26 dezembro 2015

Resenha - Todos os nossos ontens



O que um governo poderia fazer se pudesse viajar no tempo?
Quem ele poderia destruir antes mesmo que houvesse alguém que se rebelasse? Quais alianças poderiam ser quebradas antes mesmo de acontecerem? 
Em um futuro não tão distante, a vida como a conhecemos se foi, juntamente com nossa liberdade. Bombas estão sendo lançadas por agências administradas pelo governo para que a nação perceba quão fraca é. As pessoas não podem viajar, não podem nem mesmo atravessar a rua sem serem questionadas. O que causou isso? Algo que nunca deveria ter sido tratado com irresponsabilidade: o tempo. O tempo não é linear, nem algo que continua a funcionar. Ele tem leis, e se você quebrá-las, ele apagará você; o tempo em que estava continuará a seguir em frente, como se você nunca tivesse existido e tudo vai acontecer de novo, a menos que você interfira e tente mudá-lo...



Livro: Todos os nossos Ontens
352 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Novo Conceito|| Onde Comprar







Como seria o mundo se pudéssemos modificar aquilo que ocorreu e que não nos agradou? Como seria se pudéssemos apagar a palavra dita, o segredo descoberto, a vida perdida? Talvez vivêssemos de uma maneira melhor conseguindo deletar todos os nossos ontens e refazendo-os, mas também não aprenderíamos. Seríamos condicionados a uma imensa lista de acertos e nos veríamos presos a  máquinas manipuladoras. Todos os nossos ontens existem para apenas nos lembrar, para fazer com que sejamos melhores, sem no entanto deletar os  antigos aprendizados. Todos os nossos ontens fazem parte de nós e jamais devem ser modificados.

"Explico tudo - o ralo, o papel e a mensagem no final - em um sussurro pelas pás da ventilação. O silêncio de Finn é espesso e sólido como a parede entre nós. Tento imaginar a figura dele. Cabelos loiros bagunçados provavelmente precisando demais de um corte, formando cachos em volta das orelhas e da nuca. Olhos azuis arregalados e sem foco por causa do choque. Ou são verdes? Não, com certeza azuis. Azuis como a água profunda e limpa. Boquiaberto, mas, não importa o quanto eu tente, não consigo me lembrar de como a boca dele é. Lábios finos ou cheios, rosa ou pálidos?"

Marina é uma garota de dezesseis anos rica e um pouco deslocada. Consegue se sentir bem apenas com seu amigo inseparável, James, e com outro amigo dele, Finn, que a garota odeia mas tolera. Porém logo vê seu mundo virar de cabeça para baixo quando James, um gênio da física e matemática, resolve em seu doutorado criar algo relativo ao tempo que pode destruir muitas vidas.

"É apenas o começo, eu sei. Nunca fiz essa viagem que aquelas 14 versões passadas de mim fizeram, mas a ouvi ser explicada vezes suficientes para saber o que vem depois. Quando as partículas que estão rodopiando abaixo dos meus pés pelos quilômetros de canos, grandes o bastante para darem passagem a um caminhão, enfim baterem umas nas outras quase na velocidade da luz, a explosão será tão poderosa que partirá o próprio tempo."

Com a máquina do tempo construída o mundo vira um caos. pessoas não conseguem sair nas ruas de forma livre pois são vigiadas todo o tempo por agências do governo. Bombas são jogadas a qualquer momento e países entram em guerra por muito pouco. E em meio a tudo isso também surge Em, uma garota sofredora que foi alguém muito afetada pela máquina do tempo, junto com um grande amigo.

Em busca de uma solução para sua vida e para o caos instalado, o mundo dessa garota se choca com o de Marina, e confrontos inimagináveis surgem, fazendo cada um que faz parte dessa história repensar suas ações e seus ontens.

"- É um paradoxo. Mas a questão do tempo é que, na verdade, ele não é linear como pensamos. Uma pessoa que eu conheci tinha uma teoria sobre o tempo, de que ele tem um tipo de consciência. Ele limpa as coisas e evita ser rasgado por paradoxos congelando certos eventos e evitando que eles mudem. As ações, como nós fazermos algo para impedir que Cassandra seja construído, permanecem, enquanto a passividade, como nós nunca voltarmos para evitar a máquina porque não poderíamos fazer a viagem, não permanece. Quando nós... fizermos o que temos de fazer para destruir Cassandra, isso deve virar um evento congelado, a salvo dos paradoxos."


