14 dezembro 2015

Resenha - Paralelos




Em um terrível acidente rodoviário, Alexandre morre, mas seu irmão gêmeo Vítor, surpreendentemente, sobrevive. No entanto, ao despertar numa dimensão paralela, autossuficiente e resguardada por instâncias elementares, como o Horizonte de Energia, o Conselho, Deus e os anjos, Alexandre descobre que deveria ter sido salvo e Vítor morrido, equívoco que coloca em risco rodo o funcionamento do cosmos. Embora em dimensões diferentes, os gêmeos precisarão lutar para restaurar o equilíbrio do Universo. Uma aventura fantástica, surpreendente e rica em seus detalhes mais sutis, que arrebata o leitor com todas as suas surpresas e revelações a cada capítulo, além de conquistá-lo com seus personagens ora cativantes, ora assustadores, porém sempre muito interessantes e bem construídos.





Livro: Paralelos
432 páginas || Skoob || Cortesia: Geração Editorial || Onde Comprar ||








Os seres divinos erraram e mataram o irmão errado. Esta falha poderá causar a desestabilização de todo o universo. Esta é a trama que move “Paralelos” o primeiro livro do brasileiro Leonardo Alkmim.

Na estória, Alexandre e Vitor, dois irmãos gêmeos, brigam durante uma viagem a um acampamento e ao retornarem para casa o ônibus em que viajam com outros estudantes capota e vários deles morrem no local. O acidente é narrado com maestria pelo escritor. É possível sentir cada movimento vivido pelos passageiros daquele veículo.

“Mesmo com o meu corpo sendo atirado violentamente contra o teto e em seguida contra os encostos das poltronas, eu ouvia cada grito, cada pedaço de metal rangendo, cada janela se estilhaçando e cada lufada de vento e poeira. Foram várias capotadas, e, a cada uma delas, uma epopeia de pânico e desespero se desenrolava diante dos meus olhos. Eu sabia em que parte do corpo cada um estava sendo atingido, cada osso que se quebrava, via o sangue brotar dos mais diversos tipos de rasgos de pele”.

Pelas leis cósmicas quem deveria morrer era Vítor, mas algo acontece e a morte leva Alexandre, que a partir dai começa a transitar entre as duas dimensões, onde não existe céu ou inferno.

Alexandre é o protagonista e é o típico adolescente de dezessete anos que enche as frases de palavrões, pensa apenas em sexo, mas encara tudo de bom humor, inclusive a morte, porém faz de tudo para ajudar o irmão Vítor, que apesar de ter ficado vivo está cheio de tristeza e de ideias de autodestruição.
“Morrer é fácil. É a única coisa que qualquer um é capaz de fazer. Mas eu posso garantir: acordar depois é bem complicado. Duvido que você conheça uma sensação pior. Eu não conhecia”.

Noêmia é a mãe dos gêmeos Alexandre e Vitor e trabalha como diretora em uma escola e desde que assumiu o cargo  ela se sente deixada de lado pelos antigos companheiros. No momento em que acontece o acidente ela analisa se a conquista profissional realmente foi vantajosa. Do que adianta ter bom salário, poder, mas sem as mesmas amizades de antes? Agora, Noêmia terá que enfrentar a perda de um dos filhos e analisar o que realmente vale a pena na vida. No decorrer da estória você vai perceber que ela é intuitiva e sente quando seus filhos correm perigo, mesmo Alexandre estando em uma outra dimensão. É o poder do amor que uma mãe sente pelos seus filhos.

“Entreabriu a porta e percebeu através da penumbra a diretora dormindo. Tinha recebido doses extremas de tranquilizantes, que custaram um bom tempo para acalmá-la. Mas agora o corpo havia cedido e certamente dormiria por horas”.

A repórter Ana Beatriz que acompanha o acidente e depois o desenrolar da tragédia é mostrada de uma maneira torpe, como se todos os jornalistas fossem inescrupulosos. Ela é muito importante no desenvolvimento da estória. Em muitas ocasiões ela pode provocar a ira do leitor com suas atitudes pouco convencionais para conseguir a notícia.
“Ela conseguira realizar o sonho de todo repórter: estar no lugar certo, na hora certa.”

No meu ponto de vista foi uma delícia saber mais sobre o universo cósmico de "Paralelos" cheio de hierarquias e anjos. Quem  acredita em outras dimensões vai adorar viajar nesta leitura incrível e conhecer Quenom um ser espiritual convencido e arrogante, pois ele é o responsável por grandes momentos da estória.

“Ainda confortavelmente instalado no parapeito da janela, Quenom ficou observando atentamente todos os movimentos de Jean, que abria os grandes botões do pijama do filho. O pai estava feliz, emocionado, e esse era um dos muitos problemas das pessoas. Emocionavam-se, e em momentos assim sempre era bom ter uma dose extra de atenção”.

