19 outubro 2015

Resenha - As Vidas e as Mortes de Frankenstein







Escapar da morte, viver para sempre… O que antes parecia apenas fantasia ou ficção científica, hoje está sendo procurado nos principais centros de pesquisa do mundo. Neste romance, Jeanette Rozsas reúne personagens reais e ficcionais para tratar de uma questão polêmica: a fim de vencer a morte, a ciência pode passar por cima de tudo, até mesmo da moral e da ética? Esse é o estranho vínculo que aproxima intimamente, mas em épocas diferentes, uma jovem pesquisadora brasileira trabalhando na Alemanha, três importantes escritores ingleses do século XIX e um famoso alquimista do século XVII e seu ingênuo discípulo.




Livro: As Vidas e as Mortes de Frankenstein
Skoob || 159 páginas || Cortesia: Geração Editorial || Onde Comprar









As Vidas e as Mortes de Frankenstein é divido em três partes e visto por entre três pontos de vista. O primeiro é nos tempos atuais no século XXI de Elizabeth Medeiros, uma pesquisadora brasileira que ganhou uma bolsa de estudos na Alemanha para estagiar em uma universidade muito conhecida. Lá ela estuda e faz experimentos até então permitidos, até que ela se depara em uma situação complicada que pensou nunca acontecer, questões que violam a ética e ela acaba por sofrer as consequências.



O segundo ponto de vista é passado no século XIX por Mary, Shelley e Lord Byron, três importantes escritores ingleses. Mary e Shelley fugiram junto com Claire, irmã mais nova de Mary, para viver uma aventura e o destino os fizeram conhecer Lord Byron. Onde no fim eles decidem fazer uma competição para decidir quem cria a melhor história de terror.

O terceiro e último ponto de vista é passado no século XVII no Castelo de Frankenstein. Max é um jovem sonhador e ambicioso, sempre teve o sonho de mudar o rumo de sua vida e se tornar um cientista conhecido. É nas ruínas do Castelo onde ele encontra Johann Dippel, um famoso médico e alquimista que reconhece as qualidades do jovem e o acolhe para se tornar seu aprendiz. Com Max, Dippel pretende vencer a morte e descobrir o elixir da vida eterna.

Mas o que essas três histórias tem em comum? O que eu preciso entender aqui que não está claro ainda?

A narrativa da autora é leve e fluida, a única coisa que me deixou incomodada no começo até eu pegar o jeito foi a mudança dos pontos de vista. Para quem não está atento na leitura pode sentir dificuldade nessa parte, pois estamos no século XXI e de repente no próximo capítulo estamos no século XVII, por exemplo, então é importante prestar atenção para não se perder. Fora isso, não tenho do que reclamar, a autora tem uma escrita cativante que me fez ir até o fim desejando mais e mais.

Sem contar na edição maravilha da Geração, a diagramação está chamativa e com um ar mais sombrio, no final do livro tem imagens impressas em um tipo de papel diferente que irá ajudar o leitor a caracterizar os personagens surgidos no decorrer do livro.


É fácil perceber que a autora dedicou uma boa parte do seu tempo apenas em pesquisas para criar o livro, no começo do livro ela deixa bem claro que no final terá bibliografias para o leitor que quiser se aprofundar mais. Vale lembrar que o livro é uma mistura de ficção com realidade.

As Vidas e as Mortes de Frankenstein é um livro que fala sobre pessoas comuns querendo brincar de Deus, a manipulação da vida pela ciência, descobrir a fórmula da vida eterna e ser indestrutível. É um livro que nos faz refletir, o assunto tratado nele é muito importante e se pararmos para pensar mesmo, com toda a tecnologia da atualidade é tão fácil assim descobrir a vida eterna? Vencer aquilo que o homem tanto teme em vida, que seria a morte?

24 comentários:

  1. Oi
    Gostei muito da premissa do livro. Não conhecia, mas achei bem interessante essa coisa do criacionismo e das vidas de Frank.
    Deu vontade de ler sim.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rízia, o livro é bem interessante mesmo, achei muito bacana a ideia da autora de criá-lo e mostrar essas vidas de Frankestein. Leia que você vai adorar!

      Beijos

      Excluir
  2. Olá, Kétrin.
    Eu ainda não conhecia esse livro. A edição parecer estar linda mesmo. A sinopse é bem interessante. Adoro livros que alternam nos pontos de vista. Faz com que não consigamos largar da leitura hehe. Se der eu vou ler ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, se você conseguir leia ele mesmo, se você gosta quando eles alternam o ponto de vista, vai gostar bastante desse já que é alternado sempre ahahah, mas é uma história muito bacana.

      Beijos

      Excluir
  3. Oieee.
    Sabe que sou apaixonada pelos livros da Geração Editorial? Uma das editoras que me impressiona.
    Eu queria ler esse livro, o fato da autora ter pesquisado muito me intriga sabe? Já imaginava isso, mas não sei se iria entender o livro, por isso deixei minha vontade de lado.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helana, a editora capricha muito nos livros mesmo, com esse não foi diferente. Também adorei o modo como a autora se empenhou e pesquisou tanto para fazer o livro, é muito bem visto isso.