[-Minhas Impressões-]

Acho um pouco difícil falar dessa história, uma vez que ela é cheia de detalhes e é preciso muito cuidado ao comentar o enredo para não entregar algo crucial. É um livro carregado de idas e vindas no tempo, o que pode confundir um pouco o leitor. Achei um pouco estranho até o capítulo quatro, quando consegui entrar no ritmo. A minha sensação ao ler foi a  de estar em uma montanha russa, um acontecimento surpreendente vem atrás do outro e quase não temos tempo de respirar.

No geral o livro não faz tanto meu estilo, não teve algo que me surpreendeu totalmente, mas é inegável a perfeição da escrita da autora e o fato de ela amarrar muito bem as pontas. Outro fator que deve ser elogiado são os personagens. Mesmo em um choque de mundos, cada um mantém uma personalidade própria e muito bem destacada. Minha personagem preferida foi Marina, com sua inocência, ingenuidade e amor. Outro personagem carismático ao extremo é Finn, pois ele luta por tudo aquilo que ama e não desiste nunca.

A história possui 40 capítulos e as vezes é narrada por Marina e as vezes por Em, sempre em primeira pessoa. A troca de tempos é algo constante e precisa de certa atenção do leitor. O título, ''Todos os nossos ontens'', foi muito criativo, indicando realmente a maior lição da história, que é sobre as ações do presente poderem ser muito grandes e letais no futuro. Recomendo para todos que gostam de histórias carregadas de ficção científica e viagem no tempo, além dos leitores que querem conhecer um livro bastante diferente.

23 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Todos tem falado muito bem desse livro, eu confesso que o gênero também não faz muito o meu estilo, porém gosto muito de livros diferente e com reviravoltas, e parece que esse livro tem tudo isso, então com certeza está na minha lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena conferir, ao menos para saber se gosta. Tenho tentado experimentar novos gêneros e as vezes me surpreendo muito.

      Excluir
  2. apesar de ter recebido esse livro eu o doei, comecei a ler mas não senti muita afinidade, afinal não é muito a minha cara esse gênero!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que não conseguiu terminar. Confesso que minha leitura foi bem arrastada mas consegui terminar e até achar bacana apesar de não ser meu estilo

      Excluir
  3. Ola..
    Acho a proposta do lovro bem interessante, ter o poder de mudar os nossos ontens deve ser bom pelo lado de poder concertar os erros e pessimos pois nunca iriamos evoluir como ser humano...
    Mas no geral o livro não me chamou a atenção, não é uma historia em que eu leria no momento..
    Adorei a resenha,pois deixou bem claro os posto altos e baixos da trama..
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado da resenha. É, também fiquei refletindo bastante sobre os ontens.

      Excluir
  4. Ooi,
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro! Desde o lançamento eu venho acompanhando mas essa é a primeira resenha que leio dele e só me fez ficar mais curiosa para conhecer o enredo!
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, que bom que te deixei curiosa, espero que goste da leitura, ehe.

      Excluir
  5. Oi, Tamara
    Gostei de livros densos com vários acontecimentos surpreendentes. Acho a premissa desse livro interesse, apesar de achar que não vou ler no momento, mas mesmo assim um dia ainda quero fazer a leitura.
    Me liguei nos pontos positivos. Acho que uma escrita que se encaixa é fundamental. Gostei da dica.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que esse livro te interessou.
      Espero que você goste.