Este livro proporciona várias reflexões, uma delas é fazer o leitor repensar a  vida e tomar consciência que a morte pode acontecer a qualquer momento. A leitura nos faz repensar sobre os limites da espiritualidade e em tudo o que acreditamos desde o nascimento de cada ser humano até a existência da vida após a morte. Mas não pense você leitor que o livro é espiritualista, porque ele está repleto de dados científicos.

Para aqueles que perderam um ente querido durante uma tragédia, o livro também com que você valorize os pequenos momentos da vida. Trata de assuntos atuais e de medos existenciais e que estão presentes no nosso inconsciente e que vale a pena ser colocado na estante.



O autor Leonardo Alkmim mescla o livro com informações sobre Física, Biologia, Química e Religião e isto pode se tornar cansativo durante algumas partes da narrativa, mas este cansaço, que faz lembrar o leitor da sua época do Ensino Médio, pode ser superado com o desenrolar da história. Livro mais do que recomendado.



35 comentários:

  1. Oii,
    Adorei a premissa do livro! Achei bem original, matarem o irmão errado e eles continuarem lutando juntos em outra dimensão, meio louco isso kkk, nas gostei. Fiquei interessada também nos personagens, pela sua discrição, os gêmeos são bem diferentes, e achei muito interessante que, o irmão que tinha que morrer, queria morrer. Querer morrer, saber que você tinha que morrer, e não falecer de fato, deve ser legal de observar a reação disso na mente dele.
    Gosto de livros que nos fazem refletir também, principalmente sobre a nossa vida, então acho que Paralelos vale estar na minha estante.
    Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falar sobre a morte é sempre um desafio e o acho que o autor se saiu muito bem. Quando tiver oportunidade leia. Beijos

      Excluir
  2. Ola Juci adorei essa premissa, e ainda mais com essas lindas mensagem impostas no livro como o amor de mãe, e a importância de vivermos todos os momentos. Menina estou tão curiosa com essa hierarquia e anjos que adoro, e quero saber como irão resolver essa troca . Gostei muito da capa, dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teve uma época que sabia a hierarquia dos anjos na ponta da língua. Hoje estou meio enferrujada, mas amo livros com esta temática. Beijos

      Excluir
  3. Oiii!

    Você acredita que uma amiga minha ganhou esse livro de presente e não curtiu?
    Ela não conseguiu terminar essa leitura porque achou extremamente massante e com isso, eu acabei pegando uma "birrinha" da obra. Mas nada melhor do que uma resenha positiva para abrir meus olhos.
    Eu - mesmo me baseando por uma opinião de uma amiga - não sabia bem do que se tratava a obra e a resenha me abriu os olhos. Não tenho costume para ler nada com relação ao espiritismo, maaaas preciso mudar isso. Gostei das reflexões que o autor mostra durante as aulas.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que incomoda alguns leitores é quando o autor fala sobre Física, Química, mas para mim foi um aprendizado. Beijos

      Excluir
  4. Oi Flor
    Antes de tudo, adorei saber que é um livro nacional.
    Apesar de não fazer muito meu estilo, fiquei curiosa com o lance dos gêmeos e do desequilíbrio no universo.
    Mas o que mais chamou minha tenção foi o fato espiritual, de outras dimensões e as reflexões que ele provoca.
    Pensei que era mais uma distopia/ fantasia com aquela velha fórmula que conhecemos, mas fiquei feliz em saber que não.
    Adorei a dica.

    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rizia desde que perdi meus pais todos estes livros sobre morte me fazem refletir muito. Parece que a morte se aproxima mais da gente. Beijos

      Excluir
  5. Olá,
    Nossa adoro esses mundos todos bem organizados com hierarquias e tudo, também achei bem diferente a 'morte' levar o irmão errado XD, mas não sei lendo a resenha como um todo, acho que o livro ainda não me conquistou, não sei bem direito o por que, acho que não estou na onda de diálogos cheios de palavões, ou de uma mãe que parece mais interessado no que os outros pensam ao invés de fazer o que acha melhor para si e seus filhos.
    Em fim, não consegui saber o que ainda falta, só sei que ainda não fui conquistada.
    A capa esta muito bonita e condizente com a história, vou tentar pesquisar mais sobre ai história que sabe mais para frente me animo mais o///

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei pensando todo mundo erra, então é bem possível que os seres divinos também cometam falhas. Será que somos apenas fantoches neste imenso universo? Beijos

      Excluir
  6. Logo de cara o livro já me chamou a atenção pela capa que está muito linda e caprichada!!!
    Achei a premissa interessante apesar de ter um pouco de coisas típicas de adolescentes que dependendo do desenrolar da história fica chato.
    Mas gostei dos temas abordados como anjos, dimensões.... Eu AMO fantasia e fico muito feliz desse gênero estar crescendo cada vez mais na literatura brasileira.
    Espero que esse seja o primeiro de muitos livros escritos pelo Leonardo e que faça sucesso!
    E ah...com certeza meu livro vai para a lista de desejados!
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Essa é a primeira resenha que leio do livro, e não sabia que era de um autor nacional. Gostei muito da premissa do livro e espero que um dia eu possa lê-lo. Gosto de livros que fazem com que o personagem reflita sobre algo, porque nós leitores refletimos juntos.
    A capa está divina!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Jucimara, eu pensava um pouco diferente sobre este livro. Tinha visto em uma livraria e a capa é maravilhosa, mas achei que a história não tinha nada a ver com o que você colocou abaixo que é mais sobre algo sobre a vida após a morte e coisas do gênero. Claro que é mais ficção, mas se nos faz refletir, é uma leitura super válida. Este livro está na minha lista de desejados há algum tempo já. E realmente, estou curtindo esta coisa de cosmos ultimamente.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  9. Oie! Adorei saber que esse livro, que tem uma premissa incrível, é de um autor nacional. Não conhecia a trama, nem o escritor, mas fiquei muito interessada na leitura. Gosto de histórias que fazem pensar, refletir, e até a te fazer entender certas coisas da vida. Amei ter conhecimento do livro, e assim que eu puder, vou adquiri-lo com certeza, já entrou para a minha meta de leitura de 2016. Parabéns pela linda resenha.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi!!!
    Inicialmente pareceu um livro confuso e estranho, mas depois de ler um pouco mais me parece um história interessante e que ainda traz ensinamento e conforto. Obrigada pela apresentação do livro e autor. Parabéns pela resenha explicativa e emocionante.

    Beijos
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  11. Acreditar ou não em outra dimensão me deixa meio bugada. Ainda mais acordar depois de morto em outra.
    Amei sua resenha, super detalhada e você falou da sensação que é ler o livro.
    A capa é linda e já chama a atenção.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Oi! Eu achei a ideia do livro bastante interessante... gosto de histórias com outra dimensão e gêmeos *-*

    Mas, pelo que vi sobre os personagens, eu ia ficar muito irritada kkk personagem que solta muito palavrão e só pensa em sexo me irritam pra caramba... e ainda tem essa repórter que você mencionou rsrs... acho que essa leitura não é pra mim.

    Mas, é uma ótima dica e desejo muito sucesso ao autor ^^
    bjo - Sonhos em Tinta

    ResponderExcluir
  13. NOssa, quando eu vi a capa desse livro, não imaginei que fosse assim, pensei que seria sobre ficção científica! eu gosto muito de livros com essa temática e com certeza eu gostaria muito dessa leitura. Sua resenha me deixou muito curiosa

    ResponderExcluir
  14. Oi flor, é a primeira resenha que leio desse livro, apesar de o ter visto pela blogosfera. É uma história que parece nos passar durante a leitura várias ideias que nos deixa refletindo bastante. Jornalistas marrons assim com certeza existe e muitos, mas não podem generalizar com certeza. É um livro que eu leria sim mais pra frente, gostaria de acompanhar esses dois garotos e a mãe deles, fiquei curiosa para saber que atitude a mãe e o filho vivo irão tomar.

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi. sempre que eu via esta capa, eu imaginava uma distopia, aventura e algo no estilo "mais do mesmo" para a juventude. jamais imaginaria que a história em si teria uma pegada de reflexão e ainda mais sobre a morte e o curto tempo de vida. Embora os personagens tenham características que eu não aprecie muito, já notei a dica e quero ler, estou até com um medinho de me emocionar e chorar... rs
    Amei!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Juuu, o fato do acidente e tudo mais achei meio clichê, mas sobre a "bagunça" e o erro dos divinos eu achei bem diferente do comum. Bom, eu adoro as resenhas que você faz, sempre, e essa não poderia ser diferente. Não é meu tipo de leitura viajar por outras dimensões e esse universo todo, mas achei curioso esse livro e eu leria numa boa.
    -Mari

    ResponderExcluir
  17. Oie,
    Estou aqui pensando o porque que ainda não li essa obra? Sua resenha é a primeira que leio, mas confesso que já havia me interessado pelo livro ante e depois de conhecer um pouco mais confesso que fiquei ainda mais curiosa.
    Amei seus apontamentos e tenho certeza que vou querer arrancar a cabeça dessa jornalista.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  18. Esse livro me chamou demais a atenção. Nunca havia ouvido falar dele ou do autor, mas adorei o plot. E diferente de muitas pessoas que tem traumas de algumas matérias da escola, eu amava todas elas. Física e Biologia são minha paixão, e já dei aula de Química. Fiquei só com o pé um tiquinho atrás, porque dá a entender que tem algo ligado a religiosidade também. Mas pelo que você diz tem todo um embasamento científico. Aí me ganhou de vez, muito obrigada por essa resenha, tava precisando de indicações.


