20 junho 2015

Reflexão/Contos [21]


Olá!

Talvez ao ler o texto abaixo você compreenda melhor algumas pessoas que estão perto de você, que já não estão mais, ou simplesmente se entenda um pouco. Então vem viajar!



Sobre as almas livres



Quanto mais livre sua alma é, mais dores ela vai carregar. Pois isso significa que por ser livre, você aprendeu a se libertar de todas as amarras, e nem sempre é possível soltar-se de cada uma sem ficar com as marcas vermelhas das cordas que um dia se fizeram presentes em seus pulsos.

Mesmo que nos chamem de sonhadores, sabemos como ninguém como manter os pés no chão. Conciliando mente e coração, caminhamos meio bêbados pela razão e flertamos frequentemente com a emoção.

Ser uma alma livre não significa que vezes ou outra não nos apeguemos. Algumas vezes somos atraídos pelas singularidades, seduzidos pelo aroma de um cheiro de felicidade no ar, mesmo que essa seja apenas uma fragrância passageira. Aliás, aprendemos que a alegria é passageira, e seguramos um momento pelo infinito que ele puder durar.

Temos medos de nos prender, medo que exijam nossas asas e assim nos incapacite de voar. Mas isso não significa que não sentimos, que não nos entregamos por completo, ao contrário, costumamos nos jogar de cabeça como num salto de bungee jump em tudo que acreditamos ser bom para nós. E mesmo que nos esborrachemos no chão e choremos quietinhos, vamos levantar como quem acabou de levar um tombo de uma bicicleta, mas sabe que só caindo conseguirá aprender a se equilibrar e voltar a nela a subir.

Por isso é comum alguns querubins sobrevoarem os céus com o coração partido em dois, mas com a certeza de que o momento que teve valeu a pena. Já outros mais ousados, deixam suas asas, e caminham descalços sobre as brasas.

Não tente prender uma alma livre, a cative. Pois por mais que ela vague por ai, ainda assim sempre escolherá te carregar dentro de si, e vez ou outra ficar, ou tentar te levar junto. Algumas vezes elas vão realmente se perguntar se desejam ficar mais, como num dia chuvoso que se fica em dúvida se quer sair daquele lugar, enfrentar a chuva ou voltar para o conforto dos braços que lhe esperam em cobertas aquecidas.
Converse com uma alma livre e você ouvirá histórias, de épocas nem tão passadas assim, desde aventuras, comédia, terror, e porque não comédia? Converse com uma alma livre e você terá a sensação de que o mundo é pequeno para quem sonha, e distante para quem não ousa. Ouvirá histórias de amor que nem sempre tiveram finais felizes, mas ainda assim foram amor, por vezes de um ou dois dias, mas mais verdadeiros do que muitos de um ano ou dois.

Geralmente chamados de loucos, mas invejados por aqueles que prendem sua própria loucura. São os que escolhem viver a vida, e pagam com dor, choro e lágrimas todas os sorrisos verdadeiros tão raros, pagam com sangue por ver todos os sentimentos como eles são, e assim em troca de todas as marcas são recompensados com pequenos detalhes do universo, que se revelam por inteiro.

21 comentários:

  1. Oi, Daiane.
    Muito boa a reflexão. Almas livres. Tão incompreendidas as vezes, pois insistimos em querer guardá-las conosco, de tão belas que são. Almas livres que são como pássaros que adoecem e morrem se presos em gaiolas. E temos almas livres ao nosso lado. Mas considero mais livres aquelas que se vão para um outro mundo.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Marcas profundas são como aprender sem querer. Ter a alma livre é viver como se tem vontade, sem preocupações, sem dores. Penso que tudo isso pertence a uma fase, um momento especial onde buscamos respeito e compreensão. A maioria das pessoas pensam em si próprias e em quanto o que passaram doeu, mais e os outros? Só estando na pele do outro para saber o real significado da intensidade do que sentem, dos porquês da vida.
    Um dia um amigo me disse que o coração da gente muitas vezes fica em carne viva e sangra de sofrimento, mais o tempo passa novos acontecimentos, novas pessoas se aproximam e começam a modificar cicatrizando os ferimentos parando o sangramento, mais a cicatriz...Ahhh essa, sempre vai estar lá. Sempre e basta uma batida com força e tudo se abre, até que se restaure novamente. Lindo texto, reflexivo, adorei!
    Beijos
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
  3. Daiane, que texto bonito!
    Muito bonita a mensagem que passou. Infelizmente vivemos um tempo em que as pessoas pensam muito em si mesmas e o egoísmo predomina. Espero que a sua reflexão, através do texto, faça leitores repensarem sobre a vida, suas atitudes e escolhas.
    Obrigada pela viagem *--*
    Beijos grandes!
    Juliana Skwara
    http://julianaskwara.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá!!
    Vim conhecer seu blog e já me apaixonei! =)
    Amei o texto e me identifiquei demais com tudo que tá escrito... to numa fase de me libertar de várias coisas que me faziam mal, não me deixavam "voar", mas agora ninguém cortará as minhas asas!!

    Parabéns mais uma vez.

    Beijos, Bá.
    http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Daiane,

    Muito belo, bem dito e bom. bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Menina que lindo esse texto <3 Me identifiquei porque me senti as mesmas coisas no passado, está de parabéns!
    Fique com Deus!
    www.doceliterario.com

    ResponderExcluir
  7. Daiane tenho que confessar que gostei bastante do seu texto, porque estava precisando ler algo assim e mais ainda agora que estou começando a desapegar de algo que estava realmente me machucando sabe? Você tem uma maneira de tocar as pessoas com suas palavras que eu acho lindo. Você tem um dom e então faça um bom uso dele para todos nós que precisamos =]

    ResponderExcluir
  8. O que dizer dessa reflexão em ?
    Simplesmente me definiu de uma maneira que nunca pensei.
    Com certeza uma alma livre.
    Bjnhs

    http://karoline-o-meu-melhor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Hey Daiane, tudo bem? Adorei seu texto, você escreve super bem e conseguiu expor perfeitamente bem o que todas as pessoas deveriam pensar e fazer. Liberdade é tudo, e quando estamos sem amarras conseguimos mostrar quem realmente somos. Já quero ler seus outros textos!
    Beijos e parabéns.
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Daiane, tudo bem? Que texto lindo, parabéns, suave e envolvente. Realmente precisamos viver sem o medo do que estar por vir, e ser uma alma livre. Amei esse trecho "Converse com uma alma livre e você terá a sensação de que o mundo é pequeno para quem sonha, e distante para quem não ousa."

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  11. Oii tudo bem?
    Mulhê que texto é esse? Gente eu amei demais!!!! Pra mim o melhor foi o ultimo porque eu simplesmente li tudo sobre mim. Parabéns!!!

    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/2015

    ResponderExcluir
  12. OI Daiane...
    Lindo texto! Verdade que somos seduzidos por uma felicidade passageiro, mas acho que isso acontece o tempo todo, é inevitável. Muito intenso seu último parágrafo.
    Parabéns, adorei o texto.

    livrosvamosdevoralos.bogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Daiane, adorei seu conto, fiquei muito tocada com ele e emocionada. Você escreve muito bem, parabéns!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Daiane! Tudo bem?

    Belo texto! Adorei a reflexão escondida nas entrelinhas. Almas livres... Realmente carregam muitas dores.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Gostei muito do conto, você tem um grande dom. Porque você não publica um livro com seus contos? Se você fizesse isso eu teria o prazer de comprar um exemplar :D

    Victor Tadeu, blog Desencaixados
    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Muito lindo o seu texto, venho buscando dia após dia ser uma alma livre, que não se apega a qualquer coisa além do que realmente importa. Acho que é o que todos nós queremos, no fundo, mas poucos são os que tem coragem de arriscar e correr atrás desses sonhos. Mergulhar de cabeça não é fácil, é dor e sofrimento, como você falou. Algum dia ainda espero alcançar esse fim. Você escreve muito bem, mesmo, parabéns! Seu texto me fez (e ainda vai fazer) refletir muito <3

    http://www.thaisnacidade.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi flor, gostei muito do seu texto.

    Já fui uma alma livre, e passei por tudo que você descreveu, hoje não sou mais, sou uma alma garrada a outra alma e juntas nos completamos bem a 10 anos.

    Belo texto.

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá, Daiane. Tudo bem?
    Que texto maravilhoso! É difícil para alguns entender quem tem asas enormes e a liberdade como ideal. Mesmo quem é assim, muitas vezes é difícil se entender. Mas você traduziu com perfeição esse sentimento.
    Adorei!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  19. Olá! Tudo bem?

    Amei esse texto! <3

    Ficou muito bem escrito e transmite muito as emoções e pensamentos.

    Beijos e até!

    dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
  20. Olá, Daiane! Como vai?
    Woooooooooooooow! Wow. Wow, wow, wow. Muito obrigada por isso <3 Às vezes alguns textos vêm na hora certa, e o seu se encaixou direitinho na situação. Estava precisando de um texto exatamente assim, então muito obrigada, de verdade. Identifiquei-me bastante - tipo MUUUUITO - e, nossa, foi libertador. Salvei nos favoritos para poder lê-lo sempre, e irei, porque é tudo o que eu preciso de vez em quando.
    Com amor,
    Karol.
    www.heykarol.com

    ResponderExcluir