18 outubro 2013

Love My Books Entrevista Mateus Lins




Olá meus amores, tudo bem com vocês?
Hoje estou vindo aqui postar uma Entrevista super bacana que fiz com o Autor Mateus Lins, onde ele fala um pouco sobre sua carreira de escritor e principalmente sobre sua OBRA  O Reino de Mira.

Acho que seria bem interessante se vocês parassem para ler, porque o Autor deu umas respostas super interessantes e tenho certeza que muitos de vocês vão gostar.

Vamos dar uma conferida?





♥ 01 ♥ EP: Para começarmos a conversa: Nome, idade, onde nasceu e onde vive?

Mateus Lins. 18 anos. Nasci e Moro em Fortaleza.


♥ 02 ♥ EP: Quando você percebeu que seu destino era ser escritor?

Na verdade quando percebi já estava a compor meu primeiro livro. Escrever era algo que sempre gostava de fazer, mesmo que por um mero processo de catarse. Comecei a me aventurar no imaginário mundo das palavras com algumas estórias curtas, como contos que aos poucos foram crescendo e crescendo até ganharem adornos e ideias que compunham um livro.

E foi a partir daí que percebi que seria interessante levar adiante o que já havia começado a fazer. Então continuei a escrever e dei início a minha caminhada nesse mercado para escritores.


♥ 03 ♥ EP: O Reino de Mira é seu primeiro livro publicado? Gostaria de saber qual foi à sensação de ver o se primeiro exemplar sendo vendido?

Sim, é meu primeiro livro publicado. Entretanto, antes dele já havia tido o prazer de participar de antologias nas quais fui publicado com um grupo de autores.
Sobre a sensação de ver o primeiro exemplar sendo vendido... Confesso que é uma sensação ímpar, tão indescritível que a própria palavra “indescritível” torna-se fraca para consolidá-la. Fiquei muito feliz, contente o bastante por uma semana inteira. Mas acima de ver o livro vendido, acredito que receber mensagens de leitores que vem conversar comigo a respeito da estória, continua a me embriagar em doses homeopáticas de felicidade.



♥ 04 ♥ EP: Todos sabem que não é nada fácil criar um mundo fantástico ou até mesmo um personagem, e por isso, gostaria de saber como você buscou inspiração para criar seus personagens? Por acaso você se inspirou em pessoas reais ou simplesmente veio da sua criatividade?

Acredito que todo o produto da criatividade humana é um resultado de influências que a cercam. Então para a criação tanto do mundo, como da narrativa e dos personagens de O Reino de Mira tive inspirações que partiram de várias vertentes. Filmes que assistia livros que eu lia conversas que eu tinha. Tudo, até uma caminhada na rua estava favorável a ofertar uma possível ideia, uma possível inspiração para a construção dos personagens do livro.

Na verdade, não cheguei a me basear especificamente em alguém conhecido para a construção dos personagens da história. Mas eles têm suas particularidades e tentei fazer da personalidade de cada um deles, algo que tendesse a se aproximar com valores do cotidiano da nossa própria sociedade, aproximando assim os personagens da síntese real.
A inspiração está em tudo e por toda parte. E isso é o interessante da escrita, você nunca sabe exatamente o que pode te inspirar, tampouco quando pode te inspirar então escrever, muitas vezes, torna-se um processo inesperado que tende a envolvente.



♥ 05 ♥ EP: O Reino de Mira terá uma continuação ou você pretende ainda lançar outros livros de Fantasia?

Essa é uma pergunta que ultimamente ando fazendo a mim mesmo. De início, O Reino de Mira foi criado para ser um livro único, dotado de uma estória circular, com um final em si mesmo. Entretanto, deixo um gancho no final do livro caso eu pretenda fazer uma continuação. Em meio a isso, preferi aguardar dos leitores de Mira um feedback para saber se haverá um segundo volume.
A continuação, nesse caso, está a depender deles.
Para próximos projetos, pretendo sim, continuar escrevendo sobre fantasia. Por sinal, é o gênero com o qual me sinto mais a vontade. Entretanto, de imediato, vou procurando me ariscar em outras vertentes, terror psicológico é um que muito me fascina. Quem sabe pode haver uma mescla de ambos.


♥ 06 ♥ EP: O que foi mais difícil no começo de sua carreira de escritor? E o que é mais difícil agora para manter sua carreira consolidada?

De início, o mais complicado foi conseguir uma editora para o livro. Para um autor novato no mercado os caminhos às vezes tendem a ser dotado de uma sinuosidade singular, entretanto, pude me dizer com sorte quando encontrei a Modo e ela topou publicar O Reino de Mira e o levar para as estantes de vários leitores.
Atualmente, o mais complicado é tornar a obra conhecida, mas essa é uma longa etapa que pouco a pouco vamos percorrendo-a.




♥ 07 ♥ EP: O que você mais gostou em seu Livro O Reino de Mira?

Considero-me suspeito para falar do próprio livro (risos). Mas vamos lá. Talvez o que eu mais tenha gostado foi o fato de que como escritor pude me sentir transportado para o universo em que se passa a estória. Desfrutar da alusão aos contos de fadas e à medida que a tinta deslizava sobre o papel desenhando letras que se fundia em um livro, rememorar o quão era agradável ouvir histórias sobre reinos distantes, criaturas mágicas e objetos místicos.
Acredito que foi isso. Um belo processo de catarse.



♥ 08 ♥ EP: Como foi a sensação de terminar de escrever O Reino de Mira?

Surreal seria uma palavra que descreveria bem a sensação que tive ao findar da escrita do livro. Senti-me incrivelmente contente, uma sensação de dever cumprido percorrendo.




