30 outubro 2015

Reflexão - Parte 1


Olá amados, tudo bem?
Hoje estou vindo aqui ativar a coluna de Reflexões, porque como todos já sabem a Daiane, uma das colaboradoras não faz mais parte da equipe e com certeza acho que como eu, muita gente sentirá falta dos textos dela, por isso, eu vou estar atualizando com textos que vou encontrando na internet até encontrar uma nova pessoa que estará trazendo algo mais bem elaboradora para vocês. Mas fiquem atentos que logo logo uma das colaboradoras novas vai ativar a coluna de Crônicas que é uma NOVIDADE daqui do I LOVE MY BOOKS. Espero que gostem =D


Vamos ao que interessa então...








Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá a falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.

Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar “eu errei”. É ter ousadia para dizer “me perdoe”. É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você”. É ter capacidade de dizer “eu te amo”. É ter humildade da receptividade.

Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz. E, quando você errar o caminho, recomece. Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo.
Jamais desista das pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.

- Augusto Cury - 


12 comentários:

  1. Olá. Nunca li nada do Cury. Mas sei que seus livros contém ideias positivas, reflexões e histórias de vida. É hora de dar uma chance para um novo tipo de literatura da qual não estou acostumada a ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana!
    Uma pena a Daiane ter saído, com certeza fará falta.
    Eu adoro Augusto Cury. Já li vários livros dele, gosto da forma como escreve e seus livros sempre me trazem várias reflexões. Ameeei esse trecho! <3 Que bom seria se todas as pessoas pudessem encontrar a verdadeira felicidade dentro de si.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  3. Ai meu Deus!
    Augusto Cury...um mestre na arte da reflexão.
    Muitas pessoas adoram falar MAL dele e muitas vezes NUNCA terminaram de ler um livro dele. Duvido que manteriam o mesmo discurso preconceituoso se lessem O Colecionador de Lágrimas. Um livro que faz um mergulho psicológico no Holacausto e faz as lágrimas surgirem sem nem percebemos.

    A vida é simplicidade. Nada com vaidade.
    Não formos colocados nessa terra para perdemos tempo com excentricidades, luxo, preconceitos e tantos mi mi mi, mas Viver...não apenas existir.
    Amar e ser amado...Perdoar e ser perdoado. Somos eternos aprendizes da vida.

    Também tenho uma coluna de Lições de Vida que já tem 47 lições e meus contos e poemas de minha autoria.

    Vou esperar a nova coluna. Amo crônicas!
    Beijos!

    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Um amor chamado crônicas!
    Essa é linda...

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br - @pausaparapitacos

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Sinto muito pela saída da Daiane. Quanto ao texto, bem legal, mesmo sendo do Cury, que só escreve auto-ajuda. Textos assim são ótimos pra refletir.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil, que texto mais lindo do Augusto Cury, eu nunca li nada dele mas sempre vejo as pessoas falando muito bem dele. Esse texto que você escolheu veio muito bem a calhar pra mim no momento, ainda mais quando se fala da nossa própria felicidade, Adorei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil, tudo bem? Que texto lindo... já li outras coisas do Augusto Cury e é impossível não se identificar com o que ele escreve. Concordo totalmente com esse, ser feliz não é ter a vida perfeita, viver sempre sorrindo, ir aos lugares mais lindos, ser feliz é um estado que devemos alcançar todos os dias, mesmo quando a vida parecer difícil.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem ?

    Adorei a ideia da coluna e torço para que consiga achar alguém para escrevê-la muito em breve! Também gostei do texto do Cury. Infelizmente não sou muito fã do autor, mas esse texto acertou em cheio.

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  9. Oiee ❤
    Augusto Cury é mestre em incentivo do amor próprio.
    Já li muitas obras dele e tirei muito proveito.
    Claro que não basta ler, temos que colocar em prática os pensamentos e traduzi-los em atitudes. Adorei esse texto e não lembro de ter lido antes.
    Adorei a ideia de uma coluna de crônicas no blog, certamente irei acompanhar ☺

    Abraço e Bons Livros

    ResponderExcluir
  10. AaaaaiMeuDeus Augusto Cury ❤️
    Como pode tamanha perfeição?
    Já li alguns livros dele, é o meu autor nacional mais amorzinho e bem... Nem me atrevo mais a classificá-lo como autoajuda, ele é um romancista maravilhoso.'bjs
    Tay do Let It shine

    ResponderExcluir
  11. Oi Sil!
    O Cury é mesmo um gênio! A cada texto dele que leio me convenço mais disso.
    Lindo texto!

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá

    O texto é bacana,mas não curto Augusto Cury,já tentei ler,mas a leitura não fluiu de jeito nenhum.

    Bjss

    ResponderExcluir