    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  19. Oi Jucimara, para ser sincera eu nunca tive tanta vontade de ler esse livro, acho que é mais por ele ser uma distopia e eu não sou muito chegada no gênero, mas pela sua resenha eu acredito que daria uma chance a ele, quem sabe mudo minha opinião :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oiee ^^
    Acho que essa foi a primeira resenha desse livro que eu leio, mas não fiquei muito curiosa para conhecer. Estou na fase romance, sabe? Então "Paralelos" eu não leria agora. Fico feliz que você tenha gostado da história, por mais que o livro não tenha sido uma leitura perfeita. Gosto bastante dessa capa ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Não conhecia esse livro e é a primeira resenha que leio sobre o livro. A estória não me despertou tanta curiosidade, então não sei se leria o livro no momento. Mas vou anotar a dica, porque mais para frente pretendo me arriscar na estória. Essa capa é maravilhosa!

    Beijos,
    Andy!
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Ju, não conhecia o livro, contudo só de olhar a capa e a sinopse fiquei interessada.Sua resenha confirmou ainda mais que preciso conhecer essa história, fiquei curiosa para saber o que acontecerá com Alexandre em outra dimensão e como será para o irmão que permanece vivo. E como assim a morte leva o irmão errado?! Preciso conhecer essa história. Parabéns pela resenha, me conquistou.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  23. Não fazia ideia que a obra era sobre anjos, e muito menos nacional. Já adorei! Amei sua resenha, contou a história no ponto certo para me deixar curiosa. Quero muito conhecer esse adolescente rebelde,rsrs. E a trama é bem interessante. Espero gostar!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  24. Olá!!

    Nossa, muitas coisas que eu não sabia!
    Primeiro, vi esse livro por ai, achava que era totalmente outra coisa e tb pensei que era o segundo de alguma série! Rs não sei pq!!
    Segundo, não fazia ideia que o autor é brasileiro!!
    Terceiro, eu não sei se entendi bem, a trama é mais profunda no tema "vida após a morte" não é uma fantasia ou uma aventura, é isso?
    Fiquei muito interessada viu!!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  25. Adoro histórias com outras dimensões, mas não sei se vou gostar desse Quenon não, não é sempre que personagens convencidos e arrogantes me conquistam, mesmo que exista um motivo pra ele ser assim. Amo quando livros nos trazem várias reflexões, e só esse já é um motivo forte pra ler. Essa questão de valorizar os pequenos momentos da vida é algo muito importante e fico feliz por estar presente. Espero poder ler logo!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  26. Olá! Nossa, parabéns pela resenha, ficou incrível! Me interessei de cara logo na sinopse, e no decorrer da leitura fiquei encantada! A premissa de se passar em dois mundos, mostrando um erro do destino e as consequências disso é realmente impressionante. Achei interessante o fato de se mostrar como está "vivendo" o irmão que morreu e como ele está lidando com isso. Outra coisa que achei linda, o fato da mãe sentir o filho que partiu...Fiquei bastante curiosa pelo livro. Beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Oi!
    Confesso que a primeira vista não estava dando nada pro livro, mas fui lendo sua resenha e realmente achando todo esse universo novo criado pelo autor bem diferente e impressionante.
    Adorei todo esse esquema de hierarquia de anjos, planos cósmicos... com certeza o livro é expetacular e eu preciso conferir ele ;)

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  28. Ei Jucimara!
    Esse livro parece ser super legal! A capa me deixou me indecisa, mas você falando de anjos, dimensões..... amo! Super desperta minha emoção hahahaha super válida a dica!
    bjsss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Sabe que somente pela premissa do livro eu não tinha a menor intenção de ler? É que não me parecia muito o meu tipo de histórias - e eu não gostei muito da capa não...rs
    Mas adorei a sua resenha e o que você comenta sobre o livro. Essa coisa de trazer reflexões, de fazer pensar em espiritualidade e vida após a morte me deixou bem curiosa. Isso me faz pensar em dar uma chance ao livro - vai que eu me agrade, né?
    parabéns pela resenha!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  30. Olá!
    Eu nunca imaginaria que esse livro é nacional! Ele é lindo, eu amei a capa!
    A ideia de fazer "universos paralelos" é incrivel, achei super original e fiquei super interessada. É pouco provável o seres dos cosmos errarem e o livro parece inpressionante e me deixou curiosa.
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir