16 março 2015

Resenha - As Escolhas de Nana





Ana Paula Mayler, ou simplesmente Nana, é uma adolescente americana, que leva uma vida divertida e feliz. Mas como toda adolescente depara-se com as escolhas mais difíceis e marcantes de sua vida, como o amor, por exemplo.
Nana quer ter uma vida tranquila, mas sempre fica confusa diante das escolhas que deverá tomar. Quais as decisões corretas a serem tomadas, quando tudo o que mais quer na vida é estar tranquila e feliz, junto de sua turma e do seu namorado.
Uma história onde a realidade e a ficção se confundem na trajetória de uma jovem feliz e determinada, mas que como qualquer adolescente, fazer as melhores escolhas é sempre um desafio, que pode repercutir para sua vida toda.



392 páginas || Cortesia: Ônix Editorial ||
 || Classificação:|| OndeComprar ||



Se alguém me perguntar qual é o meu segredo de felicidade e sucesso, sendo bons ou ruins, eu vou dizer que é devido às minhas próprias, apenas...Escolhas.








As escolhas... Quantas vezes nós nos deparamos em escolher entre uma coisa ou outra? Entre uma pessoa ou outra? Para Ana Paula, ou Nana, isso é uma coisa quase frequente. A primeira situação que ela se depara com isso foi em um sonho onde ela está em um campo de narcisos e precisa escolher entre o Léo, seu melhor amigo, e Carl, o garoto extremamente apaixonado- e louco- por ela. A partir daí ela não tem sossego.

Léo sempre foi o seu melhor amigo. Eles, sem querer, acabam se beijando e descobrindo um novo sentimento que nunca pensaram que poderia existir. Carl é um menino do qual sempre foi apaixonado por Nana, e faz questão em não esconder isso. Depois de tanto insistir, Nana finalmente resolve dar uma chance a ele. Não custa tentar, certo? Isso pode dar em alguma coisa. Como o destino não a deixa em paz, ele coloca alguns obstáculos no caminho de Ana.

Nana está crescendo e se sente totalmente perdida em seus pensamentos. Certo ou errado? Direita ou esquerda? Qual o melhor caminho?? Léo ou Carl??? Ela começa a se descobrir aos poucos. E as escolhas? Será que ela irá escolher as certas?

Como foi de se imaginar, há um triângulo amoroso entre Ana, Léo e Carl. Muitos não gostam disso, mas aqui não foi um problema, até porque não é daqueles chatos que os homens se odeiam e saem dando patadas uns nos outros - apenas uma vez, hehe. Foi de boa e algo bom de se ler, sem nenhum problema. Não foi algo desgastante.

O livro inteiro é contado pela visão da Ana, eu gostei disso, mas eu gostaria que aprofundasse um pouquinho mais em alguns personagens secundários como, por exemplo, no Léo e no Carl. Eles eram uns amores. Quer dizer, apenas o Léo. Ele, como a Nana diz, é o melhor amigo do mundo. Ele esperou por ela por seis meses, acredita? Já o Carl também era apaixonado por ela, mas era um completo imbecil. Teve algumas coisas que ele fez que parecia que era algum maníaco louco e doido pela Ana. No final, ele foi um idiota. Imaginem o que ele fez... Pois bem, se vocês seguirem pela trajetória do clichê já devem imaginar.

- Amor é você se entregar ao outro, mesmo que demore um pouco. É você ceder às suas vontades e às da pessoa amada. Amor é sofrer, é ver a pessoa amada feliz, mesmo não sendo com você.

A Ana foi uma tonta às vezes. O Léo só precisava gritar "HEY, EU TE AMO" para ela. Estava tão explicito que ele a amava, mas mesmo assim ela ficava com a interrogação na cara. Mas eu entendo, é o charme.

Sabe aquele dilema de não julgar um livro pela capa? Sei que muitos fazem isso, eu mesma faço e admito. Fiz até mesmo com esse. Eu vou confessar que não achei a capa muito atraente, então se eu o visse na livraria não ia ser de muita ênfase. Quando nós começamos a ler, descobrimos que o livro é bacana, mas não aquela maravilha que irá mudar a sua vida. O livro é feito com capítulos curtos e não cansa nem um pouco enquanto viramos as páginas, chega até a ser uma leitura gostosa e  perfeita para um fim de semana, ainda mais se você está fugindo de livros tensos. É uma boa recomendação.

