15 setembro 2015

Resenha - A voz do arqueiro





Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.
Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de umamulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória deum homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Livro: A voz do arqueiro
336 páginas || Skoob || Editora: Arqueiro || OndeComprar ||

           

"O ferimento de Quíron simboliza o poder transformador do sofrimento - a maneira como a dor, tanto física quanto emocional, pode se tornar fonte de grande força moral e espiritual."







Bree Prescott não consegue mais ficar em sua cidade, não consegue mais olhar para os mesmos lugares, conviver com as mesmas pessoas, e ter medo de que ele possa voltar; ela tem que sair dali antes que seus amigos se deem conta de sua fuga, antes que eles tentem impedí-la, antes de ver Jordan e seu arrependimento.

É por isso que ela pega algumas poucas coisas e foge, para bem longe, só parando em hotéis na beira de estradas para dormir e comer algo, só o suficiente para continuar dirigindo até Pelion.

Foi ali que ela teve seu último momento mais feliz em família, e ela espera que ao voltar para a cidadezinha ela encontre alguma paz novamente.


Sua chegada foi melhor do que esperava, já tem um lugar para ficar e os vizinhos parecem ser todos gentis, o que ela não esperava era ter sua sacola rasgada na volta para o carro da farmácia e ter todos seus itens pessoais espalhados pelo chão e vê-los caírem aos pés de um homem extremamente atraente que precisa urgentemente de um bom corte de cabelo e fazer a barba.

Mas ele não se dá ao trabalho de lhe dizer uma única palavra enquanto a ajuda a recolher tudo, nem mesmo para interromper sua tagarelice sem fim, nem mesmo para lhe dizer seu nome ou apenas soltar um "De nada", Bree só recebe seu silêncio e um olhar profundo cor de uísque que lhe aquece.


"– Obrigada. Foi mesmo muito atencioso da sua parte. – Meu Deus, o que era aquele homem? Ela ia me matar com uma overdose de doçura."

Os dias passam e Bree não consegue esquecê-lo e em pouco tempo ela descobre de suas mais novas amigas, que seu nome é Archer Hale e que ele não lhe disse nada porque é mudo e provavelmente surdo também. Um recluso e excluído na cidade. O peito dela se aperta, ela estava julgando, ela o ofendeu ao ser sem educação, ela precisa se desculpar, de alguma forma.



Narrado em primeira pessoa do ponto de vista de ambos o livro tem um clima misterioso que ronda o passado dos protagonistas do início ao fim e isso foi algo que me ganhou nesse livro.

Há muitos romances por aí e eu acho que para um se destacar ele tem que trabalhar muito bem os clichês existentes e ser original onde puder e por mais que este livro não seja um prato bem cheio de clichês, há alguns que não atrapalham em nada o fato de que se você gosta de estórias tocantes vai amar este livro.

Tanto Bree quanto Archer tem passados bem trágicos e algumas vezes eu senti meu peito doer hora por um e hora por outro, pois nós - seres humanos - estamos propensos a nos recuperarmos de grandes traumas pois todos temos que seguir em frente uma hora ou outra, mas nunca sabemos em que condições faremos isso, pode ser aos pedaços, remendados e nunca mais ser o mesmo que um dia foi antes.

"Mas dói, porque tenho medo de amar você. Tenho medo de você ir embora e de eu ficar sozinho outra vez. Só que será mil vezes pior porque vou saber o que estou perdendo. Não posso...A respiração dele saiu trêmula. Quero ser capaz de amá-la mais do que temo perdê-la e não sei como fazer isso. Me ensine, Bree. Por favor. Não me deixe destruir isso."


E ambos estão aos pedaços, ambos precisam superar coisas de seu passado e é um no outro que eles conseguem isso, é lindo como eles se completam, como eles interagem, como eles se tornam melhor, eu me encantei completamente com essa estória e teve vários momentos em que senti um tapa na cara de meus preconceitos...

Algumas vezes, mesmo que inconscientemente, me pego pensando "Como ele consegue viver?" ao ver um pessoas com algum tipo de deficiência e por isso tenho lido livros que tragam personagens especiais de algum jeito e aqui temos Archer, um rapaz mudo, que é perfeitamente capaz de ter uma vida comum e é lindo e tocante e emocionante ver sua caminhada ao lado de Bree.

Mais que recomendo esse livro para pessoas que queiram um romance tocante e lindo, para todos que gostam de Nicholas Sparks e os romances mais adultos da Rainbow Rowell.

"Acho que cada pessoa lida com o sofrimento de formas diferentes – a dor e a cura são tão individuais quanto as pessoas que as vivenciam."

22 comentários:

  1. esse foi um livro que não sai da minha cabeça! que por mais que eu leia outros sempre me volto nele por algum motivo, a história é muuuuuuuuuuuuuito intensa e muito surpreendente!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Thaila.
      Olha moça, eu li ele faz alguns dias e vira e mexe eu também me recordo dele, essa estória é linda não?
      Bjinhos e você está tão ansiosa quanto eu para o próximo?

      Excluir
  2. Gostei muito de saber que cada livro fala de um signo! Sinopse interessante e comentários mais ainda. Estou colocando na lista. Beijos, Silvana!

    Ensaiando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Carolina.
      Sim, isso chamou muito minha atenção também!!!
      Bjokas e é a Agatha rsrs

      Excluir
  3. Nossa, isso sim é livro.
    Fiquei até curiosa em relação a ele, preciso ter.
    Pensei no começo que seria clichê, mas tem algo a mais que se te atraiu parece que vai surtir efeito também pra mim.
    http://k-secretmagic.blogspot.com/
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie K
      Sim menina, adorei essa trama e pode ter certeza que não vai ser nada clichê! Espero que adore.
      Bjokas

      Excluir
  4. Oi Agatha, ainda não li o livro, mas minhas amigas adoraram. Achei tão interessante ter um protagonista mudo. Nunca li nada parecido e fiquei curiosa para saber como este personagem seria desenvolvido. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mirelle.
      Foi exatamente esse diferencial que me conquistou, sabia? Nunca tinha lido nada assim e amei conhecer um pouco desse mundo inusitado e novo para mim.
      Bjinhos

      Excluir
  5. Oi, Agatha. Nossa, sua resenha me deixou super curiosa e gostei muito dos quots escolhidos, principalmente esse: "Mas dói, porque tenho medo de amar você. Tenho medo de você ir embora e de eu ficar sozinho outra vez. Só que será mil vezes pior porque vou saber o que estou perdendo. Não posso...A respiração dele saiu trêmula. Quero ser capaz de amá-la mais do que temo perdê-la e não sei como fazer isso. Me ensine, Bree. Por favor. Não me deixe destruir isso."
    Não sabia que o personagem principal era mudo. Fiquei mais interessada pelo livro depois do que você falou. Já está na lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Tamara.
      Eu também amo esse quote, é lindo esse sentimento no qual ele está imerso, e sim, o fato dele ser mudo chama bastante atenção.
      Bjinhos e espero que você aproveite bem a leitura.

      Excluir
  6. Olá!
    Só li resenhas positivas sobre o livro e por conta disso a minha curiosidade só aumenta.
    É o tipo de história que eu gosto de ler, romance com certa dose de drama, que mostra superação de ambos os personagens. Com certeza esse é um livro que tem tudo para me agradar.
    Ótima resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Aline.
      Sim, eu também gosto de romances assim, pois saem do banal e entram na categoria transformadora.
      Espero que a leitura seja gostosa e tão boa quanto você imagina.
      Bjinhos

      Excluir
  7. Oi Agatha! Desde que você comentou sobre esse livro comigo fiquei bem curiosa e acho que vai para a wishlist, rs, tô mega curiosa para conferir a obra que abordará sobre o meu signo, escorpião, *-*
    Beijos,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  8. Oi Agatha, amei sua dica de livro, A Voz do Arqueiro parece ter uma trama bem interessante mesmo, e já que sou fã de um bom romance amei esse, com certeza entrou para minha lista !

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Sou sagitariana e já começa aí a minha vontade de ler esse livro, rs.
    Gosto muito da premissa dele e acho que tem tudo para me conquistar.
    Espero lê-lo em breve e gostar tanto quanto você!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Agatha, tudo bem?
    Não tinha me interessado tanto por esse livro quando foi lançado, mas gostei bastante da premissa da história e também de tudo que você falou em sua resenha!
    Sou fã do Nicholas Sparks e se você disse que quem gosta dos romances dele irá gostar desse, eu pretendo dar uma chance para essa leitura e espero me encantar com a história.

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Agatha, primeiramente queria te parabenizar pela qualidade de suas resenhas ^^ EM segundo preciso te dizer que PRECISO desse livro, quando vi não dei bola, mas depois de ler algumas resenhas e ver do que se tratava fiquei mega curiosa, finalmente um romance com algo original!

    Amei!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  12. Ah, eu to doida para ler esse livro! A história é bem o estilo que eu curto! adorei a resenha *-*
    Já li outro livro da autora e gostei da escrita, agr só falta-me dinheiro para comprar esse :p
    www.guildadosleitores.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Agatha! Como vai?
    Nunca tinha ouvido falar sobre A Voz do Arqueiro e admito que de primeira fiquei meio com o nariz torcido, mas a história parece ser muito legal! Acho interessante a maneira como muitos livros de hoje em dia têm abordado as pessoas especiais, mudas, surdas, cegas, problemas físicos, mentais, qualquer coisa, e gosto bastante desse tipo de leitura. Falando da história em si e tal, não me chamou muita atenção, mas eu acho que leria só porque você recomendou para as pessoas que gostam do Sparks e da Rainbow, hahahhaha. Acho que eu estou meio "bleeeeh" pra romances ultimamente, então neste momento eu não conseguiria engolir esse livro, mas quem sabe em breve? Gostei bastante da resenha, e agora estou me questionando se quero ou não ler o livro...
    Beijinhos,
    Karol.
    www.heykarol.com

    ResponderExcluir
  14. Não é meu gênero preferido mas daria uma chance a leitura pq essa coisa de zodíaco me atrai hahaha
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Desde que eu vi a capa desse livro eu fiquei ansiosa para ler.
    A história parece bem intensa e que prende o leitor do começo ao fim.
    Esse mistério que ronda a história é o que me fez ficar mais interessada em ler.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oii,
    Gostei do que você disse em relação aos clichês, estou bem curiosa com o livro e pretendo ler logo.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir