14 março 2015

Reflexão/Contos [18]



Olá pessoal!

Texto novo no ar! Espero que gostem ;)




Minha imprevisibilidade talvez tenha lhe assustado ao abrir a porta e não me ver atrás dela, encarando-me as costas enquanto eu corria rumo a direção oposta a sua. Olhava em sua direção, mas não mais para você. Por cima dos seus ombros uma outra paisagem me chamava mais a atenção.

Nunca fostes dono do meu mundo, eu apenas lhe permiti que um dia entrasse nele e o conhecesse. Preparei um café, deixei que se sentasse e me contasse suas histórias, até criamos algumas. Em noites de rock in roll regado a uma cerveja barata, deixei que abrisse uma fresta em meu coração. Não foi tudo ilusão, mesmo que nossas mentes resplandecessem demais no meio de toda aquela escuridão.