Como todo livro, ele contém alguns erros. Algumas coisas que até me tiraram do sério. A autora colocou algumas virgulas que não havia necessidade, isso incomodou muito porque inúmeras vezes aquele problema deixava a frase sem sentido. Então acho que pecaram um pouco na revisão, mas na diagramação não tenho do que reclamar. As letras são grandinhas e com um bom espaçamento entre elas. A editora teve cuidado com o começo de cada um dos capítulos.

Eu me identifiquei em algumas partes do livro. A vida é feita de escolhas, e muitas vezes nós ficamos perdidos em nossos próprios pensamentos. Quando somos mais novos é fácil viver porque quem sabe o que é melhor para a gente são nossos pais. Mas quando você chega a uma determinada idade, você acaba tendo a independência e escolhendo o seu rumo. Vocês sabem como é, quem nunca passou por isso?? Eu mesma estou passando agora. O livro é juvenil, e a Nana está numa fase onde eu acabei de entrar, então eu a entendi completamente, o que foi muito bom.

A única coisa que não podemos escolher, é se queremos crescer ou não, para isso somos obrigados e não temos outras opções. Só que a partir disso, outros leques de escolhas se abrem, e você acaba seguindo em frente.

O tempo ainda não me fora tão cruel quanto pode ser, mas ele já havia me mostrado um pouco de sua força. É, o tempo, ah... Uma palavra tão curta, mas que me dá calafrios só de pensar nela. Por que ele tinha feito isso comigo? Por que passou tão depressa e eu nem percebi que estava crescendo, por que não deu a oportunidade de aproveitar ao máximo cada segundo ou então dizer adeus à infância? 




Eu não o indicaria para todo mundo porque sei que muitas pessoas não irão se interessar pelo livro. Se você está esperando algo espetacular e que mude sua vida, não leia o livro porque não é isso que irá achar. Mas se você está procurando algo clichê, leve e que dê para relaxar depois daquele livro pesadão, acho que pode gostar.

Sempre que fazíamos amor, eu sentia entrar em uma espécie de torpor, sei lá, ficava meio anestesiada e maravilhada ao mesmo tempo, pensando o quanto eu o amava, e o quanto naquele momento ele era só meu e eu só dele.

64 comentários:

  1. Oi Ana, tudo bem? :)

    Confesso que assim como você, de primeira, julgaria pela capa: também não me agradou, e acho que acabaria não levando pra casa também! =P

    Embora as palavras "Triângulo amoroso" tenham me deixado com um pé atras, você ter falado que esse não é cansativo, me deixou com vontade de conferir!

    Mas, fiquei curiosa pela história e pelo modo como falou dela... acho legal acompanhar assim as mudanças pelas quais a personagem passa e as escolhas... se conferir, sua resenha será a responsável! haha'

    Beijos! ;*
    ||Letras Eternas||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dayane, tudo bem e com você?
      Sempre avaliamos a capa primeiro, isso é fato, heheh
      Triângulos amorosos me deixam com o pé atrás também, mas é melhor sempre experimentar primeiro para depois julgá-lo.
      Pode deixar que eu serei total culpada, hahahah
      Beijos!

      Excluir
  2. Ana por incrivel que pareça eu gostei do conteúdo do livro, até porque é um gênero teen que gosto bastante e espero ter a chance de ler algum dia, porque sério, me chamou bastante atenção tudo que contou em sua resenha e espero gostar da história assim como você. Outra coisa que as vezes me incomoda são as pontuações, mas nada assim que venha a me prejudicar, ainda mais quando a história é envolvente. Eu gostei do conteúdo e acho que os jovens assim como você irão gostar bastante =] Parabéns amiga, mais uma vez arrasou em mais uma de suas resenhas. Adorei !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa ler para tirar sua própria conclusão, Sil! Livros desse gênero são muito bons, além de serem bem gostosinhos e descontraídos.
      Eu me incomodei bastante com a pontuação desse livro, até porque deixou algumas frases ambíguas.
      Obrigadaaaa, fico muito feliz quando você fala isso *---*

      Excluir
  3. Realmente a capa não é das mais atraentes, mas como sempre leio resenhas antes de escolher um livro com certeza este é um que gostaria de ler.