      Excluir
  6. Olá,
    Eu tenho visto muitos comentários sobre esse livro e a sua resenha foi a mais sincera que eu vi! Não sabia que era um pouco enroladinho no começo e nem que tem tandos detalhes, fiquei muito interessada (aliás, eu já estava) quando você falou que a autora conseguiu fechar bem o livro e ter elogiado ps personagens. Eu espero poder ler agora rm 2016

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Por ser uma amante de distopias, esse livro, para mim, é leitura obrigatória...haha' Ainda não o comprei, mas ele já está na minha meta de 2016. Fico feliz que você tenha gostado, mesmo que não totalmente. Saber que os personagens foram bem desenvolvidos me deixou animada ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2015/12/mar-da-tranquilidade.html

    ResponderExcluir
  8. Olá, Tamara.
    Esse foi o lançamento da editora que eu mais queria ler e logo que chegou eu fui ler, mas infelizmente ele veio com um erro e faltando 30 páginas quase já no final, então não consegui terminar até agora. Estou esperando a editora me enviar outro exemplar, mas até agora nada hehe. Até o momento eu gostei bastante do livro, principalmente do Finn hehe

    ResponderExcluir
  9. OI Tamara, eu amei ter lido este livro. Para mim foi uma grande criação e ensinamento pois fiquei imaginando o que alguma pessoa poderia realmente criar e fazer com os acontecimentos do mundo. Realmente é necessário a atenção do leitor já que muda o tempo todo de personagem, e eles são as mesmas pessoas só que em tempos diferentes!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Tamara, eu estou com esse livro aqui e só não peguei por falta de tempo mesmo porque a trama dele chama muito minha atenção, apesar de não gostar muito de distopias. Mas pelo que vi ele tem toda uma história envolvida e a trama chamou minha atenção, espero pegar ele em breve. Ótima resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamara, tudo bem??
    Eu estou com muita vontade de ler esse livro... porque adoro uma ficção científica e dependendo do contexto, gosto de uma viagem no tempo... fiquei encantada com a premissa e as passagens de tempo isso chamou completamente atenção para a leitura do livro... claro que ele está na minha listinha, mas tá difícil realizar as compras rs... sua resenha ficou ótima, mesmo se sentindo um pouco perdida inicialmente... mas é questão de adaptação mesmo... xero!!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Nossa, gostei muito do enredo. Amo ficção cientifica/distopias. Apesar de ter dado um tempo nestas juvenis por estarem muito semelhantes. Mas esta me chamou atenção pela premissa diferente.Fiquei bem intrigada e curiosa,Darei uma chance no futuro. Dica anotada.

    beijos
    http://livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Estou com vontade de ler este livro e sua descrição um pouco mais detalhada dele me deixou ainda mais curiosa. Aliás, conheci seu blog hoje e estou adorando, já visitei várias postagens suas. Parabéns e continue assim! :)

    Ruh Dias
    perplexidadesilencio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi flor, fico feliz que mesmo o livro não tendo te surpreendido e a história não sendo muito o seu tipo, você tenha curtido. Não é um livro que eu leria, pelo menos não teria por agora a urgência de fazer a leitura, não sou muito de ler distopias, com ficção científica não, e para ajudar você disse que o livro não te surpreendeu, gosto de histórias nesse tipo que tenha reviravoltas, que me surpreendam de alguma forma, aí tenho o impeto de ler até o fim. Enfim, gostei muito da sua resenha, objetiva e sem enrolação.


    bjs

    ResponderExcluir
  15. Eu imaginava um outro tipo de história e, ainda não sei se sua resenha me deixou empolgada ou não para ler o livro... Quer dizer, fiquei curiosa com a mensagem que o livro passa, que nosso passado é importante e que nossas ações no presente podem estragar o futuro mas ao mesmo tempo eu não gosto muito de ficção cientifica e fiquei preocupada com esse lance da mudança de tempo, então realmente não sei o que pensar - e esperar do livro. Só sei que ele está por aqui e precisa ser lido logo...rs
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  16. Olá!!

    Eu sempre achei interessante esse titulo, e a trama que o livro trás, apesar de não ter gostado muito da capa.
    Com sua resenha, talvez eu arrisque ler assim que tiver um tempo, pois tb não é meu gênero favorito!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  17. Oi,

    Desde que a editora NC, anunciou o lançamento desse livro eu já estava querendo muito ler ele, e nossa, quando vi o marcador com relógio digital? Sim, já queria ele para ontem, mas o tempo foi passando e acabei que não comprei ele.

    ResponderExcluir