03 setembro 2015

Resenha - Paradoxo





Sofia Strause é uma jovem comum de dezoito anos. Exceto pelo fato de que seus pais estão mortos, o céu agora é vermelho, e a temperatura não passa de 5o C. Sammy não é humana. Criada pela Worldeavor Dymanic, é uma inteligência artificial que substituiu a velha internet. Mas, contrariando todas as expectativas, ela evoluiu. E, o que começou como o maior avanço da tecnologia, acabou no maior pesadelo da humanidade.
Sofia não é nenhum dos dois, e tudo indica que ela é a peça que falta nesse quebra- cabeças.
Com revelações surpreendentes, traições e amizades inesperadas, Paradoxo nos convida a responder: O que nos tona humanos? Enquanto nos leva a um futuro incerto, onde o amor luta todos os dias para sobreviver. São tempos difíceis para os homens agora, em 2078 - oito anos após perderem a Guerra de Occam, Controlado pelo Red Dawn - o exército robótico de Sammy-, eles só têm duas alternativas: ou se tornam pacificadores, aliados às máquinas, ou vivem escravizados, como sobreviventes.

Livro: Paradoxo
351 páginas || Skoob || Autora parceira: Vanessa Aguiare || Editora: Novo Século || OndeComprar


"O céu vermelho ainda me causava arrepios.Há um ano que ele estava assim, mas eu ainda levantava os olhos todos os dias de manhã na esperança de encontrar aquele azul tranquilo, com algumas nuvens brancas pairando no ar. Agora, as nuvens eram cinza, e a garoa da manhã, ácida."







Em um futuro não tão distante, a internet foi substituída pela interface Sammy, que para a surpresa de seus criadores evoluiu e se voltou contra os humanos. Agora, as pessoas só podem escolher entre se aliar às máquinas e ter condições de vida um pouco melhores ou trabalhar para elas e viver praticamente como escravos.

É nesse universo que somos apresentados à Sofia, uma jovem de 18 anos que perdeu os pais e que trabalha todos os dias no Domo, uma espécie de central de controle da Sammy no Brasil. A única animação dos seus dias vem de Rafael, um rapaz que conheceu no primeiro dia de trabalho. Tudo isso poderia ser considerado normal para a realidade da época, até que ela começa a ser envolvida por uma rede de mistérios e descobre coisas sobre as máquinas e sobre a sociedade que nunca poderia ter imaginado.

“O futuro começou”, esse é o lema do Red Dawn, o exército controlado por Sammy, mas esse futuro não é nada promissor para os humanos. Com o céu vermelho, nuvens eternamente cinzentas e temperaturas muito baixas, a vida não é nada fácil para os sobreviventes e Sofia está entre eles.
"A gente nunca sabe o quanto alguém é importante na nossa vida até que ele se vai. Faz parte da natureza mesquinha do ser humano."


No início a garota é só mais uma no meio da massa de trabalhadores e é aos poucos que descobre que pode ser muito importante para a pequena resistência que ainda existe. Mas os fatos são descobertos bem lentamente e o leitor é deixado às escuras junto com a protagonista. Conforme cada pequeno detalhe é descoberto, Sofia luta pelo que acredita, seja contra as máquinas ou pelos amigos que conquistou durante a história.

O universo que a autora criou é bem conhecido pelos fãs de ficção científica, mas a forma como foi trabalhado pode prender todos os estilos de leitores. O enredo é distópico, mas em Paradoxo o ser humano não está lutando contra um governo opressor, ou contra uma nova ideologia e sim contra supercomputadores. Essa luta tem tudo para não funcionar, mas isso não quer dizer que a resistência desista, então, eles veem em Sofia uma nova esperança.

O enredo ainda conta com uma dose de romance, mais precisamente um triângulo amoroso, que poderia me irritar, mas felizmente a protagonista não ficou se lastimando, soube escolher e manter sua decisão. O lado bom disso foi que a autora conseguiu criar alguns momentos fofos no meio dos mistérios e da luta.

Uma coisa que chamou minha atenção foi a quantidade de teoria que a Vanessa Aguiare colocou no livro. Em alguns momentos teorias da física foram utilizadas e confesso que eu me perdi nelas mas como a protagonista também não entendia isso não chegou a atrapalhar a leitura, pelo contrário, mostrou o cuidado para que tudo no universo do livro fizesse sentido.

Com uma narrativa muito envolvente, a autora conseguiu fazer com que eu me sentisse exatamente como sua protagonista, perdida em alguns momentos e determinada em outros. A história tem um ritmo alucinante, a todo momento acontecem coisas novas e eu estava sempre tentando adivinhar qual seria o próximo passo de cada um.

A única coisa que eu acho que poderia melhorar seria ter o ponto de vista de alguns outros personagens. Como a narração é toda em primeira pessoa, sob o ponto de vista da Sofia, senti falta de saber o que estava acontecendo com os outros personagens algumas vezes. Isso faria com que eu ficasse ainda mais "grudada" na história.


"Você não conhece a verdadeira solidão até que sua alma esteja realmente só. Não se trata de estar sozinho ou não. Na realidade, você pode estar cercado de gente e, ainda assim, estar totalmente solitário. É estar incompleto por dentro. Você não consegue sorrir por inteiro, não consegue pensar racionalmente, não consegue sequer respirar."

A diagramação do livro é simples, mas tem páginas amareladas e a letra é de um tamanho bem confortável para a leitura. A capa é bonita e combina muito com o enredo. Sinceramente eu não lembro de ter encontrado erros de revisão, mas estava tão envolvida que posso ter deixado escapar alguma coisa.

Enfim, Paradoxo é um livro ótimo para todos os fãs de distopias e de ficção científica, mas quem gosta de um bom romance também não vai ficar decepcionado com a leitura! Agradeço à Vanessa Aguiare pela oportunidade de ler esse livro incrível!


****







Vanessa Aguiare nasceu em São Paulo e formou-se em Medicina em 2003 pela Universidade de Mogi das Cruzes, especializando-se em Pediatria e Neonatologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente mora com o marido e duas filhas em São Bernardo do Campo, onde divide seu tempo entre a coordenação médica de uma maternidade e a carreira de escritora.
Ficção científica e fantasia sempre foram uma paixão para a autora, que escreve sobre isso desde a adolescência. Fascinada pela saga de Harry Potter, e tendo com seu principal ídolo Sthephen King - autor consagrado pelo gênero de thrillers de ficção e suspense - Vanessa acabou criando um estilo próprio, onde a ficção científica se mistura com a nossa realidade de uma maneira apaixonante. 



22 comentários:

  1. Ah adorei! Estou procurando livros de autores nacionais e como adoro esse gênero, jã acrescentei na minha lista de desejados! Parece ser muito bom e uma leitura que não te deixa parar né? Haha
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      É bem o tipo de livro que não te deixa parar um minuto, se você gosta de distopias provavelmente vai achar Paradoxo muito bom!
      Beijos

      Excluir
  2. Nossa!!! Esse vai para a minha lista correndo!!!

    Adorei a tua resenha, me estimulou bastante!!!

    beijos...

    Eu Pratico Livroterapia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Fico feliz que tenha gostado da resenha! Espero que tenha uma ótima leitura :)
      Beijos

      Excluir
  3. Adoro autores nacionais... Muito bom mesmo seu texto!
    Deu vontade de ler o livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Se você gosta de autores nacionais poderia conhecer essa, Paradoxo é um ótimo livro :)
      Abraços

      Excluir
  4. Olá, tudo bom?
    Fiquei muito curiosa sobre a mudança no futuro com a internet, confesso que fiquei surpresa com a ideia da autora, só me desanimou que você citou sobre triângulo amoroso, porque não gosto muito, achei a capa linda (menos a fonte do titulo), está de parabéns pela belíssima resenha <3
    Beijos
    www.doceliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!
      A ideia da autora também me surpreendeu, ela conseguiu fugir da fórmula das últimas distopias que li... Também não sou muito fã de triângulos amorosos, mas nesse temos uma decisão rápida e pouco mimimi. Obrigada :)
      Beijos

      Excluir
  5. Ah essas distopias que eu sou louca para ler! Entrou na minha lista de desejados junto com aqueles outros que fazem a gente imaginar o mundo sem uma coisa vital. Pois bem, a internet já virou vital não é mesmo?
    A capa é linda e os quotes são muito bons

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Olha, se você gosta de distopias imagino que Paradoxo vai ser uma ótima leitura! Esses são só alguns dos quotes, o livro tem vários trechos lindos que eu marquei...
      Beijos

      Excluir
  6. Olá!
    Me interessei muito pelo livro, principalmente pelo fato de a luta não ser contra um governo opressor e sim contra super computadores. Apesar de não de ter gostado muito de saber que a autora colocou várias teorias no livro, ainda assim quero lê-lo.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu também gostei dessa mudança em comparação a outras distopias! Não entendi todas as teorias, mas achei interessante porque mostra como a autora pesquisou antes de escrever.
      Beijos

      Excluir
  7. Oi Eve!!
    Caramba, eu ando gostando muito mais de Distopias do que deveria e adorei sua resenha de Paradoxo. Não conhecia o livro, mas depois da sua resenha, fiquei animada em ler e conhecer mais uma distopia.
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu também tenho gostado muito de distopias, ainda tem várias que estou louca para ler! Espero que você goste da história de Paradoxo!
      Beijos

      Excluir
  8. Nossa que livro legal, ainda ecrito por uma brasileira, gostei muito da atmosfera criada no livro, também acho que não vou entender muito os conceitos de física mas é bem legal ela ter se preocupado com isso, então vai para a lista

    www,poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu também gostei dessa preocupação da autora para que tudo no livro tivesse uma explicação científica, ainda que não tenha entendido algumas delas... Espero que goste quando ler :)
      Beijos

      Excluir
  9. Antes de tudo: amei a capa!!!!
    Fiquei bem curiosa com a história, acredita que ainda não conhecia o livro?
    Quando li "triângulo amoroso" quase chorei achando que ia desistir do livro, mas fiquei bem feliz em saber que não teve aquele mimimi de sempre, então, ponto positivo!
    Também curti saber sobre as teorias, achei legal o fato de a própria personagem não as entender direito.
    Enfim, só sei que quero ler hahahahaha
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Essa capa é muito bonita e o melhor é tem tudo a ver com o enredo! Eu também comecei a desanimar quando percebi o triângulo amoroso, mas logo ele se desenrolou. Espero que você goste da história quando ler :)
      Beijos

      Excluir
  10. Oie! Os nacionais estão com tudo!
    Não conhecia a obra, mas amei conhecê-la. Já anotei a dica e quero o livro para ontem! rs
    Beijos,

    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Desde que eu entrei para a blogosfera estou percebendo como os nacionais estão finalmente ganhando destaque! A cada dia surgem mais livros maravilhosos... Espero que você goste bastante de Paradoxo!
      Beijos

      Excluir
  11. Oii!

    Amei a promissa do livro! Sou muito fã de distopias e de ficção cientifica e com certeza vou ler esse livro quando tiver chance ^^ Amei a sua resenha! A capa é linda e espero que tenha continuação hahahaha

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!! Tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, mas parece ser uma distopia bem interessante! Isso de não envolver um governo opressor mas sim um "sistema" opressor é super legal. Não gosto de triângulos amorosos, então fiquei contente em saber que ela escolheu logo e não ficou se lamentando.
    Gostei da resenha! Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir