foram muito bem utilizados durante a estória, porém pouco explorados. Para mim, queria que pudesse pelo menos ter mais envolvimento com cada um deles durante as páginas. Acho que seria legal se tivesse capítulos alternados para poder saber o que cada um pensa e sente, principalmente sobre tudo que acontece. Só que eu sei que isso não seria possível, porque estamos falando de vários personagens diferentes, mesmo assim eu senti que poderiam ter um envolvimento a mais. Falo de Dona Gilda, Silvio, Beto, Sandra por um lado e por outro Jack Monteiro, Lara, Pamela e Durval. 

E também não posso deixar de comentar que com o passar das páginas acaba que surgindo um mistério que apesar de nos prender, não achei que foi como eu gostaria que fosse, porque tudo foi acontecendo de uma maneira muito rápida e acho que poderia ter tido mais calma para que pudesse ter mais acontecimentos, investigações e poder então ter algo que no fim desse aquele impacto. 

Outro ponto que tenho que DESTACAR é que achei que tudo foi se resolvendo de uma maneira muito rápida. A autora acelerou as coisas que foram surgindo na estória quando foi chegando ao desfecho e acho que isso me incomodou um pouco, mas tenho que lhes dizer que o livro é muito bom de acompanhar, o livro realmente te prende te fazendo devorar as páginas, mas eu esperava muito mais em relação aos personagens mesmo. Sem contar que quando cheguei ao fim da estória eu já sabia que não haveria uma continuação, mas percebi que o destino de alguns dos personagens teve um desfecho favorável e outros não, e isso me deixou um pouco curiosa só para saber o que houve com a paixão de Sandra por Jonas, sobre Lara e Pamela.

Enfim...

Apesar de tudo que disse em relação ao que eu senti lendo o livro, eu confesso que gostei muito, até porque ele ganhou 4 estrelas. Só não cheguei a dar 5 estrelas por conta do FIM que realmente para mim pecou viu? Mas a ideia da estória, os acontecimentos e principalmente os lugares muito bem descritos pela autora me fascinaram de uma maneira bem distinta. Tudo foi muito bem desenvolvido na estória e não vou dizer para que vocês não dê oportunidade ao livro, porque eu SUPER INDICO, é uma daquelas leituras descontraídas que você irá devorar rapidamente. Eu expressei aqui minha opinião sincera e tenho certeza que quem gosta desse gênero rústico que se passa em fazenda e que envolve um romance vai adorar! Só não espere demais para não se decepcionar!

Quanto à diagramação do livro, eu achei a capa simplesmente linda, pois vemos dois casais parados no meio de uma plantação um de frente para o outro ao por do sol. Achei a arte muito bem feita e dou parabéns à pessoa que elaborou a arte da capa. O livro contém páginas amareladas e tem um espaçamento muito bom. A fonte é de um bom tamanho e não encontrei qualquer tipo de erro de revisão, sendo assim a Novo Século está de parabéns pelo belo trabalho realizado. 

E quero dar meus parabéns também para a autora Isadora Raes, pois esse titulo para mim foi importante para conhecer sua escrita e também para poder notar sua personalidade na estória.porque em minha opinião ela tem muito TALENTO e com certeza conquistará ainda muitos leitores e que com certeza eu também terei o maior prazer de poder acompanhar seus novos trabalhos que virão pela frente!

15 comentários:

  1. Oi Silvana, quando vi a divulgação deste livro no ano passado, me interessei bastante em ler em função do cenário, brasileirinho e isso me agrada muito. Adoro quando os autores nacionais exploram nosso Brasil para construir seus enredos. Porém eu achei que era só romance no livro, não sabia que tinha essa pegada de intrigas e um pouquinho de mistérios e isso aumentou minha curiosidade em poder conferir a trama. Mesmo o fim sendo acelerado, tenho a impressão que irei gostar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana, tudo bem?
    Primeiramente, quero dizer que não conhecia esse livro, infelizmente. Mas já me apaixonei pela capa e pela premissa. Que bom que, apesar de algumas coisas, a leitura se mostrou proveitosa para você. Quero muito conhecer a escrita da autroa e espero ter a oportunidade de ler em breve. A edição parece ser linda!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Oi, Silvana, minha querida! Muito obrigada pelo carinho! Foi você que me presenteou com a montagem dos personagens do Entre Corações, não foi? Eu amei. Assim como a sua resenha. Você é uma fofa! Mil beijinhosss

    ResponderExcluir
  4. Oiee Silvana ^^
    Ai, eu adoro histórias com cowboys...hehe' ♥ É uma pena que os personagens secundários não tenham sido desenvolvidos e explorados totalmente, eu também gosto quando a história é contada por mais de um personagem, mas deu para ver que você gostou do livro. Também fico um pouco incomodada quando as histórias acabam e alguns personagens ficam meio de lado, só esperando o final deles...hehe' torcendo para surgir uma luz na cabeça da autora, e ela decidir escrever uma continuação \0/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Silvana,

    Eu fiquei bem curiosa em relação ao mistério, uma pena ele não ter sido explorado de uma maneira mais eficiente e te causou essa sensação de que falta algo. Odeio essas sensações. enfim, A história me parece um pouco previsível, mas ainda sim me interessei por ela. Me parece um pouco novela das 6 e pra mim, elas são as melhores, com um amor proibido, etc. Vou tirar um tempo para lê-lo e te conto o que achei. <3

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Quando vi a resenha logo de cara fiquei encantada com a capa. Ainda não conhecia o livro, mas confesso que me interessei bastante. Espero em breve ter a oportunidade de conhecer o trabalho da autora =D


    bjos
    Just Livros

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Conforme eu fui lendo a resenha eu senti que estava lendo uma trama de novela mexicana, rs. Eu gosto de romance, e quando vi que terá muitas intrigas e ainda essa briga de família já fiquei interessada. COm certeza vou gostar de acompanhar essa história , mesmo com o final insatisfatório.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Olá Silvana,
    Até leria o livro caso a autora não tivesse pecado no final e acelerado a história, sério, esses pontos são fundamentais pra uma leitura agradável.
    Consigo entender o motivo que te fez dar quatro estrelas, pois o livro parece ter mesmo pontos fortes, mas essas deficiências dele, me fazem não sentir vontade de ler.
    Enfim, parabéns pela incrível resenha, como sempre.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Conheci esse livro através do seu instagram, pois nunca tomei conhecimento de sua existência. Enfim, é a primeira resenha que leio sobre o livro, e gostei bastante do que falou a respeito dele. Mas, o que mais me atraiu foi a questão de o casal serem de famílias rivais, o que sempre gera muita estória a contar, e rendem muitas outras hahaha. A capa está muito bonita também, e o fato de a autora ter uma escrita boa super me convenceu a lê-lo.

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/2016/03/resenha-111-pequenas-grandes-mentiras.html

    ResponderExcluir
  10. Oi Silvana, eu li esse livro no ano passado e gostei bastante dele, lembra muito uma novela e esse joguinho de gato e rato entre eles me deixou bem animada com o livro. É um romance bem gostosinho de ler e a escrita é tão simples que me agradou muito. Quer ler outros livros da Isa e tenho visto as publicações dela no wattpad, parecem ser bons.

    ResponderExcluir
  11. Oi, já tinha ouvido falar desse livro, essa capa pra mim, já passa um ar de tranquilidade e paz, acho muito linda. E depois que li a resenha e soube que se passava em uma fazenda já me encantei. Gostei da trama, pois é difícil mesmo quando um casal se apaixona, e os pais não se dão bem, mas é com isso que a história fica mais emocionante e misteriosa, pois ficamos querendo saber se eles vão ficar juntos no final, rsrs . Gostei muito, e quero conhecer e ler o livro em breve.

    Beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil,
    apesar dos pontos que te incomodaram o livro parece ser realmente bom... Gostei bastante da premissa e fiquei curiosa para saber como foi resolvido o impasse da rixa entre as famílias, fiquei super contente em ler essa resenha aqui hoje, estava mesmo querendo conhecer outras obras, tenho lido muito do mesmo pela blogosfera e sempre bom conhecer indicações singulares como essa.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  13. Ola Sil adorei a capa, a premissa mesmo sendo de certa maneira clichê me chamou atenção, mas já não gostei do mocinha largar ela sozinha machucada, uma pena que a autora deixou o final corrido, pois com certas algumas pontas ficam soltas ou não bem exploradas para o leitor, mesmo assim fico com a dica para ler em um final de tarde. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  14. Olá!! :)

    Também adorei a capa... :) Ainda bem gostaste da escrita da autora e que vais acompanhar o seu trabalho! :)

    Estou a ver que é um livro para o qual devemos ir sem muitas expectativas!! :) Gosto muito dos ambientes rústicos e tal, embora o tema não me chame muito...

    Bem, é muito mau quando os finais nos desiludem!!! :(

    Boa resenha, adorei! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Silvana, tudo bem?
    Então, quando eu vi o lançamento do livro também fiquei louca para ler e admito que nem a sinopse tinha lido, pela capa imaginava um sick-lit, um livro bem intenso sabe, mas me enganei pelo jeito. Achei a premissa super clichê e mesmo amando livros assim por agora eu dispensaria por conta do cansaço que estou tendo com alguns livros previsíveis. Mas eu amei a premissa.
    Uma pena os personagens secundários não terem sido muito explorados, eu gosto muito quando eles tem uma boa participação na estória.
    Acho que a correria da autora e um final que não te agradou muito me desanima um pouco, mas eu ainda daria uma chance ao livro.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir