13 agosto 2015

Resenha - Mentiras que confortam






Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.
Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.
Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje...
Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Livro: Mentiras que Confortam
320 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Novo Conceito || OndeComprar









Mentir para si mesmo é o pior caminho, e o que dá mais conforto. Fingir que está tudo bem quando o mundo ao redor está desabando. Enganar-se imaginando que seguir o mesmo destino levará a um caminho diferente. Infelizmente não leva. Atitudes iguais levam aos mesmos lugares. Lugares cheios de mentiras, de desespero, de dor e de decepção. Decepção com os outros e principalmente consigo mesmo. Mentiras confortam e embalam madrugadas de desespero, como uma mãe acalentando um filho, mas isso não dura muito tempo. As mentiras aos poucos sufocam, caem como escombros de uma casa em ruínas, e o jeito é lidar com elas, sem fugir, sem desistir, enfrentar cada consequência, mesmo que isso seja a pior coisa a se fazer.

"É melhor ouvir uma verdade dolorosa do que uma mentira reconfortante. No final, a verdade vai acabar vindo à tona e vai machucar muito mais do que se tivesse sido contada antes."

Há cinco anos atrás, Tia, uma mulher solitária acabou se envolvendo com Nathan, um homem casado e pai de dois filhos. Quando descobre que a amante está grávida, Nathan pede para que ela dê um fim na gravidez e some da vida dela, e sentindo-se arrependido revela seu caso para a esposa, Juliette.
Apesar de imaginar que não tem condições de ficar com a criança que lhe lembraria a todo tempo seu grande amor, Tia não consegue fazer um aborto e dá seu bebê para adoção. A criança então é adotada por Caroline, uma médica viciada em trabalho e ansiosa para agradar seu marido Peter, um homem apenas querendo construir uma bela família.

"- Ah, não! Olhe para mim. - Caroline colocou a mão no rosto dele, tentando virá-lo, mas ele continuou como uma múmia. - Você nunca disse algo sem pensar? Porque queria fazer uma coisa boa, mas percebeu que era impossível?"

Cinco anos depois grandes consequências do antigo caso de Tia e Nathan vem a tona, envolvendo todos ao redor. Quando Juliette descobre a existência da criança nascida do caso extra conjugal de seu marido há cinco anos atrás, ela resolve ir em busca de fatos para entender partes do seu casamento e conhecer as pessoas envolvidas em tudo aquilo, incluindo Caroline, Petter, Tia e a inocente criança.
Essa será uma jornada de descoberta para todos, possibilitando-lhes realizar mudanças e repensar os fantasmas, insatisfações e mentiras trancados no armário, e tentar de alguma forma fazer tudo ficar melhor.

"- Espero que isso nunca mude." "- As pessoas sempre mudam. - Um olhar desanimado tomou conta de seu rosto ao afastar-se dela. - Você merece tanta coisa."


[- Minhas Impressões -]

Meu primeiro destaque falando sobre esse livro é em relação a nota dada a ele. A princípio ganhou cinco estrelinhas. Depois, fiquei pensando em mudá-la, pois sabia que havia alguma coisa me incomodando, a qual ainda não consegui descobrir qual é. Porém, após muito pensar resolvi manter a nota cinco, pois o que me incomodou foi algo mais pessoal, mas o livro é perfeito. Acho que me senti um pouco perturbada pela falta de uma grande surpresa, um grande impacto, mas analisando de forma mais distanciada a história, eu consegui entender que ela é justamente sobre isso, não sobre os grandes impactos externos, e sim sobre os grandes choques internos, e nesse quesito o livro atendeu todas as minhas expectativas.

O livro é dividido em 37 capítulos alternando a vida das três mulheres principais, Tia, a amante de Nathan e a mãe que deu o bebê para adoção, Juliette, a esposa traída de Nathan, e Caroline, a mulher que adotou a criança, e uns poucos capítulos falam especificamente sobre Nathan. Os três primeiros servem para ambientar o leitor no que aconteceu a cinco anos atrás, e o restante é o desdobramento da história. Não há pontos negativos a serem destacados. Cada personagem possui um estilo de vida e grandes conflitos dentro de si, e cada uma também mentiu de alguma forma, para confortar a si mesma e aos que estão ao seu redor, sendo então perfeito o título escolhido para a obra "Mentiras que confortam".

A personagem com quem menos me identifiquei foi Tia. Suas decisões foram as menos compreensíveis e mais egoístas. Caroline, apesar de parecer uma mulher má em seus pensamentos, é quem ganhou toda a minha simpatia. Também a criança adotada pela médica é muito meiga e dá vontade de abraçá-la no decorrer da história, fiquei totalmente cativada por ela. Essa é uma história com um drama fantástico e uma certa dose de romance. Fala do amor entre casais, mas também do amor entre pais e filhos. A todo tempo somos levados a mergulhar nos debates internos de cada personagem e com isso repensar um pouco de nós mesmos.

Recomendo para todos aqueles que gostam de histórias reflexivas, sensíveis, sem grandes impactos imediatos mas que marcam por um longo tempo fazendo com que nossos pensamentos voltem aos personagens muitas vezes.


46 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Senti que este livro é para minha minha pessoa. Ao ler sua resenha, fiquei curioso para ler o livro, sem falar nos quotes que são incríveis, principalmente o primeiro que é a mais pura verdade.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana que você sentiu que vai gostar do livro. Espero que aproveite, depois me conte sua opinião. Boa leitura.

      Excluir
  2. Tamara eu ia ler esse livro esse mês sabe, mas quando você disse que queria resenhar eu deixei, porque eu queria saber da história por suas palavras. Eu sinceramente me encantei com tudo que você contou e acho que é um livro que vou gostar bastante. Espero poder ler assim que tiver tempo, porque estou que nem doida correndo com as leituras =x
    Mas mesmo assim tenho que dizer que adorei tudo que você falou na resenha e ficou muito bem escrita. Parabéns. Como sempre arrasando amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sil, fico feliz que tenha gostado da resenha, mas o leia, tenho certeza que vai gostar. Depois quero saber sua opinião :)

      Excluir
  3. Ei, tudo certo?
    Não é muito o meu gênero de livro, mas tenho visto bastante resenhas positivas a respeito dessa história e quem sabe um dia eu leia? Achei a capa intrigante e um pouco misteriosa. Prefiro ilustrações, mas essa também é muito bela. Se eu ler, volto aqui nos comentários pra dizer o que achei! Haha beijos!

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é um livro bem interessante, acho que se resolver dar uma chance vai gostar. Adorarei ler sua opinião.

      Excluir
  4. Tamara-flor,
    Que bela resenha. Gostei da sua honestidade sobre a nota dada ao livro. É difícil nos desvencilharmos das nossas próprias impressões para avaliar um livro com objetividade. Confesso que não esperava nada demais na obra – e acho que a capa não vende sua ideia –, mas adoro o gênero drama e acho que essa história (de um jeito perturbador) me encantaria. É muito complexo tudo isso. Um caso extraconjugal, uma criança que é adotada, uma esposa que decide ver a fundo a verdade sob as mentiras do casamento… Enfim, gostei muito e por isso pretendo ler.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran, que bom que gostou das minhas impressões. E acho que vai gostar bastante do livro. Depois quero ler sua opinião. É realmente bem dramático.

      Excluir
  5. Oi Tamara...
    Normal ficar em dúvida quanto as estrelas, eu sou assim o tempo todo kk
    Acho que só eu lendo para saber essa falta que você sentiu de algo mais. Mas acho que como um todo o livro deve valer a pena. Ainda mais pelas reflexões.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, alguns livros deixam uma certa confusão na mente sobre o que realmente achamos. E para ter uma certeza só depois de algum tempo, que a leitura já esfriou e pudemos pensar nela com calma.
      Espero que goste do livro.

      Excluir
  6. Olá, Tamara. Não li o livro ainda, mas sei que a história não irá me decepcionar, é o tipo de leitura que estou buscando no momento. Parabéns pela resenha!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, que bom que gostou da resenha. Espero que curta muito a leitura.

      Excluir
  7. Olá!
    Minha resenhista quem irá ler o livro, mas confesso que após ler sua resenha, fiquei bastante curiosa para conhecer essa história que parece ser impactante. Provavelmente irei lê-lo futuramente.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, que bacana que consegui deixar você interessada. Espero que quando ler goste da história. depois vou conferir a resenha da no seu blog.

      Excluir
  8. Oiee ^^
    Fiquei curiosa para ler quando vi a nota que você deu ao livro, mas conhecendo mais ou menos a história dele, não estou muito animada para ler. Estou em outra "fase literária", sabe? Acho que não o leria por enquanto, mas com certeza o lerei um dia.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que não te interessa para o momento, mas somos cheios de fases, não é, rs. Espero que quando ler goste muito da leitura como eu gostei.

      Excluir
  9. Tamara realmente voce deu uma visão bem ampla do livro e despertou um certo interesse em mim, a resenha ficou muito bem feita.... bjs
    ♥♥♥ Amantes de Jane Austen ♥♥♥ | Amantes de Jane Austen no FB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado da resenha. Se ler, espero que goste.

      Excluir
  10. Olá, Tamara, tudo bom?
    Eu sou apaixonada pelas suas resenhas, pelo jeito como você descreve o livro e depois dá a sua opinião.
    Mas então... vou direto aos personagens: pela sinopse eu meio que imaginava Tia como a boazinha e a Caroline como a má da história, e é bem legal saber que não é bem assim. Gostaria de saber mais sobre a médica e seu marido, por isso vou adiantar esta leitura.
    Achei certo o que você fez, não desmereceu o livro por uma questão que é mais pessoal. Acho que quando fazemos uma avaliação dessas, devemos deixar um pouco o lado sentimental de lado e colocar em prática o crítico. Mas claro, o sentimental é fundamental também, se não, como iriamos querer abraçar essa criança? Meu deus, todos dizem que ela é um amor! hahah
    Parabéns pela resenha! Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessica, fico bem feliz em saber que você gosta das minhas resenhas, é sempre bom conhecer a opinião das pessoas a respeito do que fazemos.
      Então, realmente é muito gostoso conhecer os personagens no decorrer do livro e cada vez que está no capítulo de um, temos vontade de ir para o capítulo dos outros e vice-versa para conhecer tudo.
      Que bom que você vai adiantar a leitura, fiquei curiosa para conhecer a sua opinião.

      Excluir
  11. Oi Tamara, eu estou com esse livro aqui para ler e só não peguei ainda por falta de tempo, pois estou extremamente curiosa com ele, parece ter uma história contagiante e reflexiva. Adorei a premissa dele. Parabéns pela sua resenha que está incrível!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, fico feliz por você ter gostado da resenha.
      Espero que goste muito da leitura. Depois quero saber sua opinião

      Excluir
  12. Oie flor.
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, acho a premissa muito top e MUITO reflexiva, o tema abordado é algo muito forte mesmo.
    Essa é a primeira resenha positiva que eu leio desse livro e fico feliz por isso, pois você me deu um animo a mais para ler o livro.
    Acho que também não me identificaria com a Tia, odeio personagens egoístas kkkk
    Adorei sua resenha,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, fico muito feliz por você estar sempre por aqui acompanhando minhas resenhas e que goste delas.
      Ainda não li opiniões sobre esse livro, mas tinha expectativas sobre ele e ainda bem que elas foram todas supridas. Boa leitura!

      Excluir
  13. O livro parece ser bom, a capa é bonita(milagre eu dizer isso sobre a NC) a premissa chama atenção, sua resenha esta otima, mas realmente não sei se leio, vou pesquisar mais algumas resenhas por ai
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, que bacana que gostou da resenha, espero que se resolver ler goste do livro.

      Excluir
  14. Oi Tamara, quando a Editora abriu solicitação para esse livro eu tive certeza que não iria querer ler, tanto que ofereci para a colunista do blog, ela ainda não me disse o que achou e nem me mandou a resenha mas depois de ler sua opinião eu fiquei curiosa. Ainda acho que não leria pq não faz meu estilo de leitura, mas a história parece ser muito bem escrita e estruturada. Gostaria de saber mais sobre esses personagens!

    ResponderExcluir
  15. Eu gosto de livros que tem esta dinâmica de intercalar as histórias, acaba ficando mais interessante. Não é muito meu tipo de gênero, mas até daria uma chance, só pro conter esta dinâmica. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  16. Oi Tamara, tudo bem??
    Adorei a forma como escreveu a sua resenha... mesmo que não seja um livro a qual eu leria... você soube colocar bem as palavras e levantar os pontos mais relevantes da obra... mesmo que não tenha sido tão impactante, mas a história foi boa o suficiente para te satisfazer como leitora... parabéns... Xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diana, que bom que você gostou da resenha. Pena que não é interessante para você a premissa. :)

      Excluir
  17. Tarama, quando a Novo Conceito disponibilizou os livros pra solicitação, até pensei em solicitar, mas fiquei mais interessados em outros e acabou não sobrando espaço. O livro se mostrou para você algo um pouco diferente do que eu tinha achado que fosse... Pensei que fosse algo bem polêmico e impactante... Mas, se a oportunidade surgir, eu lerei.

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Adoro livros assim sensíveis, que nos fazem refletir.
    Entendi que a obra não tem grandes impactos mas isso não me tirou a vontade de ler
    Adorei sua resenha e espero um dia ler esse livro
    bjs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz por você ter gostado da resenha. Espero que goste quando fizer a leitura.

      Excluir
  19. Olá flor, meus parabéns pela resenha. Não ouvi falar ainda dessa obra mas como é lançamento isso é normal kkk. Mas enfim, achei a premissa muito bacana o livro, e gosto muito desse gênero e da premissa. Que pena que a "Tia" não te agradou completamente.
    Mas enfim, espero ler.
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. QUe bom que você gostou da resenha. É, não concordei com algumas atitudes da tia, mas em fim, a gente não gosta de todos os personagens sempre, não é. boa leitura.

      Excluir
  20. Oie, Tamara!
    Amei sua resenha. A obra não é meu tipo favorito, mas no final me senti atraída. Talvez acabe lendo, quem sabe? Irei atrás de outras resenhas para ver se vale a pena arriscar, embora ache desde já que sim.
    Com carinho,
    Celly ❤

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, celi!
      Fico feliz que tenha gostado da resenha. E se resolver ler acho que vai gostar muito. Boa leitura!

      Excluir
  21. Oie,
    Não curto muito dramas mas desde que vi Mentiras que Confortam entre os lançamentos da editora, ele foi direto para minha wishlist e espero também gostar da obra, sem falar que a capa ficou um charme.

    Beijos,
    Andy - http://www.starbooks.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana que essa obra te chamou atenção. Também chamou a minha assim que saiu. Boa leitura.

      Excluir
  22. Olá!
    Achei a capa muito linda e, pela resenha, é um livro que me surpreenderá positivamente. Espero ter a oportunidade de ler em breve :3

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, espero que goste da leitura e se emocione como eu :)

      Excluir
  23. Oi, tudo bem?

    Não curti muito a capa dele, não. Acho que a história dele pode ser em intensa, mas, apesar da sua resenha positiva e da sensação que eu tive ao ler sua resenha de que é um livro intenso, não me despertou muito o interesse. Que sabe venha a ler um dia,mas não é um livro que eu queira no momento. o.o

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena que não despertou sua vontade para o momento, mas acontece muito isso comigo. quem sabe mais para a frente. :)

      Excluir
  24. Eu demorei a lei sua resenha,a sinopse mexeu muito comigo e eu demorei para conseguir avançar na leitura da resenha. Esse livro parece ter uma história profunda que mexe e desafia o leitor,com essas mentiras e erros,fico imaginando que preciso estar em um momento muito bom para aguentar uma leitura desse tipo,mas acho que o livro deva valer a pena.

    Esse detalhe que te incomodou parece náo fazer diferença na leitura,e concordo que os maiores impctos são os internos, tudo o que as mentiras devem causar nessas pessoas,dispensa um grande clímax.

    fiquei intrigada com a resenha,não sei se lerei,mas vou guardar a dica aqui comigo.

    bjss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena mesmo o livro.
      mexeu comigo mas não achei tão intenso a ponto de me deixar com ressaca, mas se resolver ler espero que goste muito.

      Excluir