♥ 09 ♥ EP: Como surgiu a ideia de escrever o livro?

A ideia partiu de modo bastante inusitado, eu confesso. Estava em um dia fatídico em casa quando de repente o enredo, meio que por um estalar de dedos, nasceu em minha cabeça. Lembro-me de correr para a mesa mais próxima e apanhar papel e caneta, começando a escrever um resumo esquematizado de tudo que vinha em meus pensamentos, em ordem ou não. E naquele dia escrevi de uma só vez, o roteiro do que seria o livro.
Depois fui aprimorando, escrevendo página por página, procurando novas maneiras de escrita, desenvolvimento de contextos, elevação de vocabulário, pesquisando a fundo para dar vida a um sonho que ficava mais forte a cada minuto. Não tive bloqueios para escrever o livro, sorte, eu acho.



♥ 10 ♥ Agora gostaria que você falasse um pouco sobre a sua obra e também respondesse o porquê os leitores que ainda não conhecem O Reino de Mira deveriam ler...

O Reino de Mira é um livro que traz em seu âmbito a história de um reino distante, consolidado no centro de uma floresta mágica, rodeada por crostas montanhosas, afastado de tudo que possa se assemelhar a perigoso.
Neste reino vive uma população feliz e acostumada com a vida que tem, regida por uma monarquia para o povo.
Em meio a isso, existe a cativante figura da princesa Mira. Uma princesa jovem, porém bastante determinada e com valores irrefutáveis que leva uma vida de obrigações.

Entretanto, com o caminhar da história, eis que chega uma nova personagem a qual será responsável por desestruturar todos os parâmetros que antes existiam e levar ao reino os maiores perigos que a população dele poderia imaginar. Os maiores medos de cada um dos habitantes começam a serem materializados diante dos próprios olhos de cada um.
E a única pessoa que poderá salvar seu reino, sua família, seus amigos e seu povo, será a princesa Mira que ganhará para essa jornada épica a companhia de seu melhor amigo, Pedro.

Ambos entrarão em uma jornada cercada de aventuras, criaturas mágicas, objetos místicos e angústias internas onde descobriram um pouco mais sobre si mesmos e sobre o outro.

O Reino de Mira busca uma alusão aos contos de fadas que nós, jovens de hoje em dia e leitores mais maduros, éramos acostumados a ler e a desbravar quando éramos crianças. Se conseguir ou não esse pressuposto, essa é uma resposta que somente os leitores poderão me fornecer.

Espero que gostem de se aventurar nesse reino.




♥ 11♥ EP: Qual a metodologia que você usa para escrever suas histórias? 


Primeiramente, faço um roteiro de toda a história, cena por cena, do primeiro ao último capítulo; criando os personagens e traçando seus perfis, assim como alguns lugares que ganhariam vida nas páginas. Faço uso dessa metodologia, que particularmente, muito me ajuda.



♥ 12 ♥ EP: Quais seus escritores favoritos?

Machado de Assis, J.R.R. Tolkien, C.S.Lewis, Raphael Draccon, José Saramago, Lígia Fagundes Teles, Clarice Lispector, Vinícius de Moraes, J.K.Rowling, Cristopher Paolini, George R.R. Martin, Stephen King.



♥ 13 ♥ Para aquelas pessoas que estão iniciando seus passos na Literatura Nacional, o que você diria ou aconselharia a fazer?

Primeiramente que nunca desistam de seu sonho e que busquem traduzir a essência do gênero literário que mais gostam e mais se sentem a vontade, em sua escrita.
Que sempre, após terminar de escrever, aguardem um tempo e leiam o que escreveram, façam uma análise crítica do próprio texto, aperfeiçoem não só a escrita, mas todos os pontos que acharam que podiam ser aprimorados. E então, após isso, procurem uma editora. Não tenham pressa em publicar. Mas quando forem publicar, estudem bem o mercado o qual estão entrando e analisem todos os tipos de trilhos a serem percorridos sem perder o ânimo ou a garra de seguir em frente. Este é seu sonho? Então lute por ele. Porque grandes sonhos podem se tornar reais a partir do momento em que decididos acreditar neles.


♥ 14 ♥ Gostaria de deixar algum recadinho para os meus LEITORES do I LOVE MY BOOKS?

Sim, claro! Aos leitores do I Love My Books, fica o meu sincero desejo de todos os melhores ventos daqui para frente! Espero que tenham gostado de ler a entrevista tanto quanto eu gostei de respondê-la.

Aos que quiserem conversar comigo, fica o meu twitter:
https://twitter.com/mr_lins
E para aqueles que gostam de ouvir podcasts, gostaria de convidá-los a conhecer o LiterárioCast – um podcast que mescla literatura ao bom humor, do qual faço parte da equipe:
http://literariocast.com/



♥ 15 ♥ Agora para encerrar o nosso Bate-papo, gostaria de agradecer pelo carinho e também por ter sido tão atencioso ao fechar parceria com o I LOVE MY BOOKS e principalmente por ceder um pouco do seu tempo para responder essas perguntinhas.

Gostaria de agradecer a você, Silvana, pelo convite para essa entrevista, da qual muito gostei de ter participado. Foi um grande prazer ajudar esse post a ser concretizado, assim como é um grande prazer ser parceiro do I Love My Books.
Um grande abraço!



Blog do livro: http://reinodemira.blogspot.com.br/
Podcast: http://literariocast.com/
Twitter: https://twitter.com/mr_lins
Loja: http://modoeditora.com.br/loja/o-reino-de-mira




Agora eu vou indo nessa, porque depois estarei passando em todos os Blogs que me visitaram e principalmente para ver as novidades.
Se cuidem e tenham todos um BOM FINAL DE SEMANA !!!