    Minha preferência é por livros mais leves, mais fáceis de ler, claro sempre é bom um suspense, mas como nos últimos meses ando um pouco atordoada com as coisas da faculdade é mais relaxante leituras como esta.

    Resenha mais que aprovada! Parabéns!
    http://virersemlimites.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Esse tipo de livro tem um ritmo bem rápido, perfeito para lê-lo enquanto está em uma época mais tensa. Ajuda a esfriar a cabeça um pouco, sabe?
      Obrigada *-*

      Excluir
  4. Gostei da resenha e achei fofinha a história. Apesar de não ser fã só de livros de romance, curto quando há romance e aventura, daria uma chance a este livro sim. O amor e a independência realmente são coisas complicadas que só o tempo e a sabedoria adquirida podem nos mostrar o melhor caminho para tomar.

    Parabéns pela resenha.

    http://alinefevalmirjunior.blogspot.com.br/2014/12/book-trailer-temores-no-mundo-dos-mortos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Aline! A resposta disso vem com o tempo e como que você vive. Nem sempre escolhemos o caminho certo, e mais para frente percebemos que cometemos o erro e voltaremos atrás. Isso é mostrado no livro também!

      Excluir
  5. Oi Ana, tudo bem?
    Assim como você falou na resenha, eu me enquadro no grupo de pessoas que não suportam mais triângulos amorosos...rsrs
    Acho que li e assisti tanto, livros, filmes e séries com essa temática que acabei ficando saturada desse assunto. Então quando escuto falar em triângulo amoroso eu corro da leitura!
    O livro realmente tem uma capa muito pouco atraente e acho que as editoras deveriam priorizar um pouco mais essa questão já que a capa é a primeira coisa que nos chama a atenção em uma livraria.

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa, tudo bem e aí?
      Triângulos amorosos se enquadra no famosos clichê, hehe Realmente, é sempre usado.
      Eu concordo a respeito da capa. Não tem nada a ver e não deveríamos julgar desse jeito, mas a capa é a que mais chama a atenção. Tem pessoas que compra o livro só pela capa, acredita? hehehe
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi Ana!
    Sabe que eu gosto muito desse tipo de livro, voltado para um público mais jovem e que traz reflexões sobre a adolescência e o entendimento de quem se é. Claro que já passei um pouquinho dessa fase, mas é como se eu pudesse voltar no tempo e relembrar a época em que minhas preocupações eram simples como as da Nana, rsrsrs.

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaa Nina!
      Esse tipo de livro é realmente muito gostosinho de se ler, por isso que é um dos meus gêneros preferidos. Você se diverte e leva boas reflexões.
      Todos em algum momento já passamos, ou iremos passar, pelo que a Nana está vivendo. Isso é muito legal, tanto para uma pessoa mais jovem quanto para alguém mais velho.
      Beijos!

      Excluir
  7. Oi Ana, a temática do livro não me atrai tanto, mas não descarto a leitura, só acho que no momento não me prenderia, de qualquer maneira, parabéns pela resenha, me deu uma ideia bem legal do que se esperar do livro.

    Beijos Joi Cardoso,
    www,estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaa,
      Obrigada!!
      É uma pena, mas sei bem como é. Acontece o tempo todo aqui, hahah
      Beijos!

      Excluir
  8. Oi!! Ótima resenha! Confesso que eu julgo muitos livros pela capa, mas como já aprendi que nem toda capa bonita é boa e nem toda capa feia é ruim, dou sempre chances as histórias =3 confesso que não gostei também da arte da capa, mas parece uma leitura bacana pra jovens, eu vou indicar pra minha sobrinha, como vira e mexe estou lendo um pesadão, às vezes posso até ler esse pra relaxar também <3 (apesar de personagem sonso me dar nos nervos ahahhahah essas coisas óbvias que eles não percebem me deixam doida!)
    um ótimo dia!
    Lançamentos DarkSide® Books!
    [Entrevista] De 50 Tons de Cinza ao Preto do Vinil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa,
      Obrigada *-*
      Sou assim também, mas fazer o que... É a primeira coisa que vemos, e a primeira impressão é a que fica. Maaas eu parei com essa mania. Eu posso até julgar pela capa, mas sempre leio uma resenha para ver se o livro é bom, hehehe
      Indica sim, ela pode gostar!!!

      Excluir
  9. Eu também não daria nada pelo livro só por analisar a capa, mas acredita que a premissa me agradou?
    Não é muito lá meu estilo de livro, mas ainda sim sua resenha me conquistou.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ana-flor!
    Nunca ouvi falar desse livro e – assim como você – ele não me ganharia pela capa. Mas achei a história muito interessante para os adolescentes. Quando minha afilhada chegar a essa idade, sei que seria um livro importante para ela entender as consequências das suas atitudes (e que com o amor não se brinca). Vejo que muitas adolescentes preferem "quantidade" a "qualidade". Antes dois atrás de você do que se amarrar a um e não ter opções. Uma pena, mas percebo esse tipo de conduta cada vez mais. Por isso, acho que a autora soube lidar com os conflitos amorosos da adolescência de um jeito que eu presentearia o seu livro.

    Beijos!
    http://myqueenside.blogspot.com/2015/03/resenha-79-mentirosos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fran!!
      Pior que é verdade. Você fez uma observação que eu não tinha percebido. Achei bem legal isso. Pior que é essa a nossa realidade, infelizmente ://
      Beijos!

      Excluir
  11. Oi Ana...
    Ainda nao conhecia a obra, mas gostei um pouco da descrição e a capa, que por sinal é linda.
    Erros gramaticais é algo que incomoda mesmo. E a historia mesmo com seus clichês, acho que valem a pena ler. È claro que só ser uma boa historia, se bem desenvolvida.
    Gostei de ver sua opinião, quem sabe um dia eu leia.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa Lê,
      Olha, que bom que achou a capa linda, hahaha Achei o contrário...
      Espero que leia um dia, quem sabe, em breve. Errinhos sempre têm em qualquer lugar, mas tem algumas vezes que começa a ficar... Hã... Desgastante!

      Excluir
  12. Eu gostei da capa hehe. De um primeiro momento parece ser uma história bem bobinha. Mas quem não gosta desse tipo de livro? Principalmente para ler depois de um livro mais pesado como você disse. Não sei se compraria, mas se tiver a oportunidade lerei.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério?? Ahh, que bom então, hahaha
      Exatamente, é uma boa hora de relaxar. Eu, particularmente, gosto desses tipos de livros, hehe

      Excluir
  13. Oi Ana!
    É a primeira vez que vejo algo sobre o livro, mas te confesso que leria sim, afinal amo dá uma descontraída com leituras leves e essa parece ser...
    Ainda mais sendo clichê, me divirto.
    Bjuu,
    http://orocardovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é bem novo, então é uma grande novidade, não é mesmo?
      Exatamente. Eu gosto bastante do clichê, sem preconceitos, hehhe
      Beijos!

      Excluir
  14. Não tenho um pingo de paciência para triângulos amorosos :( Mesmo você falando que não seja um triângulo desgastante rsrs eu sempre vou ficar com o pé atrás com essa indecisão de certos personagens. Enfim, eu provavelmente não leria... tenho tanta leitura acumulada que só aqueles bem diferentes estão entrando na minha lista ^^

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente tem alguns que ficam melosos demais e acabam enjoando. Ainda bem que não foi o caso desse. Entendo como é, hahaha Mas é uma pena :/
      Beijos!

      Excluir
  15. Oi Ana,
    Gostei da sua resenha!
    Acho que eu não ia gostar muito dessa leitura, não. Apesar da capa não me atrair tanto, acho que nem é essa a questão. Talvez eu não seja o público alvo da autora haha Sério, não curto muito histórias com triângulos amorosos, e dependendo do caso, não curto muito histórias que são muuuito clichês, sabe? Eu sei que um desenvolvimento bom às vezes compensa uma história clichê, mas mesmo assim sou um pouco cautelosa a esse respeito.

    Beijinhos
    Daisy - nuvemdeletras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daisy!!
      Ahh fico muito feliz que você tenha gostado!
      É uma pena :( Mas é questão de identificação. Tem alguns livros que eu não me interesso também, então sei como é. Olha, esse é bastante clichê... hahaha
      Beijos

      Excluir
  16. Oi ana!!
    Adorei a sua resenha, bem franca, mas tenho que dizer que não chegaria nem perto desse livro.
    ODEIO triângulos amorosos, por mais bobos que sejam, acho que uma garota que se enrola em um triângulo não merece minha atenção no livro. Argh, tenho até raiva.
    E outra, não aguento livros que as personagens ficam de mimimi esquerda, mimimi direita!! Uma pena, queria amar todos os livros, mas gostei muito da sua resenha!
    Beijos!

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa,
      Fico imensamente feliz que tenha gostado!
      Que pena :/ Em minha opinião, os triângulos amorosos não fazem tanto jus com a realidade, até porque não vejo muitos casos assim. Bem, em minha simples opinião, não quer dizer que não tenha.
      Beijos!!

      Excluir
  17. Oi Ana, tudo bom? Adorei a sua resenha, mas preciso dizer que o livro não me agradou muito por questões de enredo. Não sei, achei a história um pouco "boba" e a capa do livro também não me atraiu tanto.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa, tudo ótimo e com você?
      É uma pena Débora, mas eu entendo perfeitamente! Acontece, não é mesmo? hahaha

      Excluir
  18. Olá,
    É o eterno dilema de "com qual garoto ficar". A verdade é que achei a proposta do livro bacana, parece ser uma leitura bem leve e divertidinha, mas um tanto clichê, essa falta de algum diferencial me despertou pouco a curiosidade pela leitura.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa,
      Esse dilema mesmo, parece que isso nunca irá acabar, certo? É típico de romances clichês!
      Beijos!

      Excluir
  19. Oi Ana, tudo bem?
    Eu achei essa capa super fofa, acho que ela dá a ideia certa do público para o qual o livro foi direcionado. Ah, porque a gente nunca gosta de quem gosta da gente? Porque temos que correr atrás sempre de quem não nos valoriza? É sempre a mesma história não é mesmo? Mas não acho que podemos escolher de quem iremos gostar. O Amor é para ser sentindo, não dá para racionalizar. Achei como disse uma leitura bem leve, ótima dica mesmo para depois de uma ressaca literária.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaa, tudo ótimo e com você?
      Essas perguntas confundem a cabeça de qualquer um, não é mesmo?? Sempre nos irritam e nos perseguem, e não conseguimos nos livrar tão fácil delas...
      Acho que o público desse livro irão adorar.
      Beijos!

      Excluir
  20. A daiagramação do livro parece ser linda, Ana, assim como a capa é bem fofa. Já a história não me chamou muito a atenção, creio que se eu lesse, não iria gostar, então nem prefiro tentar, rs. Mas sua resenha está ótima e muito be explicada, parabéns!
    Beijo,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diagramação é uma graça sim, bem feitinha (além que ele tem um cheiro ótimo, está aprovado!).
      Obrigada :D É uma pena que você não tenha se interessado pelo livro, mas eu entendo perfeitamente. Desde o início sabia que isso iria acontecer, hahaha Não é todos que iriam gostar.
      Beijos!

      Excluir
  21. Oiee
    Eu também não daria nada pelo livro só por analisar a capa, mas após ler sua resenha me interessei. Adoro romances clichês com triângulos amorosos.


    Beijos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa,
      Opa, que bom Tati!! Muito bom ouvir isso :D
      Beijos!

      Excluir
  22. Oi Aninha,
    Eu tenho fugido um pouco de livros mais infantojuvenis porque sei lá, eles me mostram como eu estou velha. UASUASHUASHUASHU' sério, 22 anos já me sinto velha para livros mais adolescentes. Mesmo assim, não é algo que eu não leria. A capa não chama atenção, talvez uma criança possa se interessar pelo rosa chamativo, mas um leitor assíduo não destacaria essa capa perto de outras mais bonitas.Eu ODEIO protagonistas tontas, então com certeza iria ficar gritando com a Ana. kkkkk Ótima resenha, é bom quando conseguimos ler algo que se identifica com o momento pelo qual passamos.

    Beijo,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa Mari!!
      Que isso, kkkkk Paranoia da sua cabeça, aposto!! Esse, definitivamente, não é um livro para crianças, mas eu também pensei isso a respeito da capa. "Bem, uma criança com certeza iria querer ler". Tire do alcance das crianças!! ~~exagerada~~
      Obrigada *--*
      Beijos!

      Excluir
  23. Oi Ana, realmente, a capa não chama a atenção rs, também não fiquei atraída pelo conteúdo, acho que já passei um pouco desse livros mais teen, sabe?
    Beijos,
    Os livros citados não fazem muito meu estilo, então provavelmente não os lerei. Mas sempre fico babando nas edições #divas da Darkside.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa Andy,
      Sei sim, sabia que isso iria acontecer!! hahaha
      Beijos!

      Excluir
  24. Ana, achei sua resenha muito fofa.
    Esse parece ser o tipo de livro infanto-juvenil com que você se diverte e relaxa.
    Gosto de livros assim para espairecer e sair de ressaca literária.
    Parece ser muito bom mesmo.
    Fiquei curiosa pela leitura.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwn, muito obrigada Déborah!!
      Fico feliz em saber disso, é uma boa leitura para quem quer relaxar!

      Excluir
  25. Olá Ana!
    Apesar de o livro tratar de um tema que eu gosto muito, escolhas, o livro em si não me chamou atenção. Acho que não o leria, pois gosto de livros que mexem comigo de um jeito ou outro, e isso não parece acontecer com essa leitura.
    Ótima resenha!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa Aline!
      E não acontece mesmo. Ele é mais para relaxar, não é do tipo que vira a sua cabeça pelo ar. Se você está procurando isso, é provável- quase certeza- que não goste, o que é uma pena.
      Obrigada :D
      Beijos!

      Excluir
  26. Tem gente que não gosta de triângulos amorosos né? eu já adoro rsrs. Sempre tem babado
    Tbm acho que não daria muita atenção a ele por causa da capa sei lá não me conquistou.
    Adoro livros com capítulos curtos, indo pra lista :D
    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto e não gosto, hahaha Depende do livro e da maneira que ele é relatado. Então, quem vai definir isso é a escrita da autora, hehehe
      Opa, que bom, se você ler me conte o que achou :D

      Excluir
  27. depois daqueles livros que sao bem pesados eu gosto de ler livros assim, leves. entao gostei muito da sua resenha, e acho que vou gostar do livro, como eu disse, para ler dps de certos tipos de livros.. a historia parece ser bem clichezinha o que eu amooo, entao ja anotei aqui o nome na minha lista para ler..

    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico imensamente feliz em saber que você gostou!! Espero que possa ler, não esqueça de compartilhar o que achou depois, hein???

      Excluir
  28. Olá!
    Adorei sua resenha e as fotos!
    Eu adoro esse gênero teen porque é divertido de ler, é uma coisa levinha que da pra ler numa tarde calma de sábado pra sanar aquela ressaca literária daquele livro super trash!
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaa,
      Obrigadaaa *---*
      Verdade, é ótimo para esse tipo de ocasião!
      Beijosss

      Excluir
  29. Adorei a resenha! Vou anotar esse livro para depois de uma ressaca literária, rs. Por mais que seja clichê, é bom uma dose de pensamentos juvenis cai bem.
    Beijoooooos
    http://cariocasdaclara.blogspot.com.br/2015/03/resenha-esconderijo-perfeito.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Amanda!! É muito bom saber disso, depois me conte o que achou, viu??
      Beeijos!

      Excluir
  30. Oiiii,
    Adorooo esse tipo de leitura que tem o cotidiano adolescente, com os seus dilemas, trás tantas lembranças boas :)
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.

    http://ateliedoslivros.blogspot.com.br/2015/03/resenha-eu-sei-o-que-voce-esta-pensando.html#comments

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa!!
      Obrigada. Gosto de livros assim porque são bem gostosinhos de ser lido!
      Beijos!

      Excluir
  31. Eu achei a capa tão bonitinha kkkk. Apesar de eu ter passado dessa fase juvenil, pela sua resenha acho que é um bom livro e eu leria se tivesse a oportunidade. Como você mesma falou é bom ter uma leitura leve de vez em quando. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, além que é sempre bom dar oportunidade a novos gêneros e tipos de livros!
      Beijos!

      Excluir
  32. Olá =)

    Acho que eu não sou o público alvo desse livro, mas a capa é bem chamativa. Fiquei curiosa para conhecer a história mesmo assim. Gostei da sinopse, mas acho que se eu fosse mais nova iria gostar bem mais.

    Beijos, Rob
    http://www.estantedarob.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que pena! Mas eu sei muito bem como que é isso. Acho que você não iria gostar, realmente!
      Beijos!

      Excluir