      Beijos

      Excluir
  4. olá,
    Parece um livro interessante, acho legal esses pulos no tempo e pontos de vista, só fiquei um pouco apreensiva com o que liga todas as histórias, vamos ver.
    Também acho bem interessante a bibliografia no fim do livro.

    www.poyozodance.blogspopt.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Kétrin!
    Sempre me interessei pela história do Frankenstein. E a minha curiosidade se iniciou após assistir uma adaptação do livro da Mary Shelley. Muito interessante o trabalho de pesquisa da autora, pois realmente existem várias histórias do Frankenstein.
    Parabéns pela resenha! E parabéns também pela editora, que fez uma edição perfeita!
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá Kétrin...
    Achei esse livro bem interessante, mesmo com as três histórias narradas e confesso que a ultima me chamou mais atenção porque Max tem o contato direto com o cientista... fiquei extremamente curiosa para saber mais... adorei a proposta e curti a sua resenha... mudança de tempo não me tira o foco, já estou meio que acostumada com leituras assim... Xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Uau! O livro parece ótimo!
    Fiquei bastante interessada pela história e ver como a autora desenvolveu essa premissa tão interessante. E a narrativa intercalada em três tempos também me pareceu interessante.
    Resumindo, quero ler!
    Ótima resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  8. Posso perceber que é meio religioso! Por mais que eu não curta, já estou pegando uma quedinha por esse tipo de livro, pois muitos que estou lendo, tem essa pegada de religioso "mesmo não sendo do gênero" e fico sem saber o que fazer.

    Até que nunca escutei falar desse livro, a capa dele me chama um pouco atenção! Sua resenha está demais.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  9. Ola Ketrin lindona confesso que esse livro não me chamou atenção, mesmo com um tema interessante como esse, mas faltou algo para ser um convite a leitura. Dessa vez vou deixar a dica, quem sabe em outro momento eu leia. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá! Gosto demais de livros assim. É bem diferente, acredito que a autora foi bem precisa em suas pesquisas para elaborar o enredo. Espero ter a oportunidade de ler e logo. Beijos!
    http://www.livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Quando um autor mistura verdade e ficção é tão legal sentir que ele realmente pesquisou, né?
    Não conhecia o livro mas fiquei bem interessada na premissa. Vou colocar na lista e ver se arrumo um tempinho para ler :)

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  12. Ainda não conhecia o livro, mas amei a premissa. Gosto de livros que trás acervos de pesquisas para se aprofundar depois, fora que o livro tem um personagem ícone, com um tema bem polêmico. O fato de mudar de uma visão para outra não me incomoda tanto. Adorei a dica.
    Bjim!

    Tammy
    Livreando | Facebook

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Parabéns pela resenha! Não sei se o leria, justamente pelos capítulos intercalados entre os séculos, mas ainda assim, acho a leitura ótima para uma tarde de chuva, por causa de suas poucas páginas.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Esse livro é bem diferente do que eu costumo ler. Acho muito positivo o fato de o autor se dedicar a pesquisas para construir seu livro. Certamente parece ser um livro que provoca reflexão, ao menos em mim, quando leio algo relacionado a Deus, sempre paro para refletir sobre o que foi lido. Achei interessante o fato de abordar três histórias diferentes.
    Historiar

    ResponderExcluir
  15. Humm, esse livro não curti muito. Ainda mais com pessoas querendo bancar Deus. Mas sua resenha ficou muito boa.
    Bjss

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oláá
    Parabéns pela resenha, não conhecia o livro mas parece ser uma leitura muito legal, ótima dica e adorei a diagramação, está muito bonita

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oiee ^^
    Ultimamente venho tendo curiosidade de ler livros desse tipo *-* acho que já tinha visto a capa deste, mas não o coloquei na listinha de desejados. É uma pena que não tenha sido uma leitura 100% para você, mas quero tentar...haha' espero gostar :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Hey Kétrin!! Sua resenha ficou ótima! Adorei seus comentários no final. Eu definitivamente leria esse livro, pois parece ser bem meu tipo de leitura. A Geração, pelo o que pude ver, arrasou na diagramação, ficou tudo bem caprichado.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Tinha ficado em dúvida se solicitava o livro e agora me arrependi. Parece ser uma história incrível! Fiquei muito curiosa para ler mais sobre a história, e vou cuidar isso de mudança do ponto de vista. rs
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, Kétrin! A premissa desse livro é muito boa. Essa história de o ser humano brincar de Deus, usa muito o gênero ficção científica. Gostei muito! Essa alternância do ponto de vista é algo que me chama muito a atenção. O leitor acaba conhecendo mais o personagem. Enfim, mais um pra minha lista, não é?

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Adorei sua resenha. Acho que pesquisar para fundamentar um livro é essencial.
    Estou em busca de livros leves e fluidos, espero gostar desse livro, quando ler.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir