29 julho 2015

Resenha - Minha vida daria um livro





David é um adolescente que descobriu a vida como ela é. Cercado por adultos que se contradizem, sente-se inseguro e solitário. Sincero, não esconde suas opiniões. Suas idéias - conclusões de alguém que não tem nada a ocultar - desagradam à família eàqueles que o rodeiam. Afasta-se das reuniões sociais e fecha-se em si mesmo. No amor, decepcionado, vê-se diante da malícia e da traição. Recusa-se a abandonar um amigo que é dependente químico, mas ele mesmo não tem em quem se apoiar - a não ser naquela misteriosa voz que soa do mundo invisível...Livro: Minha vida daria um livro



190 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Butterfly || Onde Comprar ||

                                                      









O livro é narrado em primeira pessoa por David, um menino argentino que desde pequeno foi influenciado pelo seus pais a seguir uma religião. David era capaz de interpretar e tirar conclusões profundas sobre assuntos "adultos", fazendo um grande questionamentos sobre as coisas.

Ele aprende então tudo da pior e da mais simples maneira que nem tudo é como imaginava. Ele se sente traído por colocar fé em algo e perceber que tudo era uma mentira, que os adultos enganam. Ele se sente perdido no meio da família e dos amigos, já que não aceita certas verdades.

"Só com o tempo as feridas da alma se curam, mas, na maioria dos casos, sempre fica a marca; é inevitável. Mas uma cicatriz dói menos do que uma ferida ainda aberta."

David, aos trezes anos, sobrevive de um acidente envolvendo a família, e a partir dai ele começa a sentir e escutar coisas estranhas. Na verdade, é uma voz que o acompanha, e o seu significado é revelado em um momento certo. Nesse tempo, nós acompanhamos o amadurecimento de David sobre o mundo.

"Algo dentro de mim estava renascendo, e o senso de justiça ordena que eu me rebele contra tudo isso. Como teria sido bom continuar sendo criança!"

David é um personagem bem corajoso que tem uma certa ingenuidade e questiona inúmeras coisas. Certamente, é como uma criança e/ou adolescente qualquer. David foi um tanto louco, pois enfrentava e discutia com o pai sobre coisas que, geralmente, não falamos sobre. Achei a personalidade de David bem forte, mas eu não peguei um afeto grande, não senti pena nem dó, infelizmente.

O tema abordado no livro foi foi do meu interesse, pois eu muitas vezes concordava com os pensamentos. As explicações são bem esclarecidas , e esse é um ponto positivo pois não deixou nada em aberto. Tudo foi bem retratado.

A narração as vezes foi um pouco lenta, mas nada que desse sono. Talvez no começo, mas no meio as coisas começam realmente acontecer. A escrita do autor é muito bem desenvolvida e podemos ler fluidamente, mesmo as páginas sendo brancas. A diagramação está impecável, com uma letra grande e confortável para a leitura. E nessa edição não encontrei nenhum tipo de erro durante a leitura.

"Muitas vezes é necessário trilhar sozinho as provas da vida para haver fortalecimento."

Os parágrafos são curtos, e o autor aborda vários temas das quais se interligam. Mesmo achando que ele colocou muita coisa numa história só, achei também que ele soube tratar muito bem sobre tudo.

Devem estar se perguntando porque dei três estrelas, certo? Bem, mesmo com toda essa positividade, senti que o livro não foi para mim. Não senti as emoções que imaginaria que ele iria propor. Simplesmente, quando li, não fiquei muito empolgada. Mas o livro não é ruim, é apenas recomendável para as pessoas que gostam mais sobre espiritualidade. Foi o primeiro livro do gênero que eu li, e foi uma boa experiência já que estou experimentando coisas novas. Eu recomendo para pessoas que gostam desse tipo de leitura e para quem quer conhecer um pouco desse tema, mas tem medo e não sabe por onde começar.

27 comentários:

  1. A Editora Butterfly faz várias edições incríveis! Me interessei muito pelo livro, os quotes me chamaram ainda mais a atenção. Ainda não li nenhum livro que fala sobre espiritualidade mas tudo tem uma primeira vez, certo?
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o primeiro livro da editora que li, e achei a edição maravilhosa mesmo. Pena que eu não gostei tanto do livro, mas eu espero que leia e que goste!!
      Beijos

      Excluir
  2. Eu nunca li nada sobre espiritualidade, pelo menos não que eu lembre, mas pretendo me aventurar no gênero em breve.
    Achei a história até bonita, mas não me interessei muito e o fato de ser folhas brancas me desmotivou um pouco também.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, Débora. A história é bonita sim e tudo mais, mas é aquela coisa, né? Questão de identificação, hahaha

      Excluir
  3. Oii,
    A Capa me chamou muito a atenção, a sinopse me deixou intrigada. Acho que gostaria muito do livro. Parabéns pela resenha e pelo blog <3

    http://garotareading.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Luana! Eu espero que goste realmente do livro caso ler :)
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Ana, eu não conhecia o livro ainda e fiquei bem curiosa pela sua resenha. Eu não costumo ler coisas sobre espiritualidade, mas acho que é bom sair da zona de conforto um pouco, fiquei bem curiosa com a leitura e se eu tiver um tempinho irei atrás para ler :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa Kétrin!
      É bom experimentar novas coisas, mesmo sendo bom ou não. No final eu espero que goste do livro pois ele não é ruim, só acho que deve ser lido pela pessoa certa, sabe?? hahaha
      Beijos!

      Excluir
  5. Olá, Ana. Adorei sua resenha, pena que você não se conectou com o livro, também sinto que aconteceria a mesma coisa comigo, não é o tipo de livro que eu queira ler no momento!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ana!

    A capa é interessante e sua resenha despertou-me a curiosidade.

    Beijos

    @rhadijapraia
    http://amoremprosaecia.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/amoremprosaecia

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Acho que nunca li um livro que o assunto principal era espiritualidade, então não teria algo ao qual me apoiar. Mas a história parece ser bem interessante é bonita!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ana.
    Primeiramente, o nome me chamou a atenção, mas depois vi a capa e o tema do livro... Sua resenha está ótima, mas não sei teria esse livro na minha estante... É um pouco curioso, mas não tanto para me dar vontade de lê-lo :-(

    Abraços,
    Lucas Fagundes
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ana!
    Não me interesso por livros que abordem o tema da espiritualidade. Se eu lesse este livro, iria achar cansativo, assim como vc tbm achou =/
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oii Ana, tudo bem? Gostei muito da sua resenha :D Não sabia sobre o que se tratava o livro, achei a premissa interessante e com certeza leria, mas não agora, acho que não é o momento pra esse estilo de livro. Enfim, vou deixar o título anotado pra conferir mais depois.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Ainda não conhecia o livro, mas parece ser bem interessante. Gostei muito dos quotes separados por você. Pena não ter sido 5 estrelas. Beijos, Érika

    >> www.queroseralice.com.br <<

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana!

    Nunca ouvi falar nesse livro... Se não me engano, há um outro livro com o mesmo título, mas com temática totalmente diferente. Após ler a resenha, constatei que eu provavelmente nunca lerei a obra, rsrs. Ótima resenha!

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Não havia visto resenhas deste livro ainda, mas como ele segue um pouco o gênero que eu gosto de ler, acredito que terei uma experiência agradável com ele :D

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Oiiie
    Eu não conhecia o livro e bom! A premissa não me atraiu não.
    Realmente não é um livro que eu leria, acho que seria como você e não conseguiria me apegar ao personagem.
    Amei sua resenha e sinceridade... Parabéns
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oiee ^^
    Já tinha visto esse livro antes, mas ver que as emoções dele não chegaram à você me deixou um pouco desanimada, e é de um tema que eu não leria no momento. Estou mais na fase do "romance felizes para sempre", sabe?
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Ana, tudo bem??
    Bom desde o inicio de sua resenha eu tinha certeza do que se tratava o livro... esse tipo de temática não me interessa muito... não curto livros que tem o envolvimento espirita e nem é por preconceito e nem nada... a questão que acho a leitura super cansativa e não consigo me conectar com a mensagem dada ao leitor... então não quero perder tempo com algo que realmente não curto... minha resenhista gosta e todos os livros dessa temática vai pra ela... de qualquer forma sou bem a favor de experimentar coisas novas... foi ai que comecei a amar romance policial e distopias, porque até então focava só em romances e terror... Xero!

    ResponderExcluir
  17. Olá, boa noite!

    Infelizmente a premissa não me cativou muito, é difícil um menino de 13 anos - ainda mais menino - com uma visão diferenciada assim, que enfrenta o pai e à todos, é uma ideia meio estranha para mim. Se fosse uma menina, acho que eu veria de outro modo, não sei, algo não me cativou. Vou deixar a indicação passar. Parabéns pela resenha.

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Saber que a narrativa é um pouco leta me desanimou um pouco, mas até gostei da premissa...
    BJs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  19. Oi Ana, ainda não li nenhum livro da Editora Butterfly alias conheço bem poucos livros lançados por essa editora e esse é um dos poucos que ouvir falar, não me interessei pela historia apesar de você dizer que contem uma historia boa. Lendo a premissa do livro não consegui despertar o interesse infelizmente.

    Abraço! Ótima resenha ^^

    ResponderExcluir
  20. Oii Ana!

    Já conhecia o livro e confesso que ele não me chamou a atenção :/ Acho que o livro não é pra mim. Vou deixar a dica passar.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  21. Oieee, tudo bem? Primeiramente parabéns pela resenha, eu nunca tinha ouvido falar deste livro. A capa logo de primeira infelizmente não chamou minha atenção, li a sinopse e fiquei em duvida, mas depois de ler sua resenha percebi que o livro não faz meu estilo, não gosto de livros deste tipo então acho que não leria, mesmo assim valeu pela dica, Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    O livro daria pra ser bem, mas depois que falou que alguns momentos ficou lento desisti de ler. Estou numa fase que preciso de livros que me conquistem e me prenda do começo ao fim.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Ola lindona confesso que os livro da autora voltados para o publico mais juvenil ainda não chamaram minha atenção, não que não goste do gênero mas sinto falta de algo a mais em seus